A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Carlos Freire 2014 Marketing Administração de Marketing Kotler e Keller.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Carlos Freire 2014 Marketing Administração de Marketing Kotler e Keller."— Transcrição da apresentação:

1 Carlos Freire 2014 Marketing Administração de Marketing Kotler e Keller

2 Carlos Freire 2014 Marketing Estratégia de Produto

3 Carlos Freire 2014 Marketing Conteúdo da aula Nesta aula falaremos sobre: 1. O que são características de produto e como os produtos podem ser classificados? 2. Como as empresas podem diferenciar seus produtos? 3. Por que o design do produto é importante e quais fatores afetam um design eficaz? 4. Como uma empresa constrói e gerencia seu mix de produtos e suas linhas de produtos? 5. Como as empresas podem combinar produtos para criar co- brands ou marcas ingredientes consistentes? 6. De que maneira a embalagem, a rotulagem e a garantia podem ser usadas como ferramentas de marketing?

4 Carlos Freire 2014 Marketing Características e classificação de Produtos Um produto não é, apenas, uma oferta tangível, mas é tudo o que pode ser oferecido a um mercado para satisfazer uma necessidade ou um desejo, incluindo bens físicos, serviços, experiências, eventos, pessoas, lugares, propriedades, organizações, informações e ideias.

5 Carlos Freire 2014 Marketing Níveis de Produto Ao planejar sua oferta ao mercado, marketing precisa pensar em cinco níveis de produto. Cada nível agrega mais valor para o cliente e, juntos, os cinco constituem a hierarquia de valor para o cliente. o Benefício central o Produto básico o Produto esperado o Produto ampliado o Produto potencial

6 Carlos Freire 2014 Marketing Níveis de Produto O que o cliente realmente compra

7 Carlos Freire 2014 Marketing Níveis de Produto O benefício que o cliente realmente compra O mínimo a oferecer

8 Carlos Freire 2014 Marketing Níveis de Produto O benefício que o cliente realmente compra O mínimo a oferecer Atributos que o consumidor espera encontrar

9 Carlos Freire 2014 Marketing Níveis de Produto O benefício que o cliente realmente compra O mínimo a oferecer Atributos que o consumidor espera encontrar Aquilo que excede a expectativa do consumidor

10 Carlos Freire 2014 Marketing Níveis de Produto O benefício que o cliente realmente compra O mínimo a oferecer Atributos que o consumidor espera encontrar Aquilo que excede a expectativa do consumidor Ampliações e diferenciações que poderão ocorrer no futuro

11 Carlos Freire 2014 Marketing Classificação dos Produtos Os produtos podem ser classificados de acordo com suas características de durabilidade, tangibilidade e uso (de consumo ou industriais). Cada tipo de produto exige uma estratégia apropriada de mix de marketing. o DURABILIDADE E TANGIBILIDADE Bens não duráveis – consumo rápido – cafezinho. Bens duráveis – geladeira. Serviços – bens intangíveis. Serviço médico.

12 Carlos Freire 2014 Marketing Classificação dos Produtos o CLASSIFICAÇÃO DOS BENS DE CONSUMO Bens de conveniência – compra com frequência, sem esforço, sabonete, pasta de dente. Básico – com frequência – Pasta de dente Impulso – sem planejamento – chocolate Emergência – Guarda chuva Bens de compra comparada – faz-se comparação antes da compra. Móveis, roupas etc Homogênos – iguais com diferenças de preço Heterogêneos – diferenças no produto que superam o preço. Bens de especialidade Bens não procurados

13 Carlos Freire 2014 Marketing Classificação dos Produtos o CLASSIFICAÇÃO DOS BENS DE CONSUMO Bens de especialidade – características especiais ou força de marca. Tem que ser aquele. Bens não procurados – aqueles que o consumidor não está à procura. Jazigo.

14 Carlos Freire 2014 Marketing Classificação dos Produtos o CLASSIFICAÇÃO DE BENS INDUSTRIAIS Materiais e peças – entram no processo de fabricação. Bens de capital – de longa duração, p.ex. Equipamentos pesados.

