A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fórum Paulista de Mudanças Climáticas MDL e o Meth Panel Braulio Pikman ERM Americas – Energy & Climate Change Member of The Methodological Panel/ UNFCCC.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fórum Paulista de Mudanças Climáticas MDL e o Meth Panel Braulio Pikman ERM Americas – Energy & Climate Change Member of The Methodological Panel/ UNFCCC."— Transcrição da apresentação:

1 Fórum Paulista de Mudanças Climáticas MDL e o Meth Panel Braulio Pikman ERM Americas – Energy & Climate Change Member of The Methodological Panel/ UNFCCC

2 EnergiaEmissões GHG CP População

3 O Crescimento populacional...

4 ... e a previsão de variação do consumo de energia no mundo

5

6

7 Mecanismo de Quioto - MDL A learning by doing process

8 O número de projetos submetidos a validação dobra a cada 5 meses: 40 em setembro de 2004, 80 em fevereiro de 2005, 170 em julho de 2005 apenas 18 meses após a primeira submissão. A previsão é de 300 projetos em dezembro de 2005 e 1000 em dezembro de 2006.

9 (Source: State and Trends of the Carbon Market 2005, F. Lecocq and K. Capoor, World Bank, 2005)

10 Status dos projetos MDL em agosto de 2005 Por tipo de projeto

11 Status de projetos MDL (full-scale) em agosto de 2005 Por CERs anuais – tipo de projeto

12 Metodologias 23 metodologias full-scale aprovadas em mais de 130 submissões. Metodologias consolidadas (4) Metodologias de projetos de pequena escala aprovadas (15) Algumas metodologias são específicas para determinadas regiões do planeta.

13 Razões para não aprovação Escolha das opções de cenários de linha de base Algumas propostas de metodologias provêm pouca ou nenhuma orientação. Elas explicam como calcular emissões para um suposto cenário de linha de base sem explicar como identificá-lo e nem mesmo como caracterizá-lo. Algumas propostas de metodologias simplesmente consideram que a continuação da performance histórica é o cenário de linha de base e sequer mencionam outras opções como por exemplo a execução do projeto sem os benefícios do MDL. Real Reductions

14 Pontos para melhoria Escolha do cenário de linha de base e adicionalidade As propostas de metodologia devem sugerir procedimentos claramente explicados e detalhados para identificação do cenário de linha de base e da adicionalidade. A análise de investimento para demonstração da adicionalidade é extremamente sensível à diferentes opções técnico - econômicas. É necessária uma análise de sensibilidade para apoiar as conclusões da análise. A análise de barreiras, quando apresentada, deve demonstrar a existência de barreiras, e também de que forma estas barreiras impedem a execução do projeto.

15 Pontos para melhoria Cálculo das emissões As equações devem estar corretas As unidades devem ser as do SI

16 Porque o MDL é exigente quanto ao cálculo das emissões reduzidas MDL significa redução de emissões esperadas em países não – Anexo 1, tendo como contrapartida a permissão para estas mesmas emissões em países do Anexo 1. Portanto, a determinação destas emissões de forma correta e conservativa é fundamental para garantir globalmente uma redução no valor das emissões de gases de efeito estufa em relação ao cenário sem a presença do MDL.

17 Adicionalidade Análise financeira Análise de barreiras

18 Escolha de Investmentos em grandes empresas Projetos viáveis financeiramente projetos escolhidos Projetos rejeitados 6 Projetos inviáveis financeiramente MDL

19 Project Screening Projetos não executados Investimentos escolhidos Carbon ($) 5 2 Escolha de Investmentos em grandes empresas

20 A ferramenta de adicionalidade

21 Many thanks Visit the United Nations Framework Convention on Climate Change


Carregar ppt "Fórum Paulista de Mudanças Climáticas MDL e o Meth Panel Braulio Pikman ERM Americas – Energy & Climate Change Member of The Methodological Panel/ UNFCCC."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google