A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Visite nosso site ! www.latitude23.com.brwww.latitude23.com.br - Soluções em Geoprocessamento Distribuidor autorizado da MicroImages.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Visite nosso site ! www.latitude23.com.brwww.latitude23.com.br - Soluções em Geoprocessamento Distribuidor autorizado da MicroImages."— Transcrição da apresentação:

1 Visite nosso site ! - Soluções em Geoprocessamento Distribuidor autorizado da MicroImages

2 Criar uma Rede de Drenagem mostra em passos sucessivos como criar uma rede de drenagem por meio de um modelo digital de elevação (MDE). 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem TNTmips possui ferramentas sofisticadas para criar e analisar redes de drenagem.

3 Clique em Terreno > Bacia Hidrográfica Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

4 Posicione as janelas conforme sugerido para um manuseio fácil entre as janelas. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

5 Clique em Objeto de Entrada... para selecionar o modelo digital de elevação. A análise de drenagem, chamado de análise de bacia em TNTmips, cria vários subprodutos por meio de um modelo digital de elevação. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

6 Selecione o modelo digital de elevação MDE. A seguir, clique em OK. Navegue até o arquivo de projeto Análise de Terreno.rvc e entra nele, clicando 2x. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

7 Na aba Geral ajuste os parâmetros conforme sugerido. Primeiro, vamos investigar, como ajustar os parâmetros da rede de drenagem, chamado de Percursos em TNTmips. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

8 Clique na aba Percurso e Bacia. Ajuste os parâmetros conforme sugeridos. Estes parâmetros definem o nível de detalhe do sistema de drenagem. Por fim, clique no ícone Executar Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

9 O processo criou 8 produtos. Apenas o modelo digital de elevação (MDE), os percursos de drenagem (TRAJETOFLUXOPADRÃO) e as bacias (BACIAPADRÃO) são visualizados (sinal ativo de conferido). Vamos mudar a paleta de cores do MDE para poder visualizar melhor os percursos. Pause o mouse em cima do ícone indicado e pressione o botão direito para abrir o menu lateral conforme mostrado. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

10 A seguir, clique em Controles Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

11 Mude a paleta de cores para Earth Tones. A seguir, clique em OK. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

12 A paleta de cores do MDE mudou. As linhas amarelas representam os limites das bacias hidrográficas. As linhas em turquesa representam os percursos do escoamento superficial. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

13 Os parâmetros da seção Limiar determinam o detalhamento do percurso. O menor a área do limiar, o maior o nível de detalhamento da rede de drenagem. Entrada define o detalhamento no começo dos percursos. O menor a área, o mais cedo começa o percurso; veja o efeito desse parâmetro no próximo slide. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

14 Referência Uma maior área de Entrada representa um começo mais tardio do percurso de drenagem. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

15 Saída define, se um percursos que finaliza no limite do DEM é criado ou não. O menor a área, o maior o número de percursos; veja o efeito desse parâmetro no próximo slide. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

16 Uma maior área de Saída representa um número menor de percursos, que finalizam nos limites do MDE. Referência 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

17 Ramificação define o grau de ramificação do sistema de drenagem. O menor a área, o maior a ramificação do sistema de drenagem; veja o efeito desse parâmetro no próximo slide. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

18 Uma maior área de Ramificação representa uma menor ramificação do sistema de drenagem; este parâmetro é o mais importante para definir o detalhamento geral da rede de drenagem. Referência 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

19 Bacia define o detalhamento de bacias hidrográficas. O menor a área, o maior o número de bacias (com menor tamanho); veja o efeito desse parâmetro no próximo slide. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

20 Uma maior área de Bacia representa um número menor de bacias hidrográficas (com tamanho maior). Referência 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

21 Separar Vale subdivide vales alongados na interseção de 2 percursos; este parâmetro é usado, quando se pretende dedicar mais bacias exclusivamente a um percurso só. Veja o efeito desse parâmetro no próximo slide. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

22 Com Separar Vale ativo, uma das bacias foi subdividida em duas bacias. Uma maior área de Bacia representa um número menor de bacias subdivididas. Referência 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

