A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A força da Juventude: 1 Jo. 2.13-14 Federação de Jovens \ I.P.C. de Curitiba.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A força da Juventude: 1 Jo. 2.13-14 Federação de Jovens \ I.P.C. de Curitiba."— Transcrição da apresentação:

1 A força da Juventude: 1 Jo Federação de Jovens \ I.P.C. de Curitiba

2 INTRODUÇÃO – Levantando Problemas I – Quem era o jovem na Bíblia? II – Quem era o jovem no século XX? (Desenvolvimento histórico) III – Quem é o jovem de hoje? REFLEXÕES

3 O despertamento dos jovens para outros valores; A redução da quantidade de jovens nas igrejas tem sido alvo de estudos; os números são alarmantes; Pesquisas indicam que a geração abaixo dos 35 anos está em falta nas igrejas da Europa, Canadá, Estados Unidos e Brasil. Na Grã- Bretanha, o incentivo à juventude tem sido através de maiores responsabilidades na liderança.

4 Conselhos aos jovens: 23 páginas na Bíblia Impressa; Há termos diferentes tanto no AT como no NT traduzidos por jovens; A palavra Adolescente não aparece na Bíblia. Foi usada pela 1ª vez em 1904, pela psicologia. Daí, alguns entendem que o jovem, na bíblia, abrange também este grupo; Alguns textos do NT parecem fazer uso da palavra jovens referindo-se à igreja, excetuando os anciãos (1 Pd e 1 Jo. 2,13-14); O jovem é apresentado como símbolo de força e vigor, além de expressar a existência perpetuada da nação de Israel. O jovem era escolhido no contexto militar; O jovem seria também alvo do julgamento de Deus.

5 Durante os primeiros anos do século XX, calcula-se que metade da força missionária no estrangeiro era constituída de estudantes voluntários. Neste período, cerca de jovens estudantes foram enviados para uma missão no exterior!

6 Ressaca da 2ª Guerra mundial; Filosofia Existencialista; Surgimento do Rockinroll americano (influência do Rádio); Revolução Cubana (Che Guevara, Fidel Castro)

7 Impacto da Jovem Guarda e a música importada; Guerra do Vietnã e movimentos de Contra-cultura (Hippies); Ditadura Militar no Brasil, Movimentos Estudantis e AI-5; Festivais da Canção na TV; Tropicália;

8 Milagre Econômico; Repressão política e censura; Volta dos Movimentos estudantis; Renascimento do Sindicalismo no ABC Paulista.

9 Anos 80 Economia abalada (inflação); O fim da Ditadura – Diretas já. Ascensão do Rock nacional e outros ritmos. Anos 90 Movimentos estudantis: Os Cara-pintadas aceleram o 1º impeachman no Brasil. Ritmos como o Funk e o hip-hop chamam a atenção da indústria cultural;

10 Maior autonomia em relação aos pais; Maior atribuição de responsabilidade à escola (por parte dos pais) quanto à formação educacional dos filhos; Maiores dificuldades por parte da escola quanto a acompanhar as mudanças comportamentais e os avanços tecnológicos; Maior demora ao entrar na vida trabalhista.

11 O jovem possui força, e precisa usá-la para o mais alto ideal: A Glória de Deus; Na carta de João, é dito por duas vezes, que os pais conhecem aquele que existe desde o princípio. Tal conhecimento será útil para alcançar o jovem. É dito por duas vezes que os jovens têm vencido o maligno. A Palavra que permanece é o instrumento desta força. O conhecimento e pregação da Palavra de Deus é o único meio eficaz para se alcançar uma juventude sujeita a tantas lutas e desilusões conforme se vê em nossa própria história.


Carregar ppt "A força da Juventude: 1 Jo. 2.13-14 Federação de Jovens \ I.P.C. de Curitiba."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google