A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PERSONALIDADE: por que estudar? Psicologia da Personalidade Profª. Ms. Margareth Marchesi Reis.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PERSONALIDADE: por que estudar? Psicologia da Personalidade Profª. Ms. Margareth Marchesi Reis."— Transcrição da apresentação:

1 PERSONALIDADE: por que estudar? Psicologia da Personalidade Profª. Ms. Margareth Marchesi Reis

2 PESONALIDADE: o que é?  Em algum momento de nossas vidas já consideramos saber o que é personalidade e já a definimos de alguma forma.  O que esse tipo de pensamento tem de diferente do pensamento e da investigação científica do psicólogo da personalidade?  Somos iguais?  Somos diferentes uns dos outros?  Em que nos assemelhamos e em que nos diferenciamos?

3 PSICOLOGIA DA PERSONAIIDADE: TEORIAS  Desenvolver modelo do funcionamento humano, um método para diferenciar as pessoas, e um conjunto de regras para prever o comportamento.  As teorias se diferem na forma como integram os fatores genéticos e ambientais na sua construção.

4 Como as Teorias Abordam o Estudo da Personalidade  O indivíduo em sua totalidade.  O indivíduo como um ser complexo.  Mediação e adaptação  Indivíduo como um ser Único  Biossocial- O indivíduo em sua interação com o meio, respondendo a ele.  Biofísico – Orgânica, descritiva e mensurável

5 ESTUDO DA PERSONALIDADE  Dimensão da natureza humana.  Diferenças individuais.  Percepções e como as diferentes percepções estão relacionadas com o funcionamento total do indivíduo.

6 Senso Comum Personalidade como um julgamento. Aquilo que observamos no dia a dia. A forma como as pessoas se apresentam na maior parte do tempo a nossos olhos. As reações frente a situações e o que observamos

7 DIFICULDADE NO ESTUDO DA PERSONALIDADE OBSERVAÇÃO DO COMPORTAMENTO INFERÊNCIA

8 PERSONALIDADE:CAMPO DE ESTUDO “A personalidade consiste concretamente em uma série de valores ou termos descritivos que descrevem o indivíduo que está sendo estudado em termos das variáveis ou de dimensões que ocupam uma posição central dentro de uma teoria específica” (Hall, Lindzey & Campbell). A definição do conceito vem da teoria.

9 PERSONALIDADE: conceito  A personalidade representa aquelas características da pessoa que explicam padrões consistentes de sentimentos, pensamentos e comportamentos.  Padrões de comportamentos + Qualidade internas à pessoas.  Regularidades de interesses – Pensamentos, sentimentos e comportamentos explícitos ( se relacionam entre si para formar o indivíduo único e peculiar).

10  Personalidade refere-se ao modo relativamente constante e peculiar de perceber, pensar, sentir e agir do indivíduo.  A estrutura da personalidade é a base que organiza e une entre si as diferentes condutas e disposições do indivíduo, é a organização global que dá consistência e unidade à conduta.  Os conteúdos desta estrutura da personalidade estão relacionados com as vivências concretas do indivíduo no seu meio social, cultural, religioso etc.

11  Caráter — é um termo que referente a marca pessoal de alguém.  Temperamento — faz alusão aos aspectos da hereditariedade e da constituição fisiológica referente ao ritmo de cada um, em termos de vitalidade ou emoção.  Traço de personalidade — refere-se a uma característica duradoura da personalidade do indivíduo. Pode ser comum a um grupo social (por exemplo, a persistência), ou podem variar neste mesmo grupo social (por exemplo, a expressão da agressividade).

12 CAMPO COMO CIÊNCIA  A teorias da personalidade são úteis até o momento em que ajudam a desenvolver o campo como ciência.  A exploração científica da personalidade envolve esforços sistemáticos para descobrir e explicar regularidades nos pensamentos, sentimentos e comportamentos na vida cotidiana.  Desenvolvimento de teorias para auxiliar a observar e explicar tais regularidades.

