A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Seminário APIMEC RIO 30/07/13. Grupo Light 2 Light em números Amazônia Energia Renova Guanhães Energia Geração UHE Itaocara Complexo de Lajes Distribuição.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Seminário APIMEC RIO 30/07/13. Grupo Light 2 Light em números Amazônia Energia Renova Guanhães Energia Geração UHE Itaocara Complexo de Lajes Distribuição."— Transcrição da apresentação:

1 Seminário APIMEC RIO 30/07/13

2 Grupo Light 2

3 Light em números Amazônia Energia Renova Guanhães Energia Geração UHE Itaocara Complexo de Lajes Distribuição Estado RJ Área de Concessão % População¹16 MM11 MM68% Área¹44 mil Km²11 mil Km²25% PIB¹R$ 407 BiR$ 207 Bi66% Nº de Consumidores7 MM4 MM57% Nº de Municípios923134% 6 UHE Ilha dos Pombos PCH Paracambi UHE Santa Branca IBGE (2010)

4 MELHORIA DA QUALIDADE DO ATENDIMENTO GERAÇÃO LIGHT ESCO AGENDA DE EVENTOS REVISÃO TARIFÁRIA MELHORIA DA GESTÃO COMBATE ÀS PERDAS 4

5 6.029 GWh/ano 45% do mercado faturado de Baixa Tensão da Light Mais de R$ 2 bilhões/ano deixam de ser faturados R$ 200 milhões /ano (CAPEX+OPEX) gastos no combate às perdas nos últimos 5 anos 20% das perdas não técnicas do Brasil Consumo faturado da Escelsa Perdas Não Técnicas na Light Situação Atual 5

6 VALE DO PARAÍBA LITORÂNEA OESTE LESTE Dados de março / 2013 BAIXADA Perdas Não Técnicas na Light Mapa das Perdas na Área de Concessão GrupoLightValeLitorâneaLesteOesteBaixada Clientes (Qtde.) Faturamento BT (GWh) Perda não técnica (GWh) Perda não tec/faturada BT (%)44,95%3,78%5,40%69,87%76,74%87,98% 6

7 Perdas Light: Condições Incomparáveis Disseminação da Informalidade

8 Azul: Milícias Demais cores: Facções Narcotráfico Perdas Light: Condições Incomparáveis Infoglobo Poder Paralelo

9 Perdas Light: Condições Incomparáveis Cidade Partida – foto tirada do alto da Rocinha, tendo ao fundo a Lagoa

10 Perdas Não Técnicas na Light Região Metropolitana do Rio de Janeiro – Cidade Partida 10

11 O Efeito da Temperatura nas Perdas SET 30,1° 16,0° OUT 32,7° 17,9° LDA ROCINHALDA SÃO CONRADO 01 A 30 11

12 2,7 milhões de clientes em áreas informais Acesso restrito e limitado aos interesse dos donos da área Cultura do não pagamento Infraestrutura precária Alta resistência à mudança: Reincidência de fraude elevada Efeito da temperatura e do ar condicionado Consumo por cliente superior a 300 kWh/mês (incluindo perdas) Apenas 160 mil NIS (beneficiários de programas sociais) na área de concessão Perdas Não Técnicas na Light A Concessão Informal da Light 12

13 Perdas Não Técnicas na Light Implantação das UPPs (Ocupação Pacificação) COMPLEXO DO ALEMÃO 13

14 Perdas Não técnicas na Light Projeto: No Rastro das UPPs 14

15 Atuação nas Comunidades Pacificadas (UPPs) 33 UPPs instaladas 221 territórios retomados 130 mil domícilios 40 UPPs até 2014 Presente em 15 UPPs, sendo 9 já concluídas 200 mil pessoas atendidas 60 mil consumidores 30 UPPs até 2014 GovernoLight Segurança, cidadania e inclusão social PARCERIA 15

