A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AS GRANDES REGIÕES CLIMÁTICAS DO PLANETA. A TERRA É UM GEÓIDE. ESSA FORMA FAZ COM QUE A INTENSIDADE DA RADIAÇÃO SOLAR SEJA RECEBIDA DE FORMA DESIGUAL.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AS GRANDES REGIÕES CLIMÁTICAS DO PLANETA. A TERRA É UM GEÓIDE. ESSA FORMA FAZ COM QUE A INTENSIDADE DA RADIAÇÃO SOLAR SEJA RECEBIDA DE FORMA DESIGUAL."— Transcrição da apresentação:

1 AS GRANDES REGIÕES CLIMÁTICAS DO PLANETA

2 A TERRA É UM GEÓIDE. ESSA FORMA FAZ COM QUE A INTENSIDADE DA RADIAÇÃO SOLAR SEJA RECEBIDA DE FORMA DESIGUAL NAS DIVERSAS LATITUDES, ORIGINANDO AS ZONAS TÉRMICAS DO PLANETA QUE APRESENTAM DIFERENTES CLIMAS, SOLOS, FAUNA E FLORA.

3 DEVIDO A FORMA DE GEÓIDE DA TERRA A RADIAÇÃO SOLAR CHEGA EM DIFERENTES POSIÇÕES NAS DIVERSAS LATITUDES DO PLANETA. DE MODO GERAL A RADIAÇÃO SOLAR APRESENTA MAIOR INCLINAÇÃO NAS LATITUDES MAIS DISTANTES DO EQUADOR, O QUE AUMENTA A REFLEXÃO E DISPERSÃO DESSA RADIAÇÃO, DETERMINANDO QUE ALI HAJAM MENORES TEMPERATURAS. ESSA SITUAÇÃO DÁ ORIGEM AS ZONAS TÉRMICAS DA TERRA.

4 paralelos/imagens/meridianos-e-paralelos-1.gif ZONAS TÉRMICAS DA TERRA

5

6 CLIMA EQUATORIAL E FLORESTA EQUATORIAL

7 -Temperaturas elevadas. - Baixa amplitude térmica. -Alto índice pluviométrico, superior a 2000 mm.

8 Características da floresta equatorial: - É estratificada. - É biodiversa. - É latifoliada e perene. - Possui solos pobres. - É higrófila.

9 Curiosidades: Em uma pequena porção de 300 centímetros cúbicos de floresta, podem-se encontrar 1500 espécies diferentes de animais e vegetais. Para se ter uma idéia dessa riqueza, basta lembrar que em uma única árvore amazônica já foram encontradas 43 espécies diferentes de formiga.(Igor Moreira, 6ª série)

10 No Brasil a floresta Equatorial recebe a denominação de Amazônia. Divide- se em Mata de Igapó (nas áreas permanentemente inundadas pelos rios), Mata de Várzea(só é inundada durante as cheias) e Mata de Terra Firme (nunca é inundada pelas águas dos rios).

11 As florestas tropicais localizam-se em áreas um pouco mais afastadas da Linha do Equador e apresentam temperatura e umidade elevados, apesar de normalmente inferiores as das áreas de clima equatorial. Possui rica biodiversidade. No Brasil esse tipo de vegetação recebe o nome de Mata Atlântica e ocorre nas áreas de clima tropical úmido, tropical de altitude e subtropical úmido.. Estendia-se originalmente por quase todo litoral brasileiro, mas o processo de ocupação humana já devastou mais de 90% desse bioma. Possui espécies estacionais semidecíduas (20% a 50% de queda das folhas), florestas estacionais deciduais (mais de 50% de queda das folhas) e florestas ombrófilas densas e mistas.

12 A Mata Atlântica apresenta as seguintes características: -É perene. - É latifoliada. - É densa. - É higrófila. - Localiza-se em grande parte em um relevo montanhoso. Além do Brasil as florestas tropicais ocupavam áreas da América Central, do norte da Austrália e do Sudeste Asiático.

13 CERRADO - BRASIL SAVANA - ÁFRICA Também ocorrem na Venezuela e Colômbia (lhanos), norte da Austrália, onde destacam-se os eucaliptos e na Índia, onde é chamada de jungle.

14 Características da vegetação de savanas: - Dois estratos: o arbóreo-arbustivo e o herbáceo. - Grande biodiversidade. - Baixa densidade. - Troncos tortuosos e suberosos. - Raízes profundas. - Solos ácidos e sujeitos a lixiviação e laterização.