15 Carlos Freire 2014 Marketing Diferenciação de Produtos, Bens e Serviços Para ter uma identidade de marca, os produtos devem ser diferenciados. Em um extremo, encontramos produtos que permitem pouca variação: carne, aspirina, aço. Até mesmo nesses casos, é possível alguma diferenciação: Friboi, a aspirina da Bayer e a Arcelor Mittal construíram identidades distintas em suas categorias.

16 Carlos Freire 2014 Marketing Diferenciação de Produtos, Bens e Serviços o FORMA o CARACTERÍSTICAS o CUSTOMIZAÇÃO o QUALIDADE DE DESEMPENHO o QUALIDADE DE CONFORMIDADE o DURABILIDADE o CONFIABILIDADE o FACILIDADE DE REPARO o ESTILO

17 Carlos Freire 2014 Marketing Diferenciação de Produtos, Bens e Serviços o FACILIDADE DE PEDIDO o ENTREGA o INSTALAÇÃO o TREINAMENTO AO CLIENTE o ORIENTAÇÃO AO CLIENTE o MANUTENÇÃO E REPARO o DEVOLUÇÕES

18 Carlos Freire 2014 Marketing Diferenciação de Produtos, Bens e Serviços Exemplo de diferenciação: Design. O design é o conjunto de características que dizem respeito à aparência, à sensação e ao funcionamento do produto sob a perspectiva do consumidor. Oferece benefícios funcionais e estéticos, apelando tanto para o nosso lado racional quanto para o emocional

19 Carlos Freire 2014 Marketing Diferenciação de Produtos, Bens e Serviços Exemplo de diferenciação: Linhas de Produto Cada produto pode ser relacionado com outros para assegurar que uma empresa ofereça e coloque no mercado o conjunto ideal de produtos.

20 Carlos Freire 2014 Marketing Hierarquia de Produtos, Bens e Serviços Podemos identificar seis níveis da hierarquia de produto: 1. Família de necessidade: necessidade principal sustenta alinha de produtos. Segurança 1. Família de produtos: linha de produtos que satisfazem uma necessidade de forma eficaz. Poupança e renda 1. Classe de produtos: grupo de produtos com coerência funcional. Instrumentos financeiros 2. Linha de produtos 3. Tipo de produto 4. Item (também chamado unidade específica de estoque ou variante de produto):

21 Carlos Freire 2014 Marketing Hierarquia de Produtos, Bens e Serviços 4. Linha de produtos: grupo de produtos, dentro de uma classe, que estão relacionados entre si. Seguros 5. Tipo de produto: itens de uma linha que compartilham uma característica. Seguro anual 6. Item (também chamado unidade específica de estoque ou variante de produto): uma unidade distinta dentro da linha, p. Ex.: plano de saúde com co-participação, enfermaria.

22 Carlos Freire 2014 Marketing Extensão de Linhas de Produtos o AMPLIAÇÃO DE LINHA Ampliação down-market – lançamento de linha de produtos com preços menores. Usar a mesma marca? Sim ou não? Ampliação up-market – lançamento de linha de produtos com preços maiores. Automóveis. Ampliação dupla – lançamento de linha de produtos com preços maiores e menores para atender a mais segmentos. Marriot.

23 Carlos Freire 2014 Marketing Extensão de Linhas de Produtos o COMPLEMENTAÇÃO DA LINHA Oferta de diversos itens pertencentes à mesma linha. BMW, Mini Cooper, Rolls Royce o MODERNIZAÇÃO (Apple), PROMOÇÃO (Chamariz) E REDUÇÃO DA LINHA (Mais vendáveis). Modernização da linha de acordo com as exigências do mercado ou estratégia da empresa.

