A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Linguagem C. ANATOMIA DE UM PROGRAMA EM C Início:#include #include [inclusão de outras bibliotecas] Meio:[definições das funções,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Linguagem C. ANATOMIA DE UM PROGRAMA EM C Início:#include #include [inclusão de outras bibliotecas] Meio:[definições das funções,"— Transcrição da apresentação:

1 LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Linguagem C

2 ANATOMIA DE UM PROGRAMA EM C Início:#include #include [inclusão de outras bibliotecas] Meio:[definições das funções, procedimentos, variáveis...] Fim:int main() { [seu código aqui] return 0; }

3 DECLARANDO VARIÁVEIS Toda variável a ser usada deve ser declarada antes de seu uso. As variáveis podem ser declaradas antes da função principal main() ou durante sua execução. Se elas forem criadas antes, serão variáveis globais. Se forem criadas durante, serão variáveis locais. As variáveis devem iniciar por uma letra, e então serem seguidas de letras, números e underline _.

4 TIPOS DE DADOS Tipos de dados mais usados na linguagem C: int: números inteiros float: números de ponto flutuante double: números de ponto flutuante de altos valores char: caractere (podendo ser texto) Há variações desses tipos de dados, que são menos utilizados. Aprenderemos também outros tipos de dados durante o curso, como textos (strings) vetores, matrizes, estruturas e arquivos.

5 TIPOS DE DADOS Conjunto de valores int[ a 32767] float [–3,4 × a –3,4 × ] [3,4 × a 3,4 × ] double [–1,7 × a –1,7 × ] [1,7 × a 1,7 × ] char[-128 a 127] ou um caractere da tabela ASCII

6 OUTROS TIPOS DE DADOS Conjunto de valores unsigned int [0 a 65535] short int [ a 32767] long int [ a ] unsigned short int [0 a 65535] unsigned long int [0 a ] long double [–3,4 × a –3,4 × ] [3,4 × a 3,4 × ] unsigned char [0 a 255]

7 DECLARANDO VARIÁVEIS #include [declare variáveis aqui: variáveis globais] int main() { [declare variáveis aqui: variáveis locais] return 0; }

8 DECLARANDO VARIÁVEIS Para declarar as variáveis você deve colocar o tipo do dado e digitar o nome dela, além do ponto-e-vírgula. Se quiser que ela inicie com um valor, basta colocar um igual = e o valor, além do ponto-e- vírgula; int idade = 25;sem aspas, números inteiros char sexo = M;delimitado por aspas simples float altura; sem aspas, ponto separando as casas decimais double qtd; sem aspas, ponto separando as casas decimais

9 DECLARANDO VARIÁVEIS Caso haja variáveis do mesmo tipo, podemos encurtar o código separando os nomes das variáveis por vírgula. int prova; int trabalho; float media; int prova, trabalho; float media;

10 ATRIBUINDO VALORES ÀS VARIÁVEIS Para atribuirmos valores, usamos o símbolo de igual =. Primeiro digitamos a variável que queremos atribuir um valor, depois o = e por último o valor a ser atribuído. idade = 25; sexo = M; altura = 1.75;

11 ATRIBUINDO VALORES ÀS VARIÁVEIS Sim, podemos atribuir o valor de uma variável a outra variável, desde que sejam do mesmo tipo ou que a variável de destino suporte o tamanho do valor da variável de origem. int main() { int a, b; a = 3; b = a; int main() { int a = 3, b, c = 5; b = a = c = 5;

12 CONSTANTES Constantes não mudam de valor. Do momento em que são criadas até o encerramento do programa, elas continuam com o mesmo valor. Não é necessário definir um tipo. Se você atribuir um valor numérico ou texto, ele irá se adaptar automaticamente. As constantes devem ser declaradas uma a uma, não podendo ser separadas por vírgulas, como as variáveis. Não se deve colocar ponto-e-vírgula no fim da declaração da constante.

13 CONSTANTES Elas servem para armazenar valores que serão usados durante o programa, porém não serão mudados em momento algum. Fica mais legível usar constantes do que aplicar os valores diretamente. #define pi 3.14 int main() { int base, altura; #define sexo M

14 EXIBINDO O VALOR DA VARIÁVEL Utilizamos a função printf() para imprimir um texto e/ou variável, passando a(s) variável(is) como parâmetro. printf(Texto, [variável], [variável],......); int main() { int idade = 25; printf(Minha idade... %d anos, idade); Será impresso na tela: Minha idade anos

15 EXIBINDO O VALOR DA VARIÁVEL No exemplo: printf(Minha idade... %d anos, idade); Utilizamos o %d, e quando foi impresso, ele foi trocado pelo 25. Por quê? Temos que colocar o texto inteiro dentro do primeiro parâmetro, delimitado pelas aspas duplas, e sempre que formos utilizar uma variável, devemos usar estes operadores que iniciam com o porcento %. printf(Minha idade... %d anos, idade);

16 EXIBINDO O VALOR DA VARIÁVEL int main() { int hor = 8, min = 11, seg = 49; printf(São %d horas, %d minutos e %d segundos, hor, min, seg); Será impresso: São 8 horas, 11 minutos e 49 segundos

17 EXIBINDO O VALOR DA VARIÁVEL Tipo de dado %dint %ffloat e double %cchar e unsigned char %uunigned char %hishort int %lilong int %huunsigned short int %luunsigned long int %lflong double

18 EXIBINDO O VALOR DA VARIÁVEL int main() { float altura = 1.75; printf(%f, altura); } Será impresso: Por quê?

19 EXIBINDO O VALOR DA VARIÁVEL Valores do tipo real (número de ponto flutuante) são armazenados e exibidos na notação matemática exponencial. Para imprimí-lo na forma decimal, basta aplicar uma máscara: printf(%0.2f, altura); Será impresso: 1.75 E o que significa o 0 e o 2? 0: número de casas à esquerda, antes de começar o número 2: número de casas após o ponto, do valor decimal


Carregar ppt "LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Linguagem C. ANATOMIA DE UM PROGRAMA EM C Início:#include #include [inclusão de outras bibliotecas] Meio:[definições das funções,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google