A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Planejamento Estratégico Prof. Annibal Affonso Neto Doutor em Estratégia Competitiva, UFMG.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Planejamento Estratégico Prof. Annibal Affonso Neto Doutor em Estratégia Competitiva, UFMG."— Transcrição da apresentação:

1 Planejamento Estratégico Prof. Annibal Affonso Neto Doutor em Estratégia Competitiva, UFMG

2 Estrutura do Curso PLANELAMENTO: CONCEITUAÇÃO ABORDAGEM CONVENCIONAL VERSUS NOVA ABORDAGEM PLANELAMENTO ESTRATÉGICO PROCESSO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

3 Gestão Estratégica e Planejamento Estratégico

4 Planejamento: conceituação Planejamento pode ser conceituado como um processo desenvolvido para o alcance de uma situação desejada de um modo mais eficiente, eficaz e efetivo, com a melhor concentração de esforços e recursos pela organização.

5 Plano: conceituação Corresponde a um documento formal que se constitui na consolidação das informações e atividades desenvolvidas no processo de planejamento.

6 Tipologia de Planejamento Planejamento estratégico Planejamento estratégico Planejamento tático, diretivo ou de gestão Planejamento tático, diretivo ou de gestão Planejamento operacional Planejamento operacional

7 Planejamento Estratégico Processo de desenvolver e manter uma viabilidade entre os objetivos organizacionais, os recursos e as oportunidades de mercado em constante mutação. Processo de desenvolver e manter uma viabilidade entre os objetivos organizacionais, os recursos e as oportunidades de mercado em constante mutação. O alvo do planejamento estratégico é configurar e reconfigurar as atividades da organização e seus produtos/serviços de forma que eles combinem resultados e perpetuação. O alvo do planejamento estratégico é configurar e reconfigurar as atividades da organização e seus produtos/serviços de forma que eles combinem resultados e perpetuação.

8 Planejamento Estratégico OBJETIVOS RECURSOS OPORTUNIDADES

9 Planejamento Estratégico Compromisso da gerência em olhar para as possibilidades futuras e escolher prioridades. Questões críticas: ! Que tipo de organização queremos ser daqui a 5 ou 10 anos ? ! Quais são nossos grandes objetivos ? ! Em que atividade vamos atuar ?

10 Planejamento Estratégico O planejamento estratégico corresponde ao estabelecimento de um conjunto de providências a serem tomadas pelo gestor para a situação em que o futuro tende a ser diferente do passado. O planejamento estratégico corresponde ao estabelecimento de um conjunto de providências a serem tomadas pelo gestor para a situação em que o futuro tende a ser diferente do passado. Pressupõe a necessidade de um processo decisório que ocorrerá antes, durante e depois de sua elaboração e implementação na organização. Pressupõe a necessidade de um processo decisório que ocorrerá antes, durante e depois de sua elaboração e implementação na organização.

11 Propósito do Planejamento Desenvolvimento de processos, técnicas e atitudes administrativas, as quais proporcionam uma situação viável de avaliar as implicações futuras de decisões presentes em função dos objetivos organizacionais que facilitarão a tomada de decisão no futuro, de modo mais rápido, coerente, eficiente e eficaz.

12 Definir as atividades essenciais para alcançar certa estratégia; Definir as atividades essenciais para alcançar certa estratégia; determinar os atributos organizacionais que devem estar presentes para incentivar esses comportamentos; determinar os atributos organizacionais que devem estar presentes para incentivar esses comportamentos; alinhar a organização com a estratégia; alinhar a organização com a estratégia; descobrir como a organização impede a realização da estratégia. descobrir como a organização impede a realização da estratégia. Principais Aspectos do Planejamento Estratégico

13 Cenários externos e internos Visão Estratégica Compartilhada Vetores Estratégicos Plano de Ações Quem ? Como ? O que ? Missão Desafios do Planejamento

14 Mais de 90% das organizações falham na implementação da estratégia Visão Gestão da Estratégia Pessoas Somente 5% do nível operacional compreende a visão de futuro Somente 32% das organizações brasileiras possuem mecanismos eficazes de monitoramento e controle de sua evolução 78% das organizações brasileiras não vinculam o orçamento com a estratégia Mais de 75% das organizações brasileiras não vinculam incentivos e remuneração com a estratégia Recursos Desafios à Implementação

15 Características da Função Planejamento O planejamento não diz respeito a decisões futuras, mas às implicações futuras de decisões presentes. O planejamento não diz respeito a decisões futuras, mas às implicações futuras de decisões presentes. O planejamento não é um ato isolado. O planejamento não é um ato isolado. O processo de planejamento é muito mais importante que seu resultado final. O processo de planejamento é muito mais importante que seu resultado final.

