A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A CRIAÇÃO / PRINCÍPIO VITAL CURSO: O LIVRO DOS ESPÍRITOS 1.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A CRIAÇÃO / PRINCÍPIO VITAL CURSO: O LIVRO DOS ESPÍRITOS 1."— Transcrição da apresentação:

1 A CRIAÇÃO / PRINCÍPIO VITAL CURSO: O LIVRO DOS ESPÍRITOS 1

2 Como o universo foi criado? Pela vontade de Deus. Se existisse de toda a eternidade, não seria obra do Pai. 3. Deus disse: Faça-se a luz! E a luz foi feita. Gênesis, cap. I Os planetas e as estrelas foram criados pela condensação da matéria dispersa no universo, orientada pela mente divina e realizada através da ação de inúmeros outros espíritos que, por já terem atingido a perfeição, colaboram com o Criador, na obra da criação. 2

3 3 Deus renova os mundos, assim como renova os seres vivos. Cometas: início da condensação do fluido. Os corpos celestes não influenciam a vida pessoal de cada um e sim fenômenos físicos, como as marés.

4 4 Os sóis foram formados pela matéria cósmica primitiva condensada, sob a forma de imensa nebulosa, animada pelas leis universais que regem a matéria. Pelo mesmo modo de formação, inúmeros planetas foram formados pelo deslocamento de parte da massa que constituíram os sóis.

5 Principais conclusões da Ciência sobre a origem da humanidade: 1 - O Universo teria resultado de uma grande explosão (é a teoria do Big-Bang, uma das mais aceitas atualmente); 2 - A formação da Terra se iniciou há bilhões de anos, em processos que se estenderam por largos períodos e eras; 3 - A vida se manifestou na Terra em formas primárias e em épocas muito remotas, evoluindo, depois, para seres mais organizados; 4 - A espécie humana foi a última a surgir. Quando? Suas formas mais primitivas, há pelo menos anos. Como? Um ramo da linhagem dos antropomorfos apresentou evolução diferente, dando origem ao homo sapiens. 5

6 Formação dos seres vivos No início, tudo era o caos! Com o tempo, através do trabalho de espíritos abnegados, estes elementos se estabilizaram e passaram a formar seres vivos. Fluido vital: fluido que dá vida à matéria. Simples manipulação do FLUIDO CÓSMICO UNIVERSAL (FCU). 6

7 7 49. Se o germe da espécie humana se encontrava entre os elementos orgânicos do globo, por que não se formam mais espontaneamente os homens, como na sua origem? O princípio das coisas está nos segredos de Deus. Entretanto, pode-se dizer que os homens, uma vez espalhados pela Terra, absorveram os elementos necessários para a própria formação da espécie, para transmiti-los de acordo com as leis da reprodução. Ocorreu o mesmo com as diferentes espécies de seres vivos. 1859

8 POVOAMENTO DA TERRA Com a evolução da vida, chegamos às formas humanóides até a espécie humana, partindo do caldo vital. Foi o que levou a dizer que o homem foi formado do limo da Terra. Adão e Eva: alegoria. Segundo a Bíblia, esse casal teria surgido, aproximadamente, 4000 anos antes de Cristo, e a ciência atual nos informa que a espécie humana existe, há muito mais tempo, no mínimo, a uns anos. 8

9 9 O homem surgiu em várias partes do globo, em épocas diferentes, sendo uma das causas da diversidade das raças. O Homo sapiens teve origem nas savanas de África há a anos, descendendo do Homo erectus, e terá colonizado a Eurásia e a Oceania há , colonizando as Américas apenas há anos.

10 ADÃO E EVA O homem cuja tradição se conservou sob o nome de Adão foi um dos que sobreviveram, numa região, após alguns dos grandes cataclismos que abalaram a superfície do globo em diversas épocas e veio a originar uma das raças que o povoam hoje. Na própria Bíblia, temos que haviam outras pessoas habitando a Terra, como os relatos da vida de Caim após matar Abel. 10

11 Existe vida em outros planetas? Todos os planetas são habitados por formas de vida, que nem sempre se assemelham à humana. Há planetas com vida material em vários níveis, mas também, há planetas onde, somente, há vida de natureza espiritual, aparentemente, invisível aos olhos humanos. 11