15 ALÉM DO CERRADO EXISTE UMA MENOR ÁREA DE CLIMA TROPICAL CONTINENTAL QUE APRESENTA O BIOMA DO PANTANAL, SITUADO ENTRE O SUDOESTE DO MATO GROSSO E NOROESTE DO MATO GROSSO DO SUL. CARACTERIZA-SE POR SER UMA PLANÍCIE DE INUNDAÇÃO QUE FAZ A TRANSIÇÃO ENTRE A AMAZÔNIA, O CERRADO E O CHACO (BOLÍVIA). AS DIFERENTES ALTITUDES NO PANTANAL DÃO ORIGEM ÀS: -BAÍAS: LAGOAS TEMPORÁRIAS OU PERMANENTES DE DIMENSÕES E FORMAS VARIADAS. - AS CORDILHEIRAS: ELEVAÇÕES ARENOSAS, ESTREITAS E ALONGADAS, COBERTAS PELA VEGETAÇÃO DO CERRADO. ELAS NÃO SÃO INUNDADAS. - AS VAZANTES: ESCOADOUROS NATURAIS DA ÁGUA DAS ENCHENTES. - CORIXOS: PEQUENOS CURSOS FLUVIAIS DE LEITO PRÓPRIO QUE LIGAM BAÍAS ONTÍGUAS. NO PANTANAL AS TEMPERATURAS VARIAM DE 32°C NO VERÃO À 21°C NO INVERNO. A PLUVIOSIDADE VARIA ENTRE 1000 E 1400 MM POR ANO. O PANTANAL APRESENTA QUATRO ESTAÇÕES: -CHEIA: DE JANEIRO A MARÇO. - VAZANTE: DE ABRIL A MAIO. - SECA: JUNHO A SETEMBRO. - ENCHENTE: OUTUBRO A DEZEMBRO. ACOMPANHANDO O CURSO DOS RIOS SURGEM MATAS TROPICAIS DENSAS COM JATOBÁS E IPÊS. NAS PORÇÕES BAIXAS DO RELEVO DESTACAM-SE ÁREAS DE CAMPOS FAVORÁVEIS À PECUÁRIA. EM ALTITUDES INTERMEDIÁRIAS SURGEM FORMAÇÕES SEMELHANTES AO CERRADO. NAS MAIORES ALTITUDES, ONDE HÁ CARACTERÍSTICAS DE SEMIARIDEZ DESTACA-SE UMA VEGETAÇÃO SEMELHANTE À CAATINGA. AMEAÇAM O BIOMA DO PANTANAL AS ATIVIDADES DE GARIMPO E DE AGRICULTURA.

16 Apresenta médias de temperaturas mais baixas que o clima tropical, ficando entre 15° e 22° C. Este clima é predominante nas partes altas do Planalto Atlântico do Sudeste, estendendo- se pelo centro de São Paulo, centro-sul de Minas Gerais e pelas regiões serranas do Rio de Janeiro e Espírito Santo. As chuvas se concentram no verão, sendo o índice de pluviosidade influenciado pela proximidade do oceano. Nessa área podem ser encontradas florestas tropicais e campos.

17 CAATINGA – ESTEPE NO BRASIL SAHEL- ESTEPE NA ÁFRICA

18 O clima semiárido no Brasil abrange o Sertão do Nordeste e o norte de Minas Gerais. Suas temperaturas são elevadas, e normalmente ficam acima de 26°C. Os índices pluviométricos são baixos (entre 300 e 800 mm anuais) e irregulares. Essa região está sujeita a sofrer estiagens prolongadas. A vegetação característica desse tipo climático são as estepes, que no Brasil recebem o nome de Caatinga. É um tipo de vegetação adaptada as estiagens e baixa pluviosidade do clima semiárido, apresentando espécies arbustivas, arbóreas e vegetação rasteira.

19 Características da caatinga: - Rala e espassada. - Constituída por tufos de gramíneas e pequenos arbustos. - A escassez de chuvas promove a adaptação das espécies vegetais, tais como a presença de espinhos, caules suculentos, raízes desenvolvidas, espécies decíduas.

20 O CLIMA SUBTROPICAL APRESENTA, NO GERAL, CHUVAS BEM DISTRIBUÍDAS, COM ÍNDICE PLUVIOMÉTRICO EM TORNO DE 1200 MM /ANO, AS QUATRO ESTAÇÕES DO ANO BEM DEFINIDAS, TEMPERATURAS MÉDIAS ANUAIS INFERIORES A 18°C E GRANDE AMPLITUDE TÉRMICA. NO BRASIL SOFRE MUITA INFLUÊNCIA DA MASSA DE AR POLAR ATLÂNTICA, EMBORA TAMBÉM SEJA INFLUENCIADO POR MASSAS DE AR DE ORIGEM TROPICAL. APESAR DA ELEVADA PLUVIOSIDADE TEM SOFRIDO COM A ARENIFICAÇÃO DO SOLO EM ALGUMAS ÁREAS DO PAMPAS NO RS.