16 Princípios do Planejamento O princípio da contribuição aos objetivos e, nesse aspecto, o planejamento deve, sempre, visar aos objetivos máximos da organização. O princípio da contribuição aos objetivos e, nesse aspecto, o planejamento deve, sempre, visar aos objetivos máximos da organização. O princípio da procedência do planejamento, correspondendo a uma função administrativa que vem antes das outras. O princípio da procedência do planejamento, correspondendo a uma função administrativa que vem antes das outras. O princípio da maior penetração e abrangência. O princípio da maior penetração e abrangência.

17 Princípios Específicos do Planejamento Planejamento participativo Planejamento participativo Planejamento coordenado Planejamento coordenado Planejamento integrado Planejamento integrado Planejamento permanente Planejamento permanente

18 Principais Funções do Planejamento Estratégico 4 Determinar o propósito da organização e a filosofia de gestão; 4 Identificar forças e fraquezas internas; 4 Monitorar mudanças do ambiente externo; 4 Prever condições futuras e estabelecer premissas de planejamento; 4 Determinar oportunidades e ameaças; 4 Formular metas específicas; 4 Identificar e avaliar estratégias e políticas alternativas; 4 Selecionar a melhor alternativa em termos de plano estratégico; 4 Possibilitar a elaboração de planos de ação.

19 Alinhamento da Estratégia com Processo Decisório PROCESSO DECISÓRIO OBJETIVOS E ESTRATÉGIA

20 Abordagem Convencional de Planejamento Estratégico Abordagem Convencional de Planejamento Estratégico Segregação entre planejamento e execução. Segregação entre planejamento e execução. Dicotomia lógica planejamento-implementação: primeiro se planeja depois se executa. Dicotomia lógica planejamento-implementação: primeiro se planeja depois se executa. Endógeno: as avaliações sobre o contexto e seus atores refletem exclusivamente a visão interna. Endógeno: as avaliações sobre o contexto e seus atores refletem exclusivamente a visão interna. Baseado em planos. As pessoas devem seguir os planos. Baseado em planos. As pessoas devem seguir os planos. Focado nos clientes ou nos instituidores. Focado nos clientes ou nos instituidores. O desempenho é visto como o realizado sobre o previsto. O desempenho é visto como o realizado sobre o previsto. Ocasional: intervalos regulares ou motivados por crises. Ocasional: intervalos regulares ou motivados por crises.

21 Nova Abordagem no Planejamento Estratégico Integração e participação entre planejamento e implementação. Integração e participação entre planejamento e implementação. Gestão estratégica: monitoramento, formulação, ação e avaliação estratégica são momentos lógicos e não cronológicos. Gestão estratégica: monitoramento, formulação, ação e avaliação estratégica são momentos lógicos e não cronológicos. Exógeno: os processos de planejamento estratégico são voltados para o contexto. Exógeno: os processos de planejamento estratégico são voltados para o contexto. Baseado em pensamento estratégico Baseado em pensamento estratégico Visão dos stakeholders Visão dos stakeholders O desempenho é visto como resultado de eficiência, eficácia e efetividade dos processos organizacionais. O desempenho é visto como resultado de eficiência, eficácia e efetividade dos processos organizacionais. Contínuo: parte de um processo de gestão estratégica. Contínuo: parte de um processo de gestão estratégica.

22 Etapas do Planejamento Estratégico " Identificação da visão de futuro " Análise de cenários " Diagnóstico: matriz SWOT " Definição da Missão " Determinação de objetivos " Formulação de estratégias " Desdobramento das estratégias: plano de ação

23 Visão de Futuro É uma imagem viva de uma situação futura desejável, que esteja ligada ao cliente e que seja, de alguma maneira, muito melhor do que a situação atual.

24 Visão Pode ser considerada como os limites que os principais responsáveis pela organização conseguem enxergar dentro de um período de tempo mais longo e uma abordagem mais ampla. Pode ser considerada como os limites que os principais responsáveis pela organização conseguem enxergar dentro de um período de tempo mais longo e uma abordagem mais ampla.

25 Importância da Visão de Futuro As operações tem o poder de anular as estratégias. As operações tem o poder de anular as estratégias. A estratégia deve orientar as operações e não o pensamento operacional determinar a orientação da empresa. A estratégia deve orientar as operações e não o pensamento operacional determinar a orientação da empresa.

26 Visão de Futuro Estimula a visão controlada. Impele os administradores a se prepararem para o futuro. Dirige e alinha as atividades corporativas.

