A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Primeira Revolução Industrial; A Segunda Revolução Industrial; Resultados Gerais;

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Primeira Revolução Industrial; A Segunda Revolução Industrial; Resultados Gerais;"— Transcrição da apresentação:

1 A Primeira Revolução Industrial; A Segunda Revolução Industrial; Resultados Gerais;

2 Desenvolvimento do Capitalismo: esteve ligado principalmente ao processo de circulação de mercadorias – COMÉRCIO = FONTE DE CAPITAIS; Século XVIII – iniciou-se na Inglaterra uma mudança profunda na estrutura capitalista, com seu foco de deslocando para o processo de PRODUÇÃO DE MERCADORIAS; Aspecto mais visível dessa mudança foi a MECANIZAÇÃO INDUSTRIAL – processo que ficou conhecido como REVOLUÇÃO INDUSTRIAL

3 TRÊS FATORES EXPLICAM A INDUSTRIALIZAÇÃO PRECOCE AS INGLATERRA: (1) O acúmulo de capitais provenientes do comércio Desde o século XVII, a Inglaterra foi a Nação Capitalista que enriqueceu mais rapidamente. Contribuíram os Atos de Navegação (1651) estimularam a construção naval e o comércio inglês; Império Colonial – Tratado de Methuen (1703) – assinado com Portugal, abriu, na prática, as portas deste país e de sua grande colônia americana; Guerra dos Sete Anos: ampliou os domínios coloniais, principalmente no Oriente e diminuiu o poder da França – a Inglaterra foi assumindo a posição de potência econômica e política;

4 (2) Implantação precoce de um governo burguês: Desde as revoluções do século XVII (Puritana e Gloriosa), a Inglaterra passou a ter um governo burguês – integralmente comprometido com o estímulo dos negócios; Banco da Inglaterra = investimentos econômicos; Companhia das Índias (empresa colonial): estimulou a produção de algodão, matéria prima básica da sua futura indústria têxtil;

5 (3) O processo dos cercamentos: Revolução agrícola: abriu caminho para uma série de mudanças na Inglaterra – cercas instaladas nas terras dos campos abertos ou de uso comum, nos fins da Idade Média e na Idade Moderna, para criação de ovelhas e produtos agrícolas; Enormes contingentes de trabalhadores provocou um êxodo rural; Amplos setores da aristocracia rural inglesa transformaram-se em fazendeiros capitalistas; Excedentes agrícolas: alimentaram a população urbana; Nos séculos XVII e XVIII: a Inglaterra tornou-se autossuficiente na produção de alimentos

6 Disponibilidade de ferro e carvão nas Ilhas Britânicas, matérias primas fundamentais para a construção e funcionamento de máquinas; Início da Industrialização: Setor Têxtil; Três máquinas: (1) Máquina de Fiar James Hargreaves (1767) – operada por um único operário e capaz de fiar, ao mesmo tempo, 80 quilos de fibra de algodão; (2) Tear Hidráulico de Richard Arkwright (1768) – mais tarde aperfeiçoado por Samuel Crompton; (3) Tear Mecânico de Edmund Cartwright (1985).

7 James Hargreaves (1767)Edmund Cartwright (1785)

8 O avanço da Tecnologia produziu maior eficiência na produção; Máquinas a vapor tinham sido inventadas por Thomas Newcomen (1712) e aperfeiçoadas por James Watt (1765) – quando acopladas aos teares produziam em um ritmo muito maior; Multiplicação do capital investido na indústria: também foi direcionado para novos e importantes setores – MEIOS DE TRANSPORTE (trens, navios); A Revolução Industrial ocorreu na Inglaterra e se expandiu pela Europa, atingindo a Bélgica, França, Itália, Alemanha e Rússia; No século XIX a Revolução Industrial chegou aos Estados Unidos e Japão.

9 Segunda Metade do Século XIX: a revolução Industrial ganhou novo impulso com o desenvolvimento de novas técnicas, novos setores industriais, novas fontes de energia, meios de transporte e comunicação; TÉCNICA: Processo Bessemer – produção de aço – mais resistente do que ferro fundido, o aço tornou possível a construção de máquinas mais resistentes e eficientes; TÉCNICA: Linha de Produção Mecanizada – esteiras rolantes transportavam os produtos que iam sendo produzidos em série – a velocidade da produção deixou de ser definida pela habilidade dos trabalhadores, passando a ser determinada pela máquina;

10 Henry Bessemer ( ) Linha de Produção Mecanizada Frederick Taylor ( )

11 INDÚSTRIA QUÍMICA: derivados de petróleo passaram a ser usados como fonte de energia, bem como a eletricidade; TRANSPORTES: Tecnologias a vapor, aplicadas em locomotivas, cada vez mais sofisticadas, tornando possível a criação de uma densa rede ferroviária; Construção de Navios; Desenvolvimento do telégrafo e, pouco mais tarde, do telefone; Motor de combustão interna: posteriormente possibilitou a produção de automóveis; Imensos conglomerados industriais surgiram, destacando-se, nesse processo as holdings, os cartéis e os trustes;

12 (1) Holdings: grandes instituições financeiras que possuem controle acionário de várias outras empresas; (2) Cartéis: são grandes empresas independentes, produtoras de mercadorias de um mesmo ramo, que se associam para evitar a concorrência, estabelecendo divisão de mercado, definindo preços e, assim, dominando horizontalmente a produção; (3) Trustes: representam a fusão de diversas empresas – TRUSTE HORIZONTAL: compra de todas as concorrentes; TRUSTE VERTICAL: quando uma empresa compra várias outras, até controlar todas as etapas do processo produtivo.

13 (1) Ver. Industrial: responsável por profundas mudanças na estrutura socioeconômica europeia mundial; (2) Completa separação capital/trabalho com o fim das estruturas corporativas artesanais; (3) Burguês proprietário, dono das ferramentas, máquina, matéria-prima, instalações, do conhecimento técnico; (4) Trabalhador: se transformou em mero complemento da máquina, simples força física; (5) Lucros: controlado pelos burgueses, cabendo aos operários o salário;

14 EXPLORAÇÃO DOS TRABALHADORES: Jornada de trabalho, salários baixos, péssimas condições de trabalho; Surgiram na Inglaterra, os trade unions (sindicatos) e, junto com eles, seu principal instrumento de luta: AS GREVES; 1811: Movimento Luditta: Destruidores de Máquinas; Primeiro movimento político organizado por operários: Cartismo – que visava, sobretudo, a implantação do voto secreto universal masculino;

15 Globalização ou Mundialização do Capital? Exploração capitalista: O caso da África? Lutas por áreas de influência = Guerras! Terceira Revolução Industrial: Biotecnologia – engenharia genética, clonagem, etc...); Química Fina – novas ligas e materiais resistentes; Microeletrônica – computação, comunicações e rebótica.


Carregar ppt "A Primeira Revolução Industrial; A Segunda Revolução Industrial; Resultados Gerais;"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google