A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Seminário de Língua Portuguesa Instrumental I Docente: ALVES, Alexandre Bezerra Discentes: MELO, Águida Francisca de BEZERRA JÚNIOR, Carlos Alberto MESQUITA,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Seminário de Língua Portuguesa Instrumental I Docente: ALVES, Alexandre Bezerra Discentes: MELO, Águida Francisca de BEZERRA JÚNIOR, Carlos Alberto MESQUITA,"— Transcrição da apresentação:

1 Seminário de Língua Portuguesa Instrumental I Docente: ALVES, Alexandre Bezerra Discentes: MELO, Águida Francisca de BEZERRA JÚNIOR, Carlos Alberto MESQUITA, Francisca Bruna Gregório de ELIAS FILHO, Francisco.

2 Em 1906 Fessend e Alexanderson experimentaram a transmissão de sons de violino, um espetáculo de canto e discursos apontando outras utilidades além da comunicação ponto-a-ponto. O Rádio é constituído como meio de comunicação em 1916; Quatro anos depois, a primeira emissora de rádio (KDKA) é oficialmente constituída; No Brasil, as primeiras transmissões são registradas em 1919 e em Em 1930 torna-se o principal meio de comunicação social do Brasil, atingindo seu ápice em 1940 desempenhando papel de destaque no cotidiano dos ouvintes

3 O Surgimento da tecnologia do Rádio: Chantler afirma que Quando a televisão tornou-se popular, na década de 1950, surgiram previsões anunciando a morte do rádio. Passados mais de quarenta anos, o rádio é, hoje, mais empolgante e diversificado do que antes. (1998, p. 15)

4 O jornalismo surge no rádio brasileiro em O jornal impresso era lido no rádio e o apresentador comentava as informações para contextualizar o ouvinte. Em 1940, O Repórter Esso se consolida como a principal síntese noticiosa e trás uma nova forma de fazer jornalismo no rádio. Esso concebe uma nova forma de fazer jornalismo no rádio.

5 O transistor amplia os sinais elétricos e erradica o uso das válvulas que possuíam grandes dimensões e demandavam muita energia Essa inovação permitiu a portabilidade para o ouvinte e para o comunicador que ganhou a possibilidade de se deslocar com equipes móveis e implementar sistemas de reportagens.

6 Lopez afirma que o rádio deixava assim, sua função principal de centro de lazer e entretenimento familiar para se tornar o companheiro mais cúmplice do ouvinte. (2009, p.5) A partir de então, o rádio passa a exercer responsabilidade na transmissão de informações locais e na prestação de serviços.

7 O telefone celular e o telefone fixo desempenha e desempenhou importante papel na transmissão jornalística. O telefone deu dinamismo as transmissões radiofônicas. Os celulares dotados de câmera, conexão com a internet e serviço de mensagens

8 A discussão e os estudos em torno dos padrões de digitalização do rádio As mudanças nos padrões de transmissão terá efeitos sobre as rotinas e práticas produtivas do jornalismo radiofônico e nas relações entre emissoras e o público; A internet é uma tecnologia que alterou a rotina jornalística de rádio.

9 LOPEZ, D. C. Marcos Tecnológicos do Radiojornalismo no Brasil: uma revisão histórica. In: Encontro Nacional de História da Mídia, 2009, Fortaleza. Anais do VII Encontro Nacional de História da Mídia. São Paulo: Rede Alcar, v. 01. p. 01. CHANTLER, Paul & HARRIS, Sim. Radiojornalismo Trad. Laurindo Lalo Leal Filho. 2. ed. São Paulo: Summus Editorial, 1998.


Carregar ppt "Seminário de Língua Portuguesa Instrumental I Docente: ALVES, Alexandre Bezerra Discentes: MELO, Águida Francisca de BEZERRA JÚNIOR, Carlos Alberto MESQUITA,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google