A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Jadna Nara Herbst Vieira Parente

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Jadna Nara Herbst Vieira Parente"— Transcrição da apresentação:

1 Jadna Nara Herbst Vieira Parente
ALTA GESTÃO PÚBLICA NA FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS: INICIANDO UMA AGENDA DE PESQUISA BRASILEIRA A PARTIR DE ESTRATÉGIA COMO PRÁTICA Jadna Nara Herbst Vieira Parente

2 ALTA GESTÃO PÚBLICA NA FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS:
ROTE I R O DA AP ESENTAÇÃO Introdução Fundamentação teórica Metodologia Resultados e análise dos dados Preposições – Agenda Conclusão Recomendações Referências ALTA GESTÃO PÚBLICA NA FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS: INICIANDO UMA AGENDA DE PESQUISA BRASILEIRA A PARTIR DE ESTRATÉGIA COMO PRÁTICA

3 ALTA GESTÃO PÚBLICA NA FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS:
RODUÇÃO TEMA Alta Gestão Pública Estratégia como Prática Formulação de Estratégias Na prática conhecer como os estrategistas formulam suas estratégias Identificar, analisar e compartilhar ALTA GESTÃO PÚBLICA NA FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS: INICIANDO UMA AGENDA DE PESQUISA BRASILEIRA A PARTIR DE ESTRATÉGIA COMO PRÁTICA

4 ALTA GESTÃO PÚBLICA NA FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS:
NT R O D U Ç Ã Problema de Pesquisa Como a alta gestão pública formula suas estratégias? ALTA GESTÃO PÚBLICA NA FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS: INICIANDO UMA AGENDA DE PESQUISA BRASILEIRA A PARTIR DE ESTRATÉGIA COMO PRÁTICA

5 ALTA GESTÃO PÚBLICA NA FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS:
Objetivo Geral Iniciar uma agenda de pesquisa brasileira para o estudo da Alta Gestão Pública na Formulação de Estratégias. ALTA GESTÃO PÚBLICA NA FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS: INICIANDO UMA AGENDA DE PESQUISA BRASILEIRA A PARTIR DE ESTRATÉGIA COMO PRÁTICA

6 ALTA GESTÃO PÚBLICA NA FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS:
Justificativa Buscou-se, no plano diretor da reforma do aparelho do Estado – 1995, em que se afirma que o paradigma gerencial contemporâneo, fundamentado nos princípios da confiança e da descentralização da decisão, exige formas flexíveis de gestão, horizontalização de estruturas, descentralização de funções, incentivos à criatividade. ALTA GESTÃO PÚBLICA NA FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS: INICIANDO UMA AGENDA DE PESQUISA BRASILEIRA A PARTIR DE ESTRATÉGIA COMO PRÁTICA

7 ALTA GESTÃO PÚBLICA NA FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS:
Limitações Literatura escassa sobre formulação de estratégia na gestão pública, alta gestão pública e estratégia como prática; Não discute competências do estrategista; Não discute a forma do(a) estrategista se tornar signatário(a) do instrumento de Avaliação em gestão pública do Ministério do Planejamento. ALTA GESTÃO PÚBLICA NA FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS: INICIANDO UMA AGENDA DE PESQUISA BRASILEIRA A PARTIR DE ESTRATÉGIA COMO PRÁTICA

8 Estratégia como prática e formulação
FUNDAMENTAÇÃO A gestão pública para ser excelente tem que ser legal, impessoal, moral, pública e eficiente. (BRASIL, 2008) A literatura em Estratégia é extensa e complexa. - Estratégia como Prática – preocupa-se em estudar as práxis, os praticantes e as práticas. (Jarzabkowski; Balogun, Seidl, 2007; Whittigton, 2006) Estratégia como prática e formulação Identificar o que realmente os estrategistas fazem (Clegg, Carter, Kornberger; 2004) Alta Gestão Pública O campo de pesquisa da estratégia como prática abriu espaço para o entendimento das ações de níveis micros moldadas pelos atores humanos que são consequências para desfechos estratégicos. A estratégia é algo que as pessoas fazem e não que a organização tem.. (ZANQUETTO FILHO, 2009) Formulação de estratégias – “A escolha dessas estratégias é feita de acordo com métodos e ferramentas, normalmente quantitativos, de análise de mercado, de ambiente, da concorrência, entre outros, os quais, na percepção dos autores, buscam mapear ao máximo as variáveis que podem influenciar a consecução da estratégia e, ao mesmo tempo, encontrar maneiras de proteger a empresa dos elementos que podem prejudicar seu desempenho. “(BEPPLER; PEREIRA; COSTA, 2011)

