A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Oficina de Apropriação de Resultados Diretores e Pedagogos PAEBES 2015.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Oficina de Apropriação de Resultados Diretores e Pedagogos PAEBES 2015."— Transcrição da apresentação:

1 Oficina de Apropriação de Resultados Diretores e Pedagogos PAEBES 2015

2 PAEBES 2015 Organização da Oficina 1° MOMENTO: As avaliações externas do Espírito Santo: vantagens e possibilidades do PAEBES, PAEBES ALFA e PAEBES TRI; 2° MOMENTO: Os materiais de Divulgação e Apropriação de Resultados: como utilizar os resultados nas escolas;

3 PAEBES 2015 1º momento Objetivo: Discutir vantagens e possibilidades do PAEBES, PAEBES ALFA e PAEBES TRI no planejamento das atividades escolares, com foco na melhoria da qualidade da educação do estado do Espírito Santo;

4 PAEBES 2015 Reflexão Quais as principais características ? Quais as vantagens de implementação? Qual o lugar dos diretores e pedagogos nesse contexto? Qual o lugar dos professores nesse contexto? PAEBES ALFA 1ª e 2ª onda PAEBES EF E EM PAEBES TRI Reflexão individual

5 PAEBES 2015 Reflexão Quais as principais características ? Quais as vantagens de implementação? Qual o lugar dos diretores e pedagogos nesse contexto? Qual o lugar dos professores nesse contexto? PAEBES ALFA 1ª e 2ª onda PAEBES EF E EM PAEBES TRI Reflexão em trios (três participantes)

6 PAEBES 2015 Contextualização Antes de responder, precisamos retomar algumas das principais políticas educacionais que procuram impactar positivamente na ampliação da qualidade da Educação.

7 PAEBES 2015 Contextualização Os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) representam um dos possíveis indicadores da qualidade. O IDEB surge com o Plano de Metas Compromisso Todos pela Educação, em 2007. O IDEB combina os resultados de desempenho nas provas do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) com taxas de aprovação de cada um das unidades. O IDEB foi enfatizado com um dos aspectos mais relevantes do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), pelo MEC, em 2008.

8 PAEBES 2015 Contextualização O Plano Nacional de Educação (PNE) determina diretrizes, metas e estratégias para a política educacional dos próximos dez anos (2014-2024). Organiza-se em (1) metas estruturantes para a garantia do direito a educação básica com qualidade – acesso, universalização e ampliação de oportunidades educacionais, (2) metas relacionadas à redução das desigualdades e à valorização da diversidade, caminhos imprescindíveis para a equidade, (3) metas sobre a valorização dos profissionais da educação, estratégicas para cumprimento das anteriores, e (4) metas voltadas ao ensino superior.

9 PAEBES 2015 Contextualização METAS PNE Avaliação Orienta o trabalho por meio de Informa o resultado alcançado em relação às

10 PAEBES 2015 Contextualização A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) lidera a escolha equidade e está expressa no artigo 26, do PNE. Art. 26 - Os currículos do ensino fundamental e médio devem ter uma base nacional comum, a ser complementada, em cada sistema de ensino e estabelecimento escolar, por uma parte diversificada, exigida pelas características regionais e locais da sociedade, da cultura, da economia e da clientela. Segundo o documento preliminar, parte dos objetivos propostos é comum para a educação básica do ensino público e do privado e parte é determinada regionalmente. A proposta traz um conjunto de temas integradores, como sustentabilidade, tecnologia, educação financeira, questões dos direitos humanos, e inclui a diversidade de gênero.

11 PAEBES 2015 Contextualização A implementação dessas políticas garante a qualidade da Educação? Quais instrumentos podem ser consultados para a elaboração e implementação de ações adequadas a rede de ensino?

12 PAEBES 2015 Contextualização Monitorar não no sentido de aplicar testes, provas, questionários, mas buscar ferramentas e metodologias que permitam compreender se os objetivos esperados por cada ação, ou por um conjunto deles, têm sido alcançados. MONITORAMENTO

13 PAEBES 2015 Contextualização SAEB Sistema de Avaliação da Educação Básica ANEB Avaliação Nacional da Educação Básica ANRESC/PROVA BRASIL Avaliação Nacional do Rendimento Escolar ANA Avaliação Nacional da Alfabetização

14 PAEBES 2015 Contextualização A ANEB e a ANRESC/Prova Brasil são realizadas bianualmente, enquanto a ANA é de realização anual. PERIODICIDADE

15 PAEBES 2015 Contextualização Para ajudar as redes de ensino a organizarem-se, a fim de caminharem rumo à melhoria da qualidade, implanta-se sistemas próprios de avaliação, cuja vantagem reside na menor periodicidade entre a aplicação dos testes – mais frequentes – e a divulgação dos resultados, em relação às avaliações nacionais.

