A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BiblioGrad: metodologia para avaliação do acervo de graduação

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BiblioGrad: metodologia para avaliação do acervo de graduação"— Transcrição da apresentação:

1 BiblioGrad: metodologia para avaliação do acervo de graduação
Letícia Strehl e Viviane Castanho Programa de Formação Continuada em Bibliotecas e Serviços de Informação – Módulo 8 6 e 10 dez. 2007

2 Objetivos do Curso Discutir as questões relacionadas com a distribuição e aplicação dos recursos para compra de livros que subsidiam as atividades de ensino de graduação; Apresentar a metodologia BiblioGrad para avaliação do acervo de bibliografia de graduação.

3 Objetivos do Curso (cont.)
Revisar os procedimentos para implementação da BiblioGrad Tratar dos instrumentos de avaliação concebidos no âmbito da BiblioGrad e suas aplicações

4 Programa do Curso Problemas na seleção de livros de graduação
Definição da metodologia BiblioGrad Procedimentos de identificação dos registros de bibliografia básica no SABi Uso da metodologia BiblioGrad na Biblioteca Central Futuros desenvolvimentos da metodologia BiblioGrad para uso no SBU

5 2 perguntas e 3 problemas para respondê-las

6 Pergunta 1 Quais livros precisam ser prioritariamente adquiridos para o melhor atendimento das atividades de graduação? Problema 1: A identificação dos materiais a serem adquiridos com base no uso e nas reservas feitas aos itens do acervo desconsidera a demanda pelos materiais que não constituem os acervos ou que não estão disponíveis em maior quantidade.

7 Pergunta 2 Como distribuir os recursos financeiros disponíveis entre todas as Bibliotecas do SBU? Problema 2: estimativa da demanda POTENCIAL, considerando que a demanda REAL está relacionada com os recursos disponíveis no momento Problema 3: diagnóstico da condição estabelecida dos acervos

8 Contexto de formulação das perguntas e enumeração dos problemas
Um sistema de bibliotecas constituído de MUITAS unidades, dispersas em DIVERSOS campi

9 Indicadores TRADICIONAIS para estimar a demanda (1)
Número de alunos de graduação atendidos pelo CURSO de uma determinada unidade Problema: Medir a demanda gerada por estes alunos que é atendida em bibliotecas de outras unidades

10 Exemplo Biblioteca do Instituto de Matemática
Nº de alunos do curso da Unidade: 663 Nº de alunos atendidos pelo Instituto SOMENTE na disciplina de Cálculo I: 1269

11 Muitos usuários para poucos livros

12 Indicadores TRADICIONAIS para estimar a demanda (2)
Nº de alunos matriculados nas disciplinas oferecidas pelos DEPARTAMENTOS de uma dada unidade Problema: Medir a demanda gerada pelos alunos matriculados em turmas realizadas em campi diferentes da sede do departamento que ministra a disciplina. Nestas circunstâncias, os alunos atendidos nestas turmas não utilizam a infra-estrutura da unidade responsável pela disciplina. 13% das turmas

13 Exemplo Biblioteca do Instituto de Ciências Básicas da Saúde
Nº de alunos atendidos em disciplinas ministradas pela Unidade: 3.642 Nº de alunos atendidos em turmas realizadas em campus diferente da sede do departamento: (28%)

14 Poucos usuários para muitos livros

15 % de turmas realizadas nos diferentes campi, por unidade

16 % de turmas realizadas nos diferentes campi, por unidade

17 Partindo desta realidade...
A BC idealizou a BiblioGrad

18 O que é a BiblioGrad A BiblioGrad é uma metodologia qualitativa e quantitativa de avaliação dos acervos de livros de graduação do SBU

19 Objetivos da BiblioGrad
Verificar a disponibilidade dos títulos específicos nos acervos; Identificar a demanda potencial por títulos específicos a ser atendida pelas diversas bibliotecas; Diagnosticar a situação dos acervos do SBU; Subsidiar a tomada de decisões sobre o investimento dos recursos para compra de material bibliográfico administrados pela BC.

