A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

16/03/2012 Luiz Cláudio F. S. Júnior

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "16/03/2012 Luiz Cláudio F. S. Júnior"— Transcrição da apresentação:

1 16/03/2012 Luiz Cláudio F. S. Júnior

2 Introdução Introdução Onde queremos chegar? Onde queremos chegar? Onde buscar apoio? Onde buscar apoio? Boas práticas Boas práticas Projeto Projeto Produto Produto Estrutura proposta Estrutura proposta Recapitulando... Recapitulando...

3 Era da Informação: Era da Informação: Gerir dados tem se tornado fundamental; Gerir dados tem se tornado fundamental; UFAL será mais eficaz quando passar a usar dados de forma igualmente eficaz. UFAL será mais eficaz quando passar a usar dados de forma igualmente eficaz.

4 Atual ambiente desta universidade: Atual ambiente desta universidade: Salada confusa de conceitos, métodos, ferramentas e de opinião; Salada confusa de conceitos, métodos, ferramentas e de opinião; Apesar dos esforços do NTI: Apesar dos esforços do NTI: Diferentes partes da UFAL oferecem diferentes respostas às mesmas perguntas; Diferentes partes da UFAL oferecem diferentes respostas às mesmas perguntas; Parte significativa do trabalho do NTI consiste em extrair dados de um conjunto de sistemas, manipulá- los e registrá-los em outros sistemas; Parte significativa do trabalho do NTI consiste em extrair dados de um conjunto de sistemas, manipulá- los e registrá-los em outros sistemas; Falta de agilidade na obtenção de informações para a tomada de decisão; Falta de agilidade na obtenção de informações para a tomada de decisão; Historicamente o NTI é visto sempre um gargalo. Historicamente o NTI é visto sempre um gargalo.

5 Para amadurecer uma área de gerenciamento de dados no NTI, necessitam-se de padrões profissionais: Para amadurecer uma área de gerenciamento de dados no NTI, necessitam-se de padrões profissionais: Termos e definições padronizados; Termos e definições padronizados; Funções, processos e práticas padronizados; Funções, processos e práticas padronizados; Papéis e responsabilidades padronizadas; Papéis e responsabilidades padronizadas; Métricas e entregas padronizadas. Métricas e entregas padronizadas.

6 Patrocinador forte Patrocinador forte A falta de apoio do patrocinador acarretará no fracasso do projeto. A falta de apoio do patrocinador acarretará no fracasso do projeto. Empresas bem sucedidas em projetos voltados a gestão de dados e informações; Empresas bem sucedidas em projetos voltados a gestão de dados e informações; DAMA - Data Management Association DAMA - Data Management Association É a primeira organização profissional no mundo de profissionais de gerenciamento de dados. O DAMA Internacional oferece padrões para seus membros, enquanto a Fundação DAMA provê esses padrões para a comunidade de TI. É a primeira organização profissional no mundo de profissionais de gerenciamento de dados. O DAMA Internacional oferece padrões para seus membros, enquanto a Fundação DAMA provê esses padrões para a comunidade de TI. Livros e artigos acadêmicos da área; Livros e artigos acadêmicos da área; DMBOK - Data Management Body of Knowledge DMBOK - Data Management Body of Knowledge Documento que proporciona uma visão geral sobre gerenciamento de dados. Apresenta uma visão padrão da indústria no que concerne a função de gerenciamento de dados, a terminologia e as melhores práticas, sem detalhar os métodos e técnicas específicas. Documento que proporciona uma visão geral sobre gerenciamento de dados. Apresenta uma visão padrão da indústria no que concerne a função de gerenciamento de dados, a terminologia e as melhores práticas, sem detalhar os métodos e técnicas específicas.

7

8 Pensar grande, começar pequeno e crescer rápido por etapas. Pensar grande, começar pequeno e crescer rápido por etapas. Nova área de Gestão de dados: Nova área de Gestão de dados: Controlar e alavancar o uso dos ativos dados institucionais, Controlar e alavancar o uso dos ativos dados institucionais, Gerir os modelos físicos e lógicos de BD Gerir os modelos físicos e lógicos de BD Disponibilizar informações sadias à comunidade acadêmica. Disponibilizar informações sadias à comunidade acadêmica. Buscar pessoal qualificado. Buscar pessoal qualificado. O projeto deverá ser dividido em pacotes (iterações). O projeto deverá ser dividido em pacotes (iterações).

9 DADOSDADOS Administração de Dados Desenvolver e administrar de modo centralizado as estratégias e práticas para o processo de gerência dos recursos de dados: - Implantação de Metodologias e Padrões - Estruturação da Área de AD - Estruturação do Dicionário de Dados - Auditoria de Modelo de Dados - Implantação de Ferramentas de Apoio - Otimização dos Processos de Gestão de Dados Administração de Banco de Dados Manutenção e gestão do BD, com foco em: - Recuperabilidade - Integridade - Segurança - Disponibilidade - Desempenho - Auxilio em desenvolvimento e testes Business Intelligence Apoio aos clientes de nível mais estratégico da universidade, propondo e desenvolvendo novas ferramentas. Assim, integrar informações retiradas de BD viabilizando a tomada de decisão.

10

11 Tenha um patrocinador forte Tenha um patrocinador forte Pense grande, comece pequeno e cresça rápido Pense grande, comece pequeno e cresça rápido Implante a área de gestão de dados em etapas Implante a área de gestão de dados em etapas Trabalhe com pessoal qualificado Trabalhe com pessoal qualificado

12 Luiz Cláudio F. S. Júnior


Carregar ppt "16/03/2012 Luiz Cláudio F. S. Júnior"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google