A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Concreto Celular Sistema Gethal para execução de paredes moldadas in loco.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Concreto Celular Sistema Gethal para execução de paredes moldadas in loco."— Transcrição da apresentação:

1 Concreto Celular Sistema Gethal para execução de paredes moldadas in loco

2 Sistema Gethal de execução de paredes em Concreto Celular O Sistema Gethal de Construção de Habitações permite uma rápida execução de habitações térreas, assim como de pequenos prédios. As paredes podem ter função estrutural ou de vedação. O Sistema caracteriza-se pela moldagem no local, das paredes da habitação, resultando com todas as instalações, elétricas e hidráulicas, e caixilharias de portas e janelas já posicionadas após a desmoldagem.

3

4

5 O que é Concreto Celular ?

6 Concreto celular, também conhecido por concreto leve ou concreto celular espumoso (CCE) é um material composto por agregados convencionais (areia), cimento portland, água e pequenas bolhas de ar distribuídas uniformemente em sua massa. Como tal, adquire a propriedade de material leve, com massa específica menor que a dos concretos convencionais, de fácil trabalhabilidade, rápida produção e um excelente material para a execução de paredes estruturais ou de vedação, em substituição aos processos convencionais de tijolos cerâmicos ou blocos de concreto. Propriedades básicas relevantes : elevado grau de impermeabilidade e excelente isolamento térmico.

7 Concreto Convencional Concreto Celular (densidade) = kgf/m³ (densidade) = 400 a kgf/m³ Conforme a NBR para paredes : = a 1900 kgf/m³ Areia Brita Massa do concreto comumMassa do concreto celular AreiaBolhas de ar

8 Método Construtivo

9 A capacidade de vedação dos moldes Gethal permite o uso do Concreto Celular Espumoso (CCE) para seu enchimento. A opção pelo CCE resulta de sua adequada capacidade de isolamento térmico e acústico e resistência mecânica, o que o credencia, em todo mundo, para a construção de paredes. Além das vantagens decorrentes do uso de um concreto com consistência plástica, que preenche o molde sem necessidade de vibração, devem ser lembrados os ganhos advindos da racionalização do processo construtivo, com mínima geração de entulho ou desperdício de materiais e mão de obra.

10 Execução do radier

11 Execução de radier

12 Radier já concretado

13 Fundações prontas

14 Montagem das formas FV

15 Montagem de formas FV

16

17 Caixilhos e tubulações embutidas

18 Instalação elétrica Instalação elétrica

19 Armaduras Armaduras

20 Forma fechada Forma fechada

21 Lançamento do concreto Lançamento do concreto

22 Concretagem Concretagem

23 O lançamento do Concreto Celular Espumoso é uma operação simples. Sua elevada fluidez permite que seja vertido nos moldes e preencha todos os espaços que constituem as paredes. Após um período de cura inicial as fôrmas são retiradas e remontadas para nova concretagem. Nas paredes recém desmoldadas é iniciada a operação de acabamento básico, realizado através de lixamento e feltragem da superfície com nata de cimento, ficando pronta para pintura ou outro acabamento especificado em projeto.

24 Desforma

25 Desmontagem FV

26 Limpeza dos painéis

27 Após a retirada das fôrmas, as paredes estarão dotadas de : Tubulação completa da rede hidráulica Tubulação completa da rede elétrica Caixilhos embutidos nas paredes (portas e janelas) Todos os insertsou block-outs para apoio da estrutura do telhado Apta a receber a operação de feltragem e tamponamento de furos das ancoragens Após a feltragem, apta a receber qualquer tipo de revestimento, pintura ou aplicação de azulejos

