A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Classificação Sócio-econômica. Como classificar as pessoas pelo perfil sócio-econômica.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Classificação Sócio-econômica. Como classificar as pessoas pelo perfil sócio-econômica."— Transcrição da apresentação:

1 Classificação Sócio-econômica

2 Como classificar as pessoas pelo perfil sócio-econômica

3 Para falarmos com as pessoas de maneira direcionada, precisamos separá-las por grupos. São várias as maneiras de se fazer esta separação, uma delas é a classificação sócio-econômica.

4 A criação de critérios de classificação sócio-econômica vem com o objetivo de estabelecer um parâmetro para que eu fale com o perfil de público a quem me interessa falar

5 Quero veicular uma campanha mas não sei qual o perfil do meu público e nem onde veicular. Realizo uma pesquisa de mercado que determina em qual classe sócio-econômica ele pertence. Os veículos de comunicação têm a mesma pesquisa, mas muito mais ampla, aplicada em seu público, ou seja, aquele que lê, ouve ou assiste os jornais ou programas. RESULTADO O PUBLICITÁRIO PODERÁ CRUZAR OS DADOS DE SUA PESQUISA E DA PESQUISA FEITA PELOS VEÍCULOS E DETERMINAR OS PROGRAMAS ONDE SE TEM A MAIOR CONCENTRAÇÃO DO SEU PÚBLICO ALVO.

6 Quero falar com Homens, pertencentes à classe C e com faixa etária dos 30 aos 40.

7

8 Como outros países fazem esta classificação

9 PORTUGAL, INGLATERRA E ÍNDIA :: Profissão/working status :: Grau de instrução do chefe da família

10 JAPÃO :: Cargo ocupado :: Idade

11 ALEMANHA :: Cargo ocupado

12 ARGENTINA :: Grau de instrução do chefe da família :: Cargo ocupado :: Posse de 10 itens :: Posse de automóveis

13 MÉXICO :: Grau de instrução do chefe da família :: Características da residência Aparência externa Nº de cômodos Nº de tomadas :: Presença de empregadas domésticas :: Posse de duráveis :: Existência de aquecimento de água

14 VENEZUELA :: Roupas :: Maneira de falar :: Grau de instrução :: Profissão :: Estilo de vida :: Tipo de residência: Tamanho, Nº de cômodos, Localização

15 E no Brasil?

16 Apesar de muito contestado, o critério adotado aqui no Brasil é o chamado CRITÉRIO BRASIL

17 Ele tem como objetivos

18 TER UM SISTEMA DE PONTUAÇÃO PADRONIZADO QUE SEJA UM EFICIENTE ESTIMULADOR DA CAPACIDADE DE CONSUMO O Critério Brasil existe desde 1970 e serve para comparar resultados em períodos diferentes e regiões diferentes.

19 DISCRIMINAR GRANDES GRUPOS DE ACORDO COM SUA CAPACIDADE DE CONSUMO DE PRODUTOS E SERVIÇOS ACESSÍVEIS A UMA PARTE SIGNIFICATIVA DA POPULAÇÃO

20 CLASSIFICAR OS DOMICÍLIOS, ASSUMINDO, COMO PRESSUPOSTO, QUE A CLASSE É UMA CARACTERÍSTICA FAMILIAR. Classifica-se o domicílio e não os indivíduos. Uma criança não pode ser classificada como indivíduo utilizando-se os mesmos critérios usados nos adultos.

21 UTILIZAR INFORMAÇÕES OBJETIVAS E PRECISAS DE FÁCIL COLETA E OPERACIONALIZAÇÃO

22 A PADRONIZAÇÃO DO CRITÉRIO IMPLICA EM UNIFORMIDADE GEOGRÁFICA E ESTABILIDADE AO LONGO DO TEMPO O ar-condicionado é um item que não pode estar neste critério por questões de caráter regional. A posse deste item em algumas regiões é por necessidade, em outras, por luxo, comodidade ou status.

23 As variáveis Número de automóveis Número de aparelhos de TV em cores Número de rádios Número de banheiros Número de empregadas domésticas Posse de máquina de lavar roupa Posse de geladeira e freezer Posse de vídeo cassete ou dvd Nível de instrução do chefe de família

24 Algumas variáveis excluídas posse de linha telefônica, posse de telefone celular posse de forno de microondas, posse de microcomputador, uso de internet

25

26 =32

27

28 Mas só existe este critério? Sim. Há muitos questionamentos quanto à validade do critério, embora este seja o adotado no país.

29 Uma das contestações? Um sujeito atinge 22 pontos e, pelo Critério Brasil, pertence à Classe C1. Se no dia seguinte este sujeito compra um rádio ou vende seu único carro, pode ir para a classe B2 ou descer para a C2.

30 Um indivíduo que pertence à classe A1, segundo o critério Brasil, ganha R$ 6.447,00 ou + Por este critério, coloca-se na mesma classe um MÉDICO e um JOGADOR DE FUTEBOL de um grande time, embora seus salários sejam muito diferentes e seus hábitos de consumo também.

31 O que há de novo? Fazendo o cruzamento dos dados do IBGE e de sua base de dados, o SERASA desenvolveu um critério que não olha os itens de posse e grau de instrução, mas reconhece o estilo de vida das pessoas.

32 O MOSAIC BRASIL classifica a população brasileira em 10 grupos e 39 segmentos distintos em função da renda, geografia, demografia, padrões comportamentais e estilo de vida. MOSAIC BRASIL

33 De acordo com o Mosaic, dos dez grupos que se dividem a população brasileira, a periferia jovem é o que possui a maior representatividade: 20,92% da população. Os outros grupos seriam formados por prósperos moradores urbanos(5,26%), Assalariados urbanos(8,93%), Aspirantes sociais (9,74%), Envelhecendo na periferia (8,04%), Aposentadoria tranquila (14,99%), Brasil Rural (16,05%)e Envelhecendo no interior (9,19%). Na outra ponta, estariam os ricos, sofisticados e influentes (1,86%), seguidos pelos empreendedores e comerciantes (5,01%).

34 Dentro de ENVELHECENDO NO INTERIOR, separei uma das 3 subdivisões

35 Para saber mais sobre os critérios, acesse MOSAIC BRASIL CRITÉRIO BRASIL

36


Carregar ppt "Classificação Sócio-econômica. Como classificar as pessoas pelo perfil sócio-econômica."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google