A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Roberto Lamberts, PhD. Universidade Federal de Santa Catarina Laboratório de Eficiência Energética em Edificações Conselho Brasileiro de Construção Sustentável.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Roberto Lamberts, PhD. Universidade Federal de Santa Catarina Laboratório de Eficiência Energética em Edificações Conselho Brasileiro de Construção Sustentável."— Transcrição da apresentação:

1 Roberto Lamberts, PhD. Universidade Federal de Santa Catarina Laboratório de Eficiência Energética em Edificações Conselho Brasileiro de Construção Sustentável ETIQUETAGEM DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM EDIFÍCIOS

2 CONSUMO DE ELETRICIDADE NO BRASIL Fonte: BEN- 2007

3 PROGRAMA BRASILEIRO DE ETIQUETAGEM INMETRO

4 Plano Nacional de Energia PNE 2030 Eficiência Energética PNEF Plano Nacional de Eficiência Energética

5 EDIFÍCIOS COMERCIAIS

6 ETIQUETAGEM DE EDIFÍCIOS COMERCIAIS, DE SERVIÇOS E PÚBLICOS 2009

7 PROJETO PLANILHASENVOLTÓRIA ILUMINAÇÃO AR CONDICIONADO EQUAÇÃO DE PONDERAÇÃO ENCE MÉTODO PRESCRITIVO Índice de Consumo Pré requisitos DPI Pré requisitos ENCE Equipamento Pré requisitos Pré requisitos Gerais Bonificações Geral Parciais WWR, PAVP, FS, AHS, AVS, ZB... Circuitos elétricos; Aquecimento de água ; Elevadores. APLICAÇÃO: Área do edifício > 500 m 2 e/ou Tensão 2,3 kV (subgrupos A1, A2, A3, A3a, A4 e AS) Edifícios condicionados, parcialmente condicionados e não condicionados

8 ILUMINAÇÃO Etiqueta parcial Pontuação em BONIFICAÇÕES, de até 1 ponto ENVOLTÓRIA Etiqueta parcial CONDICIONAMENTO DE AR Etiqueta parcial PONTUAÇÃO final do edifício, responsável pelo nível de eficiência. Inclui as bonificações NÍVEL DE EFICIÊNCIA DO EDIFÍCIO ou de parte deste MÉTODO de avaliação: Prescritivo ou simulação PRÉ-REQUISITO de aquecimento de água ENCE

9 ENVOLTÓRIA DETERMINAÇÃO DA EFICIÊNCIA FATOR DE FORMA FATOR ALTURA PERCENTUAL DE ABERTURA NA FACHADA (TOTAL) FATOR SOLAR DO VIDRO ÂNGULO VERTICAL DE SOMBREAMENTO ÂNGULO HORIZONTAL DE SOMBREAMENTO AVS = 30 o 5 Zonas 2 equações por Zona

10 ENVOLTÓRIA DETERMINAÇÃO DA EFICIÊNCIA Fator Solar de Vidros (variável de desempenho) Abividro – Normas de medição Software Window e base Optics, NFRC Absortancia Solar de superfícies opacas (pre requisito) Normas de medição e envelhecimento (cool surfaces) Transmitância térmica Normas para medição de condutividade térmica de isolantes e emissividade

11 ETIQUETA NACIONAL DE CONSERVAÇÃO DE ENERGIA EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS

12 Volumes: RTQ-R: Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de Edificações Residenciais Portaria INMETRO n o 449, de 25/11/2010 RAC-R: Requisitos de Avaliação da Conformidade para o Nível de Eficiência Energética de Edificações Residenciais Portaria INMETRO n o 122, de 15/03/2011

13 TRÊS TIPOS DE ETIQUETAS

14 Equações – ENVOLTÓRIA equações de regressão múltipla baseada em casos simulados no EnergyPlus mais de 150 mil casos simulados mais de 3 mil horas de simulação computacional + bonificações + pré-requisitos INDICADOR/ZBZB1ZB2ZB3ZB4ZB6ZB7ZB5 e ZB8 Resfriamento (GH R )XXXXXXX Aquecimento (C A )XXXX Refrigeração (C R )XXXXXXX 18 equações

15 UNIDADE HABITACIONAL A B B Ambientes de permanência prolongada avaliados individualmente

16 UNIFAMILIARES A

17 MULTIFAMILIARES Avaliação individual das unidades *recebem etiqueta própria A C B

18 MULTIFAMILIARES A

19 ENVOLTÓRIA DETERMINAÇÃO DA EFICIÊNCIA Fator Solar de Vidros (variável de desempenho) Abividro – Normas de medição Software Window e base Optics e NFRC Absortancia Solar de superfícies opacas (pre requisito) Normas de medição e envelhecimento (cool surfaces) Transmitância térmica Normas para medição de condutividade térmica de isolantes e emissividade

20 Conclusões A etiquetagem esta entrando no mercado 25 edificações comerciais e 50 etiquetas residenciais Organismos de inspeção estão sendo capacitados Pessoas estão sendo treinadas Falta desenvolvermos normas de medição de propriedades Condutividade de isolantes Absortancia solar Emissividade térmica Propriedades óticas de vidros, NFRC, Window, Optics Centro Brasileiro de Eficiência Energética em Edificações (MME, MCT, Eletrobras, CBIC,….)

21 www. labeee.ufsc.br


Carregar ppt "Roberto Lamberts, PhD. Universidade Federal de Santa Catarina Laboratório de Eficiência Energética em Edificações Conselho Brasileiro de Construção Sustentável."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google