27 Visão de Futuro F Características positivas n Deve ter significado para todos n Precisa ser algo atingível n Deve ter um cunho motivacional F Características negativas n Subjetividade Ex: Sermos a melhor do mundo.

28 Importância da Visão no Planejamento Quando os sinais vitais da visão são saudáveis, a visão torna-se um guia forte, preciso e vibrante para o planejamento a longo prazo e para as operações do dia a dia. (Benjamin B. Tregoe)

29 Cenários Estratégicos Seqüência hipotética de eventos construídos com o propósito de focalizar processos causais e ponto de decisão. (Herman Kahn ) Mapear cenários: Descrever as condições futuras dos setores em estudo, a partir da análise de todos os aspectos interdisciplinares envolvidos.

30 Objetivos da Utilização de Cenários 4 Estimar se políticas hoje implicam acontecimentos previstos no futuro. 4 Auxiliar na seleção de políticas e estratégias alternativas. 4 Fornecer uma visão do sistema no futuro. 4 Apresentar de forma clara as possibilidades para o futuro. 4 Possibilitar a convivência com as incertezas. 4 Indicar força e fraqueza, óbices e vulnerabilidades.

31 Construção de Cenários è Preparação do estudo è Diagnóstico da situação atual è Determinação das variáveis relevantes è Verificação do consenso no que concerne as variáveis relevantes è Análise das mútuas influências entre as variáveis relevantes è Projeção das variáveis com base nas tendências verificadas è Verificação de consenso no que concerne aos resultados projetados è Montagem de cenários alternativos è Verificação da consistência, plausibilidade e coesão dos cenários è Seleção dos cenários mais prováveis

32 Metodologia para a Construção de Cenários 1 Preparação do estudo Diagnóstico da situação atual Determinação das variáveis relevantes Há consenso sobre as variáveis relevantes ? Análise das mútuas influências entre as variáveis relevantes

33 Matriz SWOT STRENGHTSWEAKNESSES OPPORTUNITIES THREATS

34 Definição da missão A missão é a razão de ser da organização, necessidades sociais a que ela atende e e seu foco fundamental de atividades. A missão é a razão de ser da organização, necessidades sociais a que ela atende e e seu foco fundamental de atividades. A missão é um compromisso da organização com a Sociedade. A missão é um compromisso da organização com a Sociedade.

35 Determinação de objetivos estratégicos Estado, situação ou resultado futuro que a organização pretende alcançar. Estado, situação ou resultado futuro que a organização pretende alcançar. É o alvo ou ponto que se pretende atingir. É o alvo ou ponto que se pretende atingir.

36 Aspectos do estabelecimento de objetivos Envolve a concepção de diversos objetivos; Envolve a concepção de diversos objetivos; exige consistência com os recursos internos; exige consistência com os recursos internos; exige consistência com as condições ambientais; exige consistência com as condições ambientais; envolve a relação custo versus benefícios; envolve a relação custo versus benefícios; envolve um sentido de qualidade de toda a organização; envolve um sentido de qualidade de toda a organização; envolve riscos; envolve riscos; envolve o reconhecimento do possível frente ao impossível. envolve o reconhecimento do possível frente ao impossível.

37 Formulação de estratégias A finalidade das estratégias é estabelecer quais serão os caminhos, os cursos, os programas de ação que devem ser seguidos para serem alcançados os objetivos e desafios estabelecidos.

38 Formulação Estratégica INTENÇÃO ESTRATÉGICA MISSÃO VALORES ORGANIZACIONAIS COMPETÊNCIAS CARACTERÍSTICAS POSICIONAMENTO DEFINIÇÃO DO TARGET Fonte: Desenvolvido a partir de Hooley, Cox e Adams (1992).

39 Importância das estratégias As estratégias organizacionais determinam as necessidades da estrutura organizacional em termos de qualificações, as quais, por sua vez, estabelecem a estrutura de pessoas, sistemas, estilo administrativo e valores comuns. (Mills, 1993:116) (Mills, 1993:116)

40 Desdobramento das estratégias As estratégias devem ser desdobradas por ocasião da elaboração do documento chamado plano de ação.

41 Desdobramento das estratégias O que ? O que ? Quem ? Quem ? Como ? Como ? Quando ? Quando ? Por que ? Por que ? Onde ? Onde ? Quanto ? Quanto ?

42 Conclusão Ou controlamos nosso próprio destino ou deixamos que forças externas o façam por nós. Richard Smucker J. M. Smucker Company


Carregar ppt "Planejamento Estratégico Prof. Annibal Affonso Neto Doutor em Estratégia Competitiva, UFMG."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google