16 Lâmpadas Geladeiras Reformas Educação Descontos regressivos nas faturas Cancelamento de débitos pretéritos Interação constante Obtenção do NIS Expansão e modernização da rede 60 mil medidores, 350 km de rede blindada Modernização das Redes Parceria com o Estado Eficiência Energética Relacionamento Diferenciado Perdas Não Técnicas na Light Projeto: No Rastro das UPPs 16

17 Programa de Redução das Perdas e Inadimplência

18 Taxa de Arrecadação 18 97,2% TAXA DE ARRECADAÇÃO 12 Meses TAXA DE ARRECADAÇÃO POR SEGMENTO Trimestre 95,0% 101,0% 100,2% 92,0% 99,2% 104,7% 100,6% 1T121T13 97,7% 99,5% Mar/12Mar/13 TotalVarejoGrandes Clientes Setor Público

19 Perdas 12 meses 32,9 % Perdas Técnicas GWh % Perdas não técnicas / Mercado BT % Perdas não técnicas / Mercado BT - Regulatório Perdas não técnicas GWh Reflete a alteração de critério de tratamento para os clientes inadimplentes de longa data, baseado na Resolução Aneel 414. Set/11Dez11Jun/12Mar/12 Sept12 Set/10Dez/10Jun/11Mar/11 Mar/13 Dez/12 42,2% 40,7% 41,2% 40,4% 43,1% 45,4% 44,9% 42,1% 41,8% 41,6% 41,3%

20 Principais Ações de Combate BLINDAGEM DE REDE TELEMEDIÇÃO LIGHT LEGAL APZ – ÁREA DE PERDA ZERO PROCESSO CONVENCIONAL BLITZ OPERATIVAS 20

21 QTDE. CLIENTES Resumo das Ações AÇÕES GWh (21%) GWh (26%) GWh (11%) GWh (8%) GWh (34%) TOTAL DE ENERGIA: GWh ENERGIA BT entre 1000 e 5000 kWh BT < 1000 kWh BT > 5000 kWh MT AT 43 Telemedição Telemedição e Processo Convencional Telemedição, Processo Convencional e APZ 21

22 Telemedição MT e BT Indireto Março 2013 MT BT INDIRETO (17%) (83%) Não Telemedido (GWh)Telemedido (GWh) (42%) (58%) (64%) (36%) (100%) 2009 Jun-2012 Mar Jun (98%) (85%) 34 (2%) 253 (15%) 22

23 Telemedição Varejo Clientes Instalados QUANTIDADE TOTAL DE MEDIDORES INSTALADOS COMUNIDADEFORA DA COMUNIDADE * Dados de maio de

24 APZ Combinação de tecnologia e gente em áreas de grande complexidade (elevadas perdas e inadimplência), visando resultados sustentáveis O Que É APZ? SMCAPZ TENDÊNCIA DE AUMENTO DAS PERDAS PERDAS 24

25 APZ Planejamento Implantação em Jan/13Fev/13Mar/13Abr/13Mai/13Jun/13Jul/13Ago/13Set/13Out/13 Nov/13 Dez/13 Nº de clientes (mil) - real Nº de clientes (mil) - plan 19 APZs 30 APZs 25

26 Combate às Perdas na Light Projeto: Light Legal (APZ – Área de Perda Zero)

27 Resultados Fonte: Sistemas SAP/CCS, Hemera e SGD APZ Total *Sem considerar Batan e Coelho da Rocha ** PERDAS ADIMPLÊNCIA 45,9% 27,3% 26,9% 26,4% 25,8% 24,8% 24,7% 24,3% 23,9% 23,4% 104,0% 100,2% 102,3% 101,2% 101,4% 101,0% 97,7% 98,6% 98,5% 90,2% 27

28 ÁreasAno de Conclusão Perdas AntesAtual Santa Marta ,0%8,7% Cidade de Deus ,1%15,3% Chapéu Mangueira/ Babilônia/ Cabritos/ Tabajaras 2010 / ,5%10,5% Formiga ,3%10,2% Batan ,8%9,9% Borel ,5%23,4% Salgueiro ,5%19,3% TOTAL 67,0%15,9% Resultados Comunidades Redução média de perdas : 51,1 p.p. 28

