A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CHO-Power – Solução Waste To Energy Transformar o potencial energético dos resíduos em electricidade através de um processo Sustentável para o Ambiente.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CHO-Power – Solução Waste To Energy Transformar o potencial energético dos resíduos em electricidade através de um processo Sustentável para o Ambiente."— Transcrição da apresentação:

1 CHO-Power – Solução Waste To Energy Transformar o potencial energético dos resíduos em electricidade através de um processo Sustentável para o Ambiente

2 Confidencial – Setembro 2009 – Gaseificação CHO-Power 2 O que é uma Tocha de Plasma?

3 Confidencial – Setembro 2009 – Gaseificação CHO-Power 3 Resíduos, Um Problema e um Potencial Energético A necessidade de gerir melhor os resíduos A Reciclagem de resíduos tem vindo a progredir; No entanto haverá sempre uma parte que não pode ser reciclada; As populações não querem mais aterros e rejeitam incineradoras de resíduos; A necessidade de energia renovável Elevada necessidade de energia gerada pelo crescimento económico, Elevada necessidade de sustentabilidade ambiental e económica da energia consumida; Como converter Resíduos em Energia? Sem emissões poluentes Sem produzir resíduos no processo de conversão Minimizando os transportes necessários Com elevada eficiência de transformação

4 Confidencial – Setembro 2009 – Gaseificação CHO-Power 4 O Princípio da Gaseificação O processo CHO – Power difere substancialmente da Incineração, uma vez que não ocorre combustão neste processo, mas sim Gaseificação. O processo inicia-se com um tratamento mecânico dos resíduos recebidos, de forma a optimizar a recuperação de fracções não combustíveis. Gaseificação é um processo onde o combustível derivado de resíduos é aquecido numa atmosfera muito pobre em oxigénio, em reactores relativamente pequenos, convertendo com elevada eficiência a energia química contida nos resíduos; O resultado é um gás muito quente (CO/H 2 ) contendo energia térmica em conjunto com um grande potencial calorífico. Este gás é usado como combustível em motores a gás para produzir electricidade, e o calor produzido pode ser utilizado como tal ou convertido noutras formas de energia também; A elevadas temperaturas, e.g. usando tecnologia de tochas plasmáticas, todos os compostos orgânicos são transformados de modo a optimizar a produção de energia;

5 Confidencial – Setembro 2009 – Gaseificação CHO-Power 5 Uma tecnologia comprovada com performances optimizadas pelo uso do plasma Gaseificação de Carvão A Gaseificação de Carvão foi massivamente utilizada para produzir gás pobre a partir de carvão e biomassa durante várias; Existem mais de 150 gaseificadores industriais espalhados pelo mundo, tratando principalmente biomassa e CDR; Performances melhoradas com a tecnologia plasma O plasma aumenta a eficiência de conversão de energia, gerando maior produção de electricidade, com a compensação do consumo da tocha incluída. Resolver os problemas dos alcatrões e compostos orgânicos complexos ao decompor todos os poluentes existentes no gás de síntese Permite o tratamento de escórias in situ Central de Gás, Hamburgo, 1907

6 Confidencial – Setembro 2009 – Gaseificação CHO-Power 6 O Coração do CHO-Power: uma utilização inteligente do plasma; First stage is a robust stoker grate auto-thermal gasifier, based on design already field proven Syn gas is then cleaned over 1200°C for a higher electricity production, using plasma technology. At this temperature, all organic free radicals (inc. dioxins) are destroyed The slag (metals and minerals) is melted to produce in a inert material that can be reused eg for road construction A 1ª etapa ocorre num reactor de gaseificação auto-térmico robusto, baseado num design já comprovado à escala industrial Posteriormente, o Gás de Síntese é purificado a 1200 º C, para uma maior produção de electricidade, usando tecnologia plasma. A esta temperatura todos os radicais livres orgânicos (incluindo dioxinas e furanos) são destruídos. As escórias (metais e minerais) são derretidas para se produzir um material inerte que pode ser reutilizado e.g como material de construção em estradas. CDR ou Biomassa