28 Parede pronta

29 Paredes prontas

30

31

32 Escoramento da laje

33 Estrutura para apoio da cobertura

34

35 Cobertura com telha cerâmica

36 Casas prontas

37 Ribeirão Preto/SP Construtora Chemin

38 Conj. Hab. Ulysses Guimarães CDHU - Sorocaba

39 Manaus/AM Construtora Capital

40 Manaus/AM Construtora Rayol

41 Pre. Mun. de Paulínea/SP

42 Cavite – Metro Manilla Philippinas

43 COENGEN – Natal/RN casas térreas

44

45

46 COENGEN – Natal/RN sobrados

47

48 Conjuntos Habitacionais

49 Manaus/AM Nova Cidade - Governo do Estado

50 Conj. Habitacional Ulysses Guimarães CDHU - Sorocaba

51 Paulínia/SP Prefeitura Municipal

52 Itú/SP Prefeitura Municipal

53 Const. Katedral Modelo-SC

54 Conj. Palmeiras II – Manaus Const. Rayol

55 Fazenda Baixadão Cohab - RP

56

57 PRÉDIOS

58 Fundações de edifícios

59 Execução de paredes estruturais

60

61

62 estruturais Execução de paredes estruturais

63 Execução de paredes de vedação

64

65 PRÉDIOS PRONTOS

66 Curitiba/PR

67 Curitiba/PR

68 Manaus Park – Manaus/AM

69 Cons. Rayol – Manaus/AM

70 Ampliações

71 1ª possibilidade de ampliação (ferros colados no concreto)

72

73 2ª possibilidade de ampliação (encaixe de tijolos / blocos)

74 Casas ampliadas

75 Controle de Qualidade

76 Planilha de apropriação de campo (eventos de concretagem)

77 Resultados da apropriação de campo (volumes / densidades)

78 Resultados da apropriação de campo (fck / perda de água)

79 Gráficos de desempenho

80 Conforto Térmico

81 Comparativo entre materiais

82 Isolamento Acústico

83 Isolamento acústico

84 Normas Brasileiras NBR NBR NBR

85 CERTIFICAÇÃO DO CONCRETO CELULAR (Relatórios de desempenho)

86 1. Segurança Estrutural Relatório IPT no – ensaio de flexo-compressão em paredes constituídas em concreto celular com armadura interna. Relatório IPT no – verificação do comportamento sob ação de carga proveniente de peça suspensa. Relatório IPT no – verificação do comportamento de paredes sob efeito de solicitações transmitidas por portas. Relatório IPT no – verificação da resistência a impactos de corpo mole.

87 2. Resistência ao fogo Relatório IPT no – ensaio de resistência ao fogo em parede com função estrutural. Relatório IPT no – verificação do desempenho quanto à segurança ao fogo de sistema construtivo em concreto celular, moldadas no local para casas térreas.

88 3. Conforto térmico Relatório IPT no – determinação da condutividade térmica Relatório IPT no – determinação do calor específico médio

89 4. Isolamento acústico Relatório IPT no – medição de isolação sonora Relatório IPT no – avaliação acústica de parede

90 5. Durabilidade das paredes em concreto celular: Trabalho – relatório técnico de avaliação da durabilidade das paredes de concreto celular espumoso armado com telas eletrosoldadas. Data: 01/01/2002. Trabalho – relatório técnico sobre a durabilidade das paredes de concreto celular espumoso armadas com telas eletrosoldadas executadas nas casas do Conjunto Habitacional Vila DItália, Construtora Chemin, Ribeirão Preto/SP. Data: 25/01/2001. Autor: Prof. Dr. Paulo Roberto do Lago Helene Prof. Titular Universidade de São Paulo PCC, USP Coordenador Internacional da Red REHABILITAR, CYTED Deputy-Chairman fíb (CEB-FIP) Commission 5 Structural Service Life Aspects

91 6. Avaliação de sistema construtivo: Avaliação do sistema construtivo empregado na construção de habitações no conjunto Nova Cidade, em Manaus – Amazonas/Dez Revisto e alterado em 13/01/2000 FUPAM – Fundação para pesquisa ambiental NUTAU – Núcleo de pesquisa em tecnologia da Arquitetura e Urbanismo UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO


Carregar ppt "Concreto Celular Sistema Gethal para execução de paredes moldadas in loco."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google