A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FUTURISMO (ITÁLIA, 1909) FASCÍNIO PELA CIÊNCIA, A MECANIZAÇÃO E A VELOCIDADE DISCURSO RADICAL DE NEGAÇÃO AO PASSADO E VALORIZAÇÃO DO FUTURO. VIA A RACIONALIDADE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FUTURISMO (ITÁLIA, 1909) FASCÍNIO PELA CIÊNCIA, A MECANIZAÇÃO E A VELOCIDADE DISCURSO RADICAL DE NEGAÇÃO AO PASSADO E VALORIZAÇÃO DO FUTURO. VIA A RACIONALIDADE."— Transcrição da apresentação:

1 FUTURISMO (ITÁLIA, 1909) FASCÍNIO PELA CIÊNCIA, A MECANIZAÇÃO E A VELOCIDADE DISCURSO RADICAL DE NEGAÇÃO AO PASSADO E VALORIZAÇÃO DO FUTURO. VIA A RACIONALIDADE COMO SÍMBOLO DA EVOLUÇÃO NEGAÇÃO AOS SENTIMENTOS E ÀS MULHERES VISÃO DA GUERRA COMO NECESSÁRIA PARA A EVOLUÇÃO HUMANA, PROMOTORA DA SELEÇÃO DE FORTES E FRACOS NEGAÇÃO A TODAS AS ARTES ANTERIORES USO DO BARULHISMO NAS APRESENTAÇÕES INÍCIO ANÁRQUICO E POSTERIOR APOIO AO NAZI-FASCISMO PRINCIPAIS NOMES: MARINETTI, BOCCIONI, GIACCOMO BALLA

2 Em 1924 Marinetti manifesta em seu discurso apoio claro a Mussolini e Hitler, pondo o Futurismo como antecessor do Fascismo. Os futuristas negavam o socialismo e as idéias de Marx, no entanto apresentava propostas próximas estas, como a luta por direitos trabalhistas, incluindo direitos das mulheres em relação à igualdade na remuneração. Pontos defendidos por esse grupo, como o predomínio do mais forte, encontrava paralelos nos filmes da propaganda nazista. Importantes nomes do modernismo brasileiro tiveram contato com Marinetti, como a pintora Anita Malfatti e o escritor Oswald de Andrade, influenciando intelectuais, fazendo emergir o futurismo paulistano.

3 GIACOMO BALLA – VELOCIDADE NA MOTOCICLETA Embora lembre a fragmentação cubista, a pintura futurista foi uma reação a essa corrente, vista por eles como essencialmente estática e não condizente com a realidade dos novos tempos, caracterizada pela ciência, a tecnologia, a máquina e a velocidade. Observe como o artista busca registrar o movimento, como uma câmara fotográfica, note que o dinamismo é traduzido por linhas estruturais curvas e diagonais.

4 O fascínio pelo desenvolviment o pode ser visto nesta obra. Observe como o movimento da luz chama sua atenção. GACOMO BALLA – LUZ DA RUA

5 BOCCIONI DINAMISMO DE UM JOGADOR DE FUTEBOL

6 ELASTICIDADE

7 Mente, estágio 1

8 MENTE, ESTÁGIO 2

9 MENTE, ESTÁGIO 3

10 DINAMISMO DE HUMEM COM CHAPÉU

11 HORIZONTAL

12 DESENVOLVIMENTO DE UMA GARRAFA NO ESPAÇO Os futuristas buscaram captar o movimento também por meio da escultura, note que a mesma fragmentação da forma vista na pintura está presente neste trabalho e também na seguinte.

13 BOCCIONI – FORMAS ÚNICAS DE CONTINUIDADE NO ESPAÇO

14 MARCEL DUCHAMP – NU DESCENDO A ESCADA Embora nunca tenha se manifestado como futurista, Marcel Duchamp e suas propostas caiu nas graças dos artistas dessa corrente, principalmente esta obra, na qual o artista gera um ritmo intenso por meio da repetição de padrões geométricos na imagem, fragmentando a forma. A estática fica somente no ambiente, na escada, observe.