7 Confidencial – Setembro 2009 – Gaseificação CHO-Power 7 Uma soma de tecnologias comprovadas Tecnologia madura, disponibilizada por diversos fornecedores Biomassa, CDR (produzido a partir de RSU, lamas ETAR, …) Gaseificação Auto-térmica Purificação de Gás de Síntese com Plasma Lavagem do Gás Recuperação de Calor Produção de Energia Vitrificação de Cinzas com Plasma Escórias vitrificadas inertes Biogás de Síntese bruto Biogás de síntese refinado Gás de Síntese sem poluentes Electricidade Calor Gás Gás de Síntese a baixa temperatura calor Tecnologia usada desde 1997 pela Europlasma Tecnologia + 50 anos Tecnologia usada pela Europlasma desde 1988 Tecnologia madura, disponibilizada por diversos fornecedores Diversos Fornecedores de Motores a Gás Fiáveis

8 Confidencial – Setembro 2009 – Gaseificação CHO-Power 8 Sem efluentes para além de electricidade e um vitrificado reutilizável. Uma excelente eficiência As Unidades de Gaseificação podem alcançar 40% de eficiência bruta global, desde o poder calorífico do combustível até à energia eléctrica efectivamente produzida. Sem cinzas remanescentes, sem efluentes Os resíduos não orgânicos são derretidos e transformados num material vitrificado inerte, que retém os poluentes numa matriz vítrea. É um material absolutamente seguro que pode ser utilizado como material de construção. Sem emissões perigosas O plasma de elevadas temperatura garante que não há formação de dioxinas e furanos. Os volumes de gás produzido são limitados e, quaisquer poluentes existentes no Biosyngas são limpos, facilmente e com elevada eficiência, por sistemas convencionais de limpeza de gases. Unidades compactas com um design arquitectónico agradável, melhor aceites pelas populações, requerendo menos transportes As unidades CHO-Power requerem relativamente pouca área para serem instaladas, e têm um design arquitectónico agradável, enquadrado com a envolvente paisagística, de modo a criar um projecto arquitectónico de referência. Unidades de gaseificação compactas de capacidade média podem ser instaladas perto de cidades, próximas do local de geração dos resíduos, evitando deslocações, e assim transportes, custos e poluição com emissões de Gases de Efeito de Estufa. Complementar com outras tecnologias Unidades CHO-Power utilizam um combustível obtido com a parte residual após a separação dos materiais recicláveis e/ou orgânicos, permitindo atingir elevados rácios de valorização.

9 Confidencial – Setembro 2009 – Gaseificação CHO-Power 9 Integração com outras tecnologias Separação Bio-Mecânica Materiais Reciclados, Metais Papel, Vidro RSU separados ou não separados Compostagem Digestão Anaeróbica Composto Preparação do combustível e mistura Gaseificação Biogás Produção de energia Electricidade Bio- degradáveis Material Inerte Refugo CHO-Power A boa integração de uma unidade CHO- Power permite exceder os 70% de valorização de resíduos

10 Confidencial – Setembro 2009 – Gaseificação CHO-Power 10 Emissões Líquidas As emissões líquidas são praticamente inexistentes uma vez que: A secagem do Combustível Derivado de Resíduos é feita por evaporação aproveitando calor residual do processo de gaseificação e arrefecimento do BioSynGas; O tratamento do BioSynGas é feito por utilizando de lavagem de gases a seco com 3 passos: Precipitação de metais por redução de temperatura e incorporação nas cinzas provenientes da gaseificação; Injecção com CaO e NaHCO3 para neutralização dos ácidos; Remoção de partículas por passagem em filtros de saco – incorporação das partículas nas cinzas provenientes da gaseificação;

