A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Objetivos Proporcionar aos alunos uma reflexão e informação teórica sobre a Fotografia e a sua inserção na esfera da Arte. Destacar a importância das correntes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Objetivos Proporcionar aos alunos uma reflexão e informação teórica sobre a Fotografia e a sua inserção na esfera da Arte. Destacar a importância das correntes."— Transcrição da apresentação:

1 Objetivos Proporcionar aos alunos uma reflexão e informação teórica sobre a Fotografia e a sua inserção na esfera da Arte. Destacar a importância das correntes artísticas e o seu valor perante a sociedade. Explorar o tema Fotografia, a partir de algumas de suas várias possibilidades como: identidade, arte, contextos e momentos históricos distintos: do século XIX ao período contemporâneo.

2 FOTOGRAFIA Fotografia... uma vertente no universo da Arte?

3 FOTOGRAFIA E ARTE OU A ARTE DA FOTOGRAFIA A discussão acerca da aceitação da fotografia como arte ou não atravessa o século XIX chegando ao XX. É indiscutível, no entanto, a influência dessa descoberta sobre a arte figurativa foi vigente até o último quarto do séc. XIX.

4 Portanto... A fotografia não tem um único inventor, ela é uma síntese de várias observações e inventos em momentos distintos. A primeira descoberta importante para a fotografia foi a Câmara Escura. O conhecimento do seu princípio ótico é atribuído, por alguns historiadores, ao chinês Mo Tzu no século V a.C., outros indicam o filósofo grego Aristóteles ( a.C.) como o responsável pelos primeiros comentários esquemáticos da Câmera Obscura.

5 Historicidade... câmara escuraNo século XIV já se aconselhava o uso da câmara escura como auxílio ao desenho e à pintura. Leonardo da Vinci ( ) fez uma descrição da câmara escura em seu livro de notas sobre os espelhos.

6 Afinal... O que é Câmara Escura? A Câmera Escura era uma grande caixa, no início grande o suficiente para entrar uma pessoa, com um orifício em uma das paredes, que servia para os pintores do século XVI fazerem esboços de paisagens. A luz entrava pelo orifício e formava uma imagem invertida na parede oposta. Pronto! Estava descoberta a "mágica" que, anos depois, se transformaria na máquina fotográfica e na câmera cinematográfica.

7 Em 1727, o professor de anatomia Johann Heirich Schulze, da universidade alemã de Altdorf, notou que um vidro que continha ácido nítrico, prata e gesso se escurecia quando exposto à luz proveniente da janela. Por eliminação, ele demonstrou que os cristais de prata halógena ao receberem luz, e não o calor como se supunha, se transformavam em prata metálica negra. Em 1790, o físico Charles realizou impressões de silhuetas em folhas impregnadas de cloreto de prata.

8 A PRIMEIRA FOTOGRAFIA!!! 1º Passo: Niépce, recobriu uma placa de estanho com betume branco da Judéia que tinha a propriedade de se endurecer quando atingido pela luz. Nas partes não afetadas, o betume era retirado com uma solução de essência de alfazema. 2º Passo: Em 1826, expondo uma dessas placas durante aproximadamente 8 horas na sua câmera escura fabricada pelo ótico parisiense Chevalier, conseguiu uma imagem do quintal de sua casa.

9 O Daguerreótipo é um processo fotográfico feito sem uma imagem negativa.

10 Louis Jacques Mandé Daguerre ( ) e o processo da fotografia Desenvolveu experiências que consistiam em expor, na câmera escura, placas de cobre recobertas com prata polida e sensibilizadas sobre o vapor de iodo, formando uma capa de iodeto de prata sensível à luz. Sendo o vapor do mercúrio o responsável pela revelação

11 NO BRASIL... A fotografia chegou em 16/01/1840, pelas mãos do abade LOUIS COMPTE, capelão de um navio-escola francês. O Daguerreótipo foi o primeiro aparelho fotográfico em solo brasileiro. Em 21/01/1840, D. Pedro II (aos 14 anos de idade), entusiasmado com a nova invenção apresentada por Compte, encomenda um equipamento de DAGUERREOTIPIA em Paris. Em março de 1840, adquiriu um aparelho, comprando-o por 250 mil réis.D. Pedro II Fonte:

12 George Eastman e a primeira Kodak-1888 A simplicidade da câmera Kodak é responsável pela popularização da fotografia barata e amadora.

13 Câmeras Digitais... Beleza no design, praticidade no click e excelência na resolução.

14 Entendendo melhor o papel da fotografia na Arte. O surgimento do processo fotográfico provocou mudanças na arte figurativa, porém, possibilitou o surgimento de várias correntes artísticas. O realismo, almejado por artistas há séculos, encontra em uma imagem fotográfica sua concretização.

