A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Curso Básico de Fisiologia de Vôo. CONTEÚDO CURRICULAR Atmosfera Fisiologia respiratória Hipóxia Disbarismo Cabines pressurizadas e despressurização Acelerações.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Curso Básico de Fisiologia de Vôo. CONTEÚDO CURRICULAR Atmosfera Fisiologia respiratória Hipóxia Disbarismo Cabines pressurizadas e despressurização Acelerações."— Transcrição da apresentação:

1 Curso Básico de Fisiologia de Vôo

2 CONTEÚDO CURRICULAR Atmosfera Fisiologia respiratória Hipóxia Disbarismo Cabines pressurizadas e despressurização Acelerações e aerocinetose Visão e ilusão visual Orientação e desorientação espacial Ruídos e vibrações Ritmo circadiano e sobrecarga autoprovocada

3 Aula 3 Hipóxia 10,000 MSL HYP XIA

4 HIPÓXIA Conceito e classificação Porcentagem de O 2 na atmosfera Hipóxia hipóxica Tipos de hipóxia hipóxica Estagiamento clínico Estágio indiferente Estágio compensatório Estágio das perturbações Sintomatologia da hipóxia Estágio crítico Gases sangüíneos arteriais e hipóxia Tempo útil de consciência (TUC) Fatores predisponentes Prevenção e tratamento Hiperventilação

5 HIPÓXIAHIPÓXIA Baixa concentração de O 2 nos tecidos Conceito

6 Classificação Hipóxia Hipoxêmica: deficiências de O 2 no sangue arterial, devido à queda da pO 2 alveolarHipóxia Hipoxêmica: deficiências de O 2 no sangue arterial, devido à queda da pO 2 alveolar altitude / asma / pneumonia / obstrução / shunts / etc. Hipóxia Anêmica: deficiente capacidade do sangue em transportar o O 2 dos tecidosHipóxia Anêmica: deficiente capacidade do sangue em transportar o O 2 dos tecidos monóxido de carbono / nitritos / sulfas / etc. HIPÓXIAHIPÓXIA

7 Classificação Hipóxia Estagnante ou Isquêmica: deficiência circulatóriaHipóxia Estagnante ou Isquêmica: deficiência circulatória insuficiência cardíaca / espasmos arteriais / tromboses / cargas G / respiração sob pressão positiva / etc. Hipóxia Histotóxica: devido à ação de toxinas sobre as enzimas respiratóriasHipóxia Histotóxica: devido à ação de toxinas sobre as enzimas respiratórias cianeto / álcool / etc. HIPÓXIAHIPÓXIA

8 80% N 2 20% O 2 80% N 2 20% O 2 COMPOSIÇÃO DO AR

9 É a deficiência de oxigênio nos tecidos conseqüente à diminuição da pressão parcial do oxigênio no ar respirado. HIPÓXIA DE ALTITUDE OU HIPÓXIA HIPÓXICA

10 HIPÓXIA DE ALTITUDE Exposição imediata do organismo, sem tempo para a utilização total dos mecanismos compensadores. AGUDA Exposição progressiva do organismo, com tempo para a utilização dos mecanismos compensadores. CRÔNICA

11 ESTAGIAMENTO CLÍNICO Estágio indiferenteEstágio indiferente Estágio compensatórioEstágio compensatório Estágio das perturbaçõesEstágio das perturbações Estágio críticoEstágio crítico

12 ESTÁGIO INDIFERENTE 0 a m (6.000 pés)0 a m (6.000 pés) p atm = 609 mmHgp atm = 609 mmHg saturação Hb 93%saturação Hb 93% Alterações:Alterações: *encurtamento PR *diminuição da onda T (D3) *taquicardia sinusal visão noturna ECG:

13 ESTÁGIO COMPENSATÓRIO De a m ( pés)De a m ( pés) p atm = 438 mmHgp atm = 438 mmHg saturação Hb 83%saturação Hb 83% Alterações:Alterações: aumento da velocidade de circulação aumento do vol resp / min

14 ESTÁGIO DAS PERTURBAÇÕES De a m ( pés)De a m ( pés) p atm = 379 mmHgp atm = 379 mmHg saturação Hb 70%saturação Hb 70% Alterações:Alterações: sintomas subjetivos sintomas objetivos

15 SINTOMATOLOGIA DA HIPÓXIA FadigaFadiga LassidãoLassidão SonolênciaSonolência TonteirasTonteiras CefaléiaCefaléia EuforiaEuforia TatoTato VisãoVisão DiscernimentoDiscernimento RaciocínioRaciocínio JulgamentoJulgamento Tempo de reaçãoTempo de reação IncoordenaçãoIncoordenação Objetivos Subjetivos

16 ESTÁGIO CRÍTICO Acima de m ( pés)Acima de m ( pés) p atm = 340 mmHgp atm = 340 mmHg saturação Hb 60%saturação Hb 60% Alterações:Alterações: morte SNC inconsciência

17 GASES SANGÜÍNEOS ARTERIAIS E HIPÓXIA Tensão dos Gases Sangüíneos Arteriais Altitude(pés) Tensão de O 2 (mmHg)Tensão de CO 2 (mmHg) Sat. de O 2 Hemoglobina(%) zero Respirando o ar ambiente Respirando O 2 a 100% Fonte: Aviation Medicine

18 TEMPO ÚTIL DE CONSCIÊNCIA (TUC) ou Tempo de Efetivo Desempenho Altitude(pés) Despressurização Rápida da Aeronave Em Repouso (segundos) Em Atividade (segundos)

19 VariaçõesIndividuais Permanência na Altitude FATORES PREDISPONENTES Razão de Ascensão AltitudeAbsoluta

20 PROFILAXIAPROFILAXIA a pés oxigênio diluição / demanda a pés oxigênio 100% sob pressão acima pés traje e cabine pressurizados

21 O tratamento da hipóxia é oxigênio.

22 HIPERVENTILAÇÃOHIPERVENTILAÇÃO Difícil liberação de O 2 para tecidosDifícil liberação de O 2 para tecidos Vasoconstrição cerebralVasoconstrição cerebral Vasodilatação periféricaVasodilatação periférica Queda da PO 2 cerebral (paradoxal)Queda da PO 2 cerebral (paradoxal) Efeitos Orgânicos Fisiológica Fisiológica Induzida Induzida

23 HIPERVENTILAÇÃOHIPERVENTILAÇÃO Sensação de cabeça vaziaSensação de cabeça vazia Sensação de desfalecimentoSensação de desfalecimento Parestesia sudoreseParestesia sudorese VertigemVertigem InconsciênciaInconsciência Sintomatologia Fisiológica Fisiológica Induzida Induzida


Carregar ppt "Curso Básico de Fisiologia de Vôo. CONTEÚDO CURRICULAR Atmosfera Fisiologia respiratória Hipóxia Disbarismo Cabines pressurizadas e despressurização Acelerações."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google