11 Confidencial – Setembro 2009 – Gaseificação CHO-Power 11 Um Design arquitectónico inovador

12 Confidencial – Setembro 2009 – Gaseificação CHO-Power 12 CHO-Power é bem melhor que incineração IncineraçãoCHO-Power Recuperação de Energia20%Superior a 40% Emissões CO 2 1,7kg/kWhInferior a 0,8kg/kWh Impacto Visual Unidades Grandes com elevados sistemas de tratamento de gases efluentes Unidades Compactas melhor aceites pela população Transporte dos Resíduos Geralmente requer transportar os resíduos a grandes distâncias Transportes reduzidos, uma vez que a implementação é feita junto à origem dos resíduos Resíduo Final Cinzas volantes e não volantes que têm de ser aterradas 25% do input Material vitrificado inerte que pode ser usado como material de construção.

13 Confidencial – Setembro 2009 – Gaseificação CHO-Power 13 Compatibilidade com PERSU II – Contribuição para as Metas até 2016 Tecnologia CHO-POWER é complementar com aos Sistemas de Tratamento Mecânico, e Tratamento Mecânico e Biológico, sendo a Melhor Tecnologia Disponível para funcionar como Destino Final Alternativo à deposição em aterro, a partir do qual se fará a produção de energia renovável. Contributo para o cumprimento das metas de reciclagem - A unidade vai ter incorporado um sistema de preparação de combustível derivado de resíduos, provenientes das fracções indiferenciadas de RSU. Estes resíduos passarão por uma primeira fase na qual se fará a triagem dos componentes recicláveis e dos componentes não combustíveis do processo, sendo posteriormente preparado um combustível com condições para ser incorporado no processo de gaseificação. Desvio da Fracção Biodegradável de Aterro - A fracção biodegradável será incorporada no combustível derivado de resíduos a preparar e será aproveitada para a produção de energia renovável, sendo desta forma desviada da deposição de aterro e convertida eficientemente em energia renovável que será injectada na rede eléctrica, e em calor que será reaproveitado no sistema para a preparação do combustível derivado de resíduos. Redução das emissões de CO 2 por tonelada de resíduo processada - em comparação com outros sistemas de aproveitamento energético de resíduos. Fracção inorgânica, na forma de cerâmica vitrificada, com um volume

14 Confidencial – Setembro 2009 – Gaseificação CHO-Power 14 Contribuição para a Estratégia Nacional de Energia Contribuição para o cumprimento das metas de produção de energia pelas FER, através da produção de electricidade renovável a partir de resíduos. Elevada eficiência na conversão dos resíduos em energia com uma eficiência eléctrica de 45% do sistema de Gaseificação. Contribuição para uma maior segurança de abastecimento e menor dependência energética através da produção de energia renovável a partir de fontes endógenas. Produção de energia de forma contínua, 24 horas por dia, 7500 horas por ano, podendo servir como energia de base no sistema eléctrico. Contribuição para estabilidade local da rede, devido à produção de electricidade de forma estável com potência constante a ser injectada na rede. Contribuição para a estabilidade e segurança da rede de transporte de electricidade através da produção de electricidade injectada numa região interior do país, numa zona de rede de transporte com maior capilaridade. Electricidade produzida com custos controlados, independente de combustíveis sujeitos a mercados especulativos;

15 Confidencial – Setembro 2009 – Gaseificação CHO-Power 15 Benefícios Sócio-Económicos do Projecto Sustentabilidade económica da gestão de resíduos através da definição (fixação) de um plano de longo prazo de evolução dos custos de conversão dos resíduos em energia. Sustentabilidade económica garantida pelos reduzidos custos operacionais do processo, essencialmente associados ao tratamento de efluentes do processo de tratamento de resíduos. Produção de Energia Renovável local, com a geração de receitas e respectivos impostos cobrados localmente. Necessidade de incorporação de mão-de-obra com elevados níveis de qualificações para a operação da Unidade industrial de Gaseificação e Plasma a instalar. Desenvolvimento local de Know-how especializado na operação e manutenção de unidades de gaseificação e plasma. Unidade Industrial compacta e totalmente coberta e com design arquitectónico adequado, evitando desta forma impactos paisagísticos indesejáveis.