23 O parâmetro Pontos Iniciais calcula a bacia de captação e o percurso de escoamento superficial de pontos específicos. Escolhe modo Manual para iniciar este processo. A seguir, clique no ícone Pontos de Semear. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

24 Posicione a mira no local indicado. A seguir, clique em Aplicar. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

25 Clique em Não. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

26 O parâmetro Pontos Iniciais calculou a bacia de captação (amarelo) e o percurso do escoamento superficial (turquesa) de um ponto específico (mira). 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

27 Vamos analisar o último parâmetro desta aba; a Segmentação de Percurso permite visualizar o percurso de escoamento superficial por meio de elevação ou acumulação de fluxo. Para encerrar o processo Pontos Iniciais, escolhe simplesmente o modo Automático. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

28 Escolhe Acumulação de Fluxo com Intervalo Exponencial com valor 100 para segmentar o percurso por meio da fórmula indicada. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

29 Clique no ícone Executar e a seguir em Não. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

30 Clique na caixa de sinal ativo de conferido do vetor SGMNTADOTRAJETOFLUXO e a seguir no ícone ao lado para exibir o percurso de forma segmentada. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

31 Na aba Linhas, escolhe como estilo Novo – por meio de Atributo Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

32 Escolhe a tabela Faixa com o campo Mínimo, que contem a informação da segmentação por acumulação de fluxo e a seguir, clique em OK. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

33 Mude a largura para 1.00 para designar diferentes larguras às linhas segmentadas. A seguir, clique em OK. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

34 Digite o nome sugerido para a tabela de estilo e clique em OK. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

35 O estilo de segmentação esta selecionado. Clique em OK para visualizar a segmentação do percurso. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

36 Os percursos de escoamento superficial foram segmentados por meio de acumulação de fluxo de água; o processo ajuda na identificação dos principais percursos de drenagem. Os segmentos em vermelho representam uma maior acumulação de água. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

37 Os percursos de escoamento superficial foram segmentados por meio de acumulação de fluxo de água; o processo ajuda na identificação dos principais percursos de drenagem. Os segmentos em vermelho representam uma maior acumulação de água. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

38 Vamos investigar agora as propriedades dos percursos de drenagem. Desative a exibição dos vetores SGMNTADOTRAJETOFLUXO e BACIAHIDROGRÁFICA e ative a exibição do vetor TRAJETOFLUXOPADRÃO. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

39 Clique 2x no símbolo + no vetor TRAJETOFLUXOPADRÃO para ver as tabelas associadas a este vetor. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

40 A seguir, clique na caixa indicada para abrir a tabela PROPRIEDADES DA CORRENTE. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

41 Minimum Z e Maximum Z referem-se à altura mínima e máxima do percurso. ElevationDrop refere-se a diferença de altura entre o ponto mais baixo e o ponto mais alto do percurso e LengthXY refere-se ao comprimento do percurso em metros. AverageSlope refere-se a declividade média (em graus) do percurso e SinuosityRatio refere-se ao coeficiente entre o comprimento do percurso e a sua linha reta. Primeiro, clique no ícone Mostrar Todos os Registros. Mais tarde vamos analisar mais detalhadamente este parâmetros. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

42 Clique em Tabela e a seguir em Fechar para fechar a tabela. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

43 Clique no ícone Salvar Como... para salvar a rede padrão de drenagem e a rede segmentada de drenagem. Os 3 atributos e outros produtos adicionais serão analisados em um outro tutorial. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

44 Escreva os nomes sugeridos para a rede padrão e a rede segmentada de drenagem. Simplesmente não clique na coluna Nome nos outros objetos e eles não serão criados. A seguir, clique em OK. Navegue até o arquivo de projeto Análise de Terreno.rvc e entra nele, clicando 2x. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

45 Clique em Arquivo > Sair e a seguir em Não para encerrar o processo. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

46 Os percursos de drenagem são criados por meio de um modelo digital de elevação e possuem portanto um trajeto angular. Vamos suavizar os percursos e aproximá-los da realidade, clicando em Filtrar. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

