A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Carnes 2007 e 2016 ( milhões t) Produção: 273 para 304 Bovina: 67 para 76,4 (14,6%) Suína: 111 para 129 (16,7%) Frango: 83 para 99 (18,3%) Exportação:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Carnes 2007 e 2016 ( milhões t) Produção: 273 para 304 Bovina: 67 para 76,4 (14,6%) Suína: 111 para 129 (16,7%) Frango: 83 para 99 (18,3%) Exportação:"— Transcrição da apresentação:

1

2 Carnes 2007 e 2016 ( milhões t) Produção: 273 para 304 Bovina: 67 para 76,4 (14,6%) Suína: 111 para 129 (16,7%) Frango: 83 para 99 (18,3%) Exportação: Bovina: 5,9 para 7,1 (BR 40%) Suína: 4,1 para 4,6 (BR 23%) Frango: 5,5 para 6,7 (BR 44%) BR primeiro em bovina e frango TENDÊNCIAS DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL Fontes: Prof. Doutor Eugeno Stefanelo

3 Avicultura 2006/07 e 2017/18 em milhões t Recorde de produção e exportação Produção: 9,8 e 14,4 (47%) Exportação: 3,0 e 4,5 (50%) Consumo: 6,8 e 9,9 (46%) TENDÊNCIAS DO AGRONEGÓCIO - BRASIL Fontes: Prof. Doutor Eugeno Stefanelo

4 A criação de frango de corte é a atividade que tem se destacado entre os produtores rurais da região, sendo, especificamente, motivada pelo sistema de integração. O contrato de integração é o sistema de produção mais presente no setor avícola brasileiro. Esse fato se deve à: Possibilidade de implantação do sistema em pequenas propriedades, que buscam atividades que propiciem outras rendas; certeza de uma renda no final da criação, que depende exclusivamente do criador; Pagamento baseado no índice zootécnico conhecido como Conversão Alimentar Corrigida (CAC). Facilidades oferecidas pela empresa integradora no processo de criação; redução dos riscos inerentes às atividades produtivas; SISTEMA DE INTEGRAÇÃO

5 Desinfecção do aviário; Alojamento de pintos de um dia; Fornecimento de medicamentos e vacinas de uso veterinário; Fabricação e fornecimento de rações devidamente balanceadas de acordo com cada fase de vida da ave; Assistência técnica e veterinária; Retirada e o transporte das aves adultas do aviário para o abatedouro. INTEGRADORA Fábrica de Rações da Itabom

6 Construção do galpão; Aquisição e instalação dos respectivos equipamentos, de acordo com as determinações da integradora; Manter instalações e equipamentos em perfeita condições de uso para atender as necessidades técnicas de manejo e sanidade das aves; Fornecimento de mão-de-obra necessária à criação; Arcar com custos de energia elétrica para iluminação, aquecimento e ventilação; Aquisição da cama para forrar o piso dos aviários, em quantidade suficiente e tecnicamente recomendada. Disponibilidade de água de boa qualidade; Manter as estradas de acesso as granjas sempre em boas condições de uso. INTEGRADO

7 A idade média de abate é de 45 (quarenta e cinco) dias; O período médio entre o carregamento de um lote e o alojamento do próximo lote é de 15 (quinze) dias, podendo variar conforme disponibilidade de pintos e programação de abate; Dessa forma é possível criar de 5 a 6 (cinco a seis) lotes por ano; A desinfecção do galpão é gratuita, basta o integrado limpar ou lavar o aviário de acordo com a orientação técnica. O ideal é que o galpão seja lavado e desinfetado pelo menos 7 (sete) dias antes do alojamento do outro lote, período denominado de Vazio Sanitário. CICLO DE CRIAÇÃO

8 PADRÃO DE ALOJAMENTO A fim de manter as condições de Bem Estar Animal e a eficiência na criação das aves a empresa adota como padrão o alojamento de 32 (trinta e dois) quilos de carne por metro quadrado; Considerando o peso médio de 2,7 quilos por ave ao abate, aloja-se 12 (doze) aves por metro quadrado; No caso de aviários climatizados com pressão negativa pode-se alojar até 13 (treze) aves por metro quadrado e o pagamento será bonificado com R$ 0,03 por ave durante doze lotes ou R$ 0,05 por ave durante seis lotes, como incentivo à construção de aviários com essa nova tecnologia; Esse número de aves por metro quadrado poderá ser maior de acordo com avaliação técnica. Para que o sistema de integração seja viável é necessário que o integrado ofereça um galpão com no mínimo (mil) metros quadrados, propiciando um alojamento de (doze mil) aves. Outro fator limitante é a distância do aviário até a fábrica de rações, que deve se enquadrar em um raio máximo de 120 (cento e vinte) kilometros de Itapuí, SP.

