A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Nomes: Júlia Ávila e Leandra Kruger Turma: 202 Professora: Silvana Benvenutti Trabalho de Matemática.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Nomes: Júlia Ávila e Leandra Kruger Turma: 202 Professora: Silvana Benvenutti Trabalho de Matemática."— Transcrição da apresentação:

1 Nomes: Júlia Ávila e Leandra Kruger Turma: 202 Professora: Silvana Benvenutti Trabalho de Matemática

2 Praça da Matriz - Monumento Júlio de Castilhos (Esfera) A sua construção foi decidida logo após a morte de Júlio de Castilhos em 24 de outubro de 1903, sendo o projeto de autoria do pintor e escultor Décio Villares. Contudo, sua realização sofreu vários atrasos e o projeto inicial passou por diversas alterações. Por fim, o monumento pôde ser inaugurado em 25 de janeiro de Pretendia-se ilustrar três momentos da vida do homenageado: a fase da propaganda republicana, a fase da organização do governo positivista no Estado e a fase posterior à sua retirada do governo.

3 Prédio da faculdade de Medicina URGS (Cilindro) Com projeto de Theodor Wiederspahn, um insigne arquiteto teuto-brasileiro ativo em Porto Alegre, autor de diversos dos prédios históricos mais importantes da cidade, as obras iniciaram em 1912 onde era o antigo Circo das Touradas, sendo interrompidas logo após, em 1914, por conta da eclosão da I Guerra Mundial. Os trabalhos foram retomados em 1919, durando até 1924, com o projeto original modificado pelo engenheiro Pedro Paulo Scheunemann, que incluiu um grande volume semicircular na esquina, e substituiu as estátuas que deveriam adornar a platibanda da esquina por jarros ornamentais, depois removidos, e as grandes cúpulas de bronze que deveriam cobrir os blocos em projeção, por telhado comum oculto por uma platibanda e os atuais frontões. Foram realizados acréscimos em 1937 na ala direita, que sofreu novas reformas em 1952, e em 1955 a ala esquerda também foi aumentada, para completar o vasto edifício que hoje vemos.

4 Casa de Cultura Mario Quintana (Prisma Retangular) Projeto pelo arquiteto teuto-brasileiro Theodor Wiederspahn, foi o primeiro grande edifício de Porto Alegre em que se utilizou concreto armado. Concebido para ocupar os dois lados da Travessa Araújo Ribeiro, possui dois blocos interligados por grandes passarelas embasadas por arcadas e contendo terraços, sacadas e colunas. O projeto do hotel de luxo, mandado construir pelo empresário Horácio de Carvalho, foi considerado muito ousado na época, pois a ideia das passarelas suspensas sobre a via pública era inédita então. As obras tiveram início em 1916 e, em 1933, foi concluída. Com o tombamento em 1990, o antigo Hotel Majestic foi adaptado para tornar-se o grande centro cultural que é hoje, com locais muito agradáveis para confraternização. Os arquitetos responsáveis pela transformação interna foram Flávio Kiefer e Joel Gorski.

5 Mercado Publico Municipal (Prisma Retangular) O primeiro Mercado Público tinha uma planta quadrangular, em alvenaria de tijolos e com um portão de ferro, ficando pronto em 1844 e devendo concentrar todo o comércio de carne da cidade. Em 1845 foi contratado seu rebocamento externo e caiação. Iniciaram-se discussões para construção de um novo prédio, mais amplo, e o engenheiro Frederico Heydtmann apresentou um projeto em 1861, mas o desenho foi alterado substancialmente com ampliação das dimensões e acréscimo de torreões nos cantos. Homologado o projeto com suas adaptações, a construção teve sua pedra fundamental lançada em 29 de agosto de A inauguração ocorreu em 3 de outubro de 1869, sendo franqueado o acesso à população em 1 de janeiro do ano seguinte. O prédio, em estilo eclético com forte influência neoclássica, foi tombado como Patrimônio Histórico e Cultural de Porto Alegre em 12 de dezembro de 1979.

