A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável Ricardo Suplicy Goes – Gerente Executivo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável Ricardo Suplicy Goes – Gerente Executivo."— Transcrição da apresentação:

1 Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável Ricardo Suplicy Goes – Gerente Executivo

2 1.ICZ – Introdução; 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável; 2.1 O que é desenvolvimento sustentável; 2.2 A sustentabilidade no aço; 2.3 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas; 2.4 Considerações finais. Agenda: 2

3 1.O que é o ICZ: Fundado em 1970, inicialmente com o nome ICZ – Instituto de Informação do Chumbo e Zinco. Em 1988, passa a chamar-se ICZ – Instituto de Metais Não Ferrosos. Tornando-se definitivamente uma importante entidade de representação de toda a cadeia produtiva junto ao governo e órgãos internacionais. Missão: Promover a utilização dos metais não ferrosos nos mercados, visando o crescimento dos seus associados produtores, transformadores e consumidores, respeitando o desenvolvimento sustentável. 3

4 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.1 O que é desenvolvimento sustentável: Conceitos: 4

5 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.1 O que é desenvolvimento sustentável: Conceitos: Desenvolvimento Sustentável é o compromisso social, econômico e ambiental com o crescimento e o desenvolvimento, para suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade das futuras gerações de atenderem às suas necessidades. 5

6 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.1 O que é desenvolvimento sustentável: Conceitos: Desenvolvimento Sustentável é o compromisso social, econômico e ambiental com o crescimento e o desenvolvimento, para suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade das futuras gerações de atenderem às suas necessidades. "Humanity has the ability to make development sustainable - to ensure that it meets the needs of the present without compromising the ability of future generations to meet their own needs. The concept of sustainable development does imply limits - not absolute limits but limitations imposed by the present state of technology and social organization on environmental resources and by the ability of the biosphere to absorb the effects of human activities. But technology and social organization can be both managed and improved to make way for a new era of economic growth." (The Brundtland report of World Commission on Enviroment Development,1987:8) 6

7 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.1 O que é desenvolvimento sustentável: Conceitos: Desenvolvimento Sustentável é o compromisso social, econômico e ambiental com o crescimento e o desenvolvimento, para suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade das futuras gerações de atenderem às suas necessidades. "Humanity has the ability to make development sustainable - to ensure that it meets the needs of the present without compromising the ability of future generations to meet their own needs. The concept of sustainable development does imply limits - not absolute limits but limitations imposed by the present state of technology and social organization on environmental resources and by the ability of the biosphere to absorb the effects of human activities. But technology and social organization can be both managed and improved to make way for a new era of economic growth." (The Brundtland report of World Commission on Enviroment Development,1987:8) 7

8 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.1 O que é desenvolvimento sustentável: Conceitos: 8

9 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.1 O que é desenvolvimento sustentável: Conceitos: 9

10 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.1 O que é desenvolvimento sustentável: Conceitos: Leadership in Energy and Environmental Design (LEED®) (Liderança em Energia e Design Ambiental) 10

11 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.1 O que é desenvolvimento sustentável: Conceitos: Leadership in Energy and Environmental Design (LEED®) (Liderança em Energia e Design Ambiental) Primary Energy Demand (PED) (Consumo de Energia Primária) 11

12 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.1 O que é desenvolvimento sustentável: Conceitos: Leadership in Energy and Environmental Design (LEED®) (Liderança em Energia e Design Ambiental) Primary Energy Demand (PED) (Consumo de Energia Primária) Global Warming Potential (GWP) (Potencial de Aquecimento Global) 12

13 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.1 O que é desenvolvimento sustentável: Conceitos: Leadership in Energy and Environmental Design (LEED®) (Liderança em Energia e Design Ambiental) Primary Energy Demand (PED) (Consumo de Energia Primária) Global Warming Potential (GWP) (Potencial de Aquecimento Global) Acidification Potential (AP) (Potencial de acedificação) 13

