A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIDADE 5 Parte 1 INFLAÇÃO DESEMPREGO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIDADE 5 Parte 1 INFLAÇÃO DESEMPREGO."— Transcrição da apresentação:

1 UNIDADE 5 Parte 1 INFLAÇÃO DESEMPREGO

2 INFLAÇÃO É a elevação geral dos preços de todos os bens e serviços, fazendo com que o dinheiro perca valor, ou seja, aumento contínuo e generalizado dos preços

3 TIPOLOGIAS DE INFLAÇÃO
Inflação de demanda Quando há um excesso de demanda para uma quantidade restrita de bens. Isso faz com que os preços dos bens subam. Inflação de custos Quando ocorre aumentos nos custos de produção em virtude de quebras de safras, guerras, dificuldade de transporte, novos impostos, aumento dos custos dos insumos (Crise do petróleo em 1973 e 1979). Inflação Inercial Mesmo que todas as causas da inflação desapareçam os agentes continuam reajustando os preços, na expectativa que os preços subirão (Brasil no início dos anos 1990)

4 P OA DA’ DA Y INFLAÇÃO DE DEMANDA P1 P0 Y0 Y1 E’ E
Excesso de demanda frente à oferta de bens e serviços causados pelo excesso de moeda no mercado P OA E’ P1 E P0 DA’ DA Y0 Y1 Y

5 P OA’ OA DA Y INFLAÇÃO DE CUSTOS P1 P0 Y1 Y0 E’ E
Quando os custos dos insumos importantes aumenta e é repassado aos preços dos produtos P OA’ OA Controle direto dos preços por meio de uma política salarial mais rígida e controle dos preços dos fatores de produção. E’ P1 E P0 DA Y1 Y0 Y

6 TIPOLOGIAS DE INFLAÇÃO
Inflação exportada e Inflação importada Quando um país privilegia o mercado externo em detrimento do mercado interno, a falta do produto nesse mercado interno poderá levar à inflação de demanda, conhecida como Inflação Exportada. Quando ocorre aumento do preço de insumos no mercado internacional, pode haver uma inflação de custos, conhecida como inflação importada.

7 TIPOLOGIAS DE INFLAÇÃO
Inflação decrescente Desinflação Inflação negativa Deflação Inflação um dígito Menor que 10% ao ano Inflação dois dígitos Menor que 100% ao ano Hiperinflação Taxas mensais maiores que 50% ao mês A inflação de custos pode ser provocada pelo aumento do preço do insumo no mercado internacional, neste caso, dizemos que há uma inflação importada

8 PRINCIPAIS CAUSAS DA INFLAÇÃO
emissões de dinheiro para cobrir déficits e o abuso do crédito por parte das empresas e dos indivíduos. Inflação monetária Aumento do volume de dinheiro Inflação da demanda a oferta e insuficiente para atender a demanda (aumento de poder de compra e estagnação da oferta ou redução da oferta por calamidade, guerras, etc.) Inflação Escassez de bens Diminuição da oferta de bens Inflação de custo Quando os custos dos insumos importantes aumenta e é repassado aos preços dos produtos Elevação de custos de produção Expectativa de aumento Inércia Inflacionária Mesmo que todas as causas da inflação desapareçam os agentes continuam reajustando os preços

9 Inflação expressa por meio da teoria quantitativa da moeda
Preço médio de cada transação efetuada na economia (P) Quantid. Moeda disponível na economia (M) Velocidade circulação de moeda no tempo (ano) (V) Total de transações efetuadas na economia no tempo (ano) (T) = X X M.V=P.T Rearranjando a fórmula: (M.V) / T = P Considerando V uma constante: k . (M / T) = P Então: Δ(k . (M / T)) (P)

10 Inflação expressa por meio da teoria quantitativa da moeda
Δ(k . (M / T)) (P) Δ(k )+ Δ(M / T)) (P) Δ(k )+ Δ(M) - Δ(T) (P) Então: Inflação (P) = Δ(M) - Δ(T) a inflação é igual à variação da quantidade de moeda existente na economia menos a variação no número de transações. Δ(M) > Δ(T) Inflação Se Δ(M) Δ(T) Se < Deflação

11 Inflação expressa por meio da teoria quantitativa da moeda
(P) = Δ(M) - Δ(T) Δ(M) > Δ(T) Inflação Se Se Δ(M) Δ(T) < Deflação Existe forte correlação entre T (transações efetuadas ) com Y (produto de uma economia. Então a inflação pode ser dada por: Inflação (P) = Δ(M) - Δ(Y) Δ(M) > Δ(Y) Inflação Se Δ(M) Δ(Y) Se < Deflação Inflação é igual à variação da quantidade de moeda em relação à variação da quantidade de produtos físicos produzidos em certo período pela sociedade.

12 Inflação, taxa nominal e taxa efetiva de juros: equação de Fisher
Uma pessoa fez um empréstimo de 100,00 para ser devolvido em um ano à taxa de juros real (R) de 20% ao ano. Pede-se: a) Quanto será devolvido se não hover inflação: Valor a devolver = Capital X (1 + R)n 100 X (1 + 0,20)1 = 120 = b) Quanto será devolvido se hover inflação de 10% no período: Valor a devolver = 132 = Capital x (1 + R)n x (1+ π) = 100 x (1 + 0,20)1x(1+0,1) i nominal = (1+R) x (1 + π) c) Quanto será devolvido se usar a equação de Fisher

13 Inflação, taxa nominal e taxa efetiva de juros: equação de Fisher
c) Quanto será devolvido se usar a equação de Fisher Equação de Fisher Taxa nominal = Taxa de juros + Taxa de inflação I = R + π Taxa nominal = 20% + 10% = 30% Então: Valor devolvido = 100 x (1+ 0,30)1 = 130,00


Carregar ppt "UNIDADE 5 Parte 1 INFLAÇÃO DESEMPREGO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google