A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

3 AULA DE REVISÕES OS ROMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "3 AULA DE REVISÕES OS ROMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA."— Transcrição da apresentação:

1 3 AULA DE REVISÕES OS ROMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA

2 3 AULA DE REVISÕES | OS ROMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA DA CIDADE DE ROMA À FORMAÇÃO DE UM IMPÉRIO Por volta de 750 a.C., desenvolveu-se na Península Itálica a cidade de Roma. Maqueta da cidade de Roma.

3 3 AULA DE REVISÕES | OS ROMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA DA CIDADE DE ROMA À FORMAÇÃO DE UM IMPÉRIO Roma, fundada em 753 a.C., nas margens do rio Tibre, foi crescendo e os seus habitantes iniciaram um processo de expansão territorial, que viria a transformar-se num grande império, governado por imperadores, e a abranger todas as margens do mar Mediterrâneo, mar a que os Romanos chamavam mare nostrum. Etapas da formação do Império Romano.

4 3 AULA DE REVISÕES | OS ROMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA A CONQUISTA DA PENÍNSULA IBÉRICA E A RESISTÊNCIA DOS LUSITANOS Atraídos pelas riquezas naturais da Península Ibérica, os Romanos invadiram-na em 218 a.C. No entanto, o domínio total dos Romanos sobre a Península Ibérica só foi conseguido em 19 a.C., devido à resistência dos povos que nela habitavam, nomeadamente os Lusitanos, chefiados por Viriato. Emboscada dos Lusitanos, chefiados por Viriato, aos Romanos.

5 3 AULA DE REVISÕES | OS ROMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA A ROMANIZAÇÃO DA PENÍNSULA IBÉRICA Os Romanos integraram os povos conquistados, pacificando-os. Ao processo de difusão da religião, da língua latina, da cultura e dos costumes romanos chama-se romanização. Este processo implicava que todos os que estavam sob o domínio romano se tornassem cidadãos romanos. Aqueduto romano de Segóvia, Espanha.

6 3 AULA DE REVISÕES | OS ROMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA O ROMANIZAÇÃO DA PENÍNSULA IBÉRICA FATORES DE ROMANIZAÇÃO Fundação de novas cidades, onde eram construídos teatros, termas aquedutos, etc. Construção de grandes obras públicas, como estradas e pontes. A circulação de moeda. O latim. O Direito.

7 3 AULA DE REVISÕES | OS ROMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA O ROMANIZAÇÃO DA PENÍNSULA IBÉRICA AGENTES DE ROMANIZAÇÃO Colonos e mercadores. Funcionários administrativos. Exército.

8 3 AULA DE REVISÕES | OS ROMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA A CRISTIANIZAÇÃO DA PENÍNSULA IBÉRICA Os Romanos eram politeístas, isto é, acreditavam na existência de vários deuses. Dentro do Império Romano existia uma região, a Judeia, onde nasceu Jesus Cristo e com Ele uma nova religião monoteísta – o Cristianismo – que acreditava na existência de um deus único. Expansão do Cristianismo no Império Romano.

9 3 AULA DE REVISÕES | OS ROMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA A CRISTIANIZAÇÃO DA PENÍNSULA IBÉRICA A difusão do Cristianismo obteve grande sucesso entre os grupos sociais mais pobres e desfavorecidos (escravos, camponeses, pequenos artesãos e comerciantes), devido aos princípios que esta religião defendia. Princípios defendidos pelo Cristianismo: - Amar a Deus sobre todas as coisas. -Amar o próximo como a si mesmo (bondade, caridade, igualdade, entre todos os homens). - Crença na vida depois da morte. - Crença na salvação para todos, em função das suas ações.

10 3 AULA DE REVISÕES | OS ROMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA A CRISTIANIZAÇÃO DA PENÍNSULA IBÉRICA Os Cristãos passaram a ser considerados uma ameaça à unidade do Império e a ser perseguidos. Massacre de cristãos na arena do Coliseu.

11 3 AULA DE REVISÕES | OS ROMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA A CRISTIANIZAÇÃO DA PENÍNSULA IBÉRICA O aumento do número de seguidores do Cristianismo levou o imperador Constantino, no ano 313, a conceder liberdade religiosa em todo o Império Romano. Em 380, o imperador Teodósio decretou o Cristianismo como a religião oficial do Império.

12 3 AULA DE REVISÕES | OS ROMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA A ERA CRISTÃ O nascimento de Jesus Cristo é a referência para a contagem do tempo no Ocidente. Barra cronológica.

13 3 AULA DE REVISÕES | OS ROMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA AS INVASÕES DOS POVOS BÁRBAROS E O FIM DO IMPÉRIO ROMANO NO OCIDENTE Os Bárbaros, povos que não falavam o latim e viviam para lá das fronteiras do Império Romano, começaram a invadi-lo a partir do século V. O avanço dos povos Bárbaros no Império Romano.

14 3 AULA DE REVISÕES | OS ROMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA AS INVASÕES DOS POVOS BÁRBAROS E O FIM DO IMPÉRIO ROMANO NO OCIDENTE Os Vândalos, Suevos e Visigodos ocuparam a Península Ibérica no início do século V. Após as invasões, os povos Bárbaros organizaram-se em reinos, dividindo o Império Romano do Ocidente. Os novos reinos na Europa no século VI.

15 3 AULA DE REVISÕES | OS ROMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA AS INVASÕES DOS POVOS BÁRBAROS E O FIM DO IMPÉRIO ROMANO NO OCIDENTE O fraco nível de desenvolvimento dos povos Bárbaros levou-os a adotar os usos e costumes do Romanos, que possuíam uma cultura muito mais evoluída. No século VI, os Visigodos dominaram os Suevos e passaram a controlar a Península Ibérica. Adotaram o latim como língua oficial e converteram-se ao Cristianismo. Este povo deixou às civilizações seguintes importantes contributos ao nível da arquitetura e da joalharia. Fíbula (fecho ou fivela) visigótica, encontrada em Mérida, Espanha. Igreja de São Frutuoso de Montélios, século VII, Braga.

16 3 AULA DE REVISÕES OS ROMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA


Carregar ppt "3 AULA DE REVISÕES OS ROMANOS NA PENÍNSULA IBÉRICA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google