A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal CADERNOS REFERENCIAIS DE EDUCAÇÃO FISCAL PARA EDUCADORES: um diagnóstico avaliativo. abril/2013.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal CADERNOS REFERENCIAIS DE EDUCAÇÃO FISCAL PARA EDUCADORES: um diagnóstico avaliativo. abril/2013."— Transcrição da apresentação:

1 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal CADERNOS REFERENCIAIS DE EDUCAÇÃO FISCAL PARA EDUCADORES: um diagnóstico avaliativo. abril/2013

2 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal NÃO SEI... Não sei... se a vida é curta... ou longa demais para nós. Mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas. (...) Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina Cora Coralina Pensando uma Introdução

3 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Cidadania é a possibilidade de o ser, naturalmente humano e sensível, conscientemente, conhecer os meios de prover a si e aos outros das condições de acesso a uma vida digna, como ator preparado e engajado tanto na formulação dos instrumentos legais quanto nas ações de melhoria. Introdução

4 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal O Programa Nacional de Educação Fiscal - PNEF é, nos dias atuais, o meio pelo qual a sociedade poderá conhecer melhor a relação estado-sociedade... O grande diferencial de ação do PNEF é sua atuação junto às escolas. Introdução

5 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal No Estado de Minas Gerais, o Grupo de Educação Fiscal Estadual - GEFE, como forma de disseminação do Programa de Educação Fiscal, atua junto aos Educadores no sentido de organizar a construção coletiva de um Caderno Referencial de Educação Fiscal, que observa em sua elaboração as características e peculiaridades de cada localidade. Introdução

6 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal PNEF SERVIÇO PÚBLICO Sensibilização Visibilidade Capacitação ESCOLAS Eixos //Ações Sociedade

7 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Língua Portuguesa História Matemática Educação Artística Geografia Ensino Religioso Educação Física Ciências Temas transversais Matérias curriculares Educação Fiscal ÉticaSaúde Meio Ambiente Pluralidade cultural Orientação sexual Trabalho e consumo

8 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Níveis de Vinculação VÍNCULO HENRIQUES,Márcio S. (org.). Comunicação e estratégias de mobilização social. Belo Horizonte: Autêntica: Pontos a considerar

9 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Espiral do Conhecimento Fonte: Nonaka, I e Takeuchi, H, 1997 – Criação do Conhecimento na Empresa.

10 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Levar adiante um programa deste porte, e desta importância, não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua produção ou a sua construção Pinceladas de Paulo Freire Paulo Freire – Pedagogia da Autonomia

11 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Tripé de relacionamento do currículo na escola Pinceladas de Najla Veloso

12 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Metodologia 2003 Pará de Minas Governador Valadares Patos de Minas

13 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Quadro Geral

14 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Cadernos de Educação Fiscal

15 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal A rotina de produção dos Cadernos de Educação Fiscal segue uma linha de ação comum: a)Escolha do município; b)Seminário de capacitação; c)Oficinas de trabalho e discussão de temas escolhidos; d)Finalização dos temas; e)Diagramação e impressão; f)Seminário de lançamento g)Distribuição. Metodologia

16 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Em função da especificidade da pesquisa, avaliamos os seguintes pontos: a) Escolha do município trabalhado, em função da existência ou não do Caderno Referencial; b) Como foram escolhidos os participantes do evento inicial; c) Como se deu o desenvolvimento do seminário ; d) Como se deu a organização das oficinas ; e) Como ocorreu a finalização, e o processo gráfico; f) Se existe uma utilização plena do material; g) Avaliação global do evento. Metodologia

17 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Resultados Universo Munic í pios Atores Documentos Recebidos % Educadores e T é cnicos Divin ó polis % Governador Valadares % Lavras % Par á de Minas % Po ç os de Caldas % Total % José E agora, José? A festa acabou, a luz apagou, o povo sumiu, a noite esfriou, e agora, José? e agora, você? você que é sem nome, que zomba dos outros, você que faz versos, que ama, protesta? e agora, José?

18 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Números da Pesquisa Os n ú meros da pesquisa Itens Quantidade Observa ç ões N º de perguntas do question á rio 73 Perguntas diretas com respostas pr é -definidas Perguntas diretas para avalia ç ão com notas de 0 a O pesquisado deveria avaliar cada item individualmente, com nota de 0 a 10. itens marcados n ú mero de respostas marcadas no question á rio Coment á rios as questões Coment á rios realizados para descrever a resposta marcada na questão. Question á rios devolvidos 223 N º de question á rios que foram devolvidos at é o fechamento do estudo.

19 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Sobre o participante

20 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Sobre o Seminário

21 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Sobre as Oficinas

22 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Sobre a finalização

23 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Sobre a Utilização

24 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Sobre a Avaliação

25 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Conclusão Mais do que números, temos que destacar as informações recebidas em cada questionário, onde cada participante colocava um pouco de si nos comentários que fazia sobre cada uma das etapas de construção do Caderno Referencial.

26 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Conclusão A certeza de que o trabalho atingiu os seus objetivos é o fato de que em nenhum dos questionários recebidos havia a informação conclusiva de que foi tempo perdido, de que não valeu o esforço em realizá-lo.

27 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Conclusão A aceitação e utilização dos Cadernos Referenciais de Educação Fiscal produzidos na atividade denominada Capacitação de Professores atingiu os objetivos inicialmente previstos para esta modalidade de disseminação dos conteúdos do Programa de Educação Fiscal.

28 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Nossa convicção... informação conhecimento mudanças É a de que a informação esclarece e fortalece o cidadão, se transforma em conhecimento e viabiliza as mudanças de que necessita a Sociedade.

29 Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal Obrigado Luiz Antonio Zanon


Carregar ppt "Encontro Internacional de Intercâmbio Técnico em Educação Fiscal CADERNOS REFERENCIAIS DE EDUCAÇÃO FISCAL PARA EDUCADORES: um diagnóstico avaliativo. abril/2013."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google