A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

REVITALIZAR NOSSA DIMENSÃO HUMANA E ESPIRITUAL PARA REALIZAR A MISSÃO DE FORMA AUDACIOSA. Compromisso Pertença Gratuidade Relações Fraternas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "REVITALIZAR NOSSA DIMENSÃO HUMANA E ESPIRITUAL PARA REALIZAR A MISSÃO DE FORMA AUDACIOSA. Compromisso Pertença Gratuidade Relações Fraternas."— Transcrição da apresentação:

1 REVITALIZAR NOSSA DIMENSÃO HUMANA E ESPIRITUAL PARA REALIZAR A MISSÃO DE FORMA AUDACIOSA. Compromisso Pertença Gratuidade Relações Fraternas

2 RELAÇÕES FRATERNAS e PERTENÇA Construir a casa: Processo de Amadurecimento Humano e Espiritual

3 Inspirados na Palavra: Ef 4,1.13 Exorto-vos, pois, eu, o prisioneiro no Senhor, a andardes de modo digno da vocação com que fostes chamados, até que alcancemos todos nós a unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, o estado de homem perfeito, a medida da estatura da plenitude de Cristo.

4 Amadurecimento: Maturidade

5 Amadurecimento Humano: Quando sabe lidar consigo mesmo e com os outros; Quando é capaz de relacionar-se e de trabalhar em equipe; Quando é capaz de contribuir com a formação do mundo.

6 Amadurecimento Espiritual: Amadurecimento Espiritual: Cada pessoa leve à plenitude aquela imagem singular que Deus faz dela, que realize o seu próprio ser, que encontre a forma a ela destinada por Deus. Para se chegar à maturidade espiritual é preciso escutar Deus dentro de si. E Deus não nos fala apenas na Sagrada Escritura e na liturgia, mas também na realidade do nosso corpo, da alma, do mundo de relacionamentos e de trabalho (espiritualidade ascendente).

7 Não é possível delinear uma imagem geral de maturidade

8 4 GRANDES TAREFAS DE VIDA: 1.Estabelecer relações sociais e a cooperação com outras pessoas; 2.Discernir o modo e as condições de sua atuação profissional; 3.Lidar com o amor e a sexualidade; 4.Determinar o posicionamento com relação à arte e à elaboração criativa. 1.Amadurecimento Humano

9 O DESAFIO: Abrir mão de compensações, satisfações substitutivas e meios de autoconsolação, a fim de desenvolver na comunidade uma cultura de vida que faça amadurecer.

10 2. O AMADURECIMENTO HUMANO NA VIDA RELIGIOSA O caminho para o amadurecimento é muito diversificado, é uma longa estrada de busca de encontro com Deus e consigo mesmo. Desenvolve-se na transformação de todas as áreas humanas pelo Espírito de Deus, para que em todos os níveis da sua personalidade se torne visível a imagem de Deus.

11 5 ÁREAS QUE DEVEM SER PERPASSADAS PARA CHEGAR ATÉ DEUS E ENCONTRAR SEU PRÓPRIO SER: 1. Pensamentos e sentimentos; 2. O corpo; 3. Os sonhos; 4. As relações humanas; 5. O trabalho 1. Pensamentos e sentimentos; 2. O corpo; 3. Os sonhos; 4. As relações humanas; 5. O trabalho

12 TRÊS GRANDES SINAIS DE MATURIDADE: Aceitação de si mesmo; Capacidade de convivência; Produtividade (criatividade) Aceitação de si mesmo; Capacidade de convivência; Produtividade (criatividade)

13 CADA FUNDADOR TEM UMA VISÃO PRÓPRIA DA PESSOA E UM CONCEITO PARTICULAR DE MATURIDADE HUMANA. 3.Visões de fundadores e fundadoras de ordens e congregações:

14 S Agostinho( ) O caminho do amadurecimento é feito de amor e capacidade crescente de aceitar a si mesmo. Enfatiza a dignidade do ser humano, feito digno por Deus de se tornar o lar do seu Filho.

15 S. Bento ( ) 3 critérios de maturidade humana para verificar se o monge procura verdadeiramente Deus, se Deus é verdadeiramente o motivo mais profundo do seu ingresso na ordem: 1.Se tem zelo pelo serviço divino; 2.Se é capaz de se abrir para a comunidade; 3.Se está disposto ao desafio do trabalho.

16 Em termos psicológicos aqui três critérios fundamentais da pessoa madura: 1. Capacidade de emoção, que transparece no zelo pelo serviço divino 2. Capacidade de viver relacionamentos verdadeiros; 3. Capacidade de assumir responsabilidades

17 São Domingos Tinha consciência de que, como ser humano, precisava da misericórdia de Deus que ele experimentou pessoalmente. A partir desta experiência, relacionou-se misericordiosamente com as pessoas.

