A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Introdução à Carta SUA APRESENTAÇÃO PESSOAL Primeira credencial: “Servo de Jesus Cristo”. (1.1). Servo, do grego “doulos” significa escravo. Pertencer.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Introdução à Carta SUA APRESENTAÇÃO PESSOAL Primeira credencial: “Servo de Jesus Cristo”. (1.1). Servo, do grego “doulos” significa escravo. Pertencer."— Transcrição da apresentação:

1

2 Introdução à Carta SUA APRESENTAÇÃO PESSOAL Primeira credencial: “Servo de Jesus Cristo”. (1.1). Servo, do grego “doulos” significa escravo. Pertencer a um senhor. O escravo não se pertence, pois tem dono e só faz a vontade de seu senhor, isto é do seu dono.

3 Segunda credencial: “Chamado para ser apóstolo”. (1.1). Paulo não foi um dos doze, mas em termos ministeriais não foi nada inferior a qualquer dos doze. Paulo tinha consciência de sua vocação para realizar a obra entre os gentios.

4 Terceira credencial: “Separado para o evangelho de Deus”. (1.1). O termo “separado” indica o propósito para o qual foi dedicado. Paulo reconhecia o plano de Deus para a sua vida.

5 Apresentação do Evangelho que pregava (1.2-5) Nos versículos 3 e 4, Paulo fala de Jesus Cristo de modo especial, esclarecendo a revelação de sua pessoa em duas fases.

6 Primeira fase: “segundo a carne” (1.3). Fala de sua natureza humana. Jesus, sendo Deus, fez-se homem, nascido de mulher, mas gerado pelo Espírito Santo.

7 Segunda fase: “segundo o Espírito” (1.4). Fala de sua natureza divina. Pela sua ressurreição dentre os mortos, deu a conhecer sua natureza divina.

8 Seu destinatário (1.6,7). Paulo dá três prerrogativas especiais dos crentes em Roma: Primeira prerrogativa: “Chamados para serdes de Jesus Cristo”. (1.6). Esta chamada implica no primeiro passo da salvação pessoal que corresponde à conversão.

9 Segunda prerrogativa: “Amados de Deus”. (1.7). Todos os homens, independente de raça, credo, língua ou outro aspecto, são objetos do amor de Deus, manifesto por seu Filho Jesus Cristo. (João 3.16).

10 Terceira prerrogativa: “Chamados santos”. (1.7). Implica em pertencer a Deus e viver em consonância com o propósito da chamada que Ele fez. Para resistir às perseguições e privações naqueles dias em Roma, os crentes eram realmente santos em Cristo.

11 Sua saudação pessoal (1.7-15). “Graça e Paz” (1.7). Trata-se de uma saudação revolucionária, pois os judeus saudavam-se apenas com “Paz!” Paulo juntou “graça e paz” para dar um sentido cristão. Graça, no grego “charis”. Paz, em hebraico “shalom”.

12 “Ação de graças” (1.8-10). Nestes versículos Paulo faz uma oração de gratidão na forma de “ação de graças” pela fé dos cristãos romanos. O motivo da ação de graças é Jesus Cristo. Paulo afirma que a fé daqueles crentes romanos era conhecida em todo o mundo.

13 Paulo demonstra o desejo de compartilhar sua fé com os cristãos de Roma ( ). Ele anela visitar aquela igreja vitoriosa. Um ardor espiritual e profundo consumia o coração de Paulo. Paulo sentia-se devedor para com o Evangelho tanto a sábios como a ignorantes.

14 Tema da Carta (1.16,17). O que é o Evangelho (1.16). O Evangelho é realmente algo diferente, uma “boa nova” para o mundo. O Evangelho é vida é dinâmico. O Evangelho inaugurou no mundo uma nova ordem. Ele muda a história, transforma vidas e lança uma nova perspectiva de vida.

15 O Evangelho é o poder de Deus (1.16). No grego, a palavra poder é “dunamis” cujo sentido é dinamite. A palavra poder, significa a intervenção imediata e instantânea de Deus na vida do pecador. O Evangelho tem um poder miraculoso na transformação do mais vil pecador numa nova criatura.

16 O Evangelho é o poder de Deus para salvação (1.16). A palavra salvação tem um sentido individual e universal, pois é para todo aquele que crer. Em relação ao Evangelho, crer significa confiança ou entrega pessoal. Crer em Cristo é entregar-se a Ele sem reservas.

17 O Evangelho é a revelação da justiça de Deus (1.17). A justiça de Deus é a soma total de tudo quanto Deus ordena, exige, aprova e provê através de Jesus Cristo. O pecador é justificado em Cristo, mediante a justiça de Deus manifestada na cruz do Calvário em favor do pecador. A fé é o meio pelo qual a justiça de Deus tornou possível uma nova relação com Ele. Fé que envolve atitude de obediência.

18 Próximo estudo A Doutrina do Pecado (1.18 – 3.20). A ira de Deus. A recusa do homem à verdade. Desordens físicas, morais e espirituais. O julgamento divino. A sentença universal. ESPERO VOCÊ, MUITO OBRIGADO!


Carregar ppt "Introdução à Carta SUA APRESENTAÇÃO PESSOAL Primeira credencial: “Servo de Jesus Cristo”. (1.1). Servo, do grego “doulos” significa escravo. Pertencer."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google