12 A SEPARAÇÃO ENTRE A LUZ E A ESCURIDÃO, MICHELANGELO, 1512 Muito importa nos compenetremos da noção de que a matéria cósmica primitiva se achava revestida, não só das leis que asseguram a estabilidade dos mundos, como também do universal princípio vital que forma gerações espontâneas em cada mundo, à medida que se apresentam as condições da existência sucessiva dos seres e quando soa a hora do aparecimento dos filhos da vida, durante a período criador. A Gênese, cap. VI, item A criação universal

13 Não se turbe o vosso coração. Crede em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se assim não fora, eu vô-lo teria dito; pois vou aparelhar-vos o lugar. E depois de ir e vos aparelhar o lugar, virei outra vez e tornar- vos-ei para mim, para que onde eu esteja, estejais vós também. (João, cap. XIV, v. 1 a 3). 13

14 HÁ MUITAS MORADAS NA CASA DO PAI Classificação dos Mundos 14 Primeiras encarnações. O Mal predomina sobre o Bem. O Mal e o Bem se equivalem. O Bem predomina sobre o Mal. Só há o Bem.

15 Segundo Santo Agostinho, "A Terra está classificada no mundo de provas e expiações. Esteve material e moralmente num estado inferior ao que está hoje, e atingirá sob esse duplo aspecto, um grau mais avançado. Ela atingiu um dos seus períodos de transformação, em que, de mundo expiatório, tornar-se-á mundo regenerador; então os homens serão felizes, porque a lei de Deus nela reinará". (Kardec, ESE) 15

16 A Bíblia não é um livro com rigor científico, mas sim, uma obra de valor histórico e religioso, que tem sido mal interpretada por uns e, fanaticamente, defendida por outros, mas, nem por isso, deixa de ser verdadeira e útil. 16

17 RAÇA ADÂMICA Durante a história do Universo, planetas passam por períodos evolutivos, sendo que seus habitantes que não acompanham esta evolução são transferidos à outros planetas, por vezes em massa. São as emigrações espirituais. Há muitos milênios, um planeta do sistema solar de Capela, estrela da Constelação do Cocheiro a 42 anos-luz da Terra, passou por um período de evolução, sendo que milhões de espíritos, de grande evolução científica mas arraigados à matéria, foram encaminhados ao nosso planeta, para contribuir com o crescimento tecnológico e expiarem seus males, aprendendo a humildade e o amor, simbolizada na figura de Adão. 17

18 OS EXILADOS DE CAPELLA Estrela da constelação do Cocheiro. Seus espíritos teriam sido banidos para o planeta Terra há cerca de anos a.C - Primeiro sistema escrito, pelos sumérios, no sul da Mesopotâmia (região entre os rios Tigre e Eufrates, no Oriente Médio). 18

19 19

20 Com o auxílio destes espíritos, foram fixados novos caracteres raciais, aperfeiçoando as características biológicas dos seres humanos. Assim, nasceram na Terra as raças caucasianas, inicialmente na Ásia, indo para o Egito e o restante do planeta. 20

21 Aqueles seres decaídos reuniram-se obedecendo suas afinidades, dando origem à quatro grandes grupos: 1 – Os Árias, dando origem à maioria dos povos de origem indo-européia, como latinos, celtas, gregos, eslavos e germanos; 2 – A civilização Egípcia; 3 – O povo de Israel; 4 – As castas da Índia; 21

22 22 Estes exilados vieram aos cuidados do divino mestre Jesus e este enviava-lhes, periodicamente, seus mensageiros. Lao-tsé, Buda, Khrishna, Platão, entre outros. Eis porque as epopeias do evangelho foram previstas e cantadas milênios antes da vinda do sublime Emissário.

23 SERES ORGÂNICOS E INORGÂNICOS Seres orgânicos: são os seres vivos, nos quais, além da matéria, existe uma fonte de atividade íntima que lhes dá a vida. Seres inorgânicos são os seres materiais apenas, pertencentes ao Mundo Mineral. Os elementos que formam a matéria dois são os mesmos, unidos pelo mesmo tipo de atração, ou seja, não existe uma química diferente a unir os elementos. A grande diferença: FLUÍDO VITAL!!! 23

24 Como ocorre o milagre da vida? Os espíritos nos dizem que os seres vivos possuem uma força interior chamada de energia vital, que lhes dá a vitalidade. A vida, portanto, depende da absorção e manutenção desse tipo de energia. 24

25 25 O Princípio (ou Fluído) Vital é formado à partir do Fluído Cósmico Universal (FCU). 64 a Disso parece resultar que a vitalidade não tem seu princípio num agente primitivo distinto, mas numa propriedade especial da matéria universal, em razão de algumas modificações. LE. É a união deste com a matéria que gera a vida! Funciona tal qual fosse uma eletricidade vital, como nos eletrodomésticos (comparação simplista, porém inteligível!).