29 Resultados Após 12 Meses Incorporação / Cliente (kWh) Convencional SMC-APZ / FORA UPP SMC-APZ / UPP ANO ANO +1 29

30 Processo Convencional Atuação em clientes fraudadores pulverizados em toda a área de concessão Sistema de seleção de clientes suspeitos (RI – Revenue Intelligence) Inspeção e normalização Blitz 30

31 Ação Convencional Varejo RECUPERAÇÃO DE ENERGIA (GWh) INCORPORAÇÃO DE ENERGIA MÉDIA / CLIENTE (KWh) 64 1º Tri º Tri ,9 19,7 +87,3% % QTDE. INSPEÇÃO 190 MIL/ANO QTDE. NORMALIZAÇÃO 60 MIL/ANO 31

32 Faturamento (REN) Faturamento (IEN) Carga Plano de Perdas Acumulado Maio (GWh) 153,70 114,67 PLANOREALIZADO 51,9 39,1 23,7 66,2 53,5 34,0 34% 39,0 GWh 10,3 GWh 43% 37% 14,4 GWh 28% 14,3 GWh 32

33 Combate às Perdas = Melhoria da Qualidade Após conclusão da reforma das redes e consolidação da atuação da Light: melhoria no DEC da comunidade - 5,96 DEC UPP Batan: Atuação da Light Concluída em 2012

34 Combate às Perdas = Melhoria da Qualidade Atuação da Light: melhoria no DEC da área - 1,15 DEC APZ Cosmos: Iniciada em Ago/2012

35 Combate às Perdas = Melhoria da Qualidade Atuação da Light: melhoria no DEC das áreas - 2,73 - 2,11 DEC Consolidado APZs

36 Aviso Importante Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira e internacional. Essas declarações estão baseadas em certas suposições e análises feitas pela Companhia de acordo com a sua experiência e o ambiente econômico e nas condições de mercado e nos eventos futuros esperados, muitos dos quais estão fora do controle da Companhia. Fatores importantes que podem levar a diferenças significativas entre os resultados reais e as declarações de expectativas sobre eventos ou resultados futuros incluem a estratégia de negócios da Companhia, as condições econômicas brasileira e internacional, tecnologia, estratégia financeira, desenvolvimentos da indústria de serviços públicos, condições hidrológicas, condições do mercado financeiro, incerteza a respeito dos resultados de suas operações futuras, planos, objetivos, expectativas e intenções, entre outros. Em razão desses fatores, os resultados reais da Companhia podem diferir significativamente daqueles indicados ou implícitos nas declarações de expectativas sobre eventos ou resultados futuros. As informações e opiniões aqui contidas não devem ser entendidas como recomendação a potenciais investidores e nenhuma decisão de investimento deve se basear na veracidade, atualidade ou completude dessas informações ou opiniões. Nenhum dos assessores da Companhia ou partes a eles relacionadas ou seus representantes terá qualquer responsabilidade por quaisquer perdas que possam decorrer da utilização ou do conteúdo desta apresentação. Este material inclui declarações sobre eventos futuros sujeitas a riscos e incertezas, as quais baseiam-se nas atuais expectativas e projeções sobre eventos futuros e tendências que podem afetar os negócios da Companhia. Essas declarações incluem projeções de crescimento econômico e demanda e fornecimento de energia, além de informações sobre posição competitiva, ambiente regulatório, potenciais oportunidades de crescimento e outros assuntos. Inúmeros fatores podem afetar adversamente as estimativas e suposições nas quais essas declarações se baseiam. 36

37 Contatos João Batista Zolini Carneiro Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Luiz Felipe Negreiros de Sá Superintendente de Finanças e Relações com Investidores Gustavo Werneck Gerente de Relações com Investidores twitter.com/LightRI 37


Carregar ppt "Seminário APIMEC RIO 30/07/13. Grupo Light 2 Light em números Amazônia Energia Renova Guanhães Energia Geração UHE Itaocara Complexo de Lajes Distribuição."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google