16 PAEBES 2015 Reflexão Quais as principais características ? Quais as vantagens de implementação? Qual o lugar dos diretores e pedagogos nesse contexto? Qual o lugar dos professores nesse contexto? PAEBES ALFA 1ª e 2ª onda PAEBES EF E EM PAEBES TRI Apresentação por alguns participantes; Discussão;

17 PAEBES 2015 Objetivo: A Avaliação Diagnóstica da Aprendizagem (PAEBES TRImestral) complementa a avaliação interna realizadas nas escolas, disponibilizando dados educacionais que servem de suporte pedagógico ao professor em sala de aula, de forma a observar necessidades gerais de determinada disciplina e etapa de escolaridade ou identificar, previamente, dificuldades específicas de cada aluno. PAEBES TRI

18 PAEBES 2015 Em que se difere e complementa os demais programas de avaliação do estado: Para a construção dos testes, a divulgação e a análise dos os resultados, é utilizada a Teoria Clássica dos Testes (TCT), não utilizando, portanto a Teoria de Resposta ao Item (TRI) dos demais programas; São apresentados, como resultado, os percentuais de acerto dos itens em relação ao total de itens do teste e também do percentual de acerto para cada descritor avaliado, representando, assim, uma forma muito próxima das notas dadas nas avaliações realizadas pelo professor e, portanto, sendo facilmente assimilado por gestores, coordenadores e professores; PAEBES TRI

19 PAEBES 2015 Em que se difere e complementa os demais programas de avaliação do estado: O diagnóstico dessa avaliação permite aos gestores e professores das escolas capixabas uma análise consistente acerca das aprendizagens e dificuldades dos estudantes durante a passagem pelo Ensino Médio; Os resultados não são apresentados apenas ao final de cada etapa, mas permitem tecer e acompanhar o desenvolvimento dos estudantes ao longo do ano letivo; PAEBES TRI

20 PAEBES 2015 Aspectos Contextuais e Desempenho Escolar 20 Melhor Desempenho Escolar Atitudes e Práticas Positivas Contexto Institucional Favorável

21 PAEBES 2015 Fatores Contextuais O processo de ensino-aprendizagem é mediado por diversos fatores. 21 Aspectos Contextuais e Desempenho Escolar

22 PAEBES 2015 Informações de qualidade sobre os atores escolares e as características do sistema escolar são um importante subsídio para a formulação e verificação da efetividade de políticas públicas educacionais e de outras intervenções nos processos escolares. 22 Fatores Contextuais

23 PAEBES 2015 Fatores Contextuais A relevância de questões sociais, econômicas ou culturais para o desempenho escolar dá-se em razão da sua influência no desempenho das escolas e dos alunos. Esse é um fato apontado por diversos estudos e pesquisas, desde que tiveram como pioneiro o Relatório Coleman (EUA, 1966). 23 Fatores Contextuais

24 PAEBES 2015 24 O que as escolas podem fazer para promover um ensino de qualidade? Que influências as escolas recebem? Qual o papel das características individuais? E da família? O que influencia o aprendizado dos estudantes? Quais elementos podem proporcionar um melhor aprendizado? Fatores Contextuais

25 PAEBES 2015 25 Fonte: SOARES, J.F.. Melhoria do desempenho cognitivo dos alunos do ensino fundamental. Cadernos de Pesquisa, v. 37, n. 130, 2007, p.141. Fatores Contextuais

26 PAEBES 2015 Grande parte dos trabalhos se preocupa em destacar a forte influência que os fatores extraescolares têm sobre os resultados dos alunos dentro das escolas. Ex.: cultura do indivíduo, características da família, política educacional etc. 26 Fatores Contextuais

27 PAEBES 2015 Qual o grande espectro sobre o qual os atores escolares podem intervir? Dentro do âmbito de competências de técnicos, gestores e professores, quais são os instrumentos que podem ser mobilizados para a intervenção? 27 Fatores Contextuais

28 PAEBES 2015 Pesquisas sobre eficácia escolar comparam e analisam como diferentes fatores internos à escola influenciam no desempenho dos seus alunos, sob o pressuposto de que a escola também é um fator preponderante para o rendimento dos alunos. Fatores Contextuais e Eficácia Escolar 28 Fatores Contextuais