14 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.1 O que é desenvolvimento sustentável: Conceitos: Leadership in Energy and Environmental Design (LEED®) (Liderança em Energia e Design Ambiental) Primary Energy Demand (PED) (Consumo de Energia Primária) Global Warming Potential (GWP) (Potencial de Aquecimento Global) Acidification Potential (AP) (Potencial de acedificação) Photochemical Ozone Creation Potential (POCP) (Potencial de Formação de Ozônio Fotoquímico) 14

15 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.1 O que é desenvolvimento sustentável: Conceitos: Leadership in Energy and Environmental Design (LEED®) (Liderança em Energia e Design Ambiental) Primary Energy Demand (PED) (Consumo de Energia Primária) Global Warming Potential (GWP) (Potencial de Aquecimento Global) Acidification Potential (AP) (Potencial de acedificação) Photochemical Ozone Creation Potential (POCP) (Potencial de Formação de Ozônio Fotoquímico) Life-Cycle Assessment (LCA) (Análise do Ciclo de Vida) 15

16 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.1 O que é desenvolvimento sustentável: Conceitos: Leadership in Energy and Environmental Design (LEED®) (Liderança em Energia e Design Ambiental) Primary Energy Demand (PED)Life-Cycle Inventory (LCI) (Consumo de Energia Primária)(Inventário do Ciclo de Vida) Global Warming Potential (GWP) (Potencial de Aquecimento Global) Acidification Potential (AP) (Potencial de acedificação) Photochemical Ozone Creation Potential (POCP) (Potencial de Formação de Ozônio Fotoquímico) Life-Cycle Assessment (LCA) (Análise do Ciclo de Vida) 16

17 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.1 O que é desenvolvimento sustentável: Conceitos: Leadership in Energy and Environmental Design (LEED®) (Liderança em Energia e Design Ambiental) Primary Energy Demand (PED)Life-Cycle Inventory (LCI) (Consumo de Energia Primária)(Inventário do Ciclo de Vida) Global Warming Potential (GWP) Joule (J) (Potencial de Aquecimento Global) (A unidade SI de trabalho ou energia) Acidification Potential (AP) (Potencial de acedificação) Photochemical Ozone Creation Potential (POCP) (Potencial de Formação de Ozônio Fotoquímico) Life-Cycle Assessment (LCA) (Análise do Ciclo de Vida) 17

18 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A sustentabilidade do aço; 18

19 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A sustentabilidade do aço; 1.O aço é 100% reciclável. 2.Apresenta um balanço ecológico positivo. 3.É econômico e economiza energia. 4.É limpo. 5.Não produz resíduos e seus derivados são totalmente reutilizáveis. 6.Economiza materiais e ajuda a preservar o solo. 7.Permite economia de energia através de alto isolamento e baixa inércia térmica. 8.Tem uma vida útil longa. 19 Fonte: Instituto Aço Brasil

20 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: 20 A GALVANIZAÇÃO POR IMERSÃO A QUENTE CONTRIBUINDO PARA A DURABILIDADE EM INFRAESTRUTURAS

21 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: O que é galvanização por imersão a quente? É o processo de aplicação de revestimento de zinco no aço ou ferro fundido (aço estrutural, moldes, peças, incluindo elementos de fixação) de diferentes tamanhos, peso, forma e complexidade, visando sua proteção contra a corrosão. 21

22 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: O que é o zinco? O zinco é um metal totalmente reciclável. O zinco pode ser reciclado indefinidamente sem perda de suas propriedades físicas ou químicas. 22 Fonte: IZA (International Zinc Association)

23 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: O processo de galvanização por imersão a quente. 1)Desengraxe 2)Lavagem 3)Decapagem 4)Lavagem 5)Fluxagem 6)Secagem 7)Banho em zinco fundido 8)Resfriamento 23 Fonte: imagem da eurogalva.pt

24 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: A imersão da peça em aço no zinco: 24 Fonte: empresa Bbosch

25 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Como a galvanização por imersão a quente protege contra a corrosão? BARREIRACATÓDICA 25 Fonte: ICZ

26 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: O aço galvanizado oferece uma combinação única de propriedades inigualável por qualquer outro material. Estas incluem: alta resistência 26 Fonte: IZA (International Zinc Association)