21 A MATA DE ARAUCÁRIAS TEM COMO ÁREA DE OCORRÊNCIA AS SERRAS DOS ESTADOS DO PARANÁ, SANTA CATARINA, RIO GRANDE DO SUL E SÃO PAULO. APARECEM MANCHAS DESSA VEGETAÇÃO NOS ESTADOS DE MINAS GERAIS E RIO DE JANEIRO (ÁREAS MAIS ELEVADAS DO RELEVO). ARAUCÁRIAS A ARAUCÁRIA OCORRE EM SOLOS FÉRTEIS, COM TEMPERATURAS MODERADAS A BAIXAS NO INVERNO. O ÍNDICE PLUVIOMÉTRICO OSCILA ENTRE 1000 E 1400 MM ANUAIS, COM CHUVAS BEM DISTRIBUÍDAS DURANTE O ANO. ENCONTRA-SE MUITO DEVASTADA PELA EXPLORAÇÃO MADEIREIRA. A ERVA-MATE DESENVOLVE-SE NESSA ÁREA DA MATA DE ARAUCÁRIAS. Características da araucária: -É acicufoliada (folhas finas em forma de agulha). - É aberta e espaçada. - Poucas espécies vegetais (pinheiros, imbuia, cedro e erva- mate). VEGETAÇÃO SUBTROPICAL NO BRASIL

22 PAMPAS OS PAMPAS SÃO UMA ÁREA DE CAMPOS CARACTERÍSTICA DO SUL DO BRASIL. NOS CAMPOS LIMPOS QUASE NÃO HÁ A PRESENÇA DE ÁRVORES. NOS PLANALTOS SURGEM OS CAMPOS SUJOS ONDE HÁ A PRESENÇA DE ARBUSTIVAS. ESSE BIOMA ESTÁ RESTRITO AO RIO GRANDE SUL, DENTRO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO. O CLIMA CARACTERÍSTICO DESSE BIOMA É O SUBTROPICAL. AS PASTAGENS DOS PAMPAS FAVORECEM A TRADICIONAL PRÁTICA DA PECUÁRIA DE BOVINOS E OVINOS. A EXPLORAÇÃO INTENSA DA AGROPECUÁRIA SOBRE O SOLO FRÁGIL DOS PAMPAS TEM LEVADO AO PROCESSO DE DESERTIFICAÇÃO DO SEU SOLO MESMO QUE ALI OS ÍNDICES PLUVIOMÉTRICOS SEJAM EM TORNO DE 1400 MM ANUAIS.

23 MANGUES MANGUE NÃO POSSUI MUITAS VARIEDADES DE ESPÉCIES VEGETAIS, MAS REPRESENTA UM VIVEIRO PARA DIVERSAS ESPÉCIES DE ANIMAIS. SITUAM-SE NAS FAIXAS LITORÂNEAS INVADIDAS PELAS MARÉS. OS MANGUES POSSUEM PNEUMATÓFOROS (RAIZES AÉREAS), SOLO HALÓFILO (SALINO), ESPÉCIES HIGRÓFILAS E UMA GRANDE RIQUEZA DE MATERIAL ORGÂNICO QUE PERMITE A SOBREVIVÊNCIA DAS DIFERENTES ESPÉCIES DE SUA FAUNA. OS MANGUEZAIS ESTÃO SENDO DESTRUÍDOS PARA DAR LUGAR A ÁREAS URBANAS E TURÍSTICAS, NO BRASIL. NA ÁFRICA OS MANGUES VÊM SENDO DESTRUÍDOS PARA DAR LUGAR ÀS PLANTAÇÕES DE ARROZ, ALÉM DE HAVER O USO DE SUA LENHA,OU CARVÃO, COMO FONTES DE ENERGIA. VEGETAÇÃO DE MANGUES (CARACTERÍSTICA DE CLIMAS TROPICAIS)

24 VEGETAÇÃO DAS DUNAS E PRAIAS VEGETAÇÃO DAS DUNAS E PRAIAS. - VEGETAÇÃO HERBÁCEA E ARBUSTIVA. -SOLO HALÓFILO E ARENOSO. - ESTÁ SENDO DESTRUÍDO PELO EXCESSIVO CRESCIMENTO URBANO E PELO TURISMO DESORDENADO.