15 A fotografia cria movimento com os irmãos Louis e Auguste Lumiére São tidos como os criadores do cinema, apresentando em 1895 o cinematógrafo, aparelho que projetava uma seqüência fotográfica numa velocidade que gerava movimento. A primeira apresentação, intitulada A Chegada do Trem à Cidade, começava com uma fotografia estática que, aos poucos ganhava velocidade.

16 CINEMATÓGRAFO

17 As novas correntes Os artistas, cuja perpetuação imagética de autoridades por meio de retratos era uma importante fonte de ganho, viram-se obrigados a trilhar novos caminhos: Alguns buscaram a indústria (a Art Nouveau); Outros a pesquisa, como os IMPRESSIONISTAS; A partir daí, o que o mundo pôde vivenciar foi a arte em direção às experimentações que gerariam vertentes como o Fauvismo, Expressionismo, Cubismo, Dadaísmo, Surrealismo, Hiper-realismo, bem como o surgimento do design, o desenho industrial, e da arte abstrata do século XX.

18 O IMPRESSIONISMO Obra: Impressão nascer do sol – Monet. Daí o nome...exibida na primeira exposição impressionista de A obra deu origem ao nome usado para definir o movimento impressionista.

19 Edgar Degas Famosas bailarinas que o diferenciou dos outros impressionistas e o tornaram um pintor de renome. Vemos: Tons vibrantes, Movimentos

20 Pontilhismo Derivada do movimento impressionista, em que pequenas manchas ou pontos de cor provocam, pela justaposição, uma mistura óptica nos olhos do observador (imagem). Esta técnica baseia-se na lei das cores complementares, onde as cores devem ser justapostas e não mescladas, deixando à retina a tarefa de reconstruir o tom desejado pelo pintor, combinando as diversas impressões registradas.

21 Art Nouveau Característica naturalista, de inspiração japonesa e com plantas arrojadas. A nova arte do Século XIX, determinou o uso de formas assimétricas com curvas sinuosas que só conseguiu se realizar devido ao surgimento de novos materiais e técnicas, como as estruturas de ferro.

22 As linhas graciosas do Art Nouveau

23

24 Surrealismo... Fortemente influenciado pelas teorias psicanalíticas de Sigmund Freud Os surrealistas pretendiam atingir uma outra realidade, situada no plano do subconsciente e do inconsciente. A fantasia, os estados de tristeza e melancolia exerceram grande atração sobre os surrealistas, e nesse aspecto eles se aproximam dos românticos, embora sejam muito mais radicais.

25 Dada em francês significa Cavalo de brinquedo Inicio: 1916 em Zurique. Características: O Dadaísmo é caracterizado pela oposição a qualquer tipo de equilíbrio, pela combinação de pessimismo irônico e ingenuidade radical, pelo ceticismo absoluto e improvisação. Enfatizou o ilógico e o absurdo. Entretanto, apesar da aparente falta de sentido, o movimento protestava contra a loucura da guerra. HUGO BALL

26 Suprematismo Foi um movimento artístico russo, centrado em formas geométricas básicas (particularmente o círculo e o quadrado) e tido como a primeira escola sistemática de pintura abstrata do movimento moderno. As fotografias aéreas e a arte suprema

27 SUPREMATISMO O suprematismo está diretamente ligado ao seu criador, KAZIMIR MALEVICH, e às pesquisas formais levadas a cabo pelas vanguardas russas do começo do século XX. "Eu sentia apenas noite dentro de mim, e foi então que concebi a nova arte, que chamei Suprematismo. Malevitch

28 Pop art. POP ART, movimento que usava figuras e ícones populares como tema de suas pinturas. Inspira-se no cotidiano das grandes cidades submetidas ao domínio da tecnologia industrial e comercial. Andy Wahol Marilyn

29

30 Pop art no Brasil Nelson Leirner Altar pop "Adoração ou Altar de Roberto Carlos" (1966). Categoria: Instalação - Dimensões : 205 x 165 cm.

31 Hiperrealismo – Richard Estes

32

33

34 Jerry Ott nasceu em 1947 Utiliza um pouco de diversas técnicas para criar a ilusão de uma pintura tridimensional. É um dos artistas mais conhecidos dos Estados Unidos. As vezes o artista usa uma foto como modelo ou inspiração. Filha do Pop art, a escola hiper-realista faz enorme sucesso nos Estados- Unidos.

35 Ralph Goings

36 Steven Assael

37 Esculturas hiper-realistas

38

39 Ron Mueck São incrivelmente realistas e se não fosse o tamanho de suas esculturas certamente seriam fáceis de serem confundidas com pessoas.

40 Mulher grávida Ron Mueck Jamais quis ser um escultor. Não sei bem porque faço isto mas não me imagino a fazer outra coisa. Não me considero um artista, isto é simplesmente a única coisa que sei fazer."