6 Palácio Piratini (Prisma Retangular) O Piratini foi construído para substituir o antigo Palácio de Barro, que existia no mesmo local e havia sido edificado no ano de 1773 por ordem do então governador José Marcelino de Figueiredo. No final do século XIX esse prédio se encontrava em péssimo estado, demandando a construção de um novo, o que aconteceu por ordem do presidente do estado Júlio de Castilhos. O primeiro projeto para o novo palácio foi de autoria do arquiteto Affonso Hebert, da Secretaria de Obras Públicas, e a pedra fundamental foi lançada em 27 de outubro de O ritmo dos trabalhos foram lentos e sempre declinante, até que as obras foram suspensas pelo novo presidente do estado, Carlos Barbosa Gonçalves, alegando que não atendia às exigências da época, estando a estrutura apenas nos alicerces. O Secretário de Obras da época, Cândido José de Godoy, parece ter tido um papel influente para a escolha de um projeto mais rico, que fosse "o edifício público mais belo e majestoso de todo o Brasil". Então o governo enviou a Paris uma delegação, em 1908, para que realizasse um concurso internacional para uma nova planta, que substituiria a de Hebert..

7 Catedral da Santíssima Trindade (Tronco de Cone) A Catedral da Santíssima Trindade, é um templo da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil na cidade de Porto Alegre. O projeto teve autoria de John Meen, sendo engenheiro A. Ahrons e contrutor Francisco Tomatis, e foi realizado entre 1900 e O desenho inicial incluía uma torre na fachada, que não veio a ser levada a cabo por falta de recursos. Entretanto o aspecto atual do prédio não revela desarmonia, tendo sido encontrada uma solução bastante satisfatória para o problema de adaptação do projeto. A consagração do templo se deu em 10 de maio de Em 31 de dezembro de 1949 a capela foi elevada à categoria de Catedral, sendo desde então a sede da Diocese Meridional da Igreja Anglicana no Brasil. Em 1957 foi feita uma reforma no piso do templo, sendo substituído o de madeira por ladrilhos. Em data não registrada foi trocada a cobertura de telhas de barro por outras metálicas. O sistema de iluminação atual foi instalado na década de 1970 e os lustres são obra de Jaury Lopes dos Reis, cada um com 7 velas a recordar os Sete Dons do Espírito Santo.

8 Capela Divino Espírito Santo (Tronco de Cone) A Capela atual, cujo projeto é de André Arjonas, é uma construção de estilo eclético, com uma feição geral modernista e alguns elementos românicos, como o grande frontispício em arcos redondos concêntricos suportados por uma série de colunas delgadas. Acima deste, no segundo nível, há um óculo redondo com vitral representando o Divino Espírito Santo, no interior de um outro arco redondo que ecoa o do nível abaixo, e sob um frontão triangular que é arrematado por um globo azul onde pousa uma pomba branca. Acima do corpo da igreja, ainda na fachada, erguem-se três torres poligonais com arcos redondos abertos e coruchéus prismáticos coroados de cruzes.

9 Usina do Gasomêtro (Tronco de Cone) O prédio da usina termelétrica do Gasômetro foi inaugurado em 1928 para abrigar a Companhia Brasil de Força Elétrica, subsidiária da Eletric, Bond & Share Co., empresa com sede nos Estados Unidos, que geriu a eletricidade e o transporte elétrico de Porto Alegre até 1954.

10 Santander Cultural (Cilindro) O Santander Cultural é um verdadeiro patrimônio na história de Porto Alegre. Construído pelo Banco Nacional do Comércio entre 1927 e 1932, com a participação do engenheiro civil Hipólito Fabre, do escultor Fernando Corona e do arquiteto polonês Stephan Sobczack, o prédio de estilo eclético combina elementos dos períodos neoclássico, arte nouveau e barroco-rococó.

11 Cais Mauá (Prisma Triangular) A importância histórica do Cais Mauá reside no fato de sua construção ter representado um imenso esforço do governo e da sociedade gaúcha, no início do século XX, em direção à modernização urbana e ao desenvolvimento econômico. As estruturas levantadas também estabeleceram novos padrões de higiene, funcionalidade e estética para a construção civil. O conjunto não foi construído de uma só vez, mas em etapas, a partir do primeiro trecho do cais que faz frente para a Praça da Alfândega, este datando de O pórtico central e os armazéns A e B são do período entre 1919 e Os demais armazéns datam de 1917 a 1927, e o prédio do DEPREC surgiu apenas em Características singulares de sua construção também deram razões para que o conjunto fosse protegido.

12 Igreja Nossa Senhora das Dores (Cone) Inaugurada em 1903 por membros da irmandade devota, a Paróquia Nossa Senhora das Dores tem sua arquitetura estilo colonial português e fachada eclética, ou seja, altas torres ornamentadas com esculturas em gesso. Um dos destaques da Paróquia Nossa Senhora das Dores é a sua escadaria. Em 1938, o local foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) pelo seu valor artístico e arquitetônico.


Carregar ppt "Nomes: Júlia Ávila e Leandra Kruger Turma: 202 Professora: Silvana Benvenutti Trabalho de Matemática."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google