A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia1 UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE FACULDADE DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA Ramo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia1 UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE FACULDADE DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA Ramo."— Transcrição da apresentação:

1 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia1 UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE FACULDADE DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA Ramo de Construção Mecânica TRABALHO DE LICENCIATURA Tema: Elaboração de processo tecnológico de construção duma estação de serviço Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Supervisor: Prof. Dr. Engº. Alexandre Kourbatov

2 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia2 Objectivos: 1.Projecção da estação serviço de abastecimento de combustível 2.Elaboração de processo tecnológico de construção duma estação de serviço 3.Dimensionamento dum dispositivo de elevação de carga

3 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia3 1. Projecção da estação de serviço Localização do local de instalação

4 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia4 Determinação da capacidade -Contagem de carros que passam - Avaliação da quantidade das estações na zona -Avaliação dos acessos -Estimar a quantidade de carros que podem entrar

5 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia5 Exemplo da determinação da capacidade Exemplo da determinação da capacidade Número de carros que passam e que entram por hora Período de picoPeríodo morto Período 5 às 9 11 às às 21Média/h 9 às às às 5 Média/ h N ceh N cph

6 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia6 a) Cálculo de número de carros que entram na estação b) Cálculo de número de carros que passam Nced = Ncep + Ncem (2) c) Cálculo de número de carros que entram por dia Ncpd = Ncpp + Ncpm (2´) d) Cálculo de número de carros que passam por dia

7 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia7 Período picoPeríodo mortoTotal por dia N cep [Carros/dia] N cep [Carros/dia] N cep [Carros/dia] N cep [Carros/dia] N cep [Carros/dia] N cep [Carros/dia] Resultados de cálculo

8 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia8 Disposição dos acesso Disposição dos acesso NovaAntiga

9 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia9 Selecção dos serviços básicos -Abastecimento de combustível -Lavagem de carros -Reparação de pneus -Venda de produtos básicos Selecção do equipamento básicos -Bombas de abastecimento de combustível -Tanques de combustível -Máquina de lavagem de carros -Máquina de balanceamento de pneus - Máquina de desmonte de pneus -Máquina de vulcanização de pneus -Compressor

10 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia10 Exemplo de equipamento usado Bomba Compressor Máquina de desmonte Máquina de vulcanização

11 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia11 Determinação da quantidade de equipamento Determinação da quantidade de equipamento Qcd = Nced * q Determinação da quantidade do depósitos Determinação da quantidade do depósitos Stock Semanal e quantidade de depósitos Stock de combustível Ritmo de de produção TipoGasolina S/ Chumbo Gasolina SuperGasóleoPetróleo de iluminação Combustível [l] Depósitos1121

12 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia12 Determinação da área da estação Determinação da área da estação S Ti = S t + S t ´ S t = S s (1+N)(1+K) Área de cada sector da estação Área de cada sector da estação Área total para cada equipamento Área total para cada equipamento Área para cada equipamento Área para cada equipamento

13 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia13 S t ´= S s (1+K + NK) S s = C * L Área estática Área estática Área para o armazenamento Área para o armazenamento Área posto de abastecimento [m 2 ] Área da loja de conveniências [m 2 ] Área do sector reparação de pneus [m 2 ] Área da estação [m 2 ] Áreas dos sectores

14 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia14 2. Parte tecnológica - canopy

15 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia15 Analise construtiva e tecnológica da sapata Analise construtiva e tecnológica da sapata

16 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia16 Defeitos de colocação Escolha das bases tecnológicas Escolha das bases tecnológicas FresagemBrocagem

17 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia17 Sequência e rota de tratamento Sequência e rota de tratamento

18 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia18 Regimes de corte - Brocagem Regimes de corte - Brocagem Ferramenta: Broca helicoidal Ø18; P6 M5, C bt = C f + 2D, Cb = 70 mm e 2 φ=118º Profundidade de corte: e = 9 mm Avanço teórico : A vt = 0,49 mm/ volta, pela tabela O material da peça: aço de liga ao Mn e Si, marca 17ГC, σr = 550 MPa Avanço corregido : A v = A vt * K ls * K ps, A v = 0.37 mm/ volta Avanço da máquina : A vm = 0.25 mm/ volta

