A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistemas de Informação Introdução Geral. Dados, informação e conhecimento. Gerenciamento da informação. Sistemas de informação. Conteúdo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistemas de Informação Introdução Geral. Dados, informação e conhecimento. Gerenciamento da informação. Sistemas de informação. Conteúdo."— Transcrição da apresentação:

1 Sistemas de Informação Introdução Geral

2 Dados, informação e conhecimento. Gerenciamento da informação. Sistemas de informação. Conteúdo

3 Dá se grande ênfase ao domínio das tecnologias e pouco aprofunda-se o estudo no entendimento das reais necessidades. Assim, quando desenvolvemos um sistema de informação, não devemos nos concentrar apenas nas tecnologias, mas procurar aprofundar-se no negócio. Definição do problema

4 Dado é uma representação, por meio de símbolos, de algo real, que pode ser quantificável e qualificável. São representações de algo real em imagens, sons, letras, números etc. Exemplo: quando agrupamos letras e formamos palavras que representam um conceito sobre algo do mundo real, temos um dado. quando agrupamos algarismos de maneira a representar uma quantidade no mundo real, também temos um dado. Dados

5 Precisos: os dados não devem conter erros. Completos: os dados devem contemplar tudo o que for importante ou relevante. Econômicos: os dados não devem custar mais do que o benefício que pode ser proporcionado por eles. Flexíveis: os dados devem possibilitar sua utilização para diversas finalidades. Os dados precisam ser...

6 Confiáveis: a coleta dos dados devem garantir que eles retratem a realidade. Relevantes: os dados devem ser relevantes para o tomador de decisão em um determinado contexto. Simples: os dados devem se apresentar apenas na quantidade necessária para aquisição da informação. O excesso de dados pode impedir a obtenção correta da informação. Pontuais: os dados devem permitir, em tempo hábil, a aquisição da informação relevante para a decisão que será tomada. Os dados precisam ser...

7 Conjunto de dados que, após algum processamento, possui um significado. Podemos dizer que a informação é a interpretação que o receptor faz dos dados. A interpretação é subjetiva, pois depende de quem interpreta. Informação

8 Conhecimento é informação organizada aplicável na solução de problemas – WOOLF (1990). Conhecimento é informação que foi organizada e analisada para torná-la compreensível e aplicável na solução de problemas ou na tomada de decisões - TURBAN (1992) apud LIEBOWITZ (1999, pp. 1-3). Conhecimento

9 Contextualização: sabemos qual a finalidade dos dados coletados? Cálculo: os dados podem ser analisados matemática ou estatisticamente? Correção: os erros são eliminados dos dados? Condensação: os dados podem ser resumidos para uma forma mais concisa? Condições para transformar Dados em Conhecimento

10 Comparação: de que forma as informações relativas a esta situação se comparam as outras situações conhecidas? Consequências: que implicações estas informações trazem para as decisões e tomadas de ação? Conexões: quais as relações deste novo conhecimento com o conhecimento já acumulado? Conversação: o que as outras pessoas pensam dessa informação? Condições para transformar Dados em Conhecimento

11 Os dados são organizados para que seja atribuído um significado, transformando-se em informação. A informação é organizada e analisada para torná-la compreensível e aplicável às tomadas de decisão (conhecimento). Dados x Informação x Conhecimento Dados Informação Conhecimento

12 60% das decisões com base em intuições, conselhos ou informação recebida assistematicamente falham. Dados x Informação x Conhecimento 5% 15% 80% 5% 15% 80% 55% 25% 20% 55% 25% 20% Conhecimento ou inteligência Informação Dados Alguns anos atrásTendência atual

13 Considere que a pressão de uma caldeira não possa ultrapassar um valor x. Quando a pressão estiver próxima a alcançar o valor x, deverá acender luzes de alerta no painel do equipamento. Quais são os dados? Quais são as informações? O que pode ser considerado conhecimento? Exemplo

14 Gestão da Informação

15 Aquisição e gestão da informação e do conhecimento são essenciais para as organizações. Gerenciar a informação é construir um repositório de dados para gerar informação a ser utilizada no auxilio da tomada de decisão. Gestão da Informação

16 Para que a gestão da informação cumpra seus objetivos, é necessário estabelecer um conjunto de políticas organizacionais que possibilitem o inter-relacionamento dos setores para gerar a informação necessária. Como modelar essa informação que transita entre setores/departamentos de uma organização? Gestão da Informação

17 É uma forma de realizar o mapeamento informacional, ou seja, descrever como acontece o fluxo de informações. Processos: constituem as partes da organização onde os dados são processados Fluxos: mostram o movimento dos dados Terminadores: entidades externas que se comunicam com o sistema. Depósitos: locais onde os dados são armazenados. Diagrama de Fluxo de Dados (DFD)

18

19 Por que as organizações precisam da informação organizada, precisa, e com confiabilidade? porque as pessoas envolvidas na organização precisam tomar decisões. Gestão da Informação

20 Se a troca de informações é considerada tão importante, porque há tanta dificuldade em se fazer isso nas organizações? Starec (2006) elenca alguns pontos relevantes que contribuem para esse cenário. Barreiras na comunicação da Informação

21 Causada pela falta de diálogo constante e pela falta de clareza e objetividade nas mensagens internas. Deve-se ter um cuidado especial com a comunicação interna nas empresas, o que inclui tanto os canais formais (memorandos, relatórios, malas diretas etc.) quanto os informais (conversas na hora do cafezinho, palestras etc.). 1. Má comunicação

22 Falta de estímulo da própria organização ao fluxo de informações. Ocorre quando um departamento ou uma pessoa retém e concentra as informações, sem repassá-las para os demais, impedindo, assim, que ela seja compartilhada pelos tomadores de decisão nas organizações. 2. Cultura organizacional

23 Incapacidade dos funcionários causada pela má adequação dos cargos e das funções às competências existentes na organização. Dificuldade em compartilhar seus conhecimentos, especialmente pelo medo de perder poder ou autoridade. Arrogância em aceitar que os outros também podem contribuir com suas informações para a tomada de decisão. 3. Falta de competência

24 Alta dependência das TICs, sem um plano de contingência em caso de falha. Quando um sistema para a empresa para junto. Segundo Starec (2006), um relatório do Congresso Norte-americano revelou que a CIA (Agência Central de Inteligência) e o FBI (Polícia Federal Americana) tinham informações que, se cruzadas e compartilhadas, poderiam ter evitado os ataques terroristas de 11 de setembro. 4. Dependência tecnológica

25 Níveis de tomada de decisão Nível Estratégico Nível Tático Nível Operacional Estratégico: Decisões que envolvem metas a longo prazo e que afetam a organização inteira.

26 Níveis de tomada de decisão Nível Estratégico Nível Tático Nível Operacional Tático: relacionada a controles administrativos e de controle, que afetam um setor ou departamento.

27 Níveis de tomada de decisão Nível Estratégico Nível Tático Nível Operacional Operacional: diz respeito às atividades específicas. Envio de cobrança bancaria a um cliente (telefone, carta).

28 Sistemas de Informação

29 Conjunto de componentes inter-relacionados que coletam, armazenam, recuperam, processam e distribuem informações destinadas a apoiar a tomada de decisão, a coordenação, o planejamento e o controle de uma organização. O que é um Sistema de Informação?

30 Esquema genérico de um Sistema de Informação

31 Ciclo de Vida de um Sistema de Informação

32 Apoiam as funções operacionais da organização (sistema de cadastro). Principais funções: Coletar e armazenar dados. Ordenar e indexar os dados. Permitir consultas. Sistemas de Informações Transacionais (operacionais)

33 Apoiar o julgamento dos gerentes (nível tático). Utiliza os dados coletados pelos SIT e apresenta estes dados em forma de relatórios/gráficos. Principais funções: Integrar dados de outras aplicações. Fornecer informações para decisões no nível tático. Produzir relatórios que auxiliem na tomada de decisão. Sistemas de Informação Gerencial

34 Relação SIT e SIG

35 Projetados para atender a uma determinada área do conhecimento humano, como se fosse um especialista. Principais funções: Armazenar conhecimento e experiências de especialistas. Utilizar estes conhecimentos para auxiliar a resolver problemas. Sistemas Especialistas

36 Fornecem aos executivos informações para auxiliar na tomada de decisão. Processos para tomada de decisão: Análise e identificação da situação Desenvolvimento de alternativas Comparação entre alternativas Classificação dos riscos de cada alternativa Escolha da melhor alternativa Sistemas de Apoio a Decisão (SAD)

37

38 Apoiam decisões do nível hierárquico mais alto de tomada de decisão. Geram informações com o objetivo de auxiliar no planejamento estratégico. Principais funções: Gerar mapas, gráficos e dados para análise estatística. Fornecer dados sobre passado, presente e futuro (baseado em estatística). Sistemas de Informação Executiva

39

40 É um Sistema de Informação Gerencial composto por subsistemas de informação transacionais capazes de integrar e centralizar o fluxo de dados entre os departamentos de uma organização. ERP (Enterprise Resource Planning)

41

42 Eliminação de redundância: banco de dados único e estruturado. Eliminação de burocracia: possibilita o controle automático das tarefas. Maior consistência dos dados: os dados são coletados de maneira estruturada. Automação das transações intra e inter departamental: automatiza as tarefas de um departamento e entre departamentos. Controle e obtenção on-line de dados relevantes: coleta e realiza validação de dados automaticamente. Integração, centralização e coordenação dos dados: utiliza-se de um único banco de dados central. Vantagens de um ERP

43 Um conjunto de técnicas e ferramentas que é aplicado sobre um conjunto de dados integrados, que visa atender as necessidades dos usuários. É um sistema projetado para acessar dados de outros sistemas, fornecendo relatórios de fácil compreensão. Atende ao Sistema de Apoio a Decisão e ao Sistemas de Informação Executiva. Data Warehouse

44 Conhecido como Mineração de Dados, é um sistema que analisa um conjunto de dados em busca de padrões interessantes que possam representar informações úteis. Procura extrair informações previamente desconhecidas por meio de uso de IA. Data Mining


Carregar ppt "Sistemas de Informação Introdução Geral. Dados, informação e conhecimento. Gerenciamento da informação. Sistemas de informação. Conteúdo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google