9 ALTA GESTÃO PÚBLICA NA FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS:
METODOLOGIA A Classificação da Pesquisa Pesquisa de caráter descritivo, a partir de estudo bibliográfico. Revisão de produção significativa com base em um pesquisador indispensável, em estratégia como prática, Richard Whittington, nos seguintes períodos (1996, 2002, 2003, 2004 e 2006) Concomitantemente, com base no instrumento para avaliação da gestão pública ciclo 2008/2009 da Secretaria de Gestão do Ministério do Planejamento, tendo como alicerce, o Modelo de Excelência em Gestão. ALTA GESTÃO PÚBLICA NA FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS: INICIANDO UMA AGENDA DE PESQUISA BRASILEIRA A PARTIR DE ESTRATÉGIA COMO PRÁTICA

10 ALTA GESTÃO PÚBLICA NA FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS:
RESULTADOS Nessa pesquisa, a prática nas organizações públicas a partir da alta gestão é o ponto de partida, e, com isso, predominante, a preocupação com a formulação, simplesmente, pela importância dada nas decisões tomadas nesta fase do processo, já que é a essência do trabalho de gestão. ALTA GESTÃO PÚBLICA NA FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS: INICIANDO UMA AGENDA DE PESQUISA BRASILEIRA A PARTIR DE ESTRATÉGIA COMO PRÁTICA

11 RESULTADOS ANOS TRABALHOS CONTRIBUIÇÕES 1996 “Strategy as Practice”
Neste artigo seminal, a estratégia deve ser tratada como uma prática social. O autor enfatiza que é preciso mudar o foco de pesquisas; como os praticantes fazem a estratégia. Precisa-se para saber mais a respeito do strategizing, ou seja, do processo constante de se fazer a estratégia em uma organização. 2002 “Practice Perspectives on Strategy: Unifying and developing a fiel” Concentra-se particularmente sobre as práxis, praticantes e as práticas Preocupa-se com quem vai ser estrategista e como eles chegam lá. Acrescenta duas proposições amplas para explorar a perspectiva prática – a relevância política da prática para a área de formação em gestão e a difusão internacional de boas práticas. 2003 "The work of strategizing and organizing: for a practice perspective". Um bloco de seis perguntas em torno do que, onde, como e o que é o trabalho de estratégia organizacional. 2004 Estratégia após o modernismo: recuperando a prática Uma agenda dupla - A agenda sociológica: com a intenção de compreender as elites da estratégia, suas habilidades e tecnologias e suas implicações para a sociedade; já a agenda gerencial, a perspectiva é para transformar a compreensão sociológica 2006 “Completing the Pratice Turn in Strategy” Modelo de Whittington. Quadro 1: Contribuições de Richard Whittington(1996, 2002, 2003, 2004 e 2006) Fonte: Organizado pela autora, 2011.

12 RESULTADOS Formulação das estratégias
Este item examina a implementação de processos gerenciais que têm por objetivo a formulação de estratégias, enfatizando a análise do setor de atuação, o macro ambiente e do modelo institucional da organização. Também examina o processo de acompanhamento dos ambientes internos e externos. Abordar os seguintes requisitos, evidenciando sua aplicação: A – Como é o processo de formulação das políticas públicas, quando pertinente? Destacar como a organização identifica o universo institucional e os atores envolvidos nas políticas públicas de que participa como formuladora e/ou executora, quando pertinente. B- Como é o processo de formulação das estratégias da organização? Apresentar as principais etapas e as áreas envolvidas no processo. C- Como os aspectos relativos ao ambiente externo são considerados no processo de formulação das estratégias? Destacar os aspectos considerados. Destacar como a organização se relaciona com outros órgãos e entidades para estabelecer parcerias com o intuito de melhor cumprir sua missão institucional. D- Como é realizada a análise do ambiente interno? Destacar de que forma é considerado, nessa análise, o conhecimento da organização. E- Como são avaliadas e selecionadas as principais estratégias? Destacar as principais estratégias selecionadas e o alinhamento com o PPA, a LDO, LOA e com os objetivos da organização e os respectivos aspectos fundamentais para o seu sucesso. Citar de que forma a organização insere o desenvolvimento sustentável na sua estratégia visando atingir resultados favoráveis nas áreas social, ambiental e econômica, quando pertinente. F- Como as áreas da organização e as partes interessadas, quando pertinentes, são envolvidas nos processos de formulação de estratégias? G- Como as estratégias são comunicadas às partes interessadas pertinentes para estabelecimento de compromissos mútuos? Quadro 2: Formulação das estratégias - Instrumento para avaliação da gestão pública 2008/2009 Fonte: Brasil (2008, p. 32)

