A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VALORES E CULTURA: a diversidade e o diálogo de culturas O Relativismo Cultural VALORES E CULTURA: a diversidade e o diálogo entre culturas O Relativismo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VALORES E CULTURA: a diversidade e o diálogo de culturas O Relativismo Cultural VALORES E CULTURA: a diversidade e o diálogo entre culturas O Relativismo."— Transcrição da apresentação:

1 VALORES E CULTURA: a diversidade e o diálogo de culturas O Relativismo Cultural VALORES E CULTURA: a diversidade e o diálogo entre culturas O Relativismo Cultural Docente: Olga Soares

2 A DIMENSÃO SOCIAL E CULTURAL DOS VALORES A Cultura refere-se aos modos de vida dos membros de uma sociedade, ou de grupos de uma sociedade. Da cultura fazem parte: instrumentos e técnicas que permitem satisfazer as necessidades de sobrevivência do homem e o seu bem-estar; as normas morais, as crenças, as religiões, as ciências e os saberes, as tradições e os costumes, que reflectem a especificidade de um grupo de indivíduos na sua maneira de sentir, pensar e agir. A Cultura é um fenómeno universal presente em todos os tempos e regiões do planeta habitadas pelo homem A Cultura define-nos a partir do grupo ou sociedade a que pertencemos Identidade cultural

3 TODAVIA, A nossa Cultura não é única Pluralidade e Diversidade de Culturas Diversidade de Valores

4 As várias atitudes face à diversidade cultural ETNOCENTRISMORELATIVISMO Visão centrada ou egocêntrica de uma cultura em relação às outras; avalia as outras culturas a partir de si própria, dos seus valores e padrões de comportamento. Aceita e respeita a diversidade cultural; cada cultura só pode ser avaliada a partir de dentro, isto é, dos seus valores, ideias e padrões de comportamento Promove a assimilaçãoPromove a separação As culturas dominantes tendem a impor os seus valores e modelos de comportamento às culturas minoritárias. Possíveis consequências: Racismo, xenofobia, patriotismo ou nacionalismo exagerados. Há diferentes culturas que se toleram, mas que vivem de costas voltadas, sem contacto entre si, e que tendem a separar-se ou a isolar-se. Possíveis consequências: Podem ocorrer fenómenos de segregação – os guetos são um exemplo.

5 O Relativismo Cultural Ideias Centrais.Não há códigos morais únicos. Não há valores absolutos Não há culturas com estatutos especiais em relação a outras culturas Deve praticar-se a tolerância

6 OBJECÇÕES ao Relativismo Cultural:. O Relativismo Cultural conduz ao conformismo – por vezes o inconformismo é necessário pois promove o aperfeiçoamento social.. O Relativismo Cultural propõe uma tolerância passiva – se a tolerância é um bem, isso não significa que qualquer comportamento seja tolerável desde que beneficie da aprovação social.

7 O DIÁLOGO INTERCULTURAL O InterculturalismoO Interculturalismo Nova proposta que defende o diálogo intercultural e procura superar as limitações do relativismo já que este não consegue responder eficazmente a problemas concretos que a sociedade actual multicultural comporta. CARACTERIZA-SE POR:. Defender a possibilidade de indicar critérios valorativos (mínimos) comuns e universais. Tais critérios não podem ser pensados apenas a um nível pessoal e cultural, mas devem alargar-se a um plano global, assumindo uma dimensão transcultural e universal OU SEJA Existe um conjunto de valores essenciais e universais subjacente a todas as culturas, ainda que, considerando a diversidade de contextos, se manifeste de modos distintos


Carregar ppt "VALORES E CULTURA: a diversidade e o diálogo de culturas O Relativismo Cultural VALORES E CULTURA: a diversidade e o diálogo entre culturas O Relativismo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google