A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fundamentos Introdutórios da Geomática Onicio B. Leal Neto Biomédico Sanitarista Laboratório e Serviço de Referência em Esquistossomose Centro de Pesquisas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fundamentos Introdutórios da Geomática Onicio B. Leal Neto Biomédico Sanitarista Laboratório e Serviço de Referência em Esquistossomose Centro de Pesquisas."— Transcrição da apresentação:

1 Fundamentos Introdutórios da Geomática Onicio B. Leal Neto Biomédico Sanitarista Laboratório e Serviço de Referência em Esquistossomose Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães - FIOCRUZ Epi Schisto Risk Modelling member

2 GEOMÁTICA Consiste em um campo de atividades que integra todos os meios utilizados para a aquisição e gerenciamento de dados espaciais necessários às operações científicas, administrativas, legais e técnicas envolvidas no processo de produção e gerenciamento da informação espacial. Geotecnologias em Saúde

3 GEOMÁTICA Geotecnologias em Saúde Evolução do campo de atividades de levantamento e mapeamento, congregando as atividades mais tradicionais como topografia, cartografia, hidrografia, geodésia, fotogrametria, com as novas tecnologias e os novos campos de aplicação como sensoriamento remoto, sistemas de informação geográfica e sistemas de posicionamento global por satélite.

4 GEOMÁTICA Lida com dados coletados por sensores orbitais (imagens de satélite) e aerotransportados (fotografias aéreas), por instrumentos acoplados em embarcações ou instalados sobre a Terra. Estes dados uma vez processados e manipulados, com o uso de equipamentos e programas, geram produtos que podem constituir mapas dos mais diversos tipos ou base de dados digitais. Geotecnologias em Saúde

5 Breves conceitos de cartografia Cartografia: (do grego chartis = mapa e graphein = escrita) é a ciência que trata da concepção, produção, difusão, utilização e estudo dos mapas. Geotecnologias em Saúde

6 Breves conceitos de cartografia Longitude – linhas que fazem paralelo com o meridiano de Greenwich. A leste do meridiano os valores são medidos por valores crescentes até +180°. A oeste suas medidas decrescem até - 180°. Latitude – linhas que fazem paralelo com a linha imaginária do Equador. São medidos por valores crescentes até +90° (pólo Norte) e valores decrescentes até -90° (pólo Sul). Geotecnologias em Saúde

7 Breves conceitos de cartografia O Sistema de Coordenadas Planas (sistemas de coordenadas cartesianas) é representado por dois números, representado por dois eixos (X - horizontal e Y - vertical); Geotecnologias em Saúde

8 Breves conceitos de cartografia Esta representação ainda é classificada em: Bidimensionais (X,Y); Tridimensionais (X,Y,Z). Geotecnologias em Saúde

9 Breves conceitos de cartografia Projeções: Sistemas de referência para posicionamento de pontos sobre uma superfície. Nos mapas, é a representação que o globo teria se fosse colocado num plano. Geotecnologias em Saúde

10 Breves conceitos de cartografia Datum: Modelo matemático teórico que a terra assume para a realização de inferências, análises, etc. Forma redonda ElipsóideGeóide Geotecnologias em Saúde

11 Breves conceitos de cartografia Datum: Na América do Sul, o datum usual é South American Datum – 69 (SAD69); O datum WGS-84 possui características para serem aplicadas a qualquer local no mundo, entretanto não é tão preciso quanto os específicos para cada país; SIRGAS 2000 é o datum que será padronizado pelo IBGE até O censo 2010 já dispõe as malhas neste formato. Geotecnologias em Saúde

12 Breves conceitos de cartografia Sistema de Projeção: Universal Transversa de Mercator - UTM Geotecnologias em Saúde

13 Breves conceitos de cartografia Sistema de Projeção: Universal Transversa de Mercator - UTM Geotecnologias em Saúde

14 Breves conceitos de cartografia Escalas: É a relação existente entre a representação gráfica de um objeto no mapa (d) e sua dimensão real no terreno (D). E=d/D Existem 2 formatos para exibição da escala: Escala gráfica Escala numérica Oficina: Introdução a Análise Espacial e Geoprocessamento em saúde Denominador

15 Breves conceitos de cartografia Escalas: Oficina: Introdução a Análise Espacial e Geoprocessamento em saúde Quanto menor a escala, maior o nível de detalhamento e menor a área de abrangência

16 Noções de Geoprocessamento Geoprocessamento Conjunto de técnicas para manipulação de informações espacialmente referidas. Na área da saúde, estas informações servem para a compreensão das paisagens epidemiológicas e auxilia na tomada de decisões no território. Sistema de Informação Geográfica Cartografia Digital Análise Espacial Geoprocessamento Geotecnologias em Saúde

17 Introdução a Geoprocessamento em Saúde Hardwares Computadores, GPS, etc; Softwares Terra View, ArcGIS, MapInfo, Google Earth, Spring; Municípios com uni-base georreferenciada; Sistema de Informações Geográficas – SIG. Geotecnologias em Saúde

18 Introdução a Geoprocessamento em Saúde Mapeamento de doenças Construção de mapas indicadores Estudos ecológicos Medir associação entre indicadores agregados Saúde e ambiente Relacionar camadas de dados sobre o ambiente e saúde Detecção de aglomerados Identificar áreas de maior incidência e prevalência de doenças Processos de difusão Avaliar a distribuição espacial de doenças no tempo Geotecnologias em Saúde

