A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Luiz K. Tomiyoshi Os Erros e Segurança em Eletricidade 5 Abril 2005.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Luiz K. Tomiyoshi Os Erros e Segurança em Eletricidade 5 Abril 2005."— Transcrição da apresentação:

1 Luiz K. Tomiyoshi Os Erros e Segurança em Eletricidade 5 Abril 2005

2 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Conhecimento Capacidade Vontade Qualidade para segurança Pessoa Em querer fazer a coisa certa para a segurança das pessoas

3 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Ele era a pessoa com maior Conhecimento da turma… … ninguém duvidava da Capacidade dele …. Muito consciente, com Vontade de trabalhar com segurança. Mas infelizmente Pessoa

4 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Errar é humano Quem não erra não aprende Erramos por fazer alguma coisa - ação Erramos por não fazer nada - omissão Errar em eletricidade pode ser fatal –Não se aplica insistir no erro é burrice O dilema

5 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Os erros em segurança Falta de conhecimento de como fazer seguro Falta de capacitação – física e mental Falta de orientação - treinamento Falta de motivação para fazer com segurança Descuido – Negligencia – Subestimar o risco Complacência- deixamos fazer Falta de vontade para fazer certo DE QUEM?

6 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Gerente e supervisores assumiram que as pessoas sabiam como executar o trabalho com segurança. As pessoas assumiram que seus supervisores sabiam dos riscos e haviam tomados devidas medidas de controle, portanto estavam seguros Pesquisa da OSHA Causa raiz levantado por um comitê do OSHA analisando as 323 fatalidades no local de trabalho

7 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Por assumir que estamos seguro porque tem um programa por escrito. –Em 80 % dos casos as empresas possuíam algum programa de segurança por escrito. Por assumir que a segurança está sob controle porque designou uma pessoa responsável. –Em 80 % dos casos as empresas haviam designado uma pessoa responsável pela segurança. Pesquisa da OSHA- Onde erramos

8 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Por assumir que a pessoa designada para segurança conhece o que ela está fazendo. –A maioria das pessoas designadas nunca haviam sido treinadas para desenvolver e gerenciar um programa de segurança efetivo. Por assumir que a pessoa sabe o que fazer porque ela foi contratada para isto e treinada. –Na maioria dos casos, os treinamentos foram genéricos e não específicos sobre os riscos do local do trabalho. –44% das fatalidades ocorreram quando a pessoa procurou facilitar o seu trabalho. Pesquisa da OSHA- Onde erramos

9 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Por assumir que as pessoas com experiência não estão sujeitos a riscos. –80 % das mortes foram pessoas experientes no seu trabalho. Por assumir que a pessoa irá identificar e informar sobre os riscos do local de trabalho. –A maioria das pessoas conheciam onde estavam os perigos, mas poucos comunicaram (por medo de ser considerado incompetente ou medroso?) Pesquisa da OSHA- Onde erramos

10 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Por assumir que o local de trabalho foi verificado quanto aos riscos. –Somente em 20 % dos casos, os riscos específicos do local de trabalho haviam sido identificados. Por assumir que a investigação de acidentes identificou a real causa raiz. –Gerentes e supervisores procuraram a causa imediata (Equipamento e erro da pessoa) e não a causa raiz –Normalmente a causa verdadeira está na falha do sistema de gerenciamento. Pesquisa da OSHA- Onde erramos

11 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Por assumir que alguém é responsável pela segurança –Ninguém da empresa assumiu o seu erro ou do sistema. Por assumir que o consultor ou outras pessoas externas consideradas "experts" têm a resposta para sua segurança. –Muitas empresas contrataram serviço externos que não conheciam sobre programas básicos de gerenciamento de segurança Pesquisa da OSHA- Onde erramos

12 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Por assumir que a tecnologia, as ciências exatas, Normas técnicas, e regulamentos são suficientes para criar condição e programas de segurança das pessoas no trabalho. Em segurança não podemos assumir nada, devemos certificar sobre todos os aspectos para que o trabalho seja executado sem acidentes Pesquisa da OSHA- Onde erramos

13 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Nova abordagem da segurança em eletricidade para eliminar os erros

14 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Sistema Gerencial Pessoas Equipamento/ Instalação Visão Holística da segurança Em todos estes grupos existem participação de pessoas

15 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Homem nasce livre Recebe informações – Aprendizado/Treinamento Transforma informações em conhecimento Adquire experiência – práticas no trabalho Usa os conhecimentos e experiências para tomar decisões de segurança –De sí próprio – Trabalhador –Dos outros – Supervisores e gerentes Desenvolvimento da Pessoas Decisão depende da Percepção

16 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 O que percebemos nesta figura Simples Percepção - bidimensional Área Segura Exemplo: Procedimentos

17 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Realidade é Tridimensional Existem outras informações não percebidas no bi- dimensional

18 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Temos Certeza que a área é segura ?

19 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Chave seletora de Função (19) Chaves AC/DC (2) Jacks (8) 304 diferentes combinações Uma única combinação Segura para medir 480 V

20 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 So existe uma Única chave de Liga/desliga

21 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 A mudança da cultura depende de como o conhecimento é transmitido à geração seguinte De Segurança em eletricidade na Organização Mudança de Cultura

22 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Homem vive num ambiente Homem se adapta ao ambiente –Cria condição, muda onde quando puder para poder viver no ambiente –Esta adaptação é resultado da cultura, da crença, e praticas aprendidas O homem muda se mudar status-quo do ambiente Mudança de Cultura

23 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 De Onde na NR ou ABNT diz que tem que usar DR? Mudança de Cultura

24 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 De Onde na NR ou ABNT diz que tem que usar DR? Mudança de Cultura Para Onde vamos instalar DR para salvar vidas?

25 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 De Segurança em eletricidade é para os eletricistas Mudança de Cultura

26 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Mudança de Cultura De Segurança em eletricidade é para os eletricistas Para Segurança em eletricidade é para todas as pessoas que se expõem aos riscos da eletricidade

27 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 De Nunca tivemos acidentes deste tipo ! Mudança de Cultura

28 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Mudança de Cultura De Nunca tivemos acidentes deste tipo ! Para Será que podemos ter acidente deste tipo?

29 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 De Nós sempre fizemos isto desta forma e nunca tivemos problema. Mudança de Cultura

30 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Mudança de Cultura De Nós sempre fizemos isto desta forma e nunca tivemos problema. Para Existe uma forma melhor e mais segura?

31 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 De Melhoria da segurança em eletricidade é custo para o negocio. Mudança de Cultura

32 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Mudança de Cultura De Melhoria da segurança em eletricidade é custo para o negocio. Para Melhoria da segurança em eletricidade é ativo do Negocio.

33 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 De Não podemos parar a operação. Mudança de Cultura

34 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Mudança de Cultura De Não podemos parar a operação. Para Podemos parar a operação?

35 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 De Não precisa/podemos trancar o equipamento Mudança de Cultura

36 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Mudança de Cultura De Não precisamos/podemos trancar o equipamento Para Como vamos impedir que o equipamento mantenha desenergizado

37 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Cuidado Esta maquina Não possui Cérebro Use o Seu Da Organização – Supervisão – Trabalhador Segurança = Homem x Maquina

38 Luiz K. Tomiyoshi Abril 2005 Muito Obrigado Luiz K. Tomiyoshi DuPont Do Brasil S.A Engenharia


Carregar ppt "Luiz K. Tomiyoshi Os Erros e Segurança em Eletricidade 5 Abril 2005."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google