A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

XIII Congresso Nacional das Associações Pestalozzi Caldas Novas, 23 a 26 de outubro de 2011 Marcos Gonçalves.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "XIII Congresso Nacional das Associações Pestalozzi Caldas Novas, 23 a 26 de outubro de 2011 Marcos Gonçalves."— Transcrição da apresentação:

1 XIII Congresso Nacional das Associações Pestalozzi Caldas Novas, 23 a 26 de outubro de 2011 Marcos Gonçalves

2 Presidente da Fenavape – Federação Nacional das Avapes. Fundador do IES – Instituto Brasileiro de Empreendedorismo Social. Fundador da Avape – Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência. Fundador e Presidente Conselho Gestor da REBRATES – Rede Brasileira de Entidades do Terceiro Setor. Fundador e Presidente do IVV – Instituto Via Viva. Conselheiro do CNS – Conselho Nacional da Saúde (DF) Conselheiro do CONADE – Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Portadora de Deficiência (DF) Ex-Conselheiro CNAS – Conselho Nacional de Assistência Social (DF) Formação: Ciências Políticas e Sociais e pós-graduação em Marketing e Administração de Empresas. Autor dos livros: Gestão Estratégica de Entidades Sem Fins Lucrativos Inclusão de Pessoas com Deficiência no Mercado de Trabalho Com a Cabeça e o Coração Especialista em Gestão de Organizações do Terceiro Setor e em Projetos de Responsabilidade Socioambiental e Desenvolvimento Sustentável

3 Terceiro Setor Desafios das ONGs Sustentabilidade Governança Corporativa Gestão Empreendedora Estrutura Organizacional Mobilização de Recursos Parcerias e Alianças Estratégicas Marketing Nova Lei da Filantropia

4 Mudança de Milênio – busca de soluções sustentáveis para o planeta. Repensar um novo modelo de gestão e parcerias. Alternativa: trabalho em rede. As organizações sociais é que estão fazendo a diferença. Milênio da espiritualidade – busca pelo fim da desigualdade social, da ganância e do lucro exacerbado.

5 Mudanças e Transformações Crescentes Desafios Novo Modelo de Gestão de ONGs Responsabilidade Socioambiental Desenvolvimento Sustentável Empreendedorismo Social Instabilidade Econômica Mundial

6 1°Setor – Estado universalizador e regulador recursos públicos para fins públicos 2°Setor – Iniciativa Privada gerador de lucro/riqueza, com responsabilidade socioambiental recursos privados para fins privados 3°Setor – Sociedade Civil Organizada marcado pela diversidade: alternativas, controle social, identidade, etc. recursos privados para fins públicos

7 Formado por cerca de 300 mil organizações sociais. Movimenta R$ 10,9 bilhões por ano. Emprega 1,2 milhão de brasileiros. Contribui com 1,5% do PIB. Agrega, em média, 42 milhões de voluntários em vários segmentos de atuação.

8

9 Quem são as organizações sociais Conceitual Relação com o Estado Político Garantia de direitos constitucionais Legal Auto-sustentabilidade Econômico O técnico e o político Gestão

10

11 Sustentabilidade é a capacidade de uma organização manter o valor social de seu trabalho de forma duradoura. Valor social Valor social é a sua contribuição para a resolução duradoura dos problemas sociais. reconhecimento Valor social supõe o reconhecimento público de sua relevância.

12 Sustentabilidade não é só mobilizar recursos, tampouco apenas recursos financeiros... visão integrada desenvolvimento institucional equilíbrio dinâmico A sustentabilidade requer uma visão integrada do desenvolvimento institucional da organização como um sistema complexo sempre em equilíbrio dinâmico.

13

14

15 Identidade: Missão, Visão, Princípios e Valores. Maior alinhamento entre Associados, Conselheiros, Gestores e Doadores ampliando a legitimidade das ações. Eficiência nos processos de gestão e no alcance dos objetivos. Transparência na gestão dos recursos e nos resultados. Credibilidade perante seus beneficiários, colaboradores e a opinião pública. Ampliação da mobilização e captação de recursos visando a perenidade de suas ações.

16 Manter-se atualizado e à altura dos desafios de seu tempo. Captar as mudanças nos meios empresarial, legislativo e regulativo. Instituir Conselhos atuantes, participativos e com papéis e responsabilidades bem definidos. Gestão Estratégica e Empreendedora. Gestão de Pessoas e do Conhecimento. Parcerias e Alianças Estratégicas. Sustentabilidade = Perpetuidade.

17

18 Organização em interação sistêmica com o meio. Adaptação aos novos cenários e à realidade. Flexibilidade para mudanças frente às necessidades dos atuais e dos novos clientes. Ação local pensamento global. Visão de Futuro: ultrapassando fronteiras. Diretrizes Estratégicas e Planejamento Estratégico.

19 Gestores com papel estratégico. Comprometimento da alta direção. Comprometimento dos recursos humanos. Gestão Estratégica dos recursos da organização: Humanos Financeiros Orçamentários Comunicação e Marketing Obrigações legais e tributárias Tecnologia da Informação

20 Missão Competências Recursos Humanos e Materiais Experiência Marca Mercado Clientes Oportunidades Cenário Político, Econômico e Social Parceiros Ambiente Interno Ambiente Externo Empreendimento Sustentável Empreendimento Sustentável

21

22 Funções básicas: Atingir metas organizacionais. Minimizar/regular influência das variáveis individuais sobre a organização. Contexto em que o poder é exercido: Posicionamento hierárquico Tomada de decisão Fluxo de informações Execução das atividades

23 Equipes de Alto Desempenho Gestão e Desenvolvimento de Pessoas e Competências. Liderança. Gestão do Voluntariado. Empoderamento. Interdisciplinaridade.

24

25 Mobilizar recursos não é o mesmo que captar recursos: Captação de Recursos = acesso a recursos financeiros de terceiros. Mobilização de Recursos = mobilização de apoio político e de recursos humanos, materiais e financeiros próprios e/ou de terceiros.

26 Fortalecendo a capacidade das organizações para mobilizar recursos. Alinhando a gestão e cultura organizacional. Planejando, criando estratégias para alcançar todos os tipos de recursos necessários para o fortalecimento da sustentabilidade institucional.

27 É preciso planejar: pensar estrategicamente: As ações que deverão ser realizadas na busca dos recursos, e onde buscar recursos – fontes de recursos: Instituições Financiadoras (nacionais e internacionais) Agências Governamentais Indivíduos Pessoas Jurídicas Públicas e Privadas Leis de Incentivos e Imunidade Tributária Doações Projetos de Geração de Renda

28

29 Parceria A soma das partes representa mais que o somatório individual de seus membros. Aliança Estratégica As organizações que poderiam atuar de forma independente diante de uma determinada questão decidem fazê-lo conjuntamente. Trabalha a idéia de longo prazo; de pacto; união mais estável e permanente. Alianças Intersetoriais Unem esforços dos três setores da sociedade em prol do mesmo objetivo.

30 Compartilhar Princípios e Valores. Clareza dos objetivos. Criação de valor mantendo coerência com as políticas organizacionais. Transparência nas relações. Complementariedade das competências ou ações. Consciência dos direitos deveres e obrigações das partes. Equilíbrio das contrapartidas. Gestão eficaz focada em resultados. Princípios

31 Definição conjunta de objetivos, recursos, papéis, resultados e expectativas. Não existem modelos prontos para o estabelecimentos de alianças de sucesso. Otimização das competências. Potencialização dos resultados. Experiência e aprendizagem. Melhoria ou construção de imagem. Planejamento Benefícios Modelo ideal

32 Profissionalismo Gestão Empreendedora Foco em resultados Credibilidade institucional Governança QualidadeTransparência Prestação de Contas Auditora Interna e Externa Comunicação sistemática ConfiabilidadeEmpreendedorismo Visão estratégica de negócio Projeto bem elaborado Impacto SocialEquipe Compromisso e Profissionalismo Profissionais Técnicos Capacitados Relações interpessoais Missão

33

34 Auxiliam as ONGs tornando-as mais eficientes sob diversos aspectos: No comunicar adequadamente a realização dos projetos realizados = Transparência. Gerando visibilidade, reconhecimento e fortalecimento, para captação de recursos / parcerias / alianças. Fortalecendo a participação na esfera pública. Na formação da opinião pública favorável. Na sobrevivência das ONGs.

35

36 Lei /09 de 27 de novembro de 2009 Decreto 7.237/10 de 20 de julho de 2010

37 Obrigado!


Carregar ppt "XIII Congresso Nacional das Associações Pestalozzi Caldas Novas, 23 a 26 de outubro de 2011 Marcos Gonçalves."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google