29 PAEBES 2015 Esses estudos, portanto, identificam componentes de boas práticas e são uma ótima fonte de informações para gestores e professores que visam ao aprimoramento do desempenho de seus alunos. 29 Fatores Contextuais

30 PAEBES 2015 Em nossas análises, enfatizamos a importância dos fatores intraescolares, sem deixar de lado a influência dos fatores extraescolares. 30 Fatores Contextuais

31 PAEBES 2015 Fatores Contextuais Clima Escolar Gestão Democrática Práticas Pedagógicas Expectativas dos Estudantes Expectativas dos Professores Incentivo a Leitura (na escola) Tamanho da Escola Intraescolares 31 Fatores Contextuais

32 PAEBES 2015 Fatores Contextuais Características individuais Trajetória escolar Nível Socioeconômico Incentivo a leitura (em casa) Extraescolares 32 Fatores Contextuais

33 PAEBES 2015 Como as avaliações em larga escala podem nos ajudar a obter informações dessa natureza? 33 Fatores Contextuais

34 PAEBES 2015 Através dos questionários socioeconômicos aplicados a estudantes, professores, gestores, coordenadores, pais de estudantes etc. 34 Fatores Contextuais

35 PAEBES 2015 35 Avaliação Educacional Desempenho EscolarTestes Medidas de Proficiência Fatores AssociadosQuestionário Índices Contextuais Dimensões Instrumentos Resultados Fatores Contextuais

36 PAEBES 2015 2º momento Objetivo: Apresentar possibilidades de acesso e uso dos materiais de Divulgação e Apropriação de Resultados para utilização dos resultados por agentes educacionais nas escolas;

37 PAEBES 2015 Divulgação A apropriação dos resultados requer conhecimento sobre os canais de divulgação Você sabe onde estão/são divulgados os resultados do PAEBES?

38 PAEBES 2015 Atividade Na escola, qual o material seria importante e necessário para gestores e pedagogos receberem? Em trios, façam e discutam possíveis apontamentos......vamos buscar respondê-los durante a apresentação do material!

39 PAEBES 2015 Divulgação Atualmente, a Secretaria de Educação em parceria com o CAEd divulga informações para apropriação e interpretação dos resultados, presente no site: www.paebes.caedufjf.net

40 PAEBES 2015 Divulgação

41 PAEBES 2015 Divulgação

42 PAEBES 2015 Divulgação

43 PAEBES 2015 Divulgação

44 PAEBES 2015 Divulgação No site, podemos consultar: Informações sobre cada programa; Versão digital das publicações impressas; Resultados por escola (geral da escola e por aluno); Material de eventos; Informativos;

45 PAEBES 2015 Apropriação O material dos gestores da escola!

46 PAEBES 2015 Apropriação Análise de Resultados por Escola (TRI)

47 PAEBES 2015 Apropriação 1º PASSO: O objetivo desse primeiro passo é contribuir com um levantamento das informações produzidas sobre uma escola ou um conjunto delas. Trata-se de uma caracterização da escola com base nos resultados da avaliação nas ultimas edições do PAEBES.

48 PAEBES 2015 Apropriação Sabemos que existem diferentes causas/razões. Pontue aquelas que você/professor/ gestor poderá utilizar para realizar intervenções!

49 PAEBES 2015 Apropriação 2º PASSO: Após o primeiro passo, cujo objetivo foi caracterizar a(s) escola(s), tendo em vista os resultados alcançados na avaliação, é hora de compreender as possíveis razões que a levaram a escola a alcançar tais resultados. É preciso fazer algumas reflexões sobre o desempenho da escola. Para tanto, deve-se reunir e discutir, coletivamente, sobre os resultados em cada etapa e disciplinas avaliadas no PAEBES.

50 PAEBES 2015 Apropriação A Proficiência Media da escola esta crescendo, diminuindo ou se manteve estável ao longo das edições do PAEBES? Essa análise se refere à qualidade da educação. Essa media e condizente com os resultados internos da escola (fluxo e desempenho nas avaliações internas)? Como são as taxas de aprovação nessa etapa de escolaridade? Há muitos estudantes nos Padrões mais baixos? Quantos? Essa tarefa refere-se à análise da equidade na educação. Todos os estudantes participaram da avaliação externa? Quais foram os que não fizeram? Os que apresentam maiores ou menores dificuldades em sala de aula? A escola consegue identificar quem são os estudantes que estão nesses Padrões mais baixos? São os mesmos estudantes que apresentam dificuldades de aprendizagem na escola? Cada professor consegue identificar quem são esses estudantes, nas suas turmas? Eles apresentam dificuldades de aprendizagem em sala de aula?

