A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

REGISTRO ELETROMIOGRÁFICO DA MUSCULATURA FACIAL A PARTIR DE ESTÍMULOS CUTÂNEOS EM INDIVÍDUOS PORTADORES DE SÍNDROME DE DOWN Universidade Presbiteriana.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "REGISTRO ELETROMIOGRÁFICO DA MUSCULATURA FACIAL A PARTIR DE ESTÍMULOS CUTÂNEOS EM INDIVÍDUOS PORTADORES DE SÍNDROME DE DOWN Universidade Presbiteriana."— Transcrição da apresentação:

1 REGISTRO ELETROMIOGRÁFICO DA MUSCULATURA FACIAL A PARTIR DE ESTÍMULOS CUTÂNEOS EM INDIVÍDUOS PORTADORES DE SÍNDROME DE DOWN Universidade Presbiteriana Mackenzie Regina Donnamaria Morais São Paulo 2001 São Paulo 2001

2 FONOAUDIOLOGIA Atividades Terapêuticas Aquisições de movimentos específicos dos O.F.A. COMUNICAÇÃO Sucção Deglutição Mordida Mastigação Sucção Deglutição Mordida Mastigação Respiração Articulação de sons Fala e comunicação Cognição Respiração Articulação de sons Fala e comunicação Cognição

3 Atividades Terapêuticas Manipulação da musculatura facial Manipulação da musculatura facial

4 Síndrome de Down Hipotonia global e facial Inabilidade motora fina para determinada função oral Hipotonia global e facial Inabilidade motora fina para determinada função oral Pueschel, 1991

5 Síndrome de Down Terapia de fonoaudiologia: Aquisição de movimentos mais funcionais Posturas, biomecânica que favoreçam: - respiração nasal - contato labial - articulação de sons que dependam das estruturas do C. O. F

6 Preparação da musculatura oro facial Técnicas: Conceito Neuro evolutivo. Karl e Berta BOBATH Facilitação neuro-muscular proprioceptiva. Herman Kabat Reações reflexas- Vaclav Vojta * Relevância referir-se a uma região estimulada ponto desencadeador de uma determinada resposta motora. ( Levitt,1995) Estimulação sensorial por ativação e inibição. Margaret Rood Terapia de regulação orofacial. Conceito RCM Rodolfo Castillo Morales

7 Conceito Castillo- Morales Terapia de Regulação Oro Facial Por apresentar uma fundamentação mais ampla e conexa da neurofisiologia.

8 OBJETIVO Investigar a relação objetiva de causa e efeito entre estímulos cutâneos aplicados em determinadas zonas motoras da face e a resposta motora desencadeada a partir destes estímulos, de modo a se validarem alguns dos princípios que norteiam a terapia de regulação orofacial (TRO) do conceito RCM de reabilitação.

9 CASUÍSTICA Foram estudados quatro sujeitos portadores de Síndrome de Down, com idades entre 11 e 14 anos, sendo dois do sexo masculino e dois do sexo feminino. Como controle, foram estudados ainda dois indivíduos normais de mesma faixa etária, um de cada sexo.

10 ELETROMIÓGRAFO Nihon Kohden Neuropack 2 Dois canais, 2 pares de eletrodo de captação de superfície simétrica Folheado a ouro Um eletrodo de captação (cátodo) Um eletrodo de referência (anôdo) Filtro de 20Hz freqüência baixa Filtro de 2Khz alta

11 Zonas motoras da face Castillo-Morales, 1999 Z.M.Lábio superior Z.M. do Musc.do Mento Z.M. do soalho da boca

12 Área labial Área do mento Área Submandibular Áreas faciais de estimulação proprioceptiva Brotto, 2001 Eletrodo de captação referência nasal Eletrodo de captação ativo labial Eletrodo de captação ativo mento - submandibular Regiões de captação facial Brotto, 2001

13

14

15

16

17

18

19 ESTIMULAÇÃO DA REGIÃO LABIAL 1SD 2SD 4SD 6 C 5 C 3SD

20 1SD 2SD 4SD 6 C 5 C 3SD ESTIMULAÇÃO DA REGIÃO MENTAL

21 1SD 2SD 4SD 6 C5 C 3SD ESTIMULAÇÃO DA REGIÃO SUBMANDIBULAR

22

23 CONCLUSÃO Este estudo permitiu a observação objetiva da relação de causa e efeito entre os estímulos orofaciais preconizados pela Terapia de Regulação Orofacial, integrante do Conceito RCM de reabilitação, e resposta motora efetiva, registrada à eletromiografia.

24 Discussão: 1.Os resultados do emprego de todas as técnicas e sua validação vem sendo observada apenas clínica e subjetivamente. 2.Não se utilizou toda a sequência ( calma motora *, modelagem e exercícios específicos) proposta pela terapia de regulação orofacial – causa e efeito *. 3.Escolha de três zonas motoras, por serem áreas de maior captação de respostas motoras, pelos eletrodos. 4.Evidenciou-se,na amostra, resposta motora objetiva* aos estímulos cutâneos preconizado pela técnica em estudo, independente da presença da síndrome.

25 5.Registro de resposta motora em áreas adjacentes. ainda que menos intensas na maioria dos indivíduos. 6.Respostas objetivadas, mesmo frente ao não uso das fases de preparação propostas pelo RCM. 7. As respostas registradas, pelo eletromiógrafo, não foram, absolutamente,visualizadas clínicamente pelo Terapeuta. 8. O estímulo percorreu um circuito neural acarretando respostas muscular. 9. Na prática, isso se traduz em cuidados com os estímulos aplicados.

26 10. Neurofisiologia: Toque com alisamento, pressão estimulou receptores de superfície da pele : Meissner, Ruffini, Vater Pacini e Merkel. Brodal, 1979; Douglas, 1998 MeissnerPacini Merkel Ruffini Modf. Kandel et al, 2000

27 11. Estimulo de receptores proprioceptivos do músculo ( fuso muscular), resultando em ação muscular. Brodal, 1979; Douglas, 1998 Musc. B Musc.A Neurônio Motor A1 Nucleo motor B Nucleo Motor A Raiz ventral Diferença de comprimento Tendão: Variação de tensão Modf. Kandel et al, 2000

28 12.A ação motora registrada indica, ainda, que o trabalho da musculatura oral,para uma determinada função, demanda sicronicidade dos músculos faciais. Hislop & Montgomery, 1996

29 Ratificada pela presença de atividade muscular em áreas vizinhas

30

31 13. Respostas adjacentes: inervação espraiamento da estimulação nervosa superficial e proprioceptiva para todos os músculos. Modf Netter, 1996 V- Nervo Trigêmeo Fibra aferente Fibra eferente

32 VII - Nervo facial fibra eferente fibra aferente Modf Netter, 1996

33 *

34 trigêmeo 1- Receptores pele 2-Via trigeminal (R. mand. e maxilar) 3- N.S. principal 4- N. Espinal 1- recpt. Proprioceptivo 2- N. mesencefálico 3- Fascículo longitudinal medial Nucleo motor Mesmo nervo / n.facial Ação supra hióidea / S.mentoniana. ( r. trigeminal motor – milohioídeo e digastrico anterior.


Carregar ppt "REGISTRO ELETROMIOGRÁFICO DA MUSCULATURA FACIAL A PARTIR DE ESTÍMULOS CUTÂNEOS EM INDIVÍDUOS PORTADORES DE SÍNDROME DE DOWN Universidade Presbiteriana."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google