A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Projeto P.A.I. (Prevenção de Acidentes Infantis) Dr. Marcelo Torrente Silva Cirurgião Pediátrico – Uropediatra.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Projeto P.A.I. (Prevenção de Acidentes Infantis) Dr. Marcelo Torrente Silva Cirurgião Pediátrico – Uropediatra."— Transcrição da apresentação:

1 Projeto P.A.I. (Prevenção de Acidentes Infantis) Dr. Marcelo Torrente Silva Cirurgião Pediátrico – Uropediatra

2 Dr. Marcelo Torrente Silva O que são Acidentes ? São lesões não-intencionais, leves ou graves, provocadas por ações sem a prévia intenção de causar o ferimento, e pode ter como conseqüências seqüelas e até mesmo a morte.

3 Cuidados com o Bebê

4 Dr. Marcelo Torrente Silva Cuidados com o Bebê Os bebês devem dormir em colchão firme, de barriga para cima, cobertos até a altura do peito, com lençol ou manta que estejam presos embaixo do colchão. O colchão deve estar bem preso ao berço (não mais que dois dedos de espaço entre o berço e o colchão) e sem qualquer embalagem plástica; Procure berços certificados conforme as normas do INMETRO. Fique atento aos espaços entre as grades de proteção do berço, que não devem ter mais que 6 cm de distância; Mantenha uma mão em seu bebê enquanto você troca as fraldas. Não deixe seu bebê sozinho em mesas, camas ou outros móveis, mesmo que seja por pouco tempo;

5 Dr. Marcelo Torrente Silva Sempre teste a temperatura da água do banho usando o dorso da mão ou o cotovelo; Compre somente brinquedos apropriados para o seu bebê, sem peças pequenas que podem engasgar as crianças. Verifique as indicações de idade do selo do INMETRO; Remova todos os brinquedos e travesseiros do berço quando seu bebê estiver dormindo, para evitar asfixia; Nunca coloque o berço, armários ou outros móveis próximos à janela. Instale telas ou grades de segurança nas janelas e sacadas, portões no topo e no pé das escadas. Não use andador com rodas (podem causar quedas em escadas, sacadas e piscinas). Prefira o cercado (chiqueirinho); Cuidados com o Bebê

6 Dr. Marcelo Torrente Silva Tipos de Acidentes com o Bebê Sufocação - pode ocorrer enquanto o rosto do bebê fica encoberto pelo lençol, travesseiro ou outra roupa de cama macia ou preso às grades do berço. Quando estão descobrindo o mundo com a boca, podem engasgar com comidas e outros objetos pequenos. Afogamento – grande parte dos casos com bebês acontece em banheiras. Na faixa etária até dois anos, mesmo vasos sanitários e baldes podem ser perigosos por falta de supervisão. Envenenamento - as crianças com até dois anos de idade correm maior risco de envenenamento não intencional por produtos de limpeza, plantas, fumaça de cigarro e medicamentos.

7 Dr. Marcelo Torrente Silva Automóveis – em uma colisão, uma cadeirinha de segurança instalada e usada corretamente reduz em 71% o risco de um bebê morrer. Quedas – entre as principais associações de quedas com bebês estão os móveis, as escadas e o andador (este último é responsável por mais acidentes que qualquer outro produto infantil destinado a crianças entre 5 e 15 meses). Queimaduras –entre seis meses e dois anos, são causadas por comidas quentes, líquidos derramados na cozinha, água quente da pia e da banheira. Tipos de Acidentes com o Bebê

8 Dr. Marcelo Torrente Silva São diversas a marcas e modelos de aparelhagem utilizada na tentativa de previnir ou minimizar um dano ou acidente nos cômodos da casa. A seguir, exemplos de pavimentos e utensílos práticos para proteção das crianças. Proteção pela casa

