A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

POLÍTICA DE GESTÃO DE RECURSOS DE FINANCIAMENTO DE PROJETOS VIII Encontro Anual CEMIG / Mercado de Capitais Uberlândia - MG 06 de Junho de 2003 Paulo Eduardo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "POLÍTICA DE GESTÃO DE RECURSOS DE FINANCIAMENTO DE PROJETOS VIII Encontro Anual CEMIG / Mercado de Capitais Uberlândia - MG 06 de Junho de 2003 Paulo Eduardo."— Transcrição da apresentação:

1 POLÍTICA DE GESTÃO DE RECURSOS DE FINANCIAMENTO DE PROJETOS VIII Encontro Anual CEMIG / Mercado de Capitais Uberlândia - MG 06 de Junho de 2003 Paulo Eduardo Pereira Guimarães Gerente de Financiamento de Projetos

2 CONTEÚDO Histórico de Financiamentos Opções Atuais de Financiamentos Diretrizes Básicas para Captação Posição da Dívida Mercado e Perspectivas Planos de Ação de Curto e Longo Prazos

3 HISTÓRICO DE FINANCIAMENTOS Financiamentos de BID, BIRD, Eletrobrás, BNDES Mercados Financeiro e de Capitais

4 OPÇÕES ATUAIS DE FINANCIAMENTO Crédito Bancário Mercado internacional: financiamento para importação, empréstimos para pagamento de dívida, financiamentos de agências multilaterais e agências de crédito à exportação Mercado local: financiamento para aquisição de bens e serviços em licitação internacional com cláusula de financiamento, empréstimos para pagamento de dívida, debêntures Mercado de capitais local Debêntures Securitização de recebíveis Fundos de Direitos Creditórios

5 OPÇÕES ATUAIS DE FINANCIAMENTO (II) Eurobonds (para pagamento de dívida) Pré-venda de energia Eletrobrás BNDES Fundos de investimento (participação em capital)

6 DIRETRIZES BÁSICAS PARA CAPTAÇÃO Custo x rentabilidade do projeto Criação de valor para o acionista Estrutura ótima de capital, liquidez e nível de endividamento externo Monitoramento dos covenants financeiros, que podem limitar endividamento (eventual ajuste dos indicadores junto a credores) Interação com agências de classificação de risco (rating) Anuência da ANEEL para garantias

7 POSIÇÃO DA DÍVIDA EM MARÇO/2003

8 PERFIL DA DÍVIDA EM MARÇO/2003 Valores em R$ milhões 740,2 819,7 784,7 641,4 Nível ótimo

9 FINANCIAMENTOS CONTRATADOS E EM NEGOCIAÇÃO Não considera recursos do BNDES para pagamento de energia livre (R$670 milhões)

10 SITUAÇÃO ATUAL DE MERCADO Instabilidade da conjuntura político-econômica brasileira e mundial Incertezas afetando os mercados financeiros nacional e internacional Atuais dificuldades enfrentadas pelas empresas do setor elétrico no Brasil Concorrência dos Títulos do Governo Federal (risco zero e remuneração alta)

11 PERSPECTIVAS Consolidação da política econômica (controle da inflação e estabilidade) abrirá caminho para redução da taxa de juros ainda no segundo semestre de 2003 Oportunidades de acesso ao capital externo para empresas não-financeiras com qualidade de crédito Equacionamento das pendências relativas ao setor elétrico; ênfase na recuperação da capacidade de investimento

12 PLANO DE AÇÃO DE CURTO PRAZO Administração do fluxo de caixa para ajuste de liquidez Emissão de Debêntures (R$400 milhões) Giro da dívida - Lançamento de Programa de Medium Term Notes Gestões junto ao BNDES para a contratação de financiamentos para Aimorés, Funil e Irapé Operações estruturadas envolvendo investidores Gestões junto à STN/MME/BNDES para viabilização de: financiamento no âmbito do Acordo Geral do Setor Elétrico (direito de R$1.181 milhões), CVA (R$320 milhões) e federalização da CRC (R$900 milhões)

13 PLANO DE AÇÃO DE LONGO PRAZO Emissões de debêntures (atenção para o desenvolvimento de mercado para pessoa física) Emissões de títulos no mercado internacional (Programa de MTN) Gestões junto à Eletrobrás e ao BNDES para viabilização de recursos de longo prazo e custo atrativo para projetos de investimento Gestões junto ao Governo Federal para flexibilização das regras de contingenciamento de crédito ao setor público Identificação de oportunidades de captação junto a organismos multilaterais (participação minoritária da CEMIG) Licitações internacionais para aquisição de bens e serviços vinculando financiamento (BNDES e Agências de Crédito à Exportação) Operações estruturadas envolvendo investidores Pré-venda de energia

14 COVENANTS FINANCEIROS aumento dos investimentos desvalorização do real frente ao dólar queda da receita em função do racionamento procedimentos contábeis emanados do Acordo Geral do Setor Elétrico alguns indicadores extrapolaram o limite contratual indicadores voltarão aos níveis aceitáveis em dezembro/2003 obtenção de waiver

15 RATINGS ATUAIS Moodys Investors Services Baa3.br (escala nacional brasileira) B1 (escala global de moeda local) Fitch Atlantic Ratings A (escala nacional) SR Rating BB- (nota global) brBBB+ (equivalente local)

16 MUITO OBRIGADO !!! Paulo Eduardo Tel: (31)


Carregar ppt "POLÍTICA DE GESTÃO DE RECURSOS DE FINANCIAMENTO DE PROJETOS VIII Encontro Anual CEMIG / Mercado de Capitais Uberlândia - MG 06 de Junho de 2003 Paulo Eduardo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google