A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CASO CLÍNICO: Glomerulonefrite difusa aguda Ana Queiroz Carolina Mayana Coordenação: Luciana Sugai www.paulomargotto.com.brwww.paulomargotto.com.br 27/3/2009.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CASO CLÍNICO: Glomerulonefrite difusa aguda Ana Queiroz Carolina Mayana Coordenação: Luciana Sugai www.paulomargotto.com.brwww.paulomargotto.com.br 27/3/2009."— Transcrição da apresentação:

1 CASO CLÍNICO: Glomerulonefrite difusa aguda Ana Queiroz Carolina Mayana Coordenação: Luciana Sugai 27/3/2009 ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE (ESCS)/SES/DF

2 C ASO CLÍNICO ID: IRCJ, 9 anos, negro, masculino, natural e procedente de Santa Maria da Vitória- Ba, acompanhante a mãe QP: inchaço há 8 dias HDA: Paciente admitido no PS no dia 03/03/09 encaminhado da Bahia com queixa de edema peri-orbitário de inicio há 8 dias, evoluindo para anasarca. Há 3 dias apresentando vômitos, epistaxe, cefaléia, constipação intestinal e epigastralgia. Associado ao quadro refere oligúria, urina escurecida e hiporexia (mãe não sabe precisar tempo de início). Nega febre ou faringoamigdalite recente. Refere ferida em pé esquerdo devido a trauma há 20 dias. Sem outras queixas. Rev. de Sistemas: NDN

3 C ASO CLÍNICO Antecedentes Fisiológicos G2PN2A0 Fez pré-natal (n° de consultas ?), relata ITU Parto hospitalar a termo, chorou ao nascer Não trouxe cartão da criança: Apgar (?), peso ao nascer (?), vacinação (?) Cursa 2° série (reprovou 2 vezes) Antecedentes Patológicos: 3 internações prévia: 1 mês- celulite peri-orbitária, 5 anos- PNM, 6 anos- GECA Varicela aos 6 anos Antecedentes Familiares: Mãe com epilepsia e irmão, 3 anos,com asma Antecedente Sócio- econômico: Reside em casa rural com fossa séptica Cão, gato e galinha no quintal SME até 6 meses, hoje alimentação da casa

4 C ASO CLÍNICO Ao exame: Peso (?) PA: 125x 89 mmHg (P95)= 120x80mmHg Ectoscopia: REG, eupneico, hidratado, corado, afebril, anictérico, acianótico, hipoativo, edema peri-orbitário bilateral ACV: RCR 2T, BNF, sopro sistólico 2+/6+ em borda esternal esquerda AR: MVF sem ruídos adventícios. Ausência de esforço respiratório. ABD: plano, flácido, RHA+, doloroso a palpação epigástrica, edema de parede, sem VMG palpáveis. EXT: edema MMII 1+/4+, lesão cicatricial em MIE

5 C ASO CLÍNICO Exames admicionais: Hg: 11,2 Ht: 32,6 Leuc: (seg:74/linf:14/bast:0/mon:6/eos:6) PLT: Ur: 117 Cr: 1,4 Na: 141 K: 4,9 Cl: 111 Ca: 8,4 TGO: 15 TGP: 5 Colesterol total: 108 TG: 89 EAS: dens: 1010 Hg: traços Leu: 2p/c pH: 6 Hm: raras Nitrito: neg

6 C ASO CLÍNICO CD : Solicitado Rx tórax e exames laboratoriais Solicitado ASLO, C3 e C4 Dieta hipossódica com restrição hídrica Furosemida 3mg/Kg / dia Uma dose de Penicilina benzatina

7 C ASO CLÍNICO Evolução 1°- 4° DIH: persistência de oligúria, HAS de difícil controle e piora da retenção de escórias nitrogenadas. 5° DIH: apresentou quadro de vômito e cefaléia intensa com PA: 147x 110 mmHg (P95+20% 144x96). Foi solicitado UTI ( Encefalopatia hipertensiva ?), mas apresentou melhora com uso de furosemida e nifedipina. Atualmente na 4°sem de evolução (Creat:1,1 e Ur: 160), a PA se estabilizou e o edema regrediu. Está sendo acompanhado também pela nefrologia pediátrica.

