A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TIPOS DE FÓRMULAS percentual mínima ou empírica molecular.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TIPOS DE FÓRMULAS percentual mínima ou empírica molecular."— Transcrição da apresentação:

1 TIPOS DE FÓRMULAS percentual mínima ou empírica molecular

2 FÓRMULA PERCENTUAL OU CENTESIMAL Indica a porcentagem, em massa, de cada elemento que constitui a substância É chamada de TEOR PONDERAL Calcula-se a partir da fórmula molecular ou mínima

3 Exemplos Cálculo da fórmula percentual do metano – CH 4 Massa molar: x1 = 16 % de carbono: 16 – 100% 12 – X x= 75% % de hidrogênio: 16 – 100% 4 - xx = 25% Resposta: C 75% H 25%

4 A combinação entre o nitrogênio e o oxigênio pode originar diferentes óxidos. Entre os óxidos nitrogenados abaixo, aquele que apresenta, em sua composição, o maior teor ponderal de nitrogênio é o a) NOb) NO 2 c) N 2 O d) N 2 O 3 e) N 2 O 5 (UFRGS/97) X

5 A porcentagem ponderal de enxofre existente no SO 2 é igual a a) 2,0b) 16,0c) 32,0 d) 33,3e) 50,0 (UFRGS/98) SO 2 = x16 = g – 100% 32 g – x x = 50% X

6 FÓRMULA MÍNIMA OU EMPÍRICA Indica a menor proporção, em números inteiros de mol, dos átomos dos elementos que constituem uma substância

7 Cálculo da fórmula mínima a partir da fórmula molecular: Dividir pelo maior número inteiro possível Exemplo: Determine a fórmula mínima da glicose. C 6 H 12 O 6 CH 2 O 6

8 Cálculo da fórmula mínima a partir da centesimal Determine o número de mol de átomos de cada elemento Divida os resultados obtidos pelo menor valor encontrado

9 Exemplo: A análise de um solvente para tintas e vernizes revelou os seguintes dados: Elemento químico Porcentagem em massa Carbono62,1% Hidrogênio10,3% Oxigênio27,6% Sua fórmula mínima será a) C 3 H 6 O 5 b) C 3 H 5 O 3 c) C 3 H 6 Od) C 2 H 3 O

10 1° passo: dividir as percentagens pelas massas atômicas: C : 62,1 12 = 5,18 H : 10,3 1 = 10,3 O : 27,6 16 = 1,73 2° passo: dividir os resultados pelo menor n° obtido: C : 5,18 1,73 = 3 H : 10,3 1,73 = 6 O : 27,6 1,73 = 1 C3H6OC3H6O

11 Estanho e iodo reagem quantitativamente formando um produto, cuja fórmula pode ser determinada reagindo-se quantidades conhecidas de iodo (dissolvido em um solvente) com excesso de estanho e determinando-se a massa do metal remanescente após a reação. Os resultados de uma experiência foram: massa de iodo utilizado; 5,08 g massa inicial de estanho; 4,18 g massa final de estanho; 3,00 g Dadas as massas molares, em g/mol, Sn = 118 e I=127, pode-se concluir que a fórmula mínima do composto obtido é a) SnI b) SnI 2 c) SnI 3 d) SnI 4 e) SnI 5 (UNIFESP/03)

12 Sn : 4,18 – 3,00 = 1,18 1, = 0,01 I : 5, = 0,04 Sn : 0,01 0,01 = 1 I : 0,04 0,01 = 4 SnI 4

13 FÓRMULA MOLECULAR Indica o número real de átomos de cada tipo na molécula. A massa molecular da substância deve ser fornecida.

14 Cálculo da fórmula molecular a partir da mínima: Um hidrocarboneto, obtido a partir do petróleo, apresenta fórmula mínima CH e massa molecular 78. Determine a fórmula molecular desse hidrocarboneto. fórmula mínima= CHfórmula molecular= (CH) n massa da fórmula mínima = = 13 massa da fórmula molecular = = 6 (CH) n = (CH) 6 = C 6 H 6 benzeno

15 Cálculo da fórmula molecular a partir da porcentual: A vitamina C possui 40,9% em massa de carbono, 4,55% de hidrogênio e 54,6% de oxigênio. Sabendo que sua massa molecular é 176, determine sua fórmula molecular. C : 176 – 100% x – 40,9% X = 72 g 12 = 6 H : 176 – 100% x – 4,55% X = 8 g 1 = 8 O : 176 – 100% x – 54,6% X = = 6 C6H8O6C6H8O6

16 A fórmula de um composto é XO 3 e apresenta 60% em massa de oxigênio. Qual é a massa atômica de X? a) 8 b) 16 c) 32 d) 48 e) 64 60% - 48 g 40% - x x = 40 x = 32 g X

17 Ao reagir, nas mesmas condições de temperatura e pressão, 35 L de N 2 com 70 L de O 2, obtêm-se 35 L de um composto de fórmula geral NxOy. Assinale a fórmula correta desse composto. a) NO b) NO 2 c) N 2 O d) N 2 O 3 e) N 2 O 4 (UFPI/02) N 2 + O 2 N x O y 35 L 70 L 35 L 1 : 2 : 1 1 N O 2 1 N x O y = N2O4N2O4 X

18 Um hidrocarboneto de cadeia aberta possui massa molecular igual a 96. Trata-se de um alcano, um alceno ou um alcino ? Fórmulas Gerais: alcanos = C n H 2n+2 alcenos = C n H 2n alcinos = C n H 2n – 2 Testar cada uma!

19 Alcano = C n H 2n+2 12n + 2n + 2 = n = 94 n = 6,71 Não é alcano, pois n tem que ser um n° inteiro!

20 Alceno = C n H 2n 12n + 2n = 96 14n = 96 n = 6,86 Não é alceno!

21 Alcino = C n H 2n – 2 12n + 2n – 2 = 96 14n = 98 n = 7 É um alcino, de fórmula C 7 H 12


Carregar ppt "TIPOS DE FÓRMULAS percentual mínima ou empírica molecular."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google