24 Carlos Freire 2014 Marketing Determinação de Preço do Mix de Produtos o PREÇO PARA A LINHA DE PRODUTOS: preços diversos em uma mesma linha. Computadores simples, médios e alta performance. o PREÇO PARA CARACTERÍSTICAS OPCIONAIS Preços de acordo com acessórios. Ar-condicionado, vidro e trava elétrica, air bag. o PREÇO PARA PRODUTOS CATIVOS Produtos complementares obrigatórios. Linha telefônica e aparelho celular. Oferta de aparelho grátis para contratos de 2 anos. o PREÇO COMPOSTO o PREÇO PARA SUBPRODUTOS o PREÇO PARA O PACOTE DE PRODUTOS

25 Carlos Freire 2014 Marketing Determinação de Preço do Mix de Produtos o PREÇO COMPOSTO Uma parte fixa e outra variável. Ligações normais inclusas no plano e ligações interurbanas cobradas à parte. o PREÇO PARA SUBPRODUTOS Geração de valor agregado pela utilização de sub-produtos. Estacionamento de shopping reduz a taxa de condomínio. o PREÇO PARA O PACOTE DE PRODUTOS Criação de pacotes de produtos que têm o preço menor que a aquisição dos itens individualmente.

26 Carlos Freire 2014 Marketing Co-branding e Branding de ingrediente o CO-BRANDING Associação de duas marcas para alavancar resultados. Computador Positivo com Windows 8. o BRANDING DE INGREDIENTE Adicionar um produto ou marca que gerem brand equity. Computar Positivo com processador Intel. Sonorização Dolby Stéreo.

27 Carlos Freire 2014 Marketing Embalagem, rotulagem, garantias Muitas embalagens como a garrafa de Coca-Cola e a lata de Red Bull são mundialmente famosas. Vários profissionais de marketing chamam a embalagem de o quinto P (packaging), juntamente com produto, preço, praça e promoção. A maioria das empresas, contudo, trata a embalagem e a rotulagem como um elemento da estratégia de produto.

28 Carlos Freire 2014 Marketing Embalagem, rotulagem, garantias Com o crescimento da preocupação ambiental as embalagens passarão por inúmeras mudanças, podendo agregar valor à Imagem Institucional e à Marca. ausência de embalagem; embalagem reutilizável; embalagem reciclável.

29 Carlos Freire 2014 Marketing Embalagem, rotulagem, garantias Vários fatores contribuem para que, cada vez mais, as embalagens sejam usadas como ferramenta de marketing: Autosserviço (facilidade e destaque no PDV). Poder aquisitivo do consumidor (Garrafas de vinho que aumentam o preço do produto mas dão status). Imagem da marca e da empresa ( embalagens ambientalmente corretas). Oportunidade de inovação (tampas rosqueadas).

30 Carlos Freire 2014 Marketing Embalagem, rotulagem, garantias

31 Carlos Freire 2014 Marketing Embalagem, rotulagem, garantias

32 Carlos Freire 2014 Marketing Embalagem, rotulagem, garantias O rótulo pode ser uma simples etiqueta presa ao produto ou um projeto gráfico elaborado que faça parte da embalagem. Pode trazer apenas o nome da marca ou conter muitas informações. Mesmo que o fabricante prefira um rótulo simples, a lei pode exigir informações adicionais. O rótulo desempenha diversas funções. Ele deve: identificar, classificar, descrever e promover o produto.

33 Carlos Freire 2014 Marketing Resumo 1. O produto é o primeiro e mais importante elemento do mix de marketing. 2. Os produtos podem ser classificados como bens duráveis, bens não duráveis ou serviços. 3. As marcas podem ser diferenciadas com base em formato, características, desempenho, conformidade, durabilidade, confiabilidade, facilidade de reparo, estilo e design do produto. 4. O design é a totalidade de recursos que afetam a aparência, a sensação e as funções pertinentes a um produto.

34 Carlos Freire 2014 Marketing Resumo 5. Um mix de produtos pode ser classificado de acordo com sua abrangência, extensão, profundidade e consistência. 6. Uma empresa pode mudar um produto do seu mix de marketing estendendo sua linha de produtos por meio de ampliação ou complementação. 7. Marca ingrediente e co-brands podem agregar valor supondo-se que tenham brand equity. 8. Embalagens bem projetadas podem criar valor de conveniência para os clientes. Garantias podem oferecer segurança adicional aos consumidores.


Carregar ppt "Carlos Freire 2014 Marketing Administração de Marketing Kotler e Keller."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google