47 Clique em Selecionar Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

48 Navegue até o arquivo de projeto Análise de Terreno.rvc e entra nele, clicando 2x. Clique 2x em Percurso Segmentado de Drenagem para transferir o raster para a área de seleção. A seguir, clique em OK. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

49 Clique em Densificação de Linha. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

50 Primeiro, escolhe Suavização Método Bezier, que gera uma suavização mais acentuada. A seguir, clique em Teste... para avaliar a suavização. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

51 Aceite a suavização sugerida e clique em Executar.... A linha em branco representa o percurso original de drenagem e a linha laranja o percurso suavizado de drenagem. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

52 Digite o nome sugerido e clique em OK. Navegue até o arquivo de projeto Análise de Terreno.rvc e entra nele, clicando 2x. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

53 Clique em OK e a seguir em Sair para encerrar o processo. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

54 Vamos usar os percursos de drenagem como referência para a instalação de um sistema de drenagem em um canavial. Clique em Principal > Exibição Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

55 Primeiro, clique no ícone Novo e a seguir em Exibição em 2D Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

56 Primeiro, selecione os 2 vetores destacados com a tecla Shift. Navegue até o arquivo de projeto Análise de Terreno.rvc e entra nele, clicando 2x. A seguir, clique no símbolo + para transferir os 2 vetores para a área de transferência. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

57 A seguir, clique em OK 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

58 Vamos colocar uma imagem de satélite de Bing Maps (da Microsoft) por baixo dos vetores para ter um contexto melhor dos geodados. Clique no ícone Microsoft Bing Maps e a seguir em Aéreo. Este recurso é apenas disponível para a versão profissional de TNTmips com acesso à internet. Se você esta usando TNTmips Free, desconsidere este passo e continue com o próximo slide. Os percursos de drenagem, que nós criamos, se localizam dentro de um canavial, subdividido em talhões. Vamos usar os percursos como referência para a instalação de um sistema de drenagem dentro do canavial. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

59 Clique no símbolo + do vetor com o nome descritivo Percursos segmentados de fluxo para acessar os elementos do vetor. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

60 Clique no símbolo + indicado para acessar as tabelas associadas às linhas do vetor. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

61 Clique na caixa da tabela PROPRIEDADES_DA_CORRENTE para abri-la. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

62 Primeiro, clique no ícone Mostrar Todos os Registros para visualizar todos os registros. Vamos investigar um trecho do sistema de drenagem. Clique no ícone Selecionar e a seguir na linha indicada em azul. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

63 Clique na tabela para trazê-la para a frente e observe nela as informações do trecho destacado. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

64 Feche a janela, clicando no X. Vamos usar os percursos de drenagem como referência para criar os canais principais de drenagem do canavial. Clique no ícone Anotar e escolhe Linha. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

65 Posicione a mira no ponto indicado e clique no mouse para marcar o ponto inicial da linha a ser desenhada. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

66 Posicione a mira no ponto indicado e clique no mouse para marcar o ponto final da linha. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

67 Clique o botão direito do mouse para salvar a linha como um objeto temporário. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

68 Repita a operação e crie mais 3 linhas conforme sugerido. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

69 Clique no ícone Ação/Configurações e a seguir em Salvar para... para salvar os canais principais de drenagem. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

70 Navegue até o arquivo de projeto Análise de Terreno.rvc e entra nele, clicando 2x. Digite o nome sugerido e clique em OK. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

71 PARABÉNS! Você criou um sistema de drenagem para um canavial. Clique em Exibir > Sair. No popup seguinte, clique em Sim para encerrar o processo. 2. Criar e Analisar uma Rede de Drenagem

72 Visite nosso site para conhecer toda a série de tutoriais da Latitude 23: Soluções em Geoprocessamento Distribuidor autorizado da MicroImages Parabéns! Você concluiu o tutorial com sucesso. Continue com o próximo módulo do tutorial.


Carregar ppt "Visite nosso site ! www.latitude23.com.brwww.latitude23.com.br - Soluções em Geoprocessamento Distribuidor autorizado da MicroImages."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google