9 CONSTRUÇÃO DO AVIÁRIO 1 - Terraplenagem 2 - Escolha do tipo de construção 3 - Tipo de cobertura 4 - Piso do aviário 5 - Tipos de equipamentos Comedouros Bebedouros Controle de Ambiente

10 A terraplenagem é a etapa inicial para a construção do aviário; A escolha do local irá influenciar diretamente no custo inicial da obra; CONSTRUÇÃO DO AVIÁRIO 1 - TERRAPLANAGEM

11 CONSTRUÇÃO DO AVIÁRIO 2 – ESCOLHA DO TIPO DE CONSTRUÇÃO MADEIRA

12 MADEIRA E CONCRETO CONSTRUÇÃO DO AVIÁRIO 2 – ESCOLHA DO TIPO DE CONSTRUÇÃO

13 ESTRUTURA METÁLICA E CONCRETO CONSTRUÇÃO DO AVIÁRIO 2 – ESCOLHA DO TIPO DE CONSTRUÇÃO

14 TELHAS DE BARRO CONSTRUÇÃO DO AVIÁRIO 3 – TIPOS DE COBERTURA TELHAS DE CIMENTO

15 4 – PISO DO AVIÁRIO O piso do aviário não deve possuir desnível no sentido longitudinal; Pode existir um pequeno desnível lateralmente, a fim de facilitar o escoamento da água no momento da limpeza. CONSTRUÇÃO DO AVIÁRIO

16 5 – TIPOS DE EQUIPAMENTOS COMEDOUROS CONSTRUÇÃO DO AVIÁRIO TUBULARAUTOMÁTICO

17 PENDULAR - MANUALNIPPLE - AUTOMÁTICO 5 – TIPOS DE EQUIPAMENTOS BEBEDOUROS CONSTRUÇÃO DO AVIÁRIO

18 CONVENCIONAL - VENTILADORES PRESSÃO NEGATIVA - EXAUSTORES 5 – TIPOS DE EQUIPAMENTOS CONTROLE DE AMBIENTE CONSTRUÇÃO DO AVIÁRIO

19 5 – TIPOS DE EQUIPAMENTOS CONTROLE DE AMBIENTE CONSTRUÇÃO DO AVIÁRIO DARK HOUSE - CONSTRUÇÃO

20 DARK HOUSE 5 – TIPOS DE EQUIPAMENTOS CONTROLE DE AMBIENTE CONSTRUÇÃO DO AVIÁRIO

21 Construção Convencional

22 PREVISÃO DE INVESTIMENTO 1 barracão R$ Construção Cívil - Barracão 150mt x 14 mt = m ,00 Equipamentos para granja ( Niplle) ,00 Total ,00 QUITAÇÃO DE INVESTIMENTO

23 CUSTO DE CRIAÇÃO Total AvesNº Funcionários ComposiçãoTotal R$CustoRepresentaçãoHistórico por Cabeça% Energia Elétrica 650,000,025013,55% Gasto com Energia Elétrica no lote Aquecimento 1.053,000,040521,95% Gasto com aquecimento Palha 1.183,000,045524,66% 1 caminhões Mão-de-Obra 1.651,000,063534,42% Salário R$ 500,00 + encargos 65% Manutenção Preventiva 260,000,01005,42% Gastos Extras no lote (Equipament.) Total Custo (Criação) 4.797,000, ,00%

24 Aves Retornadas ==========> Valor pago por Ave ========> R$ 0,33Média Qtd. de Fundo de Granja ===>39 ton. Valor Ton. Fundo de Granja => R$ 60,00Média RECEITAS Rendimento Bruto por Lote =>R$ 8.279,70 Venda do Fundo de Granja ==> R$ 2.340,00 Total Receitas ============> R$ ,70 DESPESAS Custos Criação ===========>R$ 4.797,00 Total Despesas ==========>R$ 4.797,00 Lucro % Lucro Líquido (Lote)=R$5.822,70 54,83% Lucro Líquido (Mês)=R$2.911,35 Pgto. Investimento = 6 anos CONCLUSÃO

25 Construção Pressão Negativa

26 PREVISÃO DE INVESTIMENTO 1 barracão R$ Construção Cívil - Barracão 150mt x 14 mt = m ,00 Equipamentos para granja ( Niplle) ,00 Total ,00 QUITAÇÃO DE INVESTIMENTO

27 CUSTO DE CRIAÇÃO Total AvesNº Funcionários ComposiçãoTotal R$CustoRepresentaçãoHistórico por Cabeça% Energia Elétrica 650,000,023213,55% Gasto com Energia Elétrica no lote Aquecimento 1.053,000,037621,95% Gasto com aquecimento Palha 1.183,000,042224,66% 1 caminhões Mão-de-Obra 1.651,000,058934,42% Salário R$ 500,00 + encargos 65% Manutenção Preventiva 260,000,00925,42% Gastos Extras no lote (Equipament.) Total Custo (Criação) 4.797,000, ,00%

28 Aves Retornadas ==========> Valor pago por Ave ========> R$ 0,38Média Qtd. de Fundo de Granja ===>42 ton. Valor Ton. Fundo de Granja => R$ 60,00Média RECEITAS Rendimento Bruto por Lote =>R$ ,60 Venda do Fundo de Granja ==> R$ 2.520,00 Total Receitas ============> R$ ,60 DESPESAS Custos Criação ===========>R$ 4.797,00 Total Despesas ==========>R$ 4.797,00 Lucro % Lucro Líquido (Lote)=R$7.990,60 59,960% Lucro Líquido (Mês)=R$3.995,30 Pgto. Investimento = 5 anos e 6 meses CONCLUSÃO

29 COMPARATIVO RETORNO DO INVESTIMENTO AVIÁRIO CONVENCIONAL – 6 ANOS AVIÁRIO PRESSÃO NEGATIVA – 5,5 ANOS

30


Carregar ppt "Carnes 2007 e 2016 ( milhões t) Produção: 273 para 304 Bovina: 67 para 76,4 (14,6%) Suína: 111 para 129 (16,7%) Frango: 83 para 99 (18,3%) Exportação:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google