20 BiblioGrad: abordagens de avaliação
Qualitativa: identificação de títulos relevantes a partir da bibliografia citada nos planos de ensino das disciplinas de graduação Quantitativa: análise da relação exemplar e demanda (alunos matriculados nas turmas das disciplinas)

21 Identificação dos títulos: Por que os planos de ensino?
Segundo o MEC, os planos de ensino são um instrumento de implantação dos projetos pedagógicos dos cursos de graduação Fonte: BRASIL. Ministério da Educação. Avaliação de cursos de graduação: instrumento Disponível em: < Acesso em: 15/01/2006.

22 Avaliação de infra-estrutura de Biblioteca - MEC
Critério qualitativo Fonte: BRASIL. Ministério da Educação. Avaliação de cursos de graduação: instrumento Disponível em: < Acesso em: 15/01/2006.

23 Critérios qualitativos
Nível de adequação para a implementação do projeto pedagógico do curso em: pertinência; relevância acadêmico-científica; atualização.

24 Atendimento aos critérios qualitativos
No âmbito da BiblioGrad, os critérios qualitativos são satisfeitos quando os itens bibliográficos citados nos planos de ensino estão contemplados no acervo

25 Avaliação de infra-estrutura de Biblioteca - MEC
Critério quantitativo Fonte: BRASIL. Ministério da Educação. Avaliação de cursos de graduação: instrumento Disponível em: < Acesso em: 15/01/2006.

26 Relação exemplar X demanda: metas
Bibliografia básica essencial: 1 exemplar para 10 alunos Bibliografia básica: 1 exemplar para 20 alunos Bibliografia complementar: 1 exemplar por disciplina Fonte: BRASIL. Ministério da Educação. Instrumento de autorização de curso para oferta na modalidade a distância. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/legislacao/autor_curso_ead_final.pdf>. Acesso em: 28/11/2007.

27 Análise da situação dos acervos do SBU em relação a estes critérios
BiblioGrad Análise da situação dos acervos do SBU em relação a estes critérios

28 Etapas de implementação da BiblioGrad
Coleta dos planos de ensino das disciplinas de graduação Identificação dos registros das obras citadas nos planos no SABi Elaboração de relatórios de avaliação

29 Coleta dos planos de ensino das disciplinas de graduação
Primeira etapa Coleta dos planos de ensino das disciplinas de graduação

30 Como é feita a distribuição dos planos de ensino entre as várias bibliotecas?
À cada biblioteca cabe coletar os planos de ensino de TODAS as disciplinas de graduação ministradas pelos DEPARTAMENTOS de sua(s) unidade(s) Independente do curso atendido pelas disciplinas

31 Exemplo: A disciplina “Imunologia para a Odontologia” ministrada pelo “Departamento de Microbiologia” do ICBS para o curso Odontologia A Biblioteca do ICBS é responsável pela coleta dos planos de ensino

32 Segunda etapa Identificação dos registros das obras citadas nos planos no SABi – preenchimento do 902

33 Função do 902 nos registros bibliográficos
Integrar dois sistemas: Dados de acervo (SABi) & Informações acadêmicas (Banco de dados da PROGRAD)

34 O que é o campo 902 – “Disciplina de curso de graduação”
Campo do formato de registro bibliográfico do SABi que identifica as disciplinas de graduação que citaram a obra em seus planos de ensino As informações detalhadas sobre o campo 902 estão descritas no “Manual de Registro Bibliográfico”

35 A que registros o 902 se aplica?
Apenas a registros bibliográficos de livros editados comercialmente, considerando que sua função é identificar materiais que possam ser adquiridos Por exemplo, registros bibliográficos de teses, anais de evento, periódicos, literatura cinzenta e analíticas de um modo geral não poderão conter ocorrências de campo 902, mesmo que os documentos por eles representados estejam citados em planos de ensino.

36 Subcampos do 902 |a Nome da disciplina |b Sigla da disciplina
|c Código da disciplina |d Status da bibliografia |i Parte |v Volume Os subcampos em laranja são preenchidos a partir do comando Ctrl+F3 com dados registrados no campos 192 do catálogo de autoridades

37 Registro de disciplinas no catálogo de autoridades - campos 192
Inclusão e alteração de registros feita pela Gerência do SABi à medida que os dados de disciplinas sofrem mudanças no banco de “Informações acadêmicas” O campo 192 contém apenas disciplinas que constituem os CURRÍCULOS VIGENTES dos cursos de graduação As informações detalhadas sobre o campo 192 estão descritas no “Manual de Registro de Autoridades”

