A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Revolução Russa.  Segundo Karl Marx e Frederic Engels, o primeiro país a passar por uma revolução socialista seria a Inglaterra, pois nos dizeres desses.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Revolução Russa.  Segundo Karl Marx e Frederic Engels, o primeiro país a passar por uma revolução socialista seria a Inglaterra, pois nos dizeres desses."— Transcrição da apresentação:

1 Revolução Russa

2  Segundo Karl Marx e Frederic Engels, o primeiro país a passar por uma revolução socialista seria a Inglaterra, pois nos dizeres desses pensadores, o proletariado inglês era o mais politizado e consciente do mundo. Assim, por ser, o berço da industrialização, a Inglaterra tinha todas as condições para realizar a transformação da SOCIEDADE CAPITALISTA em SOCIALISTA. Porém, Marx e Engels se esqueceram de que a BURGUESIA INGLESA era a mais poderosa da Europa, PODENDO, ASSIM, EVITAR CERTAS CONCESSÕES AO PROLETARIADO PARA EVITAR A AMEAÇA SOCIALISTA.  O socialismo científico defendia ainda que a revolução aconteceria em uma sociedade urbanizada e eu já houvesse desenvolvido o capitalismo. No entanto, a Rússia revolucionária não era urbanizada e também não havia se tornado uma potência capitalista, mesmo assim, foi o primeiro país a implantar o socialismo. Dessa forma, se faz necessária uma análise das estruturas russas para podermos entender por que o precursor do socialismo foi a Rússia agrária, recém-saída da ordem feudal e absolutista.

3 ANTECEDENTES Até o início do século XX, a maior parte da população russa vivia no campo, sendo que mais de 70% da população eram camponeses, não proprietários de terras. A nobreza russa, composta dos boiardos, era detentora das terras e, usando seu prestígio social, explorava o trabalho dos camponeses em regime de servidão.

4 Em 1861, lançando mão de ideias liberais e tentando forçar o desenvolvimento da Rússia, o governo aboliu a servidão, o que fez com que parte dos camponeses que estavam presos à terra, agora livres desse vínculo, se deslocassem para as cidades, constituindo mão de obra para a indústria nascente. Grande parte desse contingente acabou por se transformar no proletariado urbano, que, submetido a condições deploráveis de trabalho, mais tarde seria responsável pelo PROCESSO REVOLUCIONÁRIO. É possível afirmar, portanto, que, apesar de a maior parte da população viver no campo, ainda assim, o processo revolucionário russo foi basicamente urbano, diferentemente de outras revoluções socialistas, como a chinesa e a cubana, que se iniciaram a partir de mobilizações dos camponeses.

5 A Rússia passou pelo processo da REVOLUÇÃO INDUSTRIAL de uma forma peculiar. Como o Estado Cazarista e a burguesia local não tinham recursos suficientes para financiar a industrialização, esta foi realizada com capital estrangeiro, principalmente inglês e francês. Dessa forma, o processo de industrialização não significou a consolidação do capitalismo no país. Nem a burguesia como classe dominante politicamente, mas sim o aumento da dependência russa. Portanto, se na Inglaterra, como já foi dito, a burguesia era forte o bastante para fazer concessões aos trabalhadores, favorecendo, dessa forma, apesar de todas as expectativas contrárias, o processo revolucionário. No plano político, também estavam presentes no país estruturas arcaicas, pois o regime político existente na Rússia, o czarismo, se assemelhava ao absolutismo da Europa Ocidental. Os principais partidos políticos do país eram o Kadete, formado pela burguesia liberal russa, o Menchevique e o Bolchevique, que, apesar de socialista, divergiam entre si.

6 O PROCESSOREVOLUCIONÁRIO  Em 1914, a Rússia entrou na primeira Guerra Mundial devido a interesse imperialista, mas o governo czarista não havia preparado o país para o conflito: faltavam suprimentos, munições e remédios para os soldados. Além disso, a guerra aumentou a crise econômica e a insatisfação popular com o regime, fazendo com que as massas, mais uma vez, fosse para ruas protestar. Dessa vez, contrariaram as ordens do czar. Não podendo enfrentar o povo, acabou abdicar.  A derrubada do czarismo ficou conhecida como a REVOLUÇÃO DE FEVEREIRO de 1917, ou REVOLUÇÃO BRANCA, por ter contado com grande participação dos MENCHEVIQUES e por não ter implantado o socialismo.

7  A burguesia russa se aproveitou do vazio de poder para implantar um governo provisório comandado pelo kadete e sua principal figura política, Kerensky.  Esse governo durou de fevereiro até outubro de 1917 e adorou medidas fundamentais entendermos sua posterior queda. Uma delas foi a permanecia da Rússia na Primeira Guerra Mundial, aumentando a insatisfação do povo com o governo, que pretendia primeiro recuperar os territórios perdidos para a Alemanha para somente depois negociar a paz.  Finalmente, é importante ressaltar que houve a anistia aos presos e exilados e políticos. Lênin e grande parte dos Bolcheviques que estavam presos ou exilados puderam voltar para a Rússia.