19 Introdução a Geoprocessamento em Saúde Estudo de trajetória entre localidades Acessibilidade dos indivíduos aos serviços de saúde Territorialização Monitoramento espacial da cobertura das atividades dos Agentes de Saúde Gerenciamento de unidades de saúde Integração com a GOGP para acompanhamento do processo de trabalho dos profissionais PNI Verificação de indivíduos vacinados com área de influência do agravos Geotecnologias em Saúde

20 Fundamentos Introdutórios de SIGs Onicio B. Leal Neto Biomédico Sanitarista Laboratório e Serviço de Referência em Esquistossomose Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães - FIOCRUZ Epi Schisto Risk Modelling member

21 SIG Sistemas de Informações Geográficas Geotecnologias em Saúde

22 SIG Sistemas de Informações Geográficas Geotecnologias em Saúde

23 Planejamento de SIG Geotecnologias em Saúde Quem, O que, Quando, Onde e Por que?

24 Planejamento de SIG Quem deve planejar um SIG na área da saúde? Profissionais que possuem habilidades na instrumentação de GIS, além de possuírem conhecimento do território o qual estão trabalhando e da dinâmica de comportamento do fenômeno a ser estudado. Em grandes organizações, existe um departamento específico de geoinformação. Na saúde, este segmento pode ser exclusivo de um setor ou fazer parte da habilidade dos técnicos do serviço. Geotecnologias em Saúde

25 Planejamento de SIG O que planejar para um SIG na área da saúde? SIGs são sistemas complexos, interconectados e possuem 06 grandes componentes que devem ser considerados a todo instante: Produto (informações), software, dados, hardware, procedimentos e pessoas. Geotecnologias em Saúde

26 Planejamento de SIG O que planejar para um SIG na área da saúde? Produto (informações) Output do GIS É o produto da informação propriamente dito que será resultado do conjunto de processos desenvolvidos. Ex.: Geração de mapas. Geotecnologias em Saúde

27 Planejamento de SIG O que planejar para um SIG na área da saúde? Softwares Programas que proveem as funções necessárias para a condução, análise e criação do produto /informação desejada. Ex.: Adoção padronizada de um determinado software. Geotecnologias em Saúde

28 Planejamento de SIG O que planejar para um SIG na área da saúde? Dados O conjunto de elementos que irá produzir a informação que você quer, baseado no modelo de aquisição que você definiu. Ex.: Questionários socioeconômicos por entrevista. Geotecnologias em Saúde

29 Planejamento de SIG O que planejar para um SIG na área da saúde? Hardware Parque tecnológico para a construção, manipulação, monitoramento e avaliação do SIG Ex.: Computadores com bom desempenho. Geotecnologias em Saúde

30 Planejamento de SIG O que planejar para um SIG na área da saúde? Procedimentos Metodologias e protocolos adotados para a alimentação e análise do SIG Ex.: Malhas digitais apenas com o datum SIRGAS Geotecnologias em Saúde

31 Planejamento de SIG O que planejar para um SIG na área da saúde? Pessoas Para o pensamento do SIG é necessário as pessoas certas. A equipe precisa saber da importância que o território possui na produção da informação, além de considerar o senso crítico e analítico de quem está diretamente ligado à produção de informação. Geotecnologias em Saúde

32 Planejamento de SIG Quando planejar para um SIG na área da saúde? Projetos de GIS bem sucedidos possuem um planejamento prévio, com avaliação e monitoramento sistemático para observação da interação da informação produzida com o mundo real e checando a plausabilidade dos produtos gerados. Geotecnologias em Saúde

33 Planejamento de SIG Por que planejar para um SIG na área da saúde? Planos bem planejados sucesso Planos mal planejados fracasso Parece óbvio mas após determinados momentos os projetos de SIGs podem tender a falhas, e quando for estudado as causas do fracasso perceberão que foi devido a um mau planejamento. Todo componente do sistema (os dados, softwares, hardwares e staffs) geram custos para a instituição. A atenção no custo- efetividade dos projetos é indispensável. Nenhuma instituição mantém um sistema se este não produz informações úteis com um bom custo benefício. Geotecnologias em Saúde

34 Modelagem Geotecnologias em Saúde

35 SIG Camadas de Informação Geotecnologias em Saúde

36 SIG Camadas de Informação Arquitetura Terra View Plano de Informação (PI); Vista Tema Apesar de diversos programas de GIS constituírem este modelo de arquitetura, nem todos possuem esta conformação. Geotecnologias em Saúde

37 SIG Dados Geográficos = Dados espaciais + Dados tabulares Dados espaciais (universo de representação): Vetoriais: 3 formas básicas Ponto, Linha e Polígono. Matriciais ou raster: malha quadriculada regular, representando algum elemento no território através de um código por célula. Dados tabulares: Planilhas, bancos de dados (arquivos em Excel,.CSV, etc.) Geotecnologias em Saúde

38 SIG Extensões de dados Shape file: Shp, Shx, Sbn, Sbx, Prj, Dbf. Map Info File; MIF BNA Tabwin GTM GPS Track Maker KML Keyhole Markup Language (Google Earth) DWG AutoCad Geotecnologias em Saúde

39 SIG Tipo de banco de dados MDB (Formato usual do Terra View) Microsoft Access GDB ArcGIS formato MXD Geotecnologias em Saúde

40 SIG Dados Geográficos Raster Vetores Geotecnologias em Saúde

41 SIG Dados Geográficos Mundo Real RasterVetor Geotecnologias em Saúde

42 O uso do Geoprocessamento e Tecnologias Móveis para investigação de doenças endêmicas. Acessem o site do nosso grupo:


Carregar ppt "Fundamentos Introdutórios da Geomática Onicio B. Leal Neto Biomédico Sanitarista Laboratório e Serviço de Referência em Esquistossomose Centro de Pesquisas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google