9 O Quarto

10 Babá eletrônica

11 Redutor de cordinhas ou puxadores de cortinas

12 Redutor de fiação

13 Sensores noturnos para iluminação

14 Protetores de tomadas

15 Trancas para portas

16 O Banheiro

17 Protetores acolchoados de torneiras

18 Termômetros de banheiras

19 Trancas para armários

20 Trancas para vasos sanitários

21 Protetores de tomadas

22 Travas para gabinetes

23 Travas para gavetas

24 A Sala

25 Redutor de fiação

26 Protetor de tomadas

27 Lacre para vídeo-cassete

28 Protetor de tomadas

29

30

31 Redutor de cordas de cortinas

32 Travas para portas

33 A Cozinha

34 Travas para fornos e geladeiras

35 Travas para gabinetes

36 Protetores de tomadas

37 Travas para gabinetes

38 Travas para gabinetes e gavetas

39 Travas para gavetas

40 O Carro

41

42 Retrovisor interno

43 Dr. Marcelo Torrente Silva Primeiros Passos do Meu Bebê

44 Dr. Marcelo Torrente Silva Primeiros Passos do Meu Bebê Caminhar é descobrir o mundo. Ao engatinhar, caminhar e correr pela casa, a criança explora o meio em que vive e descobre coisas novas todo tempo. Para descobrir quais os perigos dentro de casa, explore o am- biente da mesma maneira que a criança. Procure o que poderia ser atrativo, o que está ao alcance da criança, os perigos que es- tejam até 1m de altura e cheque pontas de móveis. Deixe o piso livre de objetos pequenos (botões, bolas de gude, tachinhas, moedas, pregos, tampas de canetas,...). Eles podem sufocar a criança.

45 Dr. Marcelo Torrente Silva Primeiros Passos do Meu Bebê Nunca deixe a criança sem supervisão perto da água independentemente da profundidade, pois a parte mais pesada das crianças pequenas é a cabeça e os membros superiores, por isso, perdem facilmente o equilíbrio quando inclinadas para a frente e podem cair em recipientes com água e afogar-se !!! Nunca deixe as crianças sem vigilância próximas a pias, vasos sanitários, banheiras e baldes. Esvazie-os e guarde-os de cabeça para baixo. Mantenha o vaso sanitário fechado e se trancas no banheiro. Mantenha medicamentos, produtos de limpeza e de higiene, facas e objetos pontiagudos em armários fora do alcance das crianças e trancados. Tire plantas venenosas do alcance da criança;

46 Dr. Marcelo Torrente Silva Primeiros Passos do Meu Bebê Evite móveis com vidro ou outro material que possa quebrar e cortar, e procure adquirir móveis com pontas arredondadas ou considere o uso de pontas de silicone (protetores de quinas). Cuidado com cortinas, persianas, cordas e enfeites, com os quais as crianças possam brincar, amarrar-se e sufocar-se. Crianças com menos de 6 anos nunca devem dormir em beliches. Se não tiver escolha, coloque grades nas laterais. Cubra as tomadas fora de uso (use protetores de tomada ou coloque móveis na frente delas).

47 Dr. Marcelo Torrente Silva Primeiros Passos do Meu Bebê Mantenha crianças longe da cozinha no prepara das refeições. Os cabos das panelas devem ficar virados para o lado de dentro do fogão. Cuidado com comidas, bebidas e outros objetos quentes. Mantenha álcool, líquido ou em gel, fósforos e isqueiros fora do alcance das crianças. Tenha em casa um kit de primeiros socorroskit de primeiros socorros num lugar de fácil acesso e procure ter perto de seu telefone os números de emergência.emergência

48 Colher Dosadora (ml) Bolsa de água quente Garrafa de água Luvas Descartáveis Lenços Agulhas (remoção de lascas) Esparadrapos (simples e mi- cropore) Gaze Sabão Algodão Solução anti-séptica (clorexidina) Pinça Cotonetes Termômetro Ataduras (simples ou elásticas) Tesoura Kit de Primeiros Socorros

49 Dr. Marcelo Torrente Silva Fundamentos de Primeiros Socorros PRIMEIRAS MEDIDAS 1.Tome providências para que o acidente não origine outros, e afaste perigos que poderiam complicar a situação. 2.Mande alguém imediatamente em busca de socorro médico. 3.Afaste da cena as crianças, os curiosos que não se disponham a ajudar e as pessoas que demonstrem medo ou ansiedade. 4.Se houver pessoas para ajudá-lo, distribua as ordens de modo a atender aos feridos com mais rapidez e eficiência.