26 26 É o mesmo para todas as espécies, modificado conforme cada uma. A atividade do princípio vital é alimentada durante a vida pela ação do funcionamento dos órgãos. É a vitalidade. Sob a ação da energia vital equilibrada, os órgãos cumprem as suas funções, o sistema de defesa imunológica funciona adequadamente, e o próprio corpo passa absorver da natureza os recursos fluídicos, bem como as radiações solares, utilizadas para sintetizar a sua própria energia vital.

27 Por quais outros nomes é conhecida essa energia vital? Pode ser conhecida, também, por Princípio Vital, Fluido Magnético ou, simplesmente, como Bio-energia. 27

28 A VIDA E A MORTE A morte é causada pelo esgotamento dos órgãos, pelo consumo do princípio vital. A quantidade de energia vital varia de pessoa para pessoa. Há aquelas que a têm em abundância e aquelas outras que têm apenas o necessário para se manterem vivas. 28 Há espíritos que se associam a certos encarnados, em regime de exploração energética, para lhes absorverem essas energias vitais, favorecendo o aparecimento de doenças e outros desequilíbrios.

29 Informações adicionais sobre a energia vital Pode se esgotar Pode ser insuficiente para manter a saúde física Pode ser transmitida de uma pessoa saudável e cheia de vida para uma pessoa doente e apática Através dessas doações, os magnetizadores do passado, bem como os passistas da atualidade, podem direcioná-las a outras pessoas necessitadas. 29 Quando essas doações são feitas no clima da prece e da fraternidade, sem outros interesses materiais ou financeiros, teremos a ajuda dos bons espíritos, que irão potencializar os efeitos desta doação, bem como, melhorar as condições das energias doadas.

30 30 Quando possuímos muita energia vital e vitalidade somos mais ativos, criativos, dinâmicos e saudáveis. Se a quantidade de energia vital e vitalidade são baixas, geralmente, estamos desanimados, cansados, desmotivados, deprimidos e, portanto, mais propensos à instalação de doenças.

31 INTELIGÊNCIA E INSTINTO A Inteligência é um atributo do espírito, o princípio inteligente do Universo. Porém, só pode manifestar-se pela união com a matéria. Podemos dividir: seres inanimados, constituídos apenas de matéria; seres animados dotados de vitalidade e destituídos de inteligência e os seres animados e pensantes. A inteligência pode ser definida como a capacidade mental de raciocinar, planejar, resolver problemas, abstrair ideias, compreender ideias e linguagens e aprender. 31

32 32 O Instinto é uma força oculta que solicita os seres orgânicos a atos espontâneos e involuntários, tendo em vista a conservação destes. A inteligência se revela por atos voluntários enquanto o instinto se processa automaticamente, de forma reflexa. É sempre confiável. Instinto não é inteligência rudimentar. Frequentemente se processam juntos. O instinto é guia seguro, sempre bom. À medida que a inteligência se desenvolve, o instinto se torna menos influente, menos ativo.

33 33

34 34 As paixões no início da vida do espírito tem muito de comum com o instinto. Porém, nascem das necessidades do corpo. São individuais, não produzindo efeitos gerais. São úteis, como estimulantes, até a eclosão do senso moral. O instinto se aniquila por si mesmo; as paixões somente pelo esforço da vontade podem domar-se. Deus, em sua sabedoria, conduz ele próprio os cegos, porém confia a inteligências livres o cuidado de guiar os clarividentes, para deixar a cada um a responsabilidade de seus atos.

35 Por que o homem, mesmo usando a razão, pode se enganar em algumas situações? A razão pode ser contaminada pelo orgulho, pelo egoísmo e pela educação deficiente. Entretanto, precisamos considerar, também, que o uso da razão depende dos valores morais e da influencia da religião. 35 Aquele que consegue enxergar a vida além da morte e que acredita na espiritualidade, pode fazer as suas escolhas, usando o seu livre arbítrio com maior segurança.

36 PRÓXIMA AULA: TEMA: 2ª PARTE (MUNDO ESPÍRITA OU DOS ESPÍRITOS) - PERGUNTAS 76 A 131. DOWNLOAD DO MATERIAL: 36


Carregar ppt "A CRIAÇÃO / PRINCÍPIO VITAL CURSO: O LIVRO DOS ESPÍRITOS 1."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google