18 O caminho do amadurecimento passa pela : Liberdade Alegria Independência material S. Francisco de Assis

19 DESCREVEU O DISCERNIMENTO DOS ESPÍRITOS COMO O CAMINHO PARA UMA CONSCIÊNCIA MADURA, QUE SENTE O QUE DEUS QUER DE CADA PESSOA. É DECISIVO PERCEBER AS MOÇÕES INTERNAS QUE MOSTRAM O CAMINHO PELA QUAL A PESSOA PODE TORNAR-SE INTEIRAMENTE ELA MESMA E REALIZAR O PROJETO DE DEUS SOBRE ELA. Santo Inácio de Loyola

20 S. Vicente –S. Luisa

21 Quais os traços fundamentais do ser humano segundo os santos fundadores? -Identidade -Missão

22 Deveis viver de acordo com o nome que tendes... Eis minhas filhas, qual foi o começo de vossa Companhia; como não era naquele momento o que é hoje, cremos ela não é ainda o que será, quando Deus a tiver conduzido aonde deseja Ser filhas da Igreja, isso requer uma grande perfeição

23 Deveis ser um só corpo em várias pessoas, unidas em vista de um mesmo desígnio, por amor de Deus Vivei juntas...sejais imagem da unidade de Deus... Trata-se de formas jovens que possam servir a Deus na Companhia, dar-lhes sólidos princípios de virtude, de ensinar-lhes a submissão, a mortificação, a humildade, a prática das regras Desejo que sejais todas santas

24 Em todos os fundadores e fundadoras podemos descobrir caminhos de amadurecimento que são válidos para nós hoje. Eles não apenas fizeram seu próprio caminho de amadurecimento, mas também indicam-no, por meio de suas regras e seus escritos, a fim de se chegar à idade plena de Jesus Cristo.

25 4. A MATURIDADE NA CONVIVÊNCIA Na Vida religiosa trata-se não somente da maturidade humana e espiritual do indivíduo, mas de todo o conjunto da ordem, congregação e da comunidade. Há comunidades onde o clima espiritual e intelectual, bem como a atmosfera da convivência, refletem maturidade e onde se sente a generosidade dos corações. Por outro lado, há também comunidade onde reina o espírito mesquinho de fechamento. Causas: Estruturas e padrões do pensamento, da sensibilidade e da convivência, que por vezes afetam uma ordem ou uma comunidade inteira.

26 O processo do amadurecimento de toda a comunidade é parte imprescindível do ideal da vida religiosa, no sentido de uma atualização e permanente revisão de vida. Cada comunidade religiosa é chamada a ser um desafio inspirador para a pessoa individualmente, a fim de que possa amadurecer por meio e dentro da comunidade.

27 5.Sinais de imaturidade humana e espiritual da comunidade: Atmosfera de desconfiança latente; Não se concede à pessoa o direito de uma decisão livre e própria; Tudo é regulamentado de modo centralizado, determinado antecipadamente; Não se confia nas pessoas e nas suas capacidades

28 Formas falhas de autoridade e obediência. A falta corrosiva de abertura e capacidade de diálogo

29 Causa de imaturidade humana: Incapacidade de diálogo, sobretudo onde falta uma cultura de discussão respeitosa: Falta de competência e de capacidade de decisão e responsabilidade:

30 =A comunidade deveria ser para a pessoa um lugar: de partilha, de um autoconhecimento amadurecido, de confiança. =A comunidade deveria ser um lugar de homens e mulheres adultos: Onde cada pessoa enfrenta as tarefas e os conflitos do cotidiano amadurecendo nele como pessoa e como consagrado. Onde a crítica fraterna (correção fraterna) torna-se um potencial criativo tendo em vista um crescente autoconhecimento e planejamento de vida; Onde havendo como base o respeito e a misericórdia, pode prevenir ou combater tentações de esconder-se em sua própria construção inconsistente de vida. 6.Comunidade como lugar de amadurecimento

31 =A comunidade lugar de conflitos como chance de amadurecimento: Nenhuma comunidade pode evitar os conflitos. Portanto, é decisivo lidar com eles. Condições necessárias para administrar adequadamente os conflitos: 1ª. Dispor-se e ser capaz de perceber os conflitos: não espiritualizá-los (complexo de avestruz); 2ª. Ter coragem de nomear e verbalizar conflitos latentes ou manifestos (assembleia dos ratos); 3ª. Abordar o problema de modo objetivo (preconceitos e moralismos); 4ª. Programar, planejar (improvisações geram conflitos desnecessários).

32 Conflitos não devem ser desconsiderados. Comunidades movidas por uma medrosa necessidade de harmonizar, negam os conflitos abertamente, perdendo a oportunidade de inspiração da criatividade na busca de soluções melhores.

33 Conclusão: Virtudes de maturidade na comunidade 1ª. Uma comunidade viva se caracteriza pelo fato de que seus membros nela se sentem bem, em casa: 2ª. Uma comunidade de pessoas adultas não é ninho (esconderijo e proteção): mas espaço de vida onde as pessoas lidam umas com as outras em amizade, partilhando a vida e responsabilidades. 3ª Uma comunidade que busca ajuda.

34 4ª. A arte de liderar como serviço dedicado aos seres humanos a fim de despertar os talentos e as capacidades (ser líder não é fazer tudo, mas estimular, incentivar, motivar todos fazerem), é chave para uma melhor convivência; 5ª. Objetividade e Corresponsabilidade: é preciso refletir claramente e organizar com eficácia não somente sua estrutura, mas também suas áreas de atuação.


Carregar ppt "REVITALIZAR NOSSA DIMENSÃO HUMANA E ESPIRITUAL PARA REALIZAR A MISSÃO DE FORMA AUDACIOSA. Compromisso Pertença Gratuidade Relações Fraternas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google