19 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia19 Frequência de rotações: Velocidade de corte real: Velocidade de corte:

20 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia20 e [mm]A vm [mm/v]n m [rpm]V r [m/min]F a [N]M t [N.m ] N m [kW] Tabela de resultados Potência: Força: Verificação dos Regimes de corte Verificação dos Regimes de corte Momento: Verifica-se que N c > N m * η; a máquina não serve; reduz - se a velocidade de corte.

21 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia21 3. Descrição da montagem da canopy

22 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia22 Descrição da construção Descrição da construção 4. Dimensionamento da torre de elevação

23 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia23 Escolha do cabo e do tambor Escolha do cabo e do tambor F p = m.g Dt = Dc * Kt Então D c = 10mm C c = 3H + πDr – ht + 2πDt C t = n * dc

24 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia24 Torque e Braço Torque e Braço M t2 = 441* 10 3 Nmm b = 345 mm M t1 = 110* 10 3 Nmm

25 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia25 Esquema de carregamento e diagrama dos esforços Esquema de carregamento e diagrama dos esforços RAX - F1 senα - F2 senα - F3 senα = 0 RAZ - F1 cosα - F2 cosα - F3 cosα - P2 = 0 MAY = 2aF1 cosα - F2 bcosα = 0 R BX + R CX – R AX = 0 R BZ + R CZ – R AZ = 0 M AY - M BY - M BC = 0

26 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia26 R LZ = R DX R LZ = R DZ M DX = M LX M DZ = M LZ M DY - R LX * b 2 = 0 R EX = R FX = R DX R EZ = R FZ = R DZ -M EX + M DX + R DZ *a 6 = 0 M EY = M DY M EZ - M DZ - R DX a 6 = 0

27 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia27 -RBZ + REZ + RGZ = 0 -RBX - REX – RGX = 0 -MBX - MEX + MGX = 0 MBZ - MEX - MGX = 0 - MBY - MEY + RBZ b7 - REX a7 + MGY = 0 R HZ + R IZ - R GZ = 0 - R HZ * b 8 + R GZ * a 8 - M GY = 0

28 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia28 Momentos: Momentos máximos dos elementos Elementos M máx [Nm] Secção do elemento 3 ( mais carregado): Tensão admissível

29 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia29 Momentos de resistência a flexão: Escolhe-se tubo com 180 x 180 x 6 mm, W = 223 * 10 3 mm Resistência dos pilares Tensão admissível

30 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia30 Secção do elemento 4 ( veio do tambor) Secção do elemento 5 (suporte do veio do tambor) Escolhe-se tubo com 60 x 60 x 6 mm, W = 14.1 * 10 3 mm

31 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia31 Conclusão Foi elaborada metodologia de projecção duma estação de serviço Foi feita a analise construtiva da canopy Foi feita a elaboração da documentação construtiva e tecnológica para a obtenção da sapata superior do pilar Foi elaborada a sequência de montagem da canopy Foi feita a elaboração da documentação construtiva e da torre de elevação Foi feito o dimensionamento da torre de elevação de carga

32 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia32 Recomendações Recomenda –se a utilização da metodologia deste trabalho para projecção de novas estações de serviço Recomenda-se a utilização da sequência de montagem deste trabalho na montagem das canopys Recomenda – se que para o fabrico de canopys deve ser elaborado o processo de fabrico das outras peças Recomenda-se o fabrico de todas peças numa oficina e fazer –se a montagem com todas as prontas Recomenda –se o uso da torre de elevação na montagem das canopys A carga máxima elevada pela torre não deve exceder a 1000 kg

33 Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia33 FIM OBRIGADO


Carregar ppt "Autor: Paulino, Cremildo Pinoca Faculdade de engenharia1 UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE FACULDADE DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA Ramo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google