A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Da Formação à Contaminação Geól. Otávio Tobias S. Mandrá

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Da Formação à Contaminação Geól. Otávio Tobias S. Mandrá"— Transcrição da apresentação:

1 Da Formação à Contaminação Geól. Otávio Tobias S. Mandrá

2 Água no Planeta Visto pelo lado de fora, o planeta deveria se chamar água. Com algumas "ilhas" de terra firme, cerca de 2/3 de sua superfície são dominados pelos vastos oceanos. Os polos e suas vizinhanças estão cobertos pelas águas sólidas das gigantescas geleiras. A pequena quantidade de água restante divide-se entre a atmosfera, o subsolo, os rios e os lagos. Estimam-se em cerca de 1,35 milhões de quilômetros cúbicos o volume total de água na Terra.

3 Onde está a água no Planeta ? Todo mundo sabe que o Planeta Terra é formado por muita água, mas...

4 Ou, ainda, distribuída como podemos ver a seguir: Oceanos - 97,50% Geleiras - 1,979% Águas Subterrâneas - 0,514%

5 Rios e Lagos - 0,006% Atmosfera - 0,001%

6 Ciclo Hidrológico Durante milênios a água foi considerada um recurso infinito. A natureza faz crer em inesgotáveis mananciais, abundantes e renováveis. Hoje, o mau uso + crescente demanda = preocupação da disponibilidade de água limpa em todo o planeta. Recurso natural, essencial à existência e bem estar do homem e à manutenção dos ecossistemas do planeta: bem comum da humanidade.

7 Evolução do Uso da Água no Mundo Consumo Médio de Água no Mundo/Faixa de Renda Fonte: Relatório do Banco Mundial

8 Disponibilidade de Água por Habitante/Região (1000m³) Fonte: N.B. Ayibotele The world water: assessing the resource

9

10 A Situação da Água no Brasil Brasil detém 11,6% da água doce superficial do mundo. Os 70 % da água disponíveis para uso estão localizados na Região Amazônica. Os 30% restantes distribuem-se desigualmente pelo País, para atender a 93% da população

11 Distribuição dos Recursos Hídricos, da Superfície e da População (em % do total do país) Fonte: DNAEE 1992

12 Classificação de Águas Doces I - Classe Especial - águas destinadas: a) ao abastecimento doméstico sem prévia ou com simples desinfecção; b) à preservação do equilíbrio natural das comunidades aquáticas. II - Classe 1 - águas destinadas: a) ao abastecimento doméstico após tratamento simplificado; b) à proteção das comunidades aquáticas; c) à recreação de contato primário (natação, esqui aquático e mergulho); d) à irrigação de hortaliças que são consumidas cruas e de frutas que se desenvolvam rentes ao solo e que ingeridas cruas sem remoção de película; e) à criação natural e/ou intensiva (aqüicultura) de espécies destinadas à alimentação humana.

13 III - Classe 2 - águas destinadas: a) ao abastecimento doméstico, após tratamento convencional; b) à proteção das comunidades aquáticas; c) à recreação de contato primário (esqui aquático, natação e mergulho); d) à irrigação de hortaliças e plantas frutíferas; e) à criação natural e/ou intensiva (aqüicultura) de espécies destinadas à alimentação humana; IV - Classe 3 - águas destinadas: a) ao abastecimento doméstico, após tratamento convencional; b) à irrigação de culturas arbóreas, cerealíferas e forrageiras; c) à dessedentação de animais. V - Classe 4 - águas destinadas: a) à navegação: b) à harmonia paisagística; c) aos usos menos exigentes.

14 Águas Superficiais Oceanos Rios Lagos Possibilidades de Contaminação: Esgoto Urbano Disposição Inadequada de Resíduos Sólidos Efluentes Industriais Transportes de Produtos Perigosos

15 Qualidade das Águas Superficiais

16

17

18

19 Águas Subterrâneas 1 Além do Guarani, sob a superfície de São Paulo, há outro reservatório, chamado Aqüífero Bauru, que se formou mais tarde. Ele é muito menor, mas tem capacidade suficiente para suprir as necessidades de fazendas e pequenas cidades. 3 Nas bordas do aqüífero onde as rochas afloram, a erosão expõe porções do arenito. São os chamados afloramentos. É nessa área que as águas das chuva infiltram e também por onde a contaminação pode acontecer. 2 O líquido infiltra lentamente pelos poros e fissuras dos sedimentos e das rochas e leva décadas para infiltrar algumas centenas de metros. 4 A cada 100 metros de profundidade, a temperatura do solo sobe 3 graus Celsius. Assim, a água neste local fica aquecida. Neste ponto ela está a 50 graus.

20 Perfil do Aqüífero Guarani a partir da Área de Recarga LOCALIZAÇÃO DO PERFIL NA ÁREA Legenda: Aqüífero Bauru Poço e Código de Referência Aqüífero Serra Geral (basalto) – – – Nível Potenciométrico do Aqüífero Botucatu Aqüífero Botucatu Direções de Fluxo d'água no Aqüífero Botucatu Substrato do Aqüífero ( Grupos Passa Dois e Tubarão) Fonte: Rosa B.G. da Silva

21 Uma Reserva para o Futuro Afloramentos Para impedir a contaminação pelo derrame de agrotóxicos, um dia a agricultura que utiliza fertilizantes e pesticidas poderá ser proibida nestas regiões. Aquecimento Em regiões onde o aqüífero é profundo, as fazendas poderão aproveitar a água naturalmente quente para combater geadas. Ou para reduzir o consumo de energia elétrica em chuveiros e aquecedores. Irrigacao Usar água tão boa para regar plantas é um desperdício. Mas, segundo os geólogos, essa pode ser a única solução para lavoura em áreas em risco de desertificação, como o sul de Goiás e o oeste do Rio Grande do Sul. Aqueduto Transportar líquido a grandes distâncias é caro e acarreta perdas imensas por vazamento. Mas, para a cidade de São Paulo, que despeja 90% de seus esgotos nos rios, sem tratamento nenhum, o Guarani poderá, um dia, ser a única fonte. * Figuras e Textos Extraídos da Revista Super Interessante nº 07 ano 13

22 Artesianismo

23 Poço Tubular Profundo

24 Estação de Tratamento de Água (ETA) FLOCULAÇÃO: Etapa na qual a água é agitada lentamente para a formação dos flocos. DECANTAÇÃO: Etapa na qual os flocos afundam separando-se da água. FILTRAÇÃO:: Etapa que retêm os flocos que não afundaram no decantador. SULFATO DE ALUMÍNIO: Substância que agrega as partículas de sujeira que estão na água. CAL: Produto que corrige o pH da água. CLORO:: Substância que mata as bactérias e microorganismos presentes na água. FLÚOR:: Substância que auxilia na redução das cáries dentárias.

25 Curiosidades

26 Você sabia que... Há anos, a população mundial correspondia a 3% da população atual, enquanto a disponibilidade de água permanece a mesma? A partir de 1950 o consumo de água, em todo o mundo, triplicou? O consumo médio de água, por habitante, foi ampliado em cerca de 50%? Para cada litros de água utilizada pelo homem resultam litros de água poluída (ONU, 1993)? No Brasil, mais de 90% dos esgotos domésticos e cerca de 70% dos efluentes industriais não tratados são lançados nos corpos d'água? O homem pode passar até 28 dias sem comer Mas apenas 3 dias sem água Você sabia que.... Nesse pinga-pinga... Gotejando, uma torneira chega a um desperdício de 46 litros por dia. Isto é, litros por mês. Ou seja, mais de um metro cúbico por mês - O que significa uma conta mais alta? Um filete de mais ou menos 2 milímetros totaliza litros num mês? E um filete de 4 milímetros, litros por mês de desperdício? Um buraco de 2 milímetros no encanamento pode causar um desperdício de litros por dia, isto é, mais de trís caixas d'água?

27 Muito Obrigado Geól. Otávio Tobias S. Mandrá – F: (17) – Sondagens, Construção de Poços, Planejamento Urbano, Licenciamento Ambiental


Carregar ppt "Da Formação à Contaminação Geól. Otávio Tobias S. Mandrá"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google