25 MATA DOS COCAIS FAZ A TRANSIÇÃO ENTRE A FLORESTA AMAZÔNICA E A CAATINGA, ABRANGENDO ÁREAS DO MEO-NORTE NORDESTINO (MARANHÃO E PIAUÍ). POSSUI ESPÉCIES QUE SÃO IMPORTANTES PARA A ECONOMIA EXTRATIVISTA, SENDO EXEMPLOS O BABAÇU e A CARNAÚBA. BIOMA DE TRANSIÇÃO DA AMAZÔNIA PARA A CAATINGA

26 MATA DOS COCAIS FAZ A TRANSIÇÃO ENTRE A FLORESTA AMAZÔNICA E A CAATINGA, ABRANGENDO ÁREAS DO MEO-NORTE NORDESTINO (MARANHÃO E PIAUÍ). POSSUI ESPÉCIES QUE SÃO IMPORTANTES PARA A ECONOMIA EXTRATIVISTA, SENDO EXEMPLOS O BABAÇU e A CARNAÚBA. Babaçu: de sua amêndoa se extrai o óleo. As folhas são usadas para a cobertura de casas e o palmito, como alimento. Um rico artesanato emprega suas fibras para confeccionar esteiras, cestos e bolsas. Da casca do coco, podem ser retirados o alcatrão e o acetato. Carnaúba: cujo produto mais conhecido é a cera. Como tudo nessa palmeira pode ser aproveitado (folhas, caule, fibras), o nordestino denominou-a árvore da providência.

27 ZONAS TEMPERADAS -SITUAM-SE ENTRE OS TRÓPICOS E OS CÍRCULOS POLARES. -POSSUEM AS QUATRO ESTAÇÕES DO ANO BEM DEFINIDAS. - INVERNOS MAIS RIGOROSOS E MAIORES AMPLITUDES TÉRMICAS DO QUE NA ZONA INTERTROPICAL. OS CLIMAS TEMPERADOS DESSA ZONA PODEM SER: - TEMPERADO OCEÂNICO: *SOFRE INFLUÊNCIA DA MARITIMIDADE. *INVERNOS E VERÕES (20°C) COM TEMPERATURAS AMENIZADAS PELA INFLUÊNCIA DO MAR. *PLUVIOSIDADE MÉDIA DE 1000 MM. *A VEGETAÇÃO CARACTERÍSTICA É A FLORESTA TEMPERADA CADUCIFÓLIA. ELA APRESENTA COMO CARACTERÍSTICAS O FATO DE SER DECÍDUA. POSSUI SOLO FÉRTIL PELA DECOMPOSIÇÃO DE MATERIAL ORGÂNICO PODZOL. JÁ FOI MUITO DEVASTADA PELO PROCESSO DE OCUPAÇÃO HUMANA.

28 ZONAS TEMPERADAS TEMPERADO CONTINENTAL: *SOFRE INFLUÊNCIA DA CONTINENTALIDADE. *INVERNOS (RIGOROSOS COM TEMPERATURA NEGATIVA) E VERÕES QUENTES. *PLUVIOSIDADE INFERIOR A DO CLIMA TEMPERADO OCEÂNICO. *GRANDE AMPLITUDE TÉRMICA, MAIOR QUE NO CLIMA TEMPERADO OCEÂNICO. *A VEGETAÇÃO CARACTERÍSTICA SÃO AS PRADARIAS. OCORRE NAS PLANÍCIES CENTRAIS DOS EUA E DO CANADÁ, PORÇÃO CENTRO-LESTE DA EUROPA, INTERIOR DA ÁSIA E PAMPA ARGENTINO. POSSUI SOLO FÉRTIL PELA DECOMPOSIÇÃO DE MATERIAL ORGÂNICO. ESSE SOLO É DENOMINADO PRAIRIE OU TCHERNOZION. AS PRADARIAS SÃO UMA VEGETAÇÃO HERBÁCEA, RELATIVAMENTE ALTA, CONTÍNUA, DENSA E COM POUQUÍSSIMAS ÁRVORES.