16 Confidencial – Setembro 2009 – Gaseificação CHO-Power 16 Que tipo de Resíduos podem ser tratados numa unidade CHO-Power Um grande espectro de resíduos Resíduos Sólidos Urbanos, lamas de ETAR secas, Pneus, plásticos, cartão, madeira, papel, Resíduos Hospitalares Biomassa: madeira, pellets, estilha, resíduos agrícolas Resíduos Industriais Banais: podem ser incorporados em quantidades limitadas mas tal requer pré-tratamento ad-hoc. Quanto maior o poder calorífico melhor Cada tipo de resíduo tem um PCI (Poder Calorífico Inferior) que indica o seu potencial energético Quanto maior este for, maior será a produção de electricidade, e.g. RSU têm um poder calorífico médio de MJ/kg, os plásticos têm PCI médio superior a 30MJ/kg Bom mix do combustível para melhor estabilidade do Gás-de-Síntese Um bom mix garante que o Gás-de-Síntese será estável, o que permite melhor performance dos motores a Gás.

17 Confidencial – Setembro 2009 – Gaseificação CHO-Power 17 Parceria de confiança 1.A Eneólica S.A. é a empresa do Grupo Lena especializada no desenvolvimento de projectos de energias renováveis e desenvolvimento sustentável. Estando debaixo do Conselho Estratégico Lena Ambiente e Energia, tem dentro deste conselho estratégico grande know-how e experiência na gestão de resíduos e também no desenvolvimento de projectos de produção de energias renováveis. 2.CHO-Power é uma combinação inteligente de tecnologia comprovadas, baseadas nas tochas de plasma industriais, tecnologia na qual a Europlasma é líder, dominando a sua concepção, produção e operação. 3.A Europlasma tem 10 ano de experiência de operação industrial de unidades de tratamento de resíduos com plasma. Certificação ISO A Europlasma demonstrou as capacidades do processo CHO-Power ao construir a primeira unidade através de financiamento próprio.

18 Confidencial – Setembro 2009 – Gaseificação CHO-Power 18 Unidade CHO-Power em França Morcenx, France 150 tons/dia resíduos diversos - gaseificação Produção de 12MW electricidade Em fase de Licenciamento – Processo de Consulta Pública foi recentemente finalizado com sucesso. Início de Operação no Verão de 2010 Ligação à rede EDF Inertam plant CHO-Power

19 Confidencial – Setembro 2009 – Gaseificação CHO-Power 19 Unidade CHO-Power no Canada Port Hope, Ontario 400 tons/dia RSU + Pneus - Gaseificação Geração de 21MW de electricidade Em fase de Licenciamento Início de Operações no Verão de 2011

20 Confidencial – Setembro 2009 – Gaseificação CHO-Power 20 O Grupo Europlasma Produção de Energia Renovável Tratamento de RSU, e vitrificação de cinzas Resíduos Hospitalartes e industriais Tratamento de Resíduos Perigosos destruction Produ~ção de electricidade por gaseificação de Resíduos Soluções para tratamento de Gases Tecnologia Plástico Tecnologia Aeraulic Engenharia de Processo Químico Vitrificação de Resíduos contaminados com Amianto Produçãod e Diesel Sintético por Gaseificação de Biomassa CHO-Power Europlasma encontra-se listada na Euronext Paris Bordeaux – 21 persons Turnover 2007: 29 M CEO: Didier Pineau Europlasma 100% owned Morcenx – 42 persons Europlasma 51% owned Mulhouse – 120 persons


Carregar ppt "CHO-Power – Solução Waste To Energy Transformar o potencial energético dos resíduos em electricidade através de um processo Sustentável para o Ambiente."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google