A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ORAÇÃO PARA NÃO INCOMODAR ORACIÓN PARA NO INCOMODAR ORAÇÃO PARA NÃO INCOMODAR ORACIÓN PARA NO INCOMODAR.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ORAÇÃO PARA NÃO INCOMODAR ORACIÓN PARA NO INCOMODAR ORAÇÃO PARA NÃO INCOMODAR ORACIÓN PARA NO INCOMODAR."— Transcrição da apresentação:

1

2 ORAÇÃO PARA NÃO INCOMODAR ORACIÓN PARA NO INCOMODAR ORAÇÃO PARA NÃO INCOMODAR ORACIÓN PARA NO INCOMODAR

3 Senhor!¡Señor!Senhor!¡Señor! Concede-me, por misericórdia, o dom de contentar-me com o que tenho, a fim de fazer o melhor que posso. Concédeme, por misericordia, el don de contentarme con lo que tengo, a fin de hacer lo mejor que puedo. Concede-me, por misericórdia, o dom de contentar-me com o que tenho, a fim de fazer o melhor que posso. Concédeme, por misericordia, el don de contentarme con lo que tengo, a fin de hacer lo mejor que puedo.

4 Ensina-me a executar uma tarefa de cada vez, no campo das minhas obrigações, para que eu não venha a estragar o valor do tempo. Enseñame a ejecutar una tarea cada vez, en el campo de mis obligaciones, para que yo no vaya a estropear el valor del tiempo. Ensina-me a executar uma tarefa de cada vez, no campo das minhas obrigações, para que eu não venha a estragar o valor do tempo. Enseñame a ejecutar una tarea cada vez, en el campo de mis obligaciones, para que yo no vaya a estropear el valor del tiempo.

5 Livra-me da precipitação e da insegurança, de modo a que não busque aflições desnecessárias ante o futuro, nem me entregue à inutilidade do presente. Líbrame de la precipitación y de la inseguridad, de modo a que no busque aflicciones innecesarias ante el futuro, ni me entregue a la inutilidad del presente. Livra-me da precipitação e da insegurança, de modo a que não busque aflições desnecessárias ante o futuro, nem me entregue à inutilidade do presente. Líbrame de la precipitación y de la inseguridad, de modo a que no busque aflicciones innecesarias ante el futuro, ni me entregue a la inutilidad del presente.

6 Dá-me a força de esperar com paciência a solução dos problemas que me digam respeito sem tumultuar o caminho dos que me cercam. Dame la fuerza de esperar con paciencia la solución de los problemas que sean de respeto sin obstaculizar el camino de los que me rodean Dá-me a força de esperar com paciência a solução dos problemas que me digam respeito sem tumultuar o caminho dos que me cercam. Dame la fuerza de esperar con paciencia la solución de los problemas que sean de respeto sin obstaculizar el camino de los que me rodean

7 Ajuda-me a praticar o esquecimento de mim mesmo, auxiliando-me a fazer pelo menos um benefício aos outros, cada dia, sem contar isso a ninguém. Ayúdame a practicar el olvido de mí mismo, ayudándome a hacer por lo menos un beneficio a los otros, cada día, sin contar eso a nadie. Ajuda-me a praticar o esquecimento de mim mesmo, auxiliando-me a fazer pelo menos um benefício aos outros, cada dia, sem contar isso a ninguém. Ayúdame a practicar el olvido de mí mismo, ayudándome a hacer por lo menos un beneficio a los otros, cada día, sin contar eso a nadie.

8 Se esse ou aquele companheiro me aborrece, induze-me a olvidar o que se passou, sem dar conhecimento do assunto aos que me rodeiam. Si ese o aquel compañero me aborrece, indúceme a olvidar lo que pasó, sin dar conocimiento del asunto a los que me rodean. Se esse ou aquele companheiro me aborrece, induze-me a olvidar o que se passou, sem dar conhecimento do assunto aos que me rodeiam. Si ese o aquel compañero me aborrece, indúceme a olvidar lo que pasó, sin dar conocimiento del asunto a los que me rodean.

9 Ensina-me a não condenar seja a quem for e quando algum apontamento injurioso ou alguma nota de crítica malévola vierem-me à cabeça, ampara-me a fim de que eu tenha recursos de dissipá- los em silêncio, no plano de meus esforços imanifestos. Enseñame a no condenar sea a quien fuera y cuando algún comenatrio injurioso o alguna nota de crítica malévola me vinieran a la cabeza, ámparame a fin de que yo tenga recursos de disiparlos en silencio, en el plano de mis esfuerzos manifiestos. Ensina-me a não condenar seja a quem for e quando algum apontamento injurioso ou alguma nota de crítica malévola vierem-me à cabeça, ampara-me a fim de que eu tenha recursos de dissipá- los em silêncio, no plano de meus esforços imanifestos. Enseñame a no condenar sea a quien fuera y cuando algún comenatrio injurioso o alguna nota de crítica malévola me vinieran a la cabeza, ámparame a fin de que yo tenga recursos de disiparlos en silencio, en el plano de mis esfuerzos manifiestos.

10 Impele-me a calar toda a queixa, em torno das provas e empecilhos da vida, para que eu não perturbe os que me compartilham a estrada. Impídeme callar toda queja, en torno a las pruebas y obstáculos de la vida, para que yo no perturbe a los que me comparten el camino. Impele-me a calar toda a queixa, em torno das provas e empecilhos da vida, para que eu não perturbe os que me compartilham a estrada. Impídeme callar toda queja, en torno a las pruebas y obstáculos de la vida, para que yo no perturbe a los que me comparten el camino.

11 Auxilia-me a conservar a boa aparência tanto quanto o espírito isento de culpa, a falar com voz calma, a sustentar bons modos e a perder o hábito de impor minhas idéias ou de contradizer as dos outros sem necessidade. Auxíliame a conservar la buena apariencia en cuanto al espíritu lleno de culpa, a hablar con voz calmada, a sustentar buenos modos y a perder el hábito de imponer mis ideas o de contradecir a los otros sin necesidad. Auxilia-me a conservar a boa aparência tanto quanto o espírito isento de culpa, a falar com voz calma, a sustentar bons modos e a perder o hábito de impor minhas idéias ou de contradizer as dos outros sem necessidade. Auxíliame a conservar la buena apariencia en cuanto al espíritu lleno de culpa, a hablar con voz calmada, a sustentar buenos modos y a perder el hábito de imponer mis ideas o de contradecir a los otros sin necesidad.

12 E ajuda-me, Senhor, a viver na obediência aos meus deveres e compromissos, trabalhando e servindo, para não incomodar a ninguém. Assim seja! Y ayúdame, Señor, a vivir en la obediciencia a mis deberes y compromisos, trabajando y sirviendo, para no incomodar a nadie ¡Así sea! E ajuda-me, Senhor, a viver na obediência aos meus deveres e compromissos, trabalhando e servindo, para não incomodar a ninguém. Assim seja! Y ayúdame, Señor, a vivir en la obediciencia a mis deberes y compromisos, trabajando y sirviendo, para no incomodar a nadie ¡Así sea!

13 Um Abraço! ¡Un Abrazo! Um Abraço! ¡Un Abrazo! Imagem: Google Texto: André Luiz (Francisco Cândido Xavier) Livro: DIÁLOGO DOS VIVOS – Ed. GEEM Música: Instrumental Formatação: Site:


Carregar ppt "ORAÇÃO PARA NÃO INCOMODAR ORACIÓN PARA NO INCOMODAR ORAÇÃO PARA NÃO INCOMODAR ORACIÓN PARA NO INCOMODAR."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google