50 Dr. Marcelo Torrente Silva Fundamentos de Primeiros Socorros CUIDADOS ESSENCIAIS 1. Só retire a vítima do local do acidente se isso for absolutamente necessário para livrá-la de perigos maiores (explosão, envenenamento por gás, desabamento) ou em casos em que levar o acidentando de imediato ao pronto-socorro é o único meio de salvar-lhe a vida. 2. Nunca dê líquidos a pessoas inconscientes. 3. Evite o pânico da vítima, das pessoas em volta e o seu próprio. O fato de manter-se calmo vai ajudá-lo a agir com mais eficiência, além de infundir confiança à vítima.

51 Dr. Marcelo Torrente Silva Fundamentos de Primeiros Socorros Examine-a rapidamente antes de agir, deitando a vítima de costas, com a cabeça de lado (para prevenir asfixia por vômitos ou por golfadas de sangue), desobstrua suas vias respiratórias (retirando eventuais detritos existentes no nariz ou na boca) e atente para os seguintes sinais: 1. Respiração · Respiração rápida e superficial pode indicar estado de choque · Respiração profunda e penosa pode significar obstrução das vias respiratórias ou doença cardíaca: desobstrua as vias respiratórias da vítima · Respiração com eliminação de sangue (pela boca e/ou pelo nariz) e tosse podem indicar dano nos pulmões, por fratura de costelas

52 Dr. Marcelo Torrente Silva Fundamentos de Primeiros Socorros 2. Pulso A pulsação normal nas crianças varia de 80 a 100. · Pulso fraco e rápido pode significar estado de choque · Ausência de pulso pode indicar parada cardíaca: inicie imediatamente a reanimação cardiopulmonar 3. Estado das pupilas ("meninas" dos olhos) · Pupilas contraídas podem indicar vício de drogas ou doenças que afetam o sistema nervoso central · Pupilas dilatadas podem significar estado de relaxamento e inconsciência, devido ataque cardíaco ou a envenenamento por drogas, álcool ou solventes · Pupilas desiguais denunciam traumatismos cranianos

53 Dr. Marcelo Torrente Silva Fundamentos de Primeiros Socorros 4. Cor da pele · Avermelhada pode indicar envenenamento por monóxido de carbono ou traumatismo craniano. Se o acidente for devido a intoxicação por gás, a vermelhidão logo cederá lugar ao arroxeamento; · Pele azulada ou arroxeada significa queda de oxigenação no sangue. Pode ocorrer nas paradas cardíacas e respiratórias em casos de obstrução das vias aéreas e em alguns tipos de envenenamento; · Pele pálida ou acinzentada indica circulação insuficiente e acompanha estados de choque e doenças cardíacas. 5. Estado de consciência Pergunte à vítima seu nome, onde está, qual o dia da semana etc. Respostas erradas podem significar traumatismos cranianos.

54 Dr. Marcelo Torrente Silva Fundamentos de Primeiros Socorros 6. Capacidade de movimentação · Paralisia de um dos lados do corpo, inclusive da face, pode indicar hemorragia cerebral ou intoxicação por drogas · Paralisia das pernas pode indicar fratura de coluna. 7. Reação a dor A incapacidade de movimentos geralmente está associado à insensibilidade a dor. Queixa de torpor ou formigamento nas extremidades pode significar trauma na coluna. 8. Temperatura do corpo · Menos que 36º C, nas axilas, pode indicar estado de choque, hemorragias. Temperaturas mais altas que o normal podem ser decorrência de febre ou de exposição a calor excessivo.


Carregar ppt "Projeto P.A.I. (Prevenção de Acidentes Infantis) Dr. Marcelo Torrente Silva Cirurgião Pediátrico – Uropediatra."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google