51 PAEBES 2015 Apropriação Esses estudantes foram aprovados para a etapa de escolaridade seguinte aquela em que ele foi avaliado pela avaliação externa? Considerando o número de estudantes que se encontram nos Padrões mais baixos, procure identificar, de acordo com cada padrão, quais habilidades esses estudantes desenvolveram. De acordo com a etapa de escolaridade em que eles se encontram, quais habilidades eles ja deveriam ter desenvolvido? Para isso, considere os Padrões mais avançados para identificar quais habilidades já deveriam ter sido desenvolvidas por esses estudantes. Após identificar as habilidades que não foram desenvolvidas pelos estudantes, de acordo com os resultados da avaliação, procure responder as seguintes indagações: São habilidades relacionadas a quais conteúdos? Esses conteúdos são previstos para serem trabalhados apenas nessa etapa de escolaridade ou são conteúdos trabalhados durante todo o processo de escolarização? Procure identificar, com o apoio do pedagogo, em qual ou em quais etapas de escolaridade esses conteúdos são trabalhados. As habilidades não desenvolvidas também se referem apenas a essa etapa de escolaridade, ou são habilidades que começam a se desenvolver em etapas anteriores? E quando elas devem ser consolidadas?

52 PAEBES 2015 Apropriação 3º PASSO: Por fim, é hora de planejar o futuro. De posse de todas as informações sobre a escola na avaliação do PAEBES, nas últimas edições, sugerimos um roteiro de planejamento que poderá ajudá-lo na elaboração e organização de estratégias para que a, escola como um todo, e cada aluno, em particular, possam apresentar melhor desempenho nas próximas edições do PAEBES.

53 PAEBES 2015 Apropriação Como elaborar e organizar estratégias? Na escola, o PPP deve ser o instrumento a ser consultado. Quais as informações que podem orientar na elaboração e organização de estratégias? Metas: não podem ser ideais se não forem executáveis. Não podem, também, ser de fácil alcance, subestimando o trabalho da equipe técnica, gestora ou pedagógica.

54 PAEBES 2015 Apropriação

55 PAEBES 2015 Apropriação

56 PAEBES 2015 Atividade Na escola, qual o material seria importante e necessário para professores receberem? Em trios, façam e discutam possíveis apontamentos......vamos buscar respondê-los durante a apresentação do material!

57 PAEBES 2015 Apropriação O material dos professores da escola!

58 PAEBES 2015 Apropriação

59 PAEBES 2015 Apropriação

60 PAEBES 2015 Apropriação O que se difere em relação ao trabalho dos professores: análise TCT!

61 PAEBES 2015 Apropriação

62 PAEBES 2015 Apropriação Análise dos Resultados por Aluno (TCT)

63 PAEBES 2015 Apropriação Após caracterizarmos a escola – 1º PASSO –, compreendermos quais são as possíveis causas do desempenho da escola – 2º PASSO –, e analisarmos os Resultados por Escola (TRI) – 3º PASSO, associamos as informações dos Resultados por Aluno (TCT). São informações sobre o percentual de acerto para cada descritor apresentado no teste. Essas informações são divulgadas por aluno, turma, escola e para a rede em geral. O foco de análise devem ser, sobretudo, os resultados de cada aluno, cada turma e de sua escola, em particular.

64 PAEBES 2015 Apropriação Como elaborar e organizar estratégias? Vamos retomar as orientações curriculares, observando quais são os conteúdos relacionados às habilidades os estudantes apresentam maiores dificuldades. Metas: não podem ideais se não forem executáveis. Não podem, também, ser de fácil alcance, subestimando o trabalho da equipe técnica, gestora ou pedagógica.

65 PAEBES 2015 Apropriação Uma comparação com o PAEBES TRI para as disciplinas de LP e MAT no EM: Observe o desenvolvimento das habilidades em cada trimestre. Os descritores com menor percentual de acerto são aqueles que apresentaram baixos percentuais na avaliação trimestral? Como os conteúdos podem ser trabalhados a cada trimestre, com o intuito de melhorar o resultado ao final do ano letivo? Descritores com percentual de acerto mais altos são aqueles desenvolvidos ao longo do ano ou que já apresentavam resultados satisfatórios desde o primeiro trimestre? O que foi feito ao longo do ano que que fosse esse resultado fosse alcançado?

66 PAEBES 2015 Reflexões

67 PAEBES 2015 Contato cappaebes@caed.ufjf.br


Carregar ppt "Oficina de Apropriação de Resultados Diretores e Pedagogos PAEBES 2015."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google