8 STALINISMO  Exerceu um dos governos mais violentos da história Contemporânea. Assim que assumiu o poder, o líder soviético passou a perseguir seus inimigos políticos.  A exemplo de Trotsky, milhares de pessoas foram exiladas, presas ou mortas no que se convencionou chamar de EXPURGOS SOVIÉTICOS.  O novo líder promoveu ainda a consolidação do socialismo na Rússia, já que, quando assumiu o poder, existia um misto de socialismo e capitalismo. Para isso, Stálin implantou metas a serem atingidas de 5 em 5 anos. Os PLANOS QUINQUENAIS, que representaram um importante passo para a transformação da Rússia em ESTADO SOCIALISTA e AUTORITÁRIO.

9 TESES DE ABRIL / CRIADAS POR LÊNIN Um conjunto de ideias que sintetizavam os interesses dos bolcheviques e defendiam pontos favoráveis à população russa, como... “TERRA, PÃO E PAZ” e “ todo poder aos sovietes”. Através da mobilização popular, os BOLCHEVIQUES articularam a derrubada do governo provisório e a IMPLANTAÇÃO DO SOCIALISMO, o que aconteceu em outubro de 1917.

10 GUERRA CIVIL Apesar do grande apelo popular, a implantação do SOCIALISMO não agradou a todas as classes sociais do país. Assim entre 1918 e 1921, foi travada uma GUERRA CIVIL que colocou, de um lado o EXÉRCITO VERMELHO, formado pelos BOLCHEVIQUES REVOLUCIONÁRIOS, e, do outro, o EXÉRCITO BRANCO, formado pelos CONTRARREVOLUCIONÁRIOS- compostos de MENCHEVIQUES, da burguesia e da nobreza russa – e apoiado pelas grandes potências capitalistas. Mesmo com a ajuda estrangeira, os BRANCOS não conseguiram vencer a guerra.

11 Ao final da GUERRA CIVIL, com a VITÓRIA DOS VERMELHOS, o país estava arrasado economicamente, e, para recuperar a economia russa, Lênin implantou um misto de socialismo e capitalismo que ficou conhecido como NEP- Nova Política Econômica. O objetivo da NEP era recuperar a economia a partir de investimentos externos para depois reforçar o socialismo

12

13 STALINISMO  Exerceu um dos governos mais violentos da história Contemporânea. Assim que assumiu o poder, o líder soviético passou a perseguir seus inimigos políticos.  A exemplo de Trotsky, milhares de pessoas foram exiladas, presas ou mortas no que se convencionou chamar de EXPURGOS SOVIÉTICOS.  O novo líder promoveu ainda a consolidação do socialismo na Rússia, já que, quando assumiu o poder, existia um misto de socialismo e capitalismo. Para isso, Stálin implantou metas a serem atingidas de 5 em 5 anos. Os PLANOS QUINQUENAIS, que representaram um importante passo para a transformação da Rússia em ESTADO SOCIALISTA e AUTORITÁRIO.

14 PLANOS QUINQUENAIS  Fundação do GOSPLAN e do GOSBANK, órgãos criados para planificar a economia russa. O primeiro era o Ministério do Planejamento e o segundo, o Banco Central Russo. Com uma economia planificada, o Estado passou a exercer um rigoroso controlo sobre os meios de produção.  Fim dos KULACKS, médios proprietários agrícolas, fortalecidos durante a NEP. Para Stálin, eles representavam uma burguesia no campo uma ameaça ao sistema socialista,. A expropriação das terras acabou por enfraquecer a economia, visto que desestimulava a produção agrícola.

15  Criação dos KOLKHOZES e dos SOVKHOZES. Os primeiros eram cooperativas nas quais os camponeses recebiam do Estado sementes e ferramentas para produzirem. Os segundos era fazendas estatais em que os camponeses trabalhavam como assalariados do Estado.  Desenvolvimento industrial. O Estado promoveu uma industrialização de acordo com seus interesses. As áreas industriais que mantiveram investimentos foram a siderúrgica, a bélica, a petroquímica e a aeroespascial. A indústria de bens de consumo não recebeu grandes investimentos, o que provocou, com o tempo, uma crise de abastecimento na URSS

16 Apesar do isolamento pregado por Stálin, é importante ressaltar que, após a Segunda Guerra, a União Soviética conseguiu, através da atuação do Komitern, criado para apoiar os partidos comunistas internacionais, a expandir os sistema socialista para outros países. A grande influência da URSS no Oriente, entretanto, contribuiu para o acirramento das rivalidades entre as duas superpotências da época, Estados unidos e União Soviética, no processo conhecido com GUERRA FRIA.

17

18 Coma morte de Stálin em 195, Nikita Khruschev, seu sucessor no comando da União Soviética, passou a denunciar os seus crimes. Com medo de que esse processo se estendesse para a China, Mao Tsé-Tung alegou que a União Soviética estaria traindo os ideias revolucionários, ocasionando, na década de 1960, o Rompimento Sino-Soviético. Os Estados Unidos, interessados no enfraquecimento do bloco socialista, estimularam essa disputa, que acabou sendo determinante para o enfraquecimento da URSS, fragmentada definitivamente em 1961.


Carregar ppt "Revolução Russa.  Segundo Karl Marx e Frederic Engels, o primeiro país a passar por uma revolução socialista seria a Inglaterra, pois nos dizeres desses."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google