38 Como preencher o 902? Emitir o “Relatório de livros por disciplina de graduação” (Menu de serviços), selecionando a opção “Unidade”

39 Com o relatório em mãos, comparar os planos de ensino atualizados com as informações no SABi

40 Fluxograma dos procedimentos de preenchimento do 902

41

42 Instruções de preenchimento 902
Manual de registro bibliográfico

43 Exemplo 1: livros citados no plano de ensino da disciplina Estrutura da Matéria B
100 1_|Eisberg, Robert Martin|4aut 245 10|aFisica quantica :|batomos, moleculas, solidos, nucleos e particulas |cRobert Eisberg, Robert Resnick 260 __|aRio de Janeiro|bCampus|cc1979. 300 __|a928 p. 902 __|a ESTRUTURA DA MATÉRIA B|bFIS01054 |c10249|dBibliografia básica essencial 100 1_|aAlonso, Marcelo |4 aut 245 10|aFundamental university physics |cMarcelo Alonso, Edward J. Finn 260 __|aReading |bAddison-Wesley |cc 300 __|a3 v. básica essencial |v 3

44 Uma ocorrência de 902 para cada volume citado em planos de disciplinas
Exemplo 2: livro publicado em 3 volumes usado em 2 disciplinas: “Física para agronomia” (obra no todo) e “Física IC” (apenas o v.1) 100 1_|aTipler, Paul A. |4 aut 245 10|Fisica :|bpara cientistas e engenheiros |cPaul A. Tipler 250 __|a5. ed. 300 __|a3 v. 260 __|aRio de Janeiro|bLivros Técnicos e Científicos|cc2006. 902 __|a FÍSICA PARA AGRONOMIA |b FIS01001 |c 8108|d Bibliografia Básica essencial |v1 Bibliografia básica essencial |v2 Bibliografia básica essencial |v3 902 __|a FÍSICA I-C |b FIS01181 |c 3213 |d Bibliografia básica essencial |v1 Uma ocorrência de 902 para cada volume citado em planos de disciplinas

45 Política de escolha do registro para inclusão do 902
TODAS as ocorrências do campo 902 devem estar num ÚNICO registro bibliográfico para a mesma obra, mesmo que existam diferentes edições e traduções . Critérios de escolha em ordem de prioridade: Versão do livro em português Edição mais recente Estas informações estão formalizadas no Capítulo 4 do “Manual de políticas e procedimentos”

46 Destaque a alguns procedimentos (1)
Citações em planos de ensino a capítulos de livros, o 902 deve ser colocado no registro da obra no TODO Nunca analítica! Sempre monografia!

47 Destaque a alguns procedimentos (2)
Inclusão de nova edição de obra que já estava identificada como bibliografia de disciplina: Excluir todas as ocorrências de 902 do registro da edição antiga e passar para nova, INDEPENDENTEMENTE DA ORIGEM DOS DEPARTAMENTOS QUE MINISTRAM AS DISCIPLINAS E DAS BIBLIOTECAS QUE INCLUÍRAM O CAMPO

48 A disciplina não está sendo localizada: o que fazer? (1)
Pesquisar “por palavras” o nome da disciplina no catálogo de autoridades no OPAC : o nome da disciplina pode apresentar alguma incorreção de digitação

49 A disciplina não está sendo localizada: o que fazer? (2)
Entrar em contato com a secretaria do departamento responsável pela disciplina!

50 Elaboração de relatórios de avaliação (em desenvolvimento)
Terceira etapa Elaboração de relatórios de avaliação (em desenvolvimento)

51 Variáveis tratadas nos relatórios de avaliação
Obra citada no plano de ensino Exemplares da obra no acervo do SBU Disciplina que utiliza a obra citada Departamento que ministra a disciplina Número de alunos matriculados nas turmas da disciplina Demanda: alunos matriculados na(s) disciplina(s) que utilizam a obra (A) pelo número de exemplares existentes no SBU. Fórmula: E/ B Carência: número de exemplares de uma obra (A) necessários para que o SBU atenda o total de alunos matriculados nas disciplinas (E). Fórmula: (E/10) – B Fórmulas: Bib. Básica essencial: (E/10)-B Bib. Básica: (E/20)-B Bib. Complementar: (E/n. de disciplinas)-B

