A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Pesquisa e Inovação para o Desenvolvimento Brasileiro Décio da Silva presidente do Conselho de Administração da WEG S.A. 28 de Setembro de 2011 68ª SOEAA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Pesquisa e Inovação para o Desenvolvimento Brasileiro Décio da Silva presidente do Conselho de Administração da WEG S.A. 28 de Setembro de 2011 68ª SOEAA."— Transcrição da apresentação:

1 Pesquisa e Inovação para o Desenvolvimento Brasileiro Décio da Silva presidente do Conselho de Administração da WEG S.A. 28 de Setembro de ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

2 1 Fontes: Organisation for Economic Co-operation and Development, Main Science and Technology Indicators, 2010/2 e Brasil: Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi). Extração especial realizada pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) e Pesquisa Industrial de Inovação Tecnológica (Pintec) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Elaboração: Coordenação-Geral de Indicadores - ASCAV/SEXEC - Ministério da Ciência e Tecnologia. Dispêndios nacionais em P&D em relação ao Produto Interno Bruto (% PIB) 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

3 País 1,50,850,65 Brasil (*) 2,40,81,7 Alemanha 2,40,81,6 EUA 2,80,72,1 Coréia 3,00,62,4 Japão Total Governo Indústria Fonte: MSTI - OCDE, 2007/1 e MCT 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva Países desenvolvidos: Empresas: 65% Governo: 35% Brasil: Empresas: 40% Governo: 60% (*) Fonte: MCT 2010

4 3 Brasil: investimentos em P&D em relação ao PIB, por setor de financiamento, Estimativa para 2010: 1,5 % do PIB 0,65 % do setor empresarial 0,85% do governo Fonte: MCT 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

5 4 Brasil: Mestres e doutores titulados anualmente fonte: Capes/MEC 9,6 mil doutores formados em ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva < 30% na iniciativa privada

6 5 Fonte: United State Patent and Trademark Office (USPTO) - extraído em 11/03/2011http://www.uspto.gov/about/stratplan/ar/index.jsp Elaboração: Coordenação-Geral de Indicadores - ASCAV/SEXEC - Ministério da Ciência e Tecnologia Pedidos de Patentes de Invenção depositados no Escritório de Marcas e Patentes dos EUA - alguns países, ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

7 6 Lei de Inovação (10.973/04): Obtenção de recursos através da Subvenção Econômica para financiamento de projetos de relevância para a empresa. Obtenção de recursos através da Subvenção Econômica para financiamento de projetos de relevância para a empresa. Lei do Bem (11.196/05): Dedução dos dispêndios com P&D&I para IRPJ e CSLL; Dedução dos dispêndios com P&D&I para IRPJ e CSLL; Dedução adicional para o IRPJ e CSLL de 60% a 80% dos dispêndios com P&D&I; Dedução adicional para o IRPJ e CSLL de 60% a 80% dos dispêndios com P&D&I; Depreciação acelerada (integral no ano); Depreciação acelerada (integral no ano); Redução de 50% do IPI de máquinas e equipamentos. Redução de 50% do IPI de máquinas e equipamentos. Financiamentos BNDES e FINEP - Crescentes. Lei de Inovação (10.973/04): INSTRUMENTOS DE APOIO À INOVAÇÃO TECNOLÓGICA 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

8 7 DESAFIOS À INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Aumentar os investimentos empresariais Melhorar os investimentos governamentais Aumentar a interação entre Universidades, Institutos Pesquisa com Empresas Privadas 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

9 8 INVESTIMENTOS CONSISTENTES EM P&D Pesquisa & Desenvolvimento Receita Líquida ,5% 2,3% 1,7% 1,5% 2,5% 1,6% 1,8% 2,4% 2,3% 2,0% ,0% ,4% Inovação Tecnológica 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

10 9 Engenheiros na WEG Graduados: 712 (58,7%) Especialistas: 373 (30,8%) Mestres e Doutores: 127 (10,5%) Total: 1212 Estudantes de Engenharia: 557 Técnicos: INDICADORES DE INOVAÇÃO 9 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