27 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: O aço galvanizado oferece uma combinação única de propriedades inigualável por qualquer outro material. Estas incluem: alta resistência conformabilidade 27 Fonte: IZA (International Zinc Association)

28 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: O aço galvanizado oferece uma combinação única de propriedades inigualável por qualquer outro material. Estas incluem: alta resistência conformabilidade peso leve 28 Fonte: IZA (International Zinc Association)

29 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: O aço galvanizado oferece uma combinação única de propriedades inigualável por qualquer outro material. Estas incluem: alta resistência conformabilidade peso leve resistência à corrosão 29 Fonte: IZA (International Zinc Association)

30 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: O aço galvanizado oferece uma combinação única de propriedades inigualável por qualquer outro material. Estas incluem: alta resistência conformabilidade peso leve resistência à corrosão estética 30 Fonte: IZA (International Zinc Association)

31 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: O aço galvanizado oferece uma combinação única de propriedades inigualável por qualquer outro material. Estas incluem: alta resistência conformabilidade peso leve resistência à corrosão estética reciclagem 31 Fonte: IZA (International Zinc Association)

32 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: O aço galvanizado oferece uma combinação única de propriedades inigualável por qualquer outro material. Estas incluem: alta resistência conformabilidade peso leve resistência à corrosão estética reciclagem de baixo custo 32 Fonte: IZA (International Zinc Association)

33 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: 33 Fonte: IZA (International Zinc Association) A GALVANIZAÇÃO POR IMERSÃO A QUENTE INTERAGINDO COM OS ASPECTOS DA SUSTENTABILIDADE

34 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impactos ambientais: 34 Fonte: AGA (American Galvanizers Association)

35 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impactos ambientais: 35 Fonte: AGA (American Galvanizers Association)

36 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impactos ambientais: 36 Fonte: AGA (American Galvanizers Association)

37 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impactos ambientais: 37 Fonte: Galvanizing and Sustainable Construction (EGGA) Consumo de Energia relativa

38 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impactos ambientais: 38 Fonte: Galvanizing and Sustainable Construction (EGGA)

39 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impactos ambientais: 39 Fonte: AGA (American Galvanizers Association)

40 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impactos ambientais: 40 Fonte: AGA (American Galvanizers Association)

41 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impactos ambientais: A galvanização por imersão a quente (HDG) e a LEED MaterialZinco a Aço b Taxa Reciclagem30%70% Taxa Pós-Consumo14,6%56,9% Taxa Pré-Consumo15,6%31,4% Taxa Frequencia de Reciclagem80,0%100,0% a - International Zinc Association (IZA), Zinc Recycling, b - Steel Recycling Institute, Steel Takes LEED® with Recycled Content, March Fonte: AGA (American Galvanizers Association)

42 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impacto na durabilidade: 42

43 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impacto na durabilidade: Sistema DÚPLEX: Pintura sobre a superfície galvanizada Aumenta a proteção entre 1,5 a 2,5 vezes 43 Fonte: IZA (International Zinc Association)

44 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impacto na durabilidade: 44 Fonte: Metalocar – Industria de Metalomecânica S A Pórticos das rodovias

45 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impacto na durabilidade: 45 Fonte: empresa Mangels Defensas metálicas nas rodovias

46 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impacto na durabilidade: 46 Fonte: vredeluz.com.br (foto da esquerda) Postes de iluminação

47 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impacto na durabilidade: 47 Fonte: viajeaqui.abril.com.br Tubulações dos túneis do metro (SP)

48 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impacto na durabilidade: 48 Fonte: Tubular Track instalado na África do Sul Barras de aço galvanizado unindo as vigas de concreto do trilho do trem

49 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impacto na durabilidade: 49 Fonte: Revista Arquitetura & Aço - edição especial | 10/11/2009 As garagens para bondes elétricos de Bourdeaux, na França com estrutura em aço galvanizado.

