A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CONSELHO NACIONAL DO LAICATO DO BRASIL CNLB. SOMOS HERDEIROS DE UMA CAMINHADA O CNLB já passou dos 30 anos Existe graças à abnegação de um conjunto de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CONSELHO NACIONAL DO LAICATO DO BRASIL CNLB. SOMOS HERDEIROS DE UMA CAMINHADA O CNLB já passou dos 30 anos Existe graças à abnegação de um conjunto de."— Transcrição da apresentação:

1 CONSELHO NACIONAL DO LAICATO DO BRASIL CNLB

2 SOMOS HERDEIROS DE UMA CAMINHADA O CNLB já passou dos 30 anos Existe graças à abnegação de um conjunto de Leigos e Leigas que viveram e vivem para construí-lo A partir da década de 20 => Ação Católica Laicidade no interno da Igreja Eclesialidade no coração do mundo

3 Vaticano II => Igreja Povo de Deus Neste modelo de Igreja, todos têm função, juntos na corresponsabilidade da única missão que só pode ser alcançada na profunda unidade, na perfeita comunhão. ANTES => Os Leigos e Leigas eram os braços do episcopado no tecido humano da sociedade HOJE => são (ou devem ser) sujeitos de sua própria ação como cristãos

4 O múnus sacerdotal, profético e régio lhes advem do próprio Batismo e não de um outro sujeito eclesial Somos o resultado do Concílio Vaticano II: Deixamos de ser dóceis crianças levadas pela mão da hierarquia e passamos a ser membros do Povo de Deus a título pleno Somos, pelo nosso Batismo, totalmente habilitados a sermos plenamente Igreja e a evangelizar, quer nas pastorais, quer na ação como cristãos no mundo

5 Igreja é Comunhão, ou não é Igreja. Comunhão não supõe linearidade, nivelamento, extinção das diferenças. Ao contrário! A comunhão se dá exatamente na diferença. Mas comunhão não se dá entre sujeito e objeto. Comunhão entre sujeito e objeto é fetiche. Comunhão só se dá entre sujeitos. E sujeito só é sujeito se tiver esta consciência. Assim, a Igreja só é comunhão quando nela se relacionam sujeitos, todos portadores de uma consciência crítica de seu caráter de sujeito. É para isso que existe o Conselho de Leigos e Leigas: para a constituição do laicato como sujeito eclesial, para que, a partir disso, a comunhão se faça.

6 O Conselho de Leigos e Leigas não buscará estabelecer significados para as pastorais, os movimentos, ou mesmo para as demais vocações. Apenas buscará fazer com que os leigos das pastorais e dos movimentos se entendam como sujeitos eclesiais laicais assim ajam, e, na relação com as demais vocações, contribuirá para especificar mais e melhor a sua, contribuindo, também, para o aprofundamento da consciência das demais.. O organismo laical, portanto, tem a única função de construir o sujeito eclesial laical. E isto ele o faz através da organização, do diálogo, da formação, do estudo

7 Se não existisse o CNLB, teríamos que construí-lo -Não existe porque queremos -Um organismo que congregue os leigos e leigas é uma absoluta necessidade IGREJA NO BRASIL: 6 Organismos de Comunhão Eclesial: CNBB, CNP, CND, CRB, CNIS e CNLB

8 Os Leigos e Leigas só vão adquirir a consciência da plenitude vocacional a partir da missão a partir da formação Esta tarefa de formação cabe ao CNLB por excelência, por seu caráter agregador A essência do membro do CNLB é o seu ser leigo O Leigo e a Leiga devem ser sujeitos e não objetos da evangelização, que exige antes uma formação que ajude na construção de uma consciência de comunhão eclesial

9 O Organismo Laical numa Mudança de Época -Período da Cristandade -Valores são contestados e ultrapassados -Nasce a modernidade => gera um homem que se basta, com potência de realização infinita, centro e fim de si mesmo e da história => Não precisa de símbolos e instituições religiosas para viver -Este modelo civilizatório entra em crise

10 Este modelo civilizatório entra em crise porque todas as instituições que o compõe entraram em crise também: -O Estado Nacional -A Democracia Representativa -O Sistema Econômico -A Família -Os Símbolos Religiosos

11 As Religiões entraram em crise Não existe a Religião, mas a minha Religião => Supermercado da Fé O Cristianismo entra em Crise A IGREJA entra em crise Não é mais a oferta, mas, sim, mais uma das ofertas para a consciência dos homens e mulheres de nossa época

12 -As instituições estão sendo questionadas -A Igreja é a instituição de vida mais prolongada -Comblin => Não há mais lugar pra o clericalismo -Os questionamentos deste século não podem ser respondidos com os chavões dos séculos anteriores

13 Os fundamentos de nossa fé não estão em jogo São o tesouro inamovível de nossa fé e da Igreja Doc 62: a Igreja, atenta às indicações do Espírito Santo, em função de suas necessidades Internas e dos desafios da missão no mundo, vai se estruturando e organizando.

14 -Eis aí a extrema necessidade da Igreja ter um laicato adulto, sujeito eclesial que, vivendo a necessária autonomia. -E, para construir esse sujeito essencial para a Igreja, nesse processo de modernização, eis aí o CNLB

15 O CNLB E A CONSCIÊNCIA DA VOCAÇÃO LAICAL -Meses vocacionais Pelo Batismo somos vocacionados a sermos Leigos e Leigas Como as demais vocações eclesiais, é uma vocação insubstituível E isso se dá em dois sentidos:

16 1- Sem vivermos profundamente a vocação recebida no Batismo, a Igreja não dialoga adequadamente com a realidade Os Leigos e Leigas são presença da Igreja no mundo e presença do mundo na Igreja 2 - Sem um laicato que se entenda como vocacionado, a própria realidade do mundo deixará de ser plasmada pelos valores do Evangelho

17 CONSTRUINDO A VISIBILIDADE CDL=> Instância de representatividade lo Laicato, seu articulador e organizador, promotor de iniciativas voltadas à sua formação, aquele que suscita, desenvolve e profunda no laicato a consciência crítica e criativa de sua identidade, vocação e missão. Precisamos de ações concretas São Tiago: O coração do homem está no que ele faz Mostremos o que fazemos e aí se conhecerá o CNLB e os organismos Laicais Diocesanos

18 O agir laical e de seus organismos, com certeza, determinará a presença ou não da Igreja no novo século!

19 CONSELHO NACIONAL DO LAICATO DO BRASIL Visite nossa página: Entre em contato: Silvestre dos Santos Lima Presidente do CNLB Regional Sul II


Carregar ppt "CONSELHO NACIONAL DO LAICATO DO BRASIL CNLB. SOMOS HERDEIROS DE UMA CAMINHADA O CNLB já passou dos 30 anos Existe graças à abnegação de um conjunto de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google