29 ZONAS TEMPERADAS TEMPERADO MEDITERRÂNEO: *INVERNOS AMENOS, COM CHUVAS CONCENTRADAS, E VERÕES SECOS E QUENTES. *PLUVIOSIDADE INFERIOR A DO CLIMA TEMPERADO OCEÂNICO. *A VEGETAÇÃO CARACTERÍSTICA SÃO AS FLORESTAS MEDITERRÂNEAS, MAQUIS E GARRIGUES. OCORRE NA COSTA OESTE DOS ESTADOS UNIDOS, CHILE, SUL DA EUROPA, NORTE E SUL DA ÁFRICA E NO SUL DA AUSTRÁLIA. A FLORESTA MEDITERRÂNEA POSSUI FOLHAS PERSISTENTES, ÁRVORES MAIS OU MENOS ESPASSADAS ENTRE SI, ESTRATO ARBUSTIVO E HERBÁCEO, SENDO ESTE POUCO DESENVOLVIDO DEVIDO AOS PERÍODOS DE SECAS. AS ESPÉCIES ARBÓREAS MAIS CARACTERÍSTICAS SÃO O SOBREIRO, A AZINHEIRA, A OLIVEIRA BRAVA, OS PINHEIROS, O CEDRO E O CIPRESTE. ENCONTRA- SE MUITO DEVASTADA PELA AÇÃO HUMANA. - OS MAQUIS (TAMBÉM CHAMADOS DE CHAPARRAL) SÃO CONSTITUÍDOS PRINCIPALMENTE POR ARBUSTOS. SÃO DENSOS, FECHADOS. - OS GARRIGUES SÃO UMA VEGETAÇÃO MAIS ABERTA QUE OS MAQUIS, CONSTITUÍDA POR PEQUENOS ARBUSTOS MAIS OU MENOS DISPERSOS. POSSUI ESPÉCIES COMO O BUXO, O CARRASCO, O ALECRIM, O ROSMANINHO, A ALFAZEMA E O TIMO.

30 CLIMA TEMPERADO FRIO OU SUBPOLAR -APRESENTA GRANDE AMPLITUDE TÉRMICA. -POSSUI INVERNOS RIGOROSOS E VERÕES CURTOS E FRIOS, NÃO SUPERAM 15º C. - O RIGOR DAS TEMPERATURAS FAZ COM QUE SEJA COMUM A PRECIPITAÇÃO DE NEVE.

31 A VEGETAÇÃO DO CLIMA TEMPERADO FRIO É A FLORESTA DE CONÍFERAS QUE APRESENTAM AS SEGUINTES CARACTERÍSTICAS: - SÃO PERENES. - POSSUEM PEQUENA VARIEDADE DE ESPÉCIES. - SÃO ACICUFOLIADAS. - POSSUEM ADAPTAÇÕES PARA O CLIMA FRIO COMO A FORMA DE CONE, FOLHAS FINAS E COM UMA RESINA PROTETORA CONTRA AS BAIXAS TEMPERATURAS.

32 PAISAGEM DA ZONA GLACIAL ÁRTICA ZONA GLACIAL ÁRTICA -APRESENTA ELEVADA AMPLITUDE TÉRMICA. - AS TEMPERATURAS PREDOMINANTES FICAM ABAIXO DE ZERO. - NAS ÁREAS MAIS PRÓXIMAS DO CÍRCULO POLAR ÁRTICO AS TEMPERATURAS DIFICILMENTE ALCANÇAM 10° C DURANTE O VERÃO. - AS ÁREAS MAIS PRÓXIMAS DO PÓLO NORTE SÃO PERMANENTEMENTE COBERTAS POR GELO. NAS PROXIMIDADES DO CÍRCULO POLAR ÁRTICO OCORRE A VEGETAÇÃO DE TUNDRA, QUE SOBREVIVE SÓ DURANTE O VERÃO, ESTANDO O RESTO DO ANO CONGELADA JUNTO COM O SOLO DE PERMAFROST. A FAUNA DESSA REGIÃO É MIGRATÓRIA. VEGETAÇÃO DE TUNDRA CLIMA POLAR

33 CLIMA DESÉRTICO -MENOS DE 250 MM DE CHUVA POR ANO. - GRANDE AMPLITUDE TÉRMICA DIÁRIA (DIAS MAIS QUENTES E NOITES MAIS FRIAS). - CURSOS DE ÁGUA EFÊMEROS (DURAM POUCAS HORAS QUANDO OCORREM CHUVAS). - VEGETAÇÃO DE XERÓFILAS E DE OÁSIS EM ALGUMAS ÁREAS. NA MAIOR PARTE DOS DESERTOS PREDOMINAM AREIAS OU ROCHAS (DESERTOS PEDREGOSOS).


Carregar ppt "AS GRANDES REGIÕES CLIMÁTICAS DO PLANETA. A TERRA É UM GEÓIDE. ESSA FORMA FAZ COM QUE A INTENSIDADE DA RADIAÇÃO SOLAR SEJA RECEBIDA DE FORMA DESIGUAL."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google