13 TEORIAS DA PERSONALIDADE 1.O que uma teoria da personalidade busca explicar? O que eles são? Como se tornaram e porque se comportam desta ou daquela maneira? Respostas – aspectos motivacionais ( Exemplos de respostas e motivações: Depressão)

14  Até que ponto a depressão é característica da pessoa?  Como essa característica se desenvolveu?  Por que essa depressão é experimentada em determinadas situações?  Por que se comporta desta maneira quando está deprimido?

15  Precisamos de teorias para responder questões sobre o quê (Características da pessoa, forma como estão ordenadas), como (fatores genéticos e ambientais interagem) e por quê (as razões dos comportamentos dos indivíduos).  Teoria é uma coleção sistemática de ideias e explicações que procuram explicar um conjunto de observações que servem para orientar/prever ações futuras.  Uma teoria, em sua forma ideal, deve conter duas partes: uma série de suposições relevantes sistematicamente relacionadas uma à outra e um conjunto de definições empíricas.

16  Singularidade do indivíduo: Cada pessoa é diferente.  Exemplo: resultado ruim em uma avaliação. O que você faria?  Uniformidade de comportamento: Comportamento do indivíduo é consistente ao longo do tempo e situações.  Exemplo: seu comportamento na sala de aula e em uma festa. Como é?  Conteúdos e processos: A personalidade consiste em algo que influencia comportamento.  Exemplo: um resultado ruim, apesar do esforço, faz com que você não se esforce em atividade similares?

17 TEORIAS DA PERSONALIDADE DEVEM CONTEMPLAR:  ESTRUTURA – Unidades básicas ou os blocos constitutivos da personalidade. Aspectos mais estáveis e duradouros da personalidade.  PROCESSO – Conceitos motivacionais para explicar aspectos dinâmicos da personalidade.  CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO – Como nos desenvolvemos, formando a pessoa única que somos?  PSICOPATOLOGIA – Natureza e causa do funcionamento desordenado da personalidade.

18 ESTRUTURA  TRAÇO – Consistência da resposta individual a uma variedade de situações.  TIPO – Grupamento de traços diferentes. Implica uma grau maior de regularidade em relação ao traço. Ex; tipologia de Jung.

19 Jung RACIONAL Pensamento Sentimento IRRACIONAL Sensação Intuição TIPO INTROVERTIDOTIPO EXTROVERTIDO

20 PROCESSO 1.Prazer/Hedônico – Prazer associado a realização do objetivo. (1950) 2.Crescimento/Auto-realização ( a partir de 1950) 3.Motivos Cognitivos – compreender e prever eventos no mundo (1960) 4.Motivação de Competência – mais voltado para desenvolver habilidades do que para reduzir tensão.

21 CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO Explicar o desenvolvimento dos diferentes indivíduos e o desenvolvimento do indivíduo único que cada um de nós é.

22 NATUREZA X CRIAÇÃO (EXPERIÊNCIAS) 1.DETERMINANTES GENÉTICOS – o quanto nos assemelhamos e o quanto nos diferenciamos; Temperamento. 2.DETERMINANTES AMBIENTAIS Cultura Classe Social Família Pares

23 PERSONALIDADE Hereditariedade - Responsável pela capacidade potencial de desenvolver determinada característic a Ambiente - Responsável pela configuração e futuro da personalidade

24  A personalidade para ser compreendida deve- se considerar:  A maneira de ser das pessoas;  Hábitos;  Motivações;  Relações sociais;  O que a pessoa permite ser acessado e sua privacidade;  ETC...

25  Os psicólogos definem a personalidade em muitos diferentes maneiras, as definições têm três características comuns:  Singularidade do indivíduo;  Consistência da comportamento;  Explicações sobre o conteúdo e processo de personalidade.

26 PERVIN, L; JOHN, O. Personalidade: teoria e pesquisa. Porto Alegre: Artmed, 2004, 21-40. FADIMAN, J.; FRAGER, R. Teorias da personalidade. São Paulo: Harbra, 1987.


Carregar ppt "PERSONALIDADE: por que estudar? Psicologia da Personalidade Profª. Ms. Margareth Marchesi Reis."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google