41

42

43 Um breve relato Willian Henry Jackson ( ), norte-americano, no fim do século XIX e início do século XX, faz algo mais do que gravar um acontecimento, usa suas fotos para persuadir e convencer. Fotos do oeste americano, da área de YELLOWSTONE ajudam a persuadir o Congresso a estabelecer o Parque Nacional de Yellowstone. Nesta época, o tempo de exposição é de 1/50 segundos LONDON DAILY MIRROR é o primeiro jornal a ser ilustrado exclusivamente com fotos Os irmãos August e Louis Lumière, apresentam os primeiros filmes para revelação a cores (autochrome), que já não precisavam de uma tripla exposição (não era necessário se bater 3 diferentes chapas da mesma fotografia) através de uma câmera especial.

44 Surge a câmera de fotos instantânea, A Polaroid, baseada em um processo desenvolvido pelo físico americano Edwin H. Land Surge o Polaroid em preto e branco Surgem o Polaroid em cores e a "Instamatic" de cartucho As máquinas digitais também começam a ocupar espaço, em especial no fotojornalismo, onde a rapidez de circulação e edição de imagens justificam a pequena perda na qualidade de impressão. Contudo, nada, absolutamente nada substitui o olhar artístico e atento do fotógrafo.

45 Categorias: Fotografia retrato; Fotojornalismo; Fotografia Publicitária; Fotografia Científica; Amadorismo em Fotografia

46 Os retratos Em 1860 os retratistas começaram a trabalhar as expressões dos retratados com mais naturalidade, trabalhando as luzes e imprimindo sua marca pessoal em cada foto NADAR FELIX foi o primeiro a tirar fotografias subterrâneas com luz- magnésio. Financiou a construção de um balão para tirar fotos aéreas e manteve um estúdio em Marselha durante as duas últimas décadas do século XIX.

47 IMPORTANTE!!! Registros de NADAR Foi o primeiro a tirar fotografias subterrâneas com luz-magnésio.

48 ... Retratos de Sarah Bernhardt alterando a granulação, os tons, modificando ou suprimindo elementos. Foi uma atriz e cortesã francesa. Visitou o Brasil quatro vezes, as duas primeiras ainda durante o reinado de D.Pedro II.

49 FOTOJORNALISMO O objetivo essencial é captar imagens que sirvam para documentários de jornais. O impacto é elemento fundamental. Elementos de atualidade e interesse social.

50 O CORPO DE ANTONIO CONSELHEIRO

51

52 Invasão alemã à Polônia

53

54 Famílias em direção à câmara de gás

55

56

57

58

59 Fotografar é colocar na mesma linha de mira a cabeça, o olho e o coração. Kevin Carter

60 Sebastião Salgado

61 Mutilado do Afeganistão

62 Você sabia??? MUTILADA E BELAS Concurso de beleza para mutiladas financiado pelo governo da Angola em parceria com a União Européia.

63 FOTO PUBLICITÁRIA É independente; Vive próxima da mídia e é cercada de glamour; Contato direto com a indústria de criação não escondem o gosto pelo design e artes plásticas; Finalidade de persuadir o observador; Pretende atrair a atenção do observador.

64

65

66

67

68

69

70

71

72 Fotografia Científica Auxilia os cientistas e estudiosos do meio científico a analisarem melhor os objetos de estudo. Transmitem imagens, comunicando pouco.

73

74

75 Dissecação nos anos 1910 e 1920

76 Ônibus espacial Atlantis e o Sol. Parecendo uma mosquinha perto do astro- rei, a nave americana foi clicada durante seu caminho rumo ao Telescópio Espacial Hubble.

77 FOTO ARTÍSTICA HELMUT NEWTON

78 Stefan Moses

79 Brasil... João Musa É fotógrafo profissional desde Desenvolve trabalhos de expressão pessoal em fotografia.

80 Fazer fotografia não é apenas apertar o disparador. Tem de haver sensibilidade, registrando um momento único, singular. O fotógrafo recria o mundo externo através da realidade estética.

81 Outras fotografias artísticas

82

83

84

85 JAN SAUDEK

86

87

88 Em um mundo dominado pela comunicação visual, a fotografia só vem para acrescentar, pode ser ou não arte, tudo depende do contexto, do momento, dos ícones envolvidos na imagem. Cabe ao observador interpretar a imagem, acrescentar a ela seu repertório e sentimento. E quanto a nós professores de artes visuais, pretendemos levar os alunos a repensarem o seu papel como seres ativos e participativos no mundo em que vivem!!! Obrigada pela atenção. Professora: Cleide Ximenis


Carregar ppt "Objetivos Proporcionar aos alunos uma reflexão e informação teórica sobre a Fotografia e a sua inserção na esfera da Arte. Destacar a importância das correntes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google