13 RESULTADOS PROPOSIÇÕES – AGENDA As questões apresentadas a seguir, serviram como base, na premissa de instigar a identificação e análise das práticas nas organizações públicas, por meio da alta gestão – os praticantes. Quais são as principais etapas e as áreas envolvidas no processo de formulação estratégica? Como é o processo de formulação das estratégias da organização? Escolhas estratégicas e resultados - Como são avaliadas e selecionadas as principais estratégias? Após as principais estratégias selecionadas como ocorrem os alinhamentos com os objetivos da organização e com os respectivos aspectos fundamentais para o seu sucesso. Qual é a importância dos atores envolvidos na formulação de estratégias? Como as estratégias são comunicadas? Quais são as competências necessárias a esta atividade e como elas são adquiridas? De que forma a organização insere o desenvolvimento sustentável na sua estratégia visando atingir resultados favoráveis nas áreas: social, ambiental e econômica.

14 ALTA GESTÃO PÚBLICA NA FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS:
CONCLUSÃO As referências utilizadas estão sustentadas na premissa de que a melhoria da gestão pode ser realizada com a percepção dos praticantes e o que envolvem essas práticas de formulação de estratégia que irão impactar nas ações e resultados aos cidadãos, visualizados a partir de uma abordagem que instiga a investigar as microatividades, na possibilidade de gerar uma nova concepção entre os praticantes e no interior dessas relações. A partir dessa observação, ressalta-se a importância do estudo na alta gestão pública, por ser a partir de suas decisões nas formulações de estratégias, que se encontre o rumo. ALTA GESTÃO PÚBLICA NA FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS: INICIANDO UMA AGENDA DE PESQUISA BRASILEIRA A PARTIR DE ESTRATÉGIA COMO PRÁTICA

15 REFERÊNCIAS ANDRIOLO, Leonardo José. A Reforma do Estado de 1995 e o Contexto Brasileiro. EnANPAD, CD. Nacional de Gestão Pública e Desburocratização – GesPública; Prêmio Nacional da Gestão Pública – PQGF; Documento de Referência; Fórum Nacional 2008/2009 / Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, Subsecretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão. - Brasília: MP, SEGES, 2009. BEPPLER, Mônica Külkamp; PEREIRA, Maurício Fernandes; COSTA, Alexandre Marino. Discussão conceitual sobre o processo de estratégia nas organizações: Formulação e formação estratégica. RIAE – Revista Ibero-Americana de Estratégias, São Paulo, v.10, n.1, p , jan./ abr.2011. CLEGG, Stewart; CARTER, Chris; KORNBERGER, Martin. A “máquina estratégica”: fundamentos epistemológicos e desenvolvimentos em curso. OUT/DEZ RAE; vol. 44; nº 4. JARZABKOWSKI, P., J. BALOGUN & D. SEIDL. Strategizing: The challenges of a practice perspective. Human Relations, 2007, 60.1: 5-27.  ZANQUETTO FILHO, Hélio. A estratégia como prática: o caso de uma empresa familiar do setor moveleiro. In: XXXIII Encontro da Anpad - EnANPAD. São Paulo, 2009.

16 “Nenhuma mente que se abre para uma nova ideia voltará a ter o tamanho original” Albert Einstein
MUITO OBRIGADA!


Carregar ppt "Jadna Nara Herbst Vieira Parente"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google