50 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impacto na durabilidade: 50 Fonte: Jornal O Globo Poste de sinalização RJ

51 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impacto na durabilidade: 51 Fonte: Jornal o Globo Poste de sinalização RJ

52 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impacto na durabilidade: 52 Fonte:jornal O Globo Poste de sinalização (semáforo) RJ

53 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impacto na durabilidade: 53 Fonte:jornal Bairro Florianópolis Ponte Hercílio Luz Florianópolis

54 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impacto na durabilidade: 54 Fonte:jornal Bairro Florianópolis Ponte Hercílio Luz Florianópolis

55 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impacto na durabilidade: 55 Fonte:jornal Bairro Florianópolis Ponte Hercílio Luz Florianópolis

56 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impacto na durabilidade: 56 Fonte: skyscrapercity.com

57 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impactos Econômicos: Relação entre os custos iniciais e os custos recorrentes (manutenção). 57 Fonte: IZA (International Zinc Association) – Rob White

58 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impactos Econômicos: Menor manutenção que outros sistemas de proteção contra corrosão. Baixo custo ao longo do ciclo de vida útil do projeto. LCC TOTAL = PC + IC + valor presente de (OC + MC + LP + DC). 58 Fonte: IZA (International Zinc Association) – Rob White

59 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impactos Sociais: Qualidade de Vida e Progresso Social. Área de Segurança: Minimizar os danos causados pelos desastres naturais (terremotos, tornados, furacões, etc) A industria adotou A Carta de Desenvolvimento Sustentável em 2005: Saúde Humana Riscos aos funcionários, aos cidadãos e às comunidades 59

60 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impactos Sociais: Total (aprox.) R$ 227 milhões 60 Fonte: Instituto Aço Brasil

61 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : 2.2 A Galvanização contribuindo para a durabilidade em infraestruturas: Impactos Sociais: INICIATIVA DO SETOR SIDERURGICO% DO SETOR * Pacto Global 54,78% Pacto Empresarial pela Integridade e contra a Corrupção 28,71% Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo 28,83% Pacto Empresarial contra a Exploração Sexual das Crianças e Adolescentes nas Rodovias Brasileiras 25,84% * percentual proporcional à produção de aço em relação ao total em Fonte: Instituto Aço Brasil

62 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : Considerações finais: A infraestrutura sustentável visa: Aspectos Ambientais: a proteção do ambiente natural, a minimização do consumo de recursos naturais, a maximização da sua reutilização e a utilização de recursos renováveis e recicláveis. Uma abordagem integrada de ciclo de vida do projeto considerando as qualidades ambientais. 62

63 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : Considerações finais: A infraestrutura sustentável visa: Aspectos Ambientais: a proteção do ambiente natural, a minimização do consumo de recursos naturais, a maximização da sua reutilização e a utilização de recursos renováveis e recicláveis. Uma abordagem integrada de ciclo de vida do projeto considerando as qualidades ambientais. Aspectos Econômicos: focar a concepção da fase de exploração os conceitos de: longa vida útil, durabilidade dos componentes, flexibilidade da funcionalidade das infraestruturas, a reabilitação e facilidade de desconstrução dos diversos componentes. 63

64 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : Considerações finais: A infraestrutura sustentável visa: Aspectos Ambientais: a proteção do ambiente natural, a minimização do consumo de recursos naturais, a maximização da sua reutilização e a utilização de recursos renováveis e recicláveis. Uma abordagem integrada de ciclo de vida do projeto considerando as qualidades ambientais. Aspectos Econômicos: focar a concepção da fase de exploração os conceitos de: longa vida útil, durabilidade dos componentes, flexibilidade da funcionalidade das infraestruturas, a reabilitação e facilidade de desconstrução dos diversos componentes. Aspectos Sociais: a criação de um ambiente saudável e não tóxico. regras para proteção da saúde dos funcionários. 64

65 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : Considerações finais: Conscientização dos benefícios da durabilidade em infraestruturas: Redução de custos proporcionada ao longo do ciclo de vida do projeto. Projetos. Licitações Públicas (economia ao país). Redução de impactos ambientais (Diminuição da utilização dos recursos naturais). Contribuição social 65

66 2.Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável : Considerações finais: 66 OBRIGADO! Exemplos de utilização de aço galvanizado por imersão a quente:


Carregar ppt "Durabilidade em infraestruturas rumo ao desenvolvimento sustentável Ricardo Suplicy Goes – Gerente Executivo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google