A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O PROGRAMA REDE DE BIBLIOTECAS ESCOLARES Madrid, 14 de Outubro de 2005.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O PROGRAMA REDE DE BIBLIOTECAS ESCOLARES Madrid, 14 de Outubro de 2005."— Transcrição da apresentação:

1 O PROGRAMA REDE DE BIBLIOTECAS ESCOLARES Madrid, 14 de Outubro de 2005

2 O Programa RBE foi criado em 1996 tendo como principal objectivo a instalação de bibliotecas em escolas de todos os níveis de ensino, concebidas como centros multimédia, disponibilizando os recursos necessários à leitura e ao acesso, utilização e produção da informação em diferentes suportes. Origem do Programa

3 O Programa é coordenado pelo Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares, em articulação com outros serviços do Ministério da Educação e com as autarquias, particularmente através das Bibliotecas Municipais. Coordenação do Programa

4 Princípios Existência de diversas funcionalidades (Atendimento, Leitura informal e Consulta e Produção de documentação); Equipamento e mobiliário adequados; Fundo documental diversificado, ajustado aos interesses e faixa etária dos utilizadores; Organização e tratamento dos documentos de modo normalizado e em regime de livre acesso; Gestão e dinamização da biblioteca por uma equipa dirigida por um coordenador, que viabilize o funcionamento regular da BE e garanta a continuidade do trabalho técnico e pedagógico; Dotação orçamental própria.

5 Procedimentos Candidatura, a nível Nacional, dirigida às escolas de todos os níveis de ensino: - Concelhos previamente definidos, dispondo de BM e SABE, ( Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares); - Apoio a escolas situadas noutros concelhos do país, com experiências significativas na área da BE.

6 Apoio Financeiro e Técnico Obras de instalação / remodelação dos espaços; Aquisição de equipamentos, mobiliário e fundo documental; Publicação de documentos de apoio; Acompanhamento técnico dos projectos; Difusão de informação e comunicação regular com as escolas através da Internet.

7 Recursos Humanos Destacamentos e créditos horários Promoção de acções de formação para docentes e funcionários º ciclo Outros níveis Destaca- mentos Crédito horário

8 Escolas Integradas Ano1º cicloOutros níveis TotalInvestimento () Total

9 Concelhos com protocolo entre o municípioe e a Rede de Bibliotecas escolares Concelhos com escolas, individualmente, integradas na Rede de Bibliotecas Escolares Implantação geográfica da Rede de Bibliotecas Escolares

10 Perspectivas de Desenvolvimento Avaliação externa do Programa RBE; Aperfeiçoamento dos mecanismos e critérios de avaliação da actividade realizada pelas bibliotecas no âmbito da RBE; Consolidação das oferta de formação (contínua, especializada e online) mais abundante e diversificada; Consolidação de uma política de recursos humanos, racional e adaptada às necessidades da rede escolar; Reforço do apoio e acompanhamento das escolas, através de um grupo de professores especializado

11 Conclusão São certamente muitos e fundamentais os passos que ainda temos que dar para que as bibliotecas escolares possam ocupar o lugar que lhes compete no quadro das escolas e da sociedade, em geral. Para que estes passos sejam dados são precisas vontades, energias, acções, que só a participação de todos – alunos, professores, pais, técnicos, gestores, políticos – permitirá concretizar. Dentro dos limites das suas competências, o Programa RBE procurará prosseguir os objectivos que lhe estão cometidos, no sentido de contribuir para a criação em Portugal de uma Rede de Bibliotecas Escolares.

12 As bibliotecas no contexto histórico e social da realidade portuguesa Aprofundamento da relação / cooperação das Bibliotecas Escolares e Públicas Leitura e literacia no contexto da sociedade contemporânea (alterações dos modelos de leitura; alterações sociológicas e tecnológicas; aumento e diversificação de competências; importância da formação de utilizadores para a literacia) QUESTÕES CENTRAIS PARA AS BIBLIOTECAS ESCOLARES

13 A leitura, problema social Crise de leitura e/ou crise das competências leitoras? QUESTÕES CENTRAIS PARA AS BIBLIOTECAS ESCOLARES Biblioteca, espaço de convergência e integração das novas necessidades de aprendizagem, de autonomia e de inclusão social

14 Educação e formação para aquisição da prática da leitura Compromisso efectivo de todos os que integram a sociedade QUESTÕES CENTRAIS PARA AS BIBLIOTECAS ESCOLARES


Carregar ppt "O PROGRAMA REDE DE BIBLIOTECAS ESCOLARES Madrid, 14 de Outubro de 2005."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google