A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

V Encontro Nacional I Congresso Internacional de RISCOS Coimbra 2009 Emanuel Fidalgo | Orlando Rodrigues Bombeiros Voluntários de Baião S USCEPTIBILIDADE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "V Encontro Nacional I Congresso Internacional de RISCOS Coimbra 2009 Emanuel Fidalgo | Orlando Rodrigues Bombeiros Voluntários de Baião S USCEPTIBILIDADE."— Transcrição da apresentação:

1 V Encontro Nacional I Congresso Internacional de RISCOS Coimbra 2009 Emanuel Fidalgo | Orlando Rodrigues Bombeiros Voluntários de Baião S USCEPTIBILIDADE DE DESCARRILAMENTO ASSOCIADO A MOVIMENTOS DE VERTENTE E / OU COLAPSO DE INFRA - ESTRUTURAS NO TROÇO DA L INHA DO D OURO NO CONCELHO DE B AIÃO

2 S UMÁRIO Quadro geográfico do Concelho de Baião Linha do Douro Riscos na Linha do Douro Plano de emergência REFER Túnel do Juncal

3 Q UADRO G EOGRÁFICO DO C ONCELHO DE B AIÃO Localização

4 Q UADRO G EOGRÁFICO DO C ONCELHO DE B AIÃO Geologia

5 Q UADRO G EOGRÁFICO DO C ONCELHO DE B AIÃO Relevo

6 Q UADRO G EOGRÁFICO DO C ONCELHO DE B AIÃO Declives

7 Q UADRO G EOGRÁFICO DO C ONCELHO DE B AIÃO Uso do Solo

8 L INHA DO D OURO Construção – 1873 a 1887 Extensão total – Km Em via dupla e electrificado do Porto até Caíde Em via única, não electrificada de Caíde até ao Pocinho Concelho de Baião Extensão – 20 Km Túneis – 2 Pontes – 6 Passagens inferiores – 1 Passagens de Nível – 7 Acesso à linha – 13 Estações – 3 Apeadeiros – 3

9 L INHA DO D OURO Enquadramento

10 L INHA DO D OURO Movimentos de vertente

11 L INHA DO D OURO Movimentos de vertente

12 L INHA DO D OURO Passagens de nível

13 L INHA DO D OURO Túneis, Pontes e Viadutos

14 P LANO DE E MERGÊNCIA REFER Ponto Principal de Acesso (Controlo de Acesso) Zona de Arrecadação e Descanso Pessoal Ferroviário Zona de Arrecadação e de Descanso para Pessoal dos Serviços de Emergência Ponto de Controlo dos Serviços de Emergência Ponto de Controlo do Responsável das Relações Públicas Ponto de Controlo das Forças de Segurança Guarda de Valores das Vítimas do Acidente Despacho de Ambulâncias Tratamentos de Emergência Zona de Espera para Passageiros Despacho de Autocarro Morgue Temporária ZONA DE EXCLUSÃO

15 Túnel do Juncal Entrada Norte Juncal 1621 m Entrada Sul Cochêca M ARCO DE C ANAVESES B AIÃO

16 Túnel do Juncal (Juncal) Estação CF Juncal Entrada Norte Juncal

17 Túnel do Juncal (Cochêca) Entrada Sul Cochêca Casa da Cochêca

18 C ONSIDERAÇÕES F INAIS A Linha do Douro, e o sector de Baião em particular, atravessa áreas com diferentes tipos de risco - naturais, antrópicos e mistos - constituindo-se assim uma bacia de riscos. Os riscos naturais nesta região há muito que se manifestam sobretudo associados a situações meteorológicas adversas. Além deste facto, há que realçar os riscos tecnológicos inerentes a uma via de comunicação com estas características, onde se cruzam passageiros e mercadorias ao longo de um percurso sinuoso nas margens da Albufeira de Carrapatelo.

19 C ONSIDERAÇÕES F INAIS Conceptualmente, os riscos mistos apresentam causas combinadas que nesta realidade se poderão apontar de componente geodinâmica e também dendrocaustológica. Observando os registos de acidentes e incidentes ocorridos nesta área consegue-se elencar a sua natureza num rápido raciocínio conceptual. Contudo, e importante numa abordagem dos meios de socorro nomeadamente bombeiros, julgamos que é premente atender as particularidades desta linha e neste sector, pois receamos que planos de emergência genéricos falhem quando o risco se manifestar.


Carregar ppt "V Encontro Nacional I Congresso Internacional de RISCOS Coimbra 2009 Emanuel Fidalgo | Orlando Rodrigues Bombeiros Voluntários de Baião S USCEPTIBILIDADE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google