11 10 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

12 11 Certificações em nível mundial Argentina Australia Belgium Bélgica Canada Canadá Colombia Brazil Brasil U.K. Reino Unido France França Germany Alemanha China Spain España Italy Italia USA EEUU South Africa Africa del Sur Norway Noruega Russia Rusia Mexico México Saudi Arabia Arabia Saudita European Community Comunidad Europea Brazil Brasil Brazil Brasil Brazil Brasil Germany Alemanha USA EEUU USA EEUU U.K. Reino Unido France França Germany Alemanha Canada CanadáArgentina Iran Mexico México 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

13 12 VISÃO ESTRATÉGICA WUPPERTAL Alemanha WUPPERTAL Alemanha WISCONSIN EUA WISCONSIN EUA UFSC UFRGS HANNOVER Alemanha HANNOVER Alemanha COMITÊ CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO COMITÊ CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO UFMG UFRJ GLASGOW UK GLASGOW UK OBJETIVO: Acompanhar a tendência da tecnologia eletroeletrônica para uso industrial (motores, geradores, transformadores, drives e controles). 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

14 13 W E G: Foco na sustentabilidade Equipamentos: Redução do consumo de energia Fontes renováveis de energia Resultado Resultado: Redução da emissão de CO 2 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

15 Participação dos países no total das emissões de gases de efeito-estufa

16 15 Distribuição do consumo de energia elétrica por uso final na Indústria Fonte: PESQUISA DE POSSE DE EQUIPAMENTOS E HÁBITOS DE USO - ANO BASE Março 2008 Procel Energia Elétrica – Consumo Motores elétricos consomem parcela significativa da energia elétrica do setor industrial 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

17 16 Energia Elétrica – Consumo No ciclo de vida do motor elétrico o consumo de energia elétrica representa mais de 97% de seu custo total 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

18 17 Maior eficiência energética (baixo consumo, menor emissão de CO2). Redução dos níveis de ruído, vibração e temperatura. Redução de peso e tamanho (menor consumo de material). Motor trabalhar com INVERSORES (eletrônica digital). Inovação Tecnológica em Motores Elétricos FOCO: 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

19 18 Motor 15cv / 4 polos 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

20 19 Ranhura dos ímãs Ímã + MOTOR DE INDUÇÃO MOTOR DE ÍMÃS Vantagens do motor com ímãs permanentes: Rendimento extra alto economia de energia Volume reduzido Peso reduzido Mais silencioso Menor temperatura nos mancais maior vida útil Controle sensorless maior confiabilidade Maior intervalo de relubrificação Não necessita ventilação forçada Excelente performance em baixas velocidades Velocidade independente da carga MOTOR COM ÍMÃS PERMANENTES WMagnet 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

21 20 Aplicações: Centrais de geração próprias para indústrias, e/ou sistema de coogeração, etc. Combustíveis: bagaço de cana, casca de arroz, cavacos de madeira etc. Biomassa Turbogeradores até 50 MW, painéis, cubículos, subestações, transformadores 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

22 21 PCH Hidrogeradores até 25 MW, painéis, cubículos, subestações, transformadores, turbinas 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

23 22 Eólica Aerogeradores até 2,5 MW, subestações, interconexões elétricas e comissionamento (turnkey do parque eólico sem obra civil) 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

24 23 Índice de Inovação - Motores Percentual do Faturamento com produtos lançados nos últimos 5 anos. 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

25 24 Aplicação: Ônibus Híbrido Elétrico Articulado com 50 baterias de 12V/120Ah, gerador a gás ou álcool de 90cv, e motor trifásico de 250cv com inversor 600A. Ônibus Híbrido 5 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

26 25 Aplicação: Trólebus com motor 240kW (a ar) e inversor especial de 533 A. Trólebus 8 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva

27 26 Cliente: Parceria Fiat/Itaipu Bateria: bateria de sal - modelo Zebra (Suíça) Motor: motor a ímã permanente em 220V trifásico - 15 cv – a ar Inversor: de 140 A - IP54 – resfriado à água Projeto Pálio 12 Em andamento: Motores, geradores e inversores específicos para veículos elétricos híbridos. Motores e inversores específicos para veículos elétricos puros. Foco: Veículos leves, de passeio e pesados. TRAÇÃO ELÉTRICA 68ª SOEAA – 27 a 30 de Setembro de 2011 – Florianópolis - Décio da Silva


Carregar ppt "Pesquisa e Inovação para o Desenvolvimento Brasileiro Décio da Silva presidente do Conselho de Administração da WEG S.A. 28 de Setembro de 2011 68ª SOEAA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google