15 DADAÍSMO (SUÍÇA, 1916) REAÇÃO AO FUTURISMO E AO POSITIVISMO POSIÇÃ ANÁRQUICA NEGAÇÃO ÀS ARTES, RELIGIÕES, VALORES SOCIAIS, POLÍTICOS, TENDO EM VISTA SUA INEFICIÊNCIA DIANTE DAS AÇÕES HUMANAS E DA GUERRA; NEGATIVISMO E NIILISMO VIAM A IRRACIONALIDADE COMO PROMOTORA DAS AÇÕES HUMANAS CERTA TENDÊNCIA COMUNISTA DESPREOCUPAÇÃO COM A RELAÇÃO ENTRE FORMA E CONTEÚDO NAS OBRAS IRONIA E SARCASMO; BARULHISMO CRIAÇÃO DA FOTOMONTAGEM

16 Observe esta obra. Aqui há duas leituras: a primeira traz a visão do artística de uma sociedade harmônica, racional, porém fria como uma máquina (o futuro?); a segunda é uma ironia ao Futurismo e seus valores, sua negação aos sentimentos. PICABIA – DESFILE AMOROSO

17 PICABIA – O MENINO CARBURADOR

18 MARCEL DUCHAMP Duchamp transitou por várias correntes, entre elas o Cubismo e o Surrealismo, porém sua grande expressão veio com o Dadaismo. Nesta obra A Fonte, ele quebra com todos os padrões existentes na arte, a partir daqui começa a valer sua máxima arte é tudo aquilo que consideramos arte, que será repetida mais tarde pelos artistas conceituais.

19 Precursor da arte conceitual e introduziu a idéia de ready made, objetos industriais reapresentados como obras de arte.arte conceitualready made

20 A noiva despida por seus celibatários,

21 arte é tudo aquilo que acreditamos ser arte Marcel Duchamp BIGODES NA MONALISA??? Aqui Duchamp ironizou os valores da sociedade conservadora, principalmente no tocante a arte, na qual predominava o gosto pelo clássico, a arte acadêmica. Para ele a Monalisa não era arte, mas passou a ser a partir de sua intervenção.

22 Freud afirmou que nada ocorre ao acaso e muito menos os processos mentais. Há uma causa para cada pensamento, para cada memória revivida, sentimento ou ação. Segundo Freud, o consciente é somente uma pequena parte da mente. No inconsciente estão elementos instintivos não acessíveis à consciência. Além disso, há também material que foi excluído da consciência, censurado e reprimido. SURREALISMO A teoria psicanalítica aparece no cenário mundial com Sigmund Freud ( ), médico vienense que se especializou no tratamento de doenças do sistema nervoso e em particular as desordens neuróticas. Salvador Dali, Galatéia das esferas PSICANÁLISE

23 Economista, filósofo e socialista alemão, Karl Marx nasceu em Trier em 5 de Maio de 1818 e morreu em Londres a 14 de Março de 1883 Os comunistas não se rebaixam a dissimular suas opiniões e seus fins. Proclamam abertamente que seus objetivos só podem ser alcançados pela derrubada violenta de toda a ordem social existente. Que as classes dominantes tremam à idéia de uma revolução comunista! Os proletários nada têm a perder a não ser suas algemas. Têm um mundo a ganhar. PROLETÁRIOS DE TODO O MUNDO, UNI-VOS! (MARX, Karl e ENGELS, Friedrich, Manifesto do Partido Comunista ) Os surrealistas viam em Freud a liberdade individual, e em Marx a liberdade coletiva, social, o que denuncia sua tendência política.

24 O surrealismo surgiu na França na década de Este movimento foi significativamente influenciado pelas teses psicanalíticas de Sigmund Freud, que mostram a importância do inconsciente na criatividade do ser humano, sendo também altamente politizado, tendo grande ligação às idéias de Marx. Buscava a liberdade individual e social. René Magritte, o terapeuta

25 OS ARTISTAS DA SEGUNDA CORRENTE LIBERTAM A MENTE E DÃO VAZÃO AO INCONSCIENTE, SEM NENHUM CONTROLE DA RAZÃO. JOAN MIRÓ E MAX ERNST REPRESENTAM MUITO BEM ESTA CORRENTE. Joan Miró, carnaval do arlequim, 1924 AS TELAS SAEM COM FORMAS CURVAS, LINHAS FLUIDAS E COM MUITAS CORES. O CARNAVAL DE ARLEQUIM E A CANTORA MELANCÓLICA, SÃO DUAS PINTURAS DE MIRÓ QUE REPRESENTAM MUITO BEM ESTA VERTENTE DO SURREALISMO. Max Ernst, the graminaceaous bicycle, 1921

26 INFLUÊNCIAS As obras e a vida do Marquês de Sade despertaram a curiosidade dos surrealistas, principalmente pelo caráter instintivo, selvagem e animalesco presente nas fantasias e desejos narrados em seus contos. "A minha maneira de pensar, você diz, não pode ser aprovada. E que me importa? Bem idiota é aquele que adota uma maneira de pensar para os outros! Não foi a minha maneira de pensar que provocou a minha desgraça. Foi a maneira de pensar dos outros." Donatien Alphonse François de Sade, o Marquês de Sade,

27 SIMBOLISMO CRIATIVIDADE IMAGINAÇÃO FANTASIA MISTICISMO SONHOS TEMAS VARIADOS

28 AUGUSTO KLINT

29 REDON

30 FRANZ STUCKS O Pecado

31 Stucks Lúcifer

32 HENRY ROUSSEAU A floresta - aqui Rousseau representa uma jovem sendo conduzida por uma floresta, seguindo o som mágico de uma flauta tocada por um macaco. Tente encontrar os outros animais na obra.

33 A ingenuidade de Rousseau Se o primitivismo encantou os artistas modernos por sua simplificação das formas e o uso das cores puras, a ingenuidade também teve seus lugar. Foi o Carro de Rousseau, ex-agente alfandegário que, já velho resolveu tornar-se artista, acreditando estar desenvolvendo trabalhos semelhantes aos produzidos por renascentistas, como Leonardo da Vinci e Miguel Ângelo. Essa ingenuidade despertou o interesse de Pablo Picasso, fazendo com este conduzisse Rousseau a vários eventos, promovendo-o, ainda que muitas vezes como brincadeira. Em um determinado momento Rousseau disse a Picasso:...Somos dois mestres da pintura, eu clássico e o senhor moderno. Veja as imagens e note a fantasia, o sonho, a ausência de realismo e realidade presentes, o que fascinou os surrealistas, que viam na pureza de Rousseau símbolos de seu inconsciente.

34 Leopardo Atacando um Cavalo

35 Tigre Atacando um Negro

36 A Guerra, 1894

37 Mulher exótica

38 Criança num banco de areia

39 O pintor Marc Chagall colheu inspiração em duas fontes imaginárias; no folclore, na vida diária dos judeus de sua infância na Rússia e na Bíblia. Embora suas fantasias imaginativas fossem proclamadas precursoras do Surrealismo, Chagall afirmava que pintava lembranças verdadeiras e não sonhos irracionais Chagall

40 marc chagall, paris através da janela 1913

41 SALVADOR DALI e a inconsistência da realidade Esta obra, A Persistência da Memória, traz relógios derretendo numa alusão à maneira como interpretamos o tempo. Aliás, tempo e espaço têm o mesmo sentido para todos? A noção de realidade vem do senso comum? E o inconsciente, não seria um mundo tão verdadeiro quanto o que entendemos como real?

42 A imagem desaparece, 1938 Aqui a realidade é questionada novamente, observe.

43 A sexualidade é representada pelas formas fálicas presentes. O desejo está representado pelo leão, o instinto, enquanto a repulsa tem seus símbolos nos insetos. DALI – O GRANDE MASTURBADOR

44 Em Faces da Guerra Dali traduz a sua visão pessimista em relação a humanidade. Note os espermatozóides em forma de serpente prestes a fecundar os olhos, a mente deste ser destituído de razão e sentimentos. Observe a continuidade espacial e temporal obtida pelas formas.

45 Presságios de Guerra Civil (1947) é uma obra que prenuncia os horrores provocados pelo General Franco, como o bombardeio a Guernica, no ano seguinte.

46 Magritte a condição humana Aqui a condição do que é real e do que é ilusão é novamente trazida à tona

47

48 De Chirico PINTURA METAFÍSICA Ruas vazias e insólitas, cidades que assombram. A pintura metafísica é uma vertente surreal que busca uma interpretação do mundo além do que nos é dado Melancolia e Mistério de Uma Rua, 1914

49 JUAN MIRÓ – surrealismo abstrato Apesar das pesquisas, os surrealistas não conseguiram representar visualmente o AUTOMATISMO PSÍQUICO, uma vez que, como manifestação impulsiva do inconsciente, perderia seu sentido a partir do momento em que a consciência guiasse o pincel sobre a tela. Miró e sua abstração foi que mais se aproximou da proposta automática.

50 O TACHISMO foi uma corrente abstrata tida como uma continuidade do Surrealismo. O termo significa MANCHA, e é essa mancha, impulsiva, sem controle o mais próximo da proposta automática de criação artística tão procurada pelos surrealistas.


Carregar ppt "FUTURISMO (ITÁLIA, 1909) FASCÍNIO PELA CIÊNCIA, A MECANIZAÇÃO E A VELOCIDADE DISCURSO RADICAL DE NEGAÇÃO AO PASSADO E VALORIZAÇÃO DO FUTURO. VIA A RACIONALIDADE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google