8 DATAPA (mmHg)Diurese (ml;Kg;h)Peso (Kg)UréiaCreatinina x x900,861171, x821301, x880, x961,5028, x1001,7529,61010, x1101,201601, x930,46 (?)26,71170, x934, x1042, x852, x813,51211, x1081, x802, x873, x65 1, x851,6824,7

9 EASDenspHprotHbHmCEDNitritoLeuBactMucoGlic tracosRaras2pcAusen10pc num8pc-num++++raros DATAUrocultura 04.03Negativa DATAASLO (mg;ml)C3 (mg;dl)C4 (mg;dl) ,39,58 O UTROS EXAMES proteinúria10,8mg/Kg/24h

10 S INDROME NEFRÍTICA

11 S ÍNDROME NEFRÍTICA Inflamação dos glomérulos Características: Hematúria Oligúria HAS Edema Lesão glomerular TFG Oligúria Congestão HAS Edema Hematúria dismórfica

12 S ÍNDROME NEFRÍTICA Outros achados: Piúria Cilindros leucocitários ou hemáticos Proteinúria subnefrótica Principais causas GNPE GNRP Doença de Berger

13 G LOMÉRULONEFRITE PÓS - ESTREPTOCÓCICA

14 E PIDEMIOLOGIA Masculino 2:1 Raro antes dos 2 anos, pico ao 7 História: Piodermite 15 a28 dias média de 21 dias Faringoamigdalite 7 a 21 dias, média de 10 dias

15 E TIOLOGIA Estreptococo beta hemolítico do grupo A, cepas nefrogênicas.

16 Q UADRO CLÍNICO Tríade clássica: Edema 80% dos casos inicia na face, graus variados HAS 60 a 80% dos casos Hematúria geralmente micro, 25 a 35% macro

17 D IAGNÓSTICO Quadro clínico História de faringite ou piodermite Aumento do ASLO e anti-DNAse Queda transitória do complemento Outros achados: Anemia dilucional Proteinúria subnefrótica Aumento leve de uréia e creatinina

18 H ISTÓRIA NATURAL Oligúria até 7 dias Queda do complemento até 8 semanas Hematúria microscópica até 6m-1ano Proteinúria leve até 2-5 anos

19 COMPLICAÇÕES ICC Encefalopatia Hipertensiva Insuficiência renal aguda (na 2 ºsemana de evolução)

20 D IAGNÓSTICO DIFERENCIAL Outras glomerulonefrites pós-infecciosas (endocardite bacteriana subaguda) Glomerulonefrite lúpica Glomerulonefrite membranoproliferativa Nefropatia por IgA Glomerulonefrite rapidamente progressiva

21 INDICAÇÕES DE BIÓPSIA Oligúria por mais de 1 semana Hematúria macroscópica e/ou HAS por mais de 3 semanas Redução da função renal além de 4 semanas Diminuição do complemento por mais de 8 semanas Azotemia grave ou crescente Proteinúria nefrótica Evidência clínica ou laboratorial de doença sistêmica

22 T RATAMENTO Individualizado Suporte clínico: Dieta (restrição hídrica, hipossódica, hipoproteica e hipocalêmica ) HAS (furosemida, nifedipina, captopril * e nitroprussiato de sódio **) Antibióticoterapia Penicilina benzatina ( UI 25kg)

23 P ROGNÓSTICO 95% resolvem espontaneamente 5% evoluem para IRC (GNRP ou lentamente progressiva) Recidiva é rara.

24 BIBLIOGRAFIA NELSON, W. E. et al. Tratado de pediatria. 16 ed., Rio de Janeiro, Interamericana, Cardoso LSB, Penido MGMG, Silva JMP. Glomerulonefrite difusa aguda pós-estreptocóccica (GNDA). Diagnóstico e Tratamento. Textos científicos Sociedade Mineira de Pediatria. Publicado na Internet em 06/10/2006

25 Obrigada!


Carregar ppt "CASO CLÍNICO: Glomerulonefrite difusa aguda Ana Queiroz Carolina Mayana Coordenação: Luciana Sugai www.paulomargotto.com.brwww.paulomargotto.com.br 27/3/2009."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google