A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A COMUNICAÇÃO E A GESTÃO DO CONFLITO. A COMUNICAÇÃO Tipos: Interna ou Pessoal Colectiva ou Social Interna ou Pessoal: dentro do próprio juíz. Permite.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A COMUNICAÇÃO E A GESTÃO DO CONFLITO. A COMUNICAÇÃO Tipos: Interna ou Pessoal Colectiva ou Social Interna ou Pessoal: dentro do próprio juíz. Permite."— Transcrição da apresentação:

1 A COMUNICAÇÃO E A GESTÃO DO CONFLITO

2 A COMUNICAÇÃO Tipos: Interna ou Pessoal Colectiva ou Social Interna ou Pessoal: dentro do próprio juíz. Permite lidar com a pressão do ambiente e manter o equilíbrio. Gerir a ansiedade e o stress. Formas de reacção: impulso vs. autocontrolo. Depende da formação, da maturidade, da personalidade, da constante auto- análise e auto-crítica (trabalho após o jogo) e procura de aprendizagem com os colegas 2 SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA

3 A COMUNICAÇÃO Tipos: Interna ou Pessoal Colectiva ou Social Colectiva ou Social: com os elementos que intervêm no jogo e com os colegas (treinadores, juízes, jogadores, público, outros) Compreender o tipo de situação e adaptar-se: tipo de competição, factores que influenciam, que expectativas existem. Jogar em casa ou fora: que diferenças em cada equipa. Dominar os antecedentes e preparar estratégias. Interpretar a natureza da comunicação e adaptar o tipo de resposta SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA 2012

4 Aspectos a considerar: Imagem Condição Física Imagem e aparência antes do jogo e instruções Comportamento Sinais Lançamento da bola ao ar Apito Voz O apitar Controlo do jogo A forma como nos apresentamos, falamos, movemos, actuamos perante as situações, são o cartão de visita da nossa comunicação com os outros. Começamos a comunicar com os colegas antes de irmos para o jogo. Começamos a comunicar com jogadores, treinadores, dirigentes, público, assim que chegamos ao local do jogo 4 SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA

5 Comunicar com: Árbitro – Árbitro Of.Mesa – Of.Mesa Árbitros – Of.Mesa Contacto visual Sinais próprios Distância Bolas fora Lances-livres Descontos de tempo 24 Situações de indisciplina Colegas juízes 5 SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA

6 A GESTÃO DO CONFLITO: O uso da comunicação para evitar situações de conflito e gerir situações de conflito. Estabelecer princípios e regras de comunicação. Interesses/objectivos e Papéis distintos originam situações de conflito Fundamental: estar motivado para comunicar ; avaliar a necessidade de comunicar ; comunicar com assertividade e pertinência; utilizar o bom- senso! Jogadores Treinadores Outros agentes do jogo 6 SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA

7 Comunicar com: Diferenciar a forma do conteúdo Forma: gestos, sons, expressões faciais e corporais (o poder do olhar, da voz, do sorriso) Conteúdo: palavras e seu significado, objectivos O mesmo conteúdo comunicado de forma distinta origina interpretações e reacções distintas. Treinadores e Jogadores 7 SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA

8 Comunicar com: Comunicação verbal Alta / Pública (falar não é gritar) Baixa / Confidencial ou Privada Concordância / Discordância Argumentação / Confrontação Objectivos Não é proibido assumir o erro: Se calhar tem razão ou ok, vou tomar mais atenção Comunicação gestual Aceitação Lamento Confronto Simbologia e poder dos gestos. Repetição / acto contínuo. Não sinalizar ok ou foi na bola Treinadores e Jogadores 8 SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA

9 Comunicar com: Importante: Não ignorar um protesto ou fingir que não se vê Utilizar empatia e habilidade para comunicar Se há procura de diálogo, ouvir e responder se for o momento certo Dialogar não é fazer comícios Falar desrespeitosamente para os juízes, não é aceitável Não virar costas nem atravessar o campo agressivamente Não permitir pessoas de pé no banco, para além do treinador Não falar com treinadores durante os DTs. Falar com o capitão se precisarmos de transmitir uma mensagem. Não dar confiança ao treinador-adjunto, seccionista, ajudantes, etc. Fazer saber ao treinador que não se vai tolerar intervenções deles. Treinadores e Jogadores 9 SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA

10 Comunicar com: Avaliar as necessidades de comunicação: iniciados diferente de séniores Levantar a mão por parte de um jogador Arbitragem preventiva: em on e off Uso das mãos, cotovelos, joelhos Saír da área restritiva Jogo mais duro (postes) Não dizer a um jogador que caiu ao chão para se levantar Não falar com jogadores que não querem falar com o árbitro Exaltação / gesto de frustação ou devido ao momento do jogo, quando há um erro dos árbitros – tolerar Exaltação / gesto de frustação em que é claro que não é como os árbitros (atirar bola contra ao chão ou contra a tabela) – tolerar Jogadores 10 SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA

11 Comunicar com: Aviso de FT: flop, toque na bola após cesto (retardar início do jogo), abrir os braços em desacordo com a decisão Protesto de um jogador: Directo/frontal e imediato - enfrentar Não frontal ou imediato – trabalho de equipa Vem atrás do árbitro que sinalizou falta - enfrentar Tocar o árbitro (ex.: agarra o braço do árbitro) - FT Mãos na cabeça em desacordo com a decisão - FT Jogadores 11 SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA

12 Comunicar com: Situação 1: treinador protesta, ultrapassando a zona de banco Quando vamos sinalizar, parar longe dele, com o objectivo de evitar a comunicação e o estabelecimento de diálogo, indicando-lhe que ocupe a sua posição. Se o fizer, há desacordo, mas não há desrespeito nem exibição teatral. O problema fica resolvido. Se não o fizer, assinalar FT. Treinadores Avaliar a forma da comunicação 12 SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA

13 Comunicar com: Situação 2: treinador protesta na sua zona, falando alto para o árbitro, que está longe Sinalizar ao treinador para parar com o protesto (sinal de stop). É uma contestação pública do trabalho dos árbitros. Advertir. Se repetido, punir com FT Treinadores Avaliar a forma da comunicação 13 SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA

14 Comunicar com: Situação 3: treinador protesta na sua zona, falando alto para o árbitro, que está perto Tentativa de intimidação. Procurar de imediato baixar o nível da conversação: Eu estou aqui, não precisa de falar alto. Não sendo possível restabelecer a comunicação normal, punir com FT. Num protesto cara a cara, FT imediata. Treinadores Avaliar a forma da comunicação 14 SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA

15 Comunicar com: Situação 4: treinador protesta na sua zona, utilizando gestos Não permitir protestos com exibição teatral. Sinal de stop imediato. Se os gestos são: Abrir os braços: aviso de FT Mãos na cabeça, em desacordo com a decisão tomada: FT. Treinadores Avaliar a forma da comunicação 15 SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA

16 Comunicar com: Situação 5: treinador comenta sistematicamente as decisões dos árbitros Sinal de stop imediato. Não permitir que interfira nas decisões dos árbitros. Ignorar é a pior opção. Treinadores Avaliar a forma da comunicação 16 SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA

17 Comunicar com: Situação 6: falar alto para o árbitro quando este está próximo e com gestos Intimidação de forma ofensiva. Punir com FT Treinadores Avaliar a forma da comunicação 17 SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA

18 Comunicar com: Situação 7: situações de desrespeito – ofensa verbal, sinal de óculos, fazer gesto com o braço tipo vai-te embora ou não me chateies, rir/bater palmas Comunicação desrespeitosa. Significado do gesto. FT Treinadores Avaliar a forma da comunicação 18 SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA

19 Comunicar com: Situação 8: treinador questiona os árbitros: Então isto não é nada?, Sr. árbitro, não é falta?, Isto não é passos? A uma pergunta dá-se uma resposta, desde que colocada com correcção. A resposta deve ser técnica e breve. logo que oportuno. Toca e foge Treinadores Avaliar o conteúdo da comunicação 19 SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA

20 Comunicar com: Situação 9: treinador coloca em causa imparcialidade: É sempre ao contrário, Só apitam contra nós, Não se pode jogar assim, Só há faltas de um lado, Vê o comportamento do outro banco! Advertir. Se se repetir, punir. Treinadores Avaliar o conteúdo da comunicação 20 SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA

21 Comunicar com: Situação 10: treinador pede desconto de tempo repentinamente, num momento importante do jogo Sinalizar ao treinador que vimos o pedido dele. Descansá-lo. Treinadores Avaliar o conteúdo da comunicação 21 SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA

22 Não comunicar é: Ignorar Não saber ouvir Gritar Não cumprimentar Falar com o dedo em riste Desrespeitar 22 SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA Comunicar é: Falar com todos os intervenientes Ser cordial e assertivo Sinalizar correctamente

23 FONTES Pontos de ênfase (1ª parte) época 2011/2012 – CA da FPB A Comunicação Arbitral, Outubro/2002 – Miguel Betancort Comunicação entre Treinadores e Árbitros, Dezembro/2006 – Carlos Santos A Comunicação verbal e gestual, Fevereiro/2012 – António Coelho Guião Árbitro LCB – Grupo de Envolvimento Árbitros LCB 2005/ Alvarinhas, Pimentel, Rodrigues, Santos, Travassos 23 SÓNIA TEIXEIRA - FESTAS DO BASKET - ALBUFEIRA


Carregar ppt "A COMUNICAÇÃO E A GESTÃO DO CONFLITO. A COMUNICAÇÃO Tipos: Interna ou Pessoal Colectiva ou Social Interna ou Pessoal: dentro do próprio juíz. Permite."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google