52 Exemplo: Obra: Anton, Howard. Cálculo : um novo horizonte. 6.ed. Porto Alegre: Bookman, 2000. Volume: 1 Exemplares SBU: 80 Bibliografia das disciplinas: básica essencial: 8968,4193,4290,4304,2882,11603 Número de alunos: 1660 Exemplares necessários (10 alunos por livro): 166 básica: 14936 Número de alunos: 20 Exemplares necessários (20 alunos por livro): 1 complementar: 4296 Número de disciplinas: 1 Exemplares necessários (1 livro por disciplina): 1 Número de exemplares ideal: 168

53 Exemplo (cont.): Demanda ideal por exemplares: = 10 alunos por exemplar 168 Demanda SBU por exemplares: = 21 alunos por exemplar 80 Carência exemplares SBU: = 88

54

55 Aplicações da BiblioGrad
Seleção dos materiais para aquisição com base na análise da “demanda por exemplares” e “carências do acervo” Distribuição dos materiais adquiridos pela BC entre as bibliotecas do SBU

56 Distribuição dos materiais adquiridos pela BC entre as bibliotecas do SBU
O problema das diferenças de campi de realização das turmas e da sede do departamento responsável pela disciplina

57 Distribuição dos materiais adquiridos pela BC entre as bibliotecas do SBU: Etapas
Etapa 1: definição da(s) biblioteca(s) que receberá(ão) os exemplares de uma obra adquiridos Etapa 2: definição da quantidade de exemplares que a(s) biblioteca(s) receberá(ão)

58 Etapa 1: Definição da(s) biblioteca(s)

59 Etapa 1 A definição da(s) biblioteca(s) que receberá(ão) os exemplares depende do campus de realização das turmas de uma dada disciplina: Situação 1: turmas realizadas NO campus do departamento que ministra a disciplina Situação 2: turmas realizadas FORA do campus do departamento que ministra a disciplina

60 Situação 1: turmas realizadas NO campus do departamento que ministra a disciplina - Exemplo
Exemplo: Aquisição de 15 exemplares da obra “Guyton, Arthur C.;Hall, John Edward Tratado de fisiologia médica Rio de Janeiro : Elsevier, 2006” para atendimento dos alunos das disciplinas 9387, 9389 e

61 Situação 2: turmas realizadas FORA do campus do departamento que ministra a disciplina - Exemplo
Aquisição de 20 exemplares da obra “Thomas, George B., Jr.;Finney, Ross L.;Weir, Maurice D.;Giordano, Frank R. Cálculo. São Paulo : Addison-Wesley, c2002. V.2” para atendimento dos alunos da disciplina 4176.

62 Situação 2: turmas realizadas FORA do campus do departamento que ministra a disciplina – Exemplo (Cont.) A definição das bibliotecas que receberão os materiais para atender os alunos das turmas realizadas FORA do campus do Vale é feita com base nos cursos dos alunos atendidos pela disciplina

63 Etapa 2: Definição do número de exemplares

64 Definição da quantidade de exemplares que a(s) biblioteca(s) receberá(ão) - Exemplo
Aquisição de 20 exemplares da obra “Thomas, George B., Jr.;Finney, Ross L.;Weir, Maurice D.;Giordano, Frank R. Cálculo. São Paulo : Addison-Wesley, c2002. V.2” para atendimento dos alunos da disciplina 4176 a serem distribuídos para as bibliotecas ECO, ICBS e MAT.

65 Definição da quantidade de exemplares que a(s) biblioteca(s) receberá(ão) – Exemplo (Cont.)
As bibliotecas ECO, ICBS e MAT receberam, respectivamente, 4, 3 e 13 exemplares. Em cada uma das bibliotecas, a relação aluno/exemplar ficou muito próxima, entre 16 e 18 alunos.

66 Desenvolvimentos futuros da BiblioGrad
Implantação do módulo de aquisição, incluindo o desenvolvimento de recurso para registro de dados de livros que não constituem os acervos do SBU Implementação dos relatórios de avaliação e distribuição no “menu de serviços” Tratamento das questões relacionadas com os registros bibliográficos duplos no SABi

67 OBRIGADA!


Carregar ppt "